Sábado, 31 de Julho de 2010

Um peticionário do PCP enviou-nos esta notícia que publicamos com o maior gosto, e a  que faço os devidos comentários.

 

Graças a um peticionário o Sr. Dr. João Vaz Rico o Hospital Manuel Constâncio está em processo de requalificação. Apurámos que é em grande por mérito e empenhamento pessoal do Dr. Rico, grande abrantino e ex-membro dos corpos gerentes da Santa Casa da Misericórdia que foi possível realizar esta obra.

Os peticionários são assim defendem Abrantes e trabalham por ela:

 

HOSPITAL DE ABRANTES INVESTE 4 MILHÕES DE EUROS EM PROCESSO DE MODERNIZAÇÃO E REQUALIFICAÇÃO

 

O hospital de Abrantes, inaugurado há 25 anos, está a ser objecto de trabalhos de modernização de serviços e requalificação das instalações, num investimento de 4 milhões de euros (ME).
As intervenções em curso na unidade – que integra o Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), conjuntamente com os hospitais de Tomar e Torres Novas -, estão centradas na melhoria dos serviços de urgência e zona de triagem e na reinstalação dos serviços farmacêuticos do piso 10 para o piso térreo.
João Vaz Rico, gestor do hospital desde 2007, anunciou que, a curto prazo, será instalada uma unidade de cuidados continuados de convalescença com capacidade para 47 camas, no piso 10 do hospital, integrada na Rede Nacional de Cuidados Continuados, num investimento global de 1,8 ME.
Segundo Vaz Rico, até ao final do ano vão avançar outros investimentos na requalificação física da unidade e no reforço da qualidade da prestação de serviços, como nos casos do internamento, pediatria, alimentação e dietética.
O gestor da unidade hospitalar – dotada de 192 camas e 740 colaboradores dependentes – sublinhou outro “investimento de fundo”, na ordem dos 1,4 ME, que resultará da construção de uma nova cozinha e de um novo restaurante/refeitório.
Desde Outubro de 2007 que, por deficientes condições a cozinha do hospital de Abrantes está encerrada na sequência de uma inspecção da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), funcionando desde então através de um sistema em que as refeições chegam já embaladas, sendo depois preparadas e distribuídas no refeitório e nas enfermarias.
O montante global de investimentos, que ronda os 4 ME, é justificado pelo gestor com a “necessidade da melhoria do estado das instalações e dos serviços de atendimento”, sublinhando a integração no CHMT de três unidades hospitalares, que “apresentam diferentes idades entre si”.

(dos Jornais)

 

Entretanto o blogue piquista do Tramagal Lagamart resolveu cortar da notícia o nome do Dr. João Vaz Rico pelo feio pecado de querer defender Abrantes contra a asquerosa carrilhada.

 

A petição exprime aos piquistas e ao evangélico Pastor que os guia que por enquanto não lhes cortará nada. Para isso moderei o Adérito a quem vi com uma tesoura de podar nas mãos....



Miguel Abrantes

PS- Estará agora o nosso camarada do PCP contente?

Também damos boas notícias. Nem tudo é mau.....



publicado por porabrantes às 23:07 | link do post | comentar

Para que os camaradas nossos amigos (especialmente do Tramagal e de Constância) não se chateiem com as bocas da Suzy  (neste momento a fazer top-less

(Cristiano faz top-less para não ofender Fátima seguindo conselhos de Pico)

na piscina dum hotel de Cascais e a mandar sms a dizer que o fato de banho dum conhecido comentador político e futebolístico da TV é um ''horror'' ...),


acerca da necessidade dialéctica e epistemológica de modernizar o glamour dos fatos das autarcas bolcheviques e as nossas sobre a falta de juízo dum regresso ao prec

 


( modelos de fato banho feminino que a Suzy desaconselha às autarcas ''comunas'')

publicaremos um documento sério acerca dos hospitais da região que um camarada amigo  nos mandou.

 

Adérito Abrantes (alérgico ao Sol)


tags:

publicado por porabrantes às 18:33 | link do post | comentar

O Rev. Vigário do Pinhal fez-nos chegar a última peça da sua estratégia apostólica para combater o pecado. Tendo em conta a idade provecta do evangelizador publicamos a sua mensagem:

 

Será por isso que Jota Pico anda aterrorizado com manetas?

 

M.Abrantes



publicado por porabrantes às 18:11 | link do post | comentar

 

O racismo nas anedotas é uma coisa congénita em todos os países: os franceses insultam os belgas, nós rimo-nos dos do Souto e dos Alentejanos (especialmente depois da infausta morte do Marechal Machel), os brasucas riem-se dos portugas, dos judeus e dos caipiras (os alentejanos deles),

Os sulistas dos USA vingam-se da vitória de Lincon contando anedotas de pretos, as morenas e os gajos que têm azar com as louras (excepto o Adérito que tem azar com todas, especialmente com a Suzy) não conseguem evitar anedotas de oxigenadas.....

 

Pensávamos que já tínhamos visto tudo sobre chauvinismos humorísticos......

 

Mas descobrimos um blogue anti-trolhas. Está demasiado calor para coisas sérias. Por isso na net estamos numa ou de ler João Pico e rir à gargalhada com as suas obsessões (outro dia dizia que andava a ser perseguido por um careca, agora é por um misterioso maneta, deve ser que é o Peter da construção civil) ou de consultar blogues humorísticos.

o perigoso maneta será este?

Num encontrámos isto:

 

'' Que figurinha a dos trolhas ingleses

Dez horas da manhã, vou eu para o trabalho e que vejo?

Trolhas.

Até aqui nada de anormal, já que na Inglaterra também se constroem e reparam casas.

Mas estes trolhas ingleses tinham uma particularidade que me chamou a atenção:

Estavam de copo na mão a beber… café.

Café?????

Que cócózinhos…pensei eu.

Um verdadeiro trolha português a essa hora bebe a segunda Super Bock do dia.

Muito têm os trolhas ingleses a aprender com os portugueses…

 

Depois reparei que tinham capacetes amarelos na cabeça.

Acho que eles viram vezes de mais o “Bob O Construtor” e agora devem estar a imitá-lo.

Em Portugal, no Inverno, os trolhas usam gorros coloridos com as cores das últimas casas que pintaram.

As botas biqueira de aço também não faltavam, como se isso fosse calçado para ser usado numa obra portuguesa.

Nunca para além de umas sapatilhas passou pelos pés de trolha português, quando não são chinelos de meter o dedinho…

Mas juro que o que me fez mais rir foi o cinto que os trolhas ingleses usavam com as ferramentas devidamente arrumadas.

Trolha que é trolha coloca o martelo no bolso de trás das calças de ganga.

E calças de ganga rotas nos joelhos, porque já foram muito usadas…

Era vê-los cheios de camisolas e ainda uma casaca por cima.

Um verdadeiro trolha tuga trabalha em camisolas de alça que já foram brancas.

Ou então t-shirts da Sumol ou dos Móveis Azevedo.

Mesmo no inverno e com temperaturas abaixo dos 10 graus positivos.

A cordinha de segurança para eles andarem nos andaimes também não faltava…

E depois a arrumação daquilo.

Até me metia impressão tanta arrumação.

A arei num saquinho, o entulho noutro, e nada de tábuas com os pregos virados para cima no chão…

Não tenho dúvidas que aquela obra reprovaria numa inspecção em Portugal.

E um trolha português despedia-se no primeiro dia de trabalho naquela casa.

Quase que aposto que se aqueles trolhas ingleses virem uma miúda jeitosa a passar ainda lhe dizem bom dia, sem mandar um piropo foleiro.

E ainda dizem que há crise na construção civil inglesa.

Há crise mas é de valores.

 

PS.: E não é que até a tradução da palavra trolha para inglês fica uma coisa abixanada…

“Maison’s Helper”

 

in http://loucuralondrina.blogs.sapo.pt/22572.html

 

E um comentário: De guiga a 13 de Janeiro de 2009 às 16:12: Este mundo está perdido!
A bicheza chegou à construção civil!!!!
ONDE É QUE ISTO VAI PARAR?!?!? 
LOOOL

Bom post!

 

Solicitamos a João Pico que disserte sobre esta nova forma de racismo anti-trolha como forma de combater o calor.....

 

Marcello de Ataíde

PS-Um dos peticionários quer montar um blogue chamado ''Voz do Trolha''. Apesar do meu catolicismo arraigado soa-me demasiado à ''Voz de Fátima'', orgão do Exército Azul, onde reina um tal Evaristo, e todos os dias estão a prometer a conversão da Rússia.

O Pico ainda não lhes explicou que a culpa dos russos continuarem pós-comunistas é do Cristiano Ronaldo....



publicado por porabrantes às 17:13 | link do post | comentar

José Sócrates disse ao Público sobre o Caso Freeport: ''a verdade acaba sempre por vir ao de cima.  ''

 

É mais ou menos assim:


M.Ataíde


tags:

publicado por porabrantes às 15:45 | link do post | comentar

Recebemos este e-mail que pensamos ser do dr. Castro Nunes mas não vem assinado certamente por lapso:

 

 

 

arteminvenite@gmail.com (IP: 82.154.41.66) disse sobre Correspondência arqueológica 2 no Sábado, 31 de Julho de 2010 às 02:50:

 

Caros Senhores.

A minha resposta a este comentário vosso foi aqui publicada e agora retirada.
Insisto, pois:
O silêncio é de ouro? O meu não... nem se compra nem se vende...
O barulho é mais... de ouro.
E ficamos por aqui. A prudência aconselha...
Espero que seja reposto. Caso contrário repor-se-á algures...
Cumprimentos.

 

 

 

Caro dr.Castro Nunes:

Só lhe respondo agora, porque o seu comentário chegou durante o meu horário de trabalho, às 2.50 da manhã, quando eu me encontrava em diálogo cultural com uma esplêndida brasileira, no Trombinhas, dando os dois cabo desta garrafa de

 

 

Parece-me que houve um equívoco da s/parte.

 

 

O seu comentário continua on-line, aqui

 

Desfeito o equívoco aconselho o dr. Castro Nunes a fazer como eu, a essas horas da madrugada o trabalho e a cultura são mais importantes que a net.

 

Cumprimentos

 

Miguel Abrantes

 

 




publicado por porabrantes às 13:25 | link do post | comentar

Igreja do Convento de São Paulo, em Elvas: OASRS contra "demolição iminente"

Comunicado do Conselho Directivo Regional Sul da Ordem dos Arquitectos sobre a iminente demolição da Igreja de São Paulo na histórica cidade de Elvas

 

 


As notícias vindas na comunicação social e os alertas que nos foram enviados sobre a prevista demolição da igreja do convento de São Paulo, conjunto arquitectónico maior da cidade de Elvas no interior das muralhas seiscentistas e com origens nessa época, tendo a igreja uma bela fachada setecentista que evoca mais o palácio que o espaço religioso (por isso não é muito habitual, o que lhe confere um valor acrescido), são inquietantes.

Apesar de a igreja estar em ruínas, pois a cobertura e a abóbada, que terminava a nave, desabaram, a fachada representa a importância do convento no contexto da cidade histórica (o PDM de Elvas recomenda a sua classificação) e é da maior relevância para o largo em frente, para o qual dá também a fachada do trem, edifício integrado nas grandes obras que tornaram Elvas na principal praça militar na defesa do Reino e da sua capital durante as chamadas guerras da Restauração.

Assim a demolição da igreja do convento de São Paulo seria um atentado patrimonial incompreensível nos dias de hoje, sabendo-se que o património arquitectónico é um forte factor de identidade cultural e que as cidades históricas pontuam os territórios conferindo-lhes sedimentação humana.

Também hoje sabe-se quanto pesa este reconhecimento num turismo já não apenas baseado no sol e praia e que é apontado como a alternativa ao seu declínio. Se as cidades, as regiões, enfim o país, não conservarem e valorizarem o património arquitectónico e o património natural e os forem demolindo ou desvirtuando por razões fortuitas ou por facilitismo, como parece ser o caso, perde-se duplamente no plano cultural e económico.

A demolição da igreja do convento de São Paulo seria mais um atentado a essa nossa riqueza comum e ainda mais agravado por serem responsáveis entidades do Estado Português.

Neste momento está a decorrer on line um abaixo assinado contra tal demolição, algumas entidades estão a mover-se para a evitar. O Conselho Directivo Regional Sul da Ordem dos Arquitectos não podia deixar de se associar a esta movimentação, apelando a uma acção imediata de consolidação da ruína (foi o facto de risco de derrocada que gerou a vontade da demolição) e posterior reflexão para encontrar uma solução para um uso patrimonialmente compatível da igreja.

Lisboa, 15 de Julho de 2010

O Conselho Directivo Regional Sul da Ordem dos Arquitectos

 

Publicado na última newsleter da OASRS

 

O mesmo boletim da Ordem refere que o licenciado Carrilho da Graça ganhou o concurso para projectar o novo terminal de cruzeiros de Lisboa, notícia a que se dá enorme destaque.

 

Resultado como estamos de acordo com o que diz o Conselho Consultivo: ''

Apesar de a igreja estar em ruínas, pois a cobertura e a abóbada, que terminava a nave, desabaram, a fachada representa a importância do convento no contexto da cidade histórica (o PDM de Elvas recomenda a sua classificação) e é da maior relevância para o largo em frente, para o qual dá também a fachada do trem, edifício integrado nas grandes obras que tornaram Elvas na principal praça militar na defesa do Reino e da sua capital durante as chamadas guerras da Restauração.

Assim a demolição da igreja do convento de São Paulo seria um atentado patrimonial incompreensível nos dias de hoje, sabendo-se que o património arquitectónico é um forte factor de identidade cultural e que as cidades históricas pontuam os territórios conferindo-lhes sedimentação humana.''

 

Perguntamos esta excelente doutrina é aplicável ao pobre Convento de São Domingos de Abrantes?

 

Talvez seja uma boa ideia perguntar ao Conselho Consultivo o que pensa do projecto de demolição de São Domingos por parte do licenciado.

 

Isso e mais coisas curiosas.

 

Algumas já perguntadas ao Conselho Deontológico sobre o licenciado Carrilho da Graça pela Secretaria de Estado da Cultura......

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 00:42 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

Se o Adérito casar com a desavergonhada da Suzy (estamos ver se publica coisas mais ''morais'', já nos telefonou o assessor espiritual do Marcello e o nosso homem na Cúria, )espera-se isto:

 

A diferença entre ser sogra do GENRO e sogra da NORA...

 

image001.gif

 


Duas distintas senhoras encontram-se após um bom tempo sem se verem. 
Uma pergunta à outra: 
- Como vão seus dois filhos... a  Suzy e o Xico? 
- Ah! querida... a 
Suzy
casou-se muito bem. Tem um marido maravilhoso. É ele que levanta de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, faz o café da manhã, arruma a casa, lava as louças, recolhe o lixo e ajuda na faxina. 
Só depois é que sai para trabalhar, em silêncio, para não acordar a minha filha. Um amor de genro! Benza-o, ó Deus! 
- Que bom, heim amiga! E o seu filho, o Xico? Casou também?
- Casou sim, querida. Mas tadinho dele, deu azar demais. Casou-se muito mal... Imagina que ele tem que levantar de madrugada para trocar as fraldas  do meu netinho, fazer o café da manhã, arrumar a casa, lavar a louça, recolher o lixo e ainda tem que ajudar  na faxina! E depois de tudo isso ainda sai para trabalhar, em silêncio,  para sustentar a  preguiçosa, vagabunda, encostada da minha nora - aquela porca nojenta e mal agradecida!
CONCLUSÃO: como nós a mãe da Suzy é uma Santa!!!!
Mas de qualquer maneira prefiro que o Adérito se case com a Suzy, a que dê o nó com um tipo seja ''cool'' ou mestre-de-obras metido a político!!!!
Como o dr. Mário Soares, a minha esquerda é ''à antiga.''.....
M.Abrantes

 


tags:

publicado por porabrantes às 18:43 | link do post | comentar

A ponte não serve só o concelho de Constância! A ponte serve a região!

 

Um dos slogans da manif convocada pelos piquistas & comunistas para hoje à  noite para continuar o prec lá para as bandas do Tramagal!!!

 

E a pergunta:

 

Se a C.M. de Constância em vez de construir um observatório astronómico para o astrólogo municipal brilhar tivesse usado essas verbas para manter a ponte, como era sua obrigação ( mais a da Barquinha) tinhamos chegado a isto?



Um astrólogo tem o dever de prever o futuro. Eu que sou ateu e não acredito em bruxas, sei muito bem que uma ponte do século XIX sem manutenção acaba por cair!!!

 

Ou ser encerrada pelas autoridades para prevenir outro Entre-Rios!!!

 

O astrólogo não conseguia advinhar?

 


Por isso é que eu não votaria em Nostradamus para autarca.....

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 17:07 | link do post | comentar

''As boas práticas na área da Cultura e do Património Cultural, aliás, sobejamente defendidaspelas organizações insuspeitas como a Unesco, advogam que os valores de identidade das comunidades rurais e interiorizadas devem ser potenciados através do seu património histórico-cultural.Só aliando, de forma sustentada, a identidade da vverdadeira memória local ao turismo é que se conseguem obter resultados positivos em termo de desenvolvimento cultural para as respectivas comunidades.Isto porque quem nos visita será, certamente, para nos conhecer melhor e compreender a especificidade da nossa história e das nossas tradições.Gostaríamos, por isso, de saber em que situação se encontra o projecto para a criação do Museu do Ferro do Tramagal, defendido no programa eleitoral do PS local, tal como no do PSD? Não seria esta uma aposta mais digna, tendo em conta a importância da antiga MDF e de todo o seu contributo inovador para a economia portuguesa do século XX?".

 

santana maia em 31-5-2010

 

armas dos Condes de Abrantes, patronos do Mosteiro

O que é a ''verdadeira memória local''?

 

É Abrantes com uma volumetria de construção na Praça do Velho Rossio semelhante à que se mantém lá desde o século XVI ou meter lá uma torre de 40 metros assinada por um tipo que está na moda?

Infante D.Fernando, abrantino originalmente enterrado em São Domingos. 

O que é a  '' verdadeira memória local''?

É conservarmos a memória do pouco que resta dos 4 conventos abrantinos, ou dar cabo deles?

 

'' a especificidade da nossa história''

foto família alberty

É a de preservar e potenciar o construído e utilizá-lo para criar riqueza como fez o peticionário Sr.José Alberty na sua Quinta de Coalhos no Pego,

ou lixar tudo?


Naturalmente estamos a favor do Museu do Ferro no Tramagal mas gostaríamos de ver mais empenho no nosso amigo Santana Maia em relação à defesa do tecido construído abrantino!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 16:34 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Arrivistas, populistas e ...

Varrer a partidocracia

Treinadora de bancada rad...

A central nuclear abranti...

Capas católicas

Terá o Presidente sido o...

A Milu disparata

Árvores de grande porte e...

Islão, religião de paz

O golpe Machado Santos em...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds