Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

 

 

Abrantes durante todo o século XIX comemorou esta data histórica, através do Reverendo Padre António, Capelão na Santa Casa da Misericórdia, que saia pela rua na madrugada desse dia glorioso, e dirigindo a sua Filarmónica, tocava o Hino da Restauração, todos os anos... Teve a cidade uma Sociedade 1º de Dezembro, hoje que resta?

 

Tubucci-Associação de Defesa do Património de Abrantes


tags:

publicado por porabrantes às 21:18 | link do post | comentar

Os municípios em terra portucalense são largamente anteriores à nacionalidade. Não vou chatear o leitor, que terá muito que ler, com uma digressão histórica sobre as origens do municipalismo português.

Vou só recordar que já Henrique da Borgonha e  a Rainha D.Teresa passaram forais onde estavam garantidos os direitos e deveres das vilas e cidades portuguesas e a liberdade dos povos de escolherem os seus edis, que deviam ser homens-bons.

É essa governação por homens-bons que caracterizou o municipalismo lusitano ao longo de séculos, até que se chegou à governação por Isaltinos.

 

A governação dum município deve caracterizar-se pela defesa dos interesses dos munícipes, pelo respeito pela suas  liberdades e direitos, pelo escrupuloso acatamento da Lei e não deve ser caracterizada pela monopolização das instituições municipais a favor de interesses dúbioss,seita, ajuntamento partidário, igreja ou de grupos económicos, mas pelo serviço ao bem comum .

 

 

Vamos ver agora como tratava de assuntos municipais ao telefone o então Presidente de Abrantes, Nelson Carvalho, a inocente criatura a quem o Moreno & Marques queriam premiar com o nome duma rua   

 

      

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A criatura que como edil assumia que a cma, a que presidia, estava a fazer uma sacanice a um grupo de pegachos!!!! Que diria a isto a Dona Isilda, a Pasionaria do Pego ou o Mor ????

 

 

 o mirante

 

 

 

 

Quem é o dr. Bento Pedro?

 

 

Além de ser uma criatura que no Primeira Linha se atreveu  a discutir direito com Eurico Consciência que o mandou à fava.... e das responsabilidades que tinha e tem na CMA é curiosidade, também ex-seminarista!!!!!

 

 A Samantha Mara Teixeira foi autorizado por deliberação da CMA de 23-10-2006 e proposta de Nelson Carvalho, segundo o DIAP precedida de informação do Bento a devolução  do Sinal no valor de 18.750  € com retenção de encargos de 1.165,97€.

 

Como bem diz o  Procurador a decisão foi tomada contra a regra geral do art 442 do C.Civil porque a pobre Samantha só lá foi estudar os lotes, depois de assinar o contrato-promessa, coisa tão absurda como eu assinar um contrato-promessa para comprar a Torre Eifell sem ter ido a Paris vê-la....

 

 

 

Pelos vistos a CMA do Sr.Carvalho  não queria ''sacanear'' a Samantha, como aos pegachos, mas trazê-la nas palminhas......

 

Tenho aqui a foto da Samantha mas vamos poupá-la....., não é feia a rapariga....

 

 

 

 

aqui tenho uma ligeira dúvida, diz o Bento Pedro,  ''não chegando a ser concretizada qualquer nova hasta pública nem ajuste directo'',  e isto causa-me perplexidade.

 

Suponho que falarei neste assunto outra vez e no aparente envolvimento, segundo o Bento Pedro,  em declarações que constam nos autos, de Maria do Céu Albuquerque nesta história.

 

 

 

 

 

 

 

Moral da história: o Procurador não apurou ilícito criminal, mas há aqui coisas demasiado curiosas para não serem discutidas.

 

Vou só ficar-me pelo que diz o Procurador : ''sacanice'' é uma frase que inexoravelmente aponta no sentido de conduta indevida, ao nível jurídico, moral ou outro.

 

Não há melhor retrato para a Câmara do Senhor Carvalho que este.

 

Não é o retrato da Câmara do meu falecido amigo Esteves Pereira, do nosso amigo Zé Bioucas, do Humberto Lopes.

 

É o retrato da Câmara do ex-seminarista Nelson Carvalho.

 

Não é o retrato duma Câmara governada por homens-bons no sentido a que os abrantinos se habituaram.

 

Os homens-bons dos municípios portugueses não fazem sacanices.....

 

Miguel Abrantes

Marcello de Noronha

 

Agradecemos a colaboração do Mário Semedo a este blogue colocando à disposição ao autos do DIAP. O Mário fez o que deve fazer um cidadão e um jornalista, ajudar-nos a fazer o retrato do Sr.Carvalho.

 

 



publicado por porabrantes às 18:11 | link do post | comentar

 

 

ainda hoje

 

naturalmente escutas ordenadas pelo DIAP e que revelam uma personalidade de quem nos governou

 

e de mais gente

 

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 15:43 | link do post | comentar

 

Este cavalheiro com um fato comprado nos saldos (quem sabe?) do Corte Inglês de Badajoz é o Presidente da Câmara da Vila  de Olivença que quer montar uma palhaçada para demonstrar como um exército português foi derrotado naquela Vila por um marginal e entregue ao domínio ilegal duma potência estrangeira.

 

A tropa fandanga que tomou Olivença tentou avançar até Abrantes como se conta neste artigo da Revista da Marinha e não avançaram com medo que lhes partíssemos as trombas.

 

E se voltássemos a assustar o de Olivença?

 

Participação-crime ao MP pelo facto do súbdito português Bernardino Píriz, actualmente instalado na Câmara Municipal de Olivença, sob a protecção dos tricórnios da Guarda Civil, agindo sob ordens do estrangeiro, por

 

Traição à pátria (art 308 do CP)

 

 

Artigo 308º
Traição à pátria
Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso 
de funções de soberania:
a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou
 submeter à soberania estrangeira, 
todo o território português ou parte dele; ou
b) Ofender ou puser em perigo a independência do País;
é punido com pena de prisão de 10 a 20 anos.
 
A participação pode ser ainda abrilhantada com o previsto no art  312
 punível com pena de prisão 2 a 8 anos.
 
O problema será ir prender o tipo a Olivença, sendo para isso 
necessário recorrer aos bons serviços de  Escola Prática de Cavalaria
 e da Brigada Mista.
 
Ou que Juan Carlos I nos entregue o Bernardino....
 
Deixo ao cuidado dos leitores a entrega da partcipação-crime 
contra o Bernardino na esquadra da esquina.
 
Se alguém quiser ajuda para a redigir dirija-se a este blogue.
 
porabrantes@hotmail.com
 
Viva Portugal!
Abaixo o Bernardino!
Miguel Abrantes, patriota bélico

tags:

publicado por porabrantes às 12:58 | link do post | comentar

O Arch Port é uma lista de discussão  muito prestigiada sobre assuntos de arqueologia onde o Doutor Oosterbeck costuma pedagógico amandar palpites sobre as condições de trabalho dos profissionais daquela área, agora afectados pela crise, como se viu pelo calote passado pelo Barão do Casal Curtido à firma dos drs Batata e Filomena Gaspar.

 

Ontem o Doutor Oosterbeck resolveu dar mais lições de moral. É tão moralista como o Graça das heranças e o primeiro-esposo do Concelho.

 

Marcello de Noronha respondeu-lhe.

 

Lá.

 

Era um comentário sobre um colóquio sobre o futuro da arqueologia portuguesa 

 

 

a resposta de Noronha foi esta :

 

 

Li hoje este fórum as declarações do Senhor Doutor Oosterbeck sobre coisas de arqueologia. Muito interessantes.

Parabéns.

Mas gostava de recordar que no projecto do MIAA de Abrantes o Sr. Doutor Oosterbeck está a trabalhar sobre as ordens directas da Drª Isilda Jana que não passa da comissária política do PS de Abrantes, de que é Presidente, e que dirige a chamada equipa de projecto do MIAA e que apesar de ser licenciada em história não tem nenhuma experiência profissional em Museus (apesar de ter uma pós-graduação nessa área) ?

Como é que o Doutor Oosterbeck se deixa  tratar deste modo?

Recordo ainda que a dita drª Isilda ao contrário do que a CMA disse para responder a umas declarações do Doutor Luís Raposo, que cito '' — Quanto à colaboração de Isilda Jana, ela é a coordenadora da necessária e qualificada equipa técnica do Museu e tem, pessoalmente, as qualificações académicas e de experiência adequadas para o efeito e foi por isso que foi solicitada e continua a ser necessária a sua

colaboração.”, não é conhecida por ter gerido ou trabalhado nalgum Museu.

É conhecida por como Vereadora da Cultura ter mantido ao abandono as estações arqueológicas do concelho.

Portanto se querem construir um Museu importante em Abrantes que é necessário, uma pessoa que se preocupa tanto com o mercado de trabalho dos arqueólogos, devia defender a transparência, isto é concurso público para todos os lugares o MIAA, incluindo o seu e o de Isilda Jana.

E os de David Delfino e de Gonçalo Portocarrerro.

Não percebo como é que o Senhor Doutor Oosterbeck se sujeita isto, não me diga que é por este polémico contratozinho http://porabrantes.blogs.sapo.pt/972378.html

Agradeço esclarecimentos e cumprimentos a todos

Marcello de Noronha

Ficamos a aguardar que o bravo Oosterbeck nos explique se o que propõe para o futuro do emprego da arqueologia lusa é o que a sua prática indicia:
a cunha e o tacho naturalmente ''legitimados'' como diria Eça pelo ''manto diáfano''  do  disfarce jurídico do ajuste directo......

aqui não se discute como na Relíquia, coisas próprias do Graça, ou seja a herança da Titi, ou da Amélia Baeta,

 

mas a honra de uma profissão....

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 11:40 | link do post | comentar

  

 

Nas eleições a que estes senhores se candidataram ganhou o PSD.

 

Para a CMA onde elegeu o dr. Humberto Lopes e o Sr.Roseiro  e a Anabela Matias (que há época ainda não era licenciada).

 

O Eng. Marçal foi batido humilhantemente pelo dr.António Bandos, meu amigo, um gajo porreiro, para a AM.

 

Acabou o dr. Zé Vasco da CDU por ser eleito Presidente da AM via um acordo PSD/CDU.

 

Na lista vencida há também amigos meus como o eng. Fernando Soares Mendes (CDS), o meu professor de Primária Marques Heitor e o senhor a quem compro os jornais todos os dias o Daniel Augusto António.

 

O Pedro Marques ainda estudante também lá está, mas não é meu amigo.

 

É amigo do Armandinho, que nesta resta época ainda andava sob a trela dos restos do moribundo eanismo e não me lembro se passara já literariamente a gaja sob o nome provinciano e mal-afamado (devido à falta de qualidade literária e ao conteúdo primariamente coscuvilheiro e provinciano das ''cartas'' que a moçoila escrevia)  de Edite.

 

O Armandinho não tem culpa, é do dialecto das berças raianas que é o galego.

 

Se calhar tem....

 

Porque o Sr.Nabeiro também é raiano e teve de falar muito espanhol para vender Café Camelo aos de Badajoz e ainda outro dia me pagou uma bica e não falava espanhol...

 

No fim de contas ver coisas velhas destas, é alimentar a nostalgia.

 

A nostalgia é a base do Fado.

 

A nossa Alma.

 

Vou ouvir a Amália logo de manhã, enquanto aposto que o Armandinho está a ouvir uma CD com um galego a tocar gaita de foles....

 

 

 

 

Isto é  cá  uma gaita....

 

Miguel  Abrantes

 

Ouçam o galego do gaiteiro, não vos lembra alguém? 

 

Créditos: documento cedido ao blogue pelo meu subordinado Noronha, o Papa (missas)



publicado por porabrantes às 08:59 | link do post | comentar

Terça-feira, 29 de Novembro de 2011

 

 

  

 

 

 

  

 

by Suzy de Noronha que pergunta tocará o

 

 

 

amanhã do Sr.Carvalho?????

 

 

''Se soubéssemos quantas e quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo."

 

Oscar Wilde

 

mister wilde, off course....

 

posto por a.a.

 

nota : um erudito em dialecto pegacho informa-nos que Zézinho no pego se escreve Zésinho. São bué de peculiares...

 

Suzy 



publicado por porabrantes às 22:11 | link do post | comentar

O clero como sabe toda a gente não é só formado pelo diocesano, que na gíria habitual chamamos clero  secular, mas também pelos membros das ordens religiosas a que se chama clero regular, porque obedecem a uma Regra, que são os estatutos que regem a actividade da sua Ordem.

 

O clero regular pode ser masculino ou feminino, enquanto o secular é sempre masculino, devido a ser proibida pela Igreja a ordenação de mulheres.

 

As ordens religiosas podem ser diocesanas ou no caso das mais importantes Dominicanos, Jesuítas, Franciscanos dependem directamente de Roma estando isentas da autoridade diocesana.

 

É parece-me o caso de duas  Ordens femininas que exercem a sua actividade no Arciprestrado de Abrantes, as Doroteias no Colégio de Fátima (Abrantes) e as Clarissas(Franciscanas) em Montalvo, que são grandes amigas da petição. 

 

Também era o caso dos Irmãos das Escolas Cristãs, vulgo lassalistas, que durante muito tempo fizeram uma obra notável no saudoso Colégio de São João Baptista de La Salle Abrantes. 

 

Aqui têm um bom texto brasileiro sobre a história dessa Ordem. http://www.anped.org.br/reunioes/23/textos/0218t.PDF 

 

Ao nosso amigo Dr.Falcão Tavares devemos uma obra sobre o Colégio

 

 

E o Irmão João,aqui ao lado do ex-aluno dr.Santana-Maia e doutro Irmão de La Salle, o Irmão Albino, se bem o identifico (1) anunciou que estava a escrever as suas memórias sobre a sua longa estada em Abrantes e o seu excelente trabalho com a nossa juventude.

Outro dia apanhei no facebook a foto dum dos maiores pedagogos que tive a sorte de ter como Professor

 

 

Mau feitio quando estava zangado, mas o Irmão Ramiro era  um homem extraordinário.

 

Vamos mandar a foto ao Ir.João, saber se ele   já publicou o livro e arranjar maneira de o publicar em português, uma edição abrantina.

 

Acho que é trabalho para a Tubucci.

 

Serve isto, depois de eu dar uma descasca ao Graça, para dizer que na Igreja e no clero há de tudo como na botica.

 

E que não estou zangado com a Igreja, estou zangado por ela ser servida por tipos como o Graça.

 

Encerro aqui a minha actividade de hoje, há coisas urgentes a tratar e o dr.Miguel Abrantes, meu estimado chefe, diz que chegou a hora da heresia....

 

Tudo seja pelo bom combate.

 

Laos Deo 

 

Marcello de Noronha

 

 (1) Se me engano na identificação, pede-se ajuda. Obrigado!!!!



publicado por porabrantes às 19:19 | link do post | comentar

Na revista humorística Zahara saiu isto pela pena da senhora que é o braço direito do Gaspar, a D.Teresa Aparício, alegadamente com co-autoras, entre elas a minha querida D.Ermelinda Coelho (1), num artigo que já abordei aqui e onde fiz perguntas que nem o Bispo de Portalegre nem o Graça foram capazes de responder.   

 

 

 

 

Ou seja alegadamente um Sanches Alves, que passou tipo cometa pela Diocese de Portalegre para ir aterrar tipo pára-quedista em Évora,

 

 

para que a sua vaidade mundana fosse satisfeita com mais um degrau ascendido na Hierarquia eclesial, terá ordenado a constituição duma estranha Associação em 2007 por causa do novo regime fiscal.

 

 

O que é isso do novo regime fiscal?

 

É o resultado  do acordo concordatário de 2004, assinado voluntariamente entre o Estado Português e a Santa Sé, que veio pôr fim ao escandaloso regime de privilégios que a ditadura concedera à Igreja Portuguesa em troca do seu apoio político e que em termos legais 

se traduzia na Concordata de 1940 . Uma Concordata que limitava a liberdade da Igreja, concedendo ao regime fascista um direito de pernada na nomeação dos Bispos em troca de hipocrisias como a indossulubilidade do matrimónio católico e a limitação da liberdade religiosa às outras confissões.

 

Coisa que traduziu nos anos 60 no Tribunal de Abrantes em julgamentos a pessoas inocentes acusadas do ''crime'' horrendo de serem Testemunhas de Jeová.

 

Uma ressurreição das práticas inquisitoriais que levaram milhares de portugueses à fogueira condenados por um Tribunal eclesiástico.

 

Ao assinar a Concordata de 2004, a Igreja comprometia-se a cumprir lealmente a lei fiscal e a não procurar subterfúgios, tipo off-shores e espertices saloias e a pagar impostos.

 

A Igreja a mim manda-me pagar Impostos e diz que é pecado a fraude fiscal.

 

''

D.16.6 Pagar os tributos exercer o direito de voto defender a nação

§2240 A submissão à autoridade e a co-responsabilidade pelo bem comum exigem moralmente o pagamento de impostos, o exercício do direito de voto, a defesa do país:

 

E o Sanches Alves  e o Graça têm de pagar impostos ou  adaptam-se a  eles, com uma santa alegria, parecida àquela com que o Oliveira Costa acumulava depósitos em Cabo Verde, actividade perfeitamente legal?

 

 

 

Para que é que o Sanches Alves mandou constituir a Associação Cultural e de Desenvolvimento Nova Aliança segundo  diz a Teresa Aparício?

 

Para transferir para lá a Livraria da Casa de Santa Maria e .....

 

 

 

 

(obrigado à Dona Noémia pelo documento)

 

 

Isto é a Nova Aliança, quinzenário católico, fundado pelo Sr.Padre Jaime de Oliveira, que era até há pouco Propriedade do Arciprestrado de Abrantes, isto é do conjunto de paróquias que se agrupam infelizmente sobre a tutela do Graça (não por culpa do Sr.Bispo, mas por pecado dos  colegas do Graça que o elegem para tal cargo) é agora propriedade duma estranha associação.

 

Mas continua a ser segundo os dados da ERC uma publicação doutrinária.

 

O que é a Associação

Nova Aliança?

 

 

S

Em 15-1-2008, num cartório de Tomar ( e porque não num cartório abrantino, que tem o Graça, capelão do ICA, contra a drª Sónia Onofre?) compareceu um tal José da Graça, solteiro, maior, natural da freguesia de São Simão, concelho de Nisa, habitualmente residente no Largo de São Vicente em Abrantes, titular do BI nº 1617752 de 4/3/2005, passado pelo SIC de Santarém.

 

Compareceu também Maria Teresa Matos Ramos Bento dos Santos, casada, natural da freguesia da Ortiga, Mação, habitualmente residente na Av.Solano de Abreu 3,1º, em Abrantes, titular do BI nº1642013 de 19/04/2006, passado pelo SIC de Santarém.

 

E ainda, Maria do Sameiro Fernandes dos Santos, solteira, maior, natural da freguesia do Freixo, Ponte de Lima, com uma residência muito apropriada para o acto Rua da Igreja, Chainça,Abrantes que não exibiu BI mas sim uma fotocópia certificada do BI nº 6462400 de 27-10-2005, certificada pela advogada com a cédula 2212 C.

 

E os três disseram à senhora notária que queriam constituir uma associação, com o nome, supra e a designação abreviada de Nova Aliança, amén.

 

O art 3 º dos curiosos estatutos estabelecem entre outros os fins ou objecto da associação:

 

 a alínea a) diz que vão editar o ''Nova Aliança''

  

 a alínea c) ''Promover o estudo e divulgação da doutrina da Igreja Católica,  em particular, nas perspectiva do desenvolvimento humano, socio-cultural e económico da população''

 

a alínea g) Diz que ocuparão da gestão da Livraria da Casa de Santa Maria.

 

O resto é o paleio típico destas associações, com alguma curiosidade que faria arrepelar os cabelos a qualquer teólogo ou supranumerário da minha benemérita associação, que não elege os seus corpos gerentes, mas que tem de esperar que Sua Santidade na sua infinita geerosidade escolha um Pastor.

 

Nas curiosidades há a forma de exclusão dos sócios. Por exemplo não está prevista a exclusão automática, necessária numa organização católica, do membro que seja excomungado.

 

Imaginemos que ao Graça lhe dá por se tornar Pastor Jeová e pode continuar evangelicamente a mandar na Associação!!!!!  

 

 

Finalmente montam uma Comissão Instaladora cujo Chefe é o Graça, Vice-Presidente a Maria do Sameiro e Secretária a Maria Teresa.

 

O art.33º obriga o Presidente a convocar eleições num prazo de 60 dias a partir de 15-1-2008 para uma direcção regular.

 

Outros artigos obrigam à apresentação de contas e à sua aprovação anual.

 

Dos documentos disponíveis na CRC de Abrantes, desta Associação, que tinha o cartão provisório de pessoa colectiva nº P508424739, não consta mais nada.

 

Pode-me informar o Graça se já há uma direcção regular, contas aprovadas, porque já passaram quase 4 anos e já teve tempo para isso?

 

Também me pode informar o Graça qual a forma jurídica  através da qual um jornal que era propriedade duma instituição católica, com personalidade jurídica, foi parar às mãos desta gente?

 

Pode-me informar o Graça se foi ele enquanto Arcipreste que assinou o documento de transferência de propriedade, isto é se foi o Arcipreste de Abrantes que passou um jornal católico para as mãos de terceiros e a troco de quê?

 

Foi uma doação, uma venda, uma permuta?

 

Arrisca-se a Paróquia de São Vicente a ver transferida a Casa Paroquial para qualquer associação a constituir por 3 pessoas?

 

Pobre Dr.Armando Moura Neves

 

e família que pagaram a casa!!!!!

 

 Qual o fim deste negócio?

 

''Adaptar-se ao novo regime fiscal'' , é o que diz não eu, mas a D.Teresa Aparício e o Graça não a desmentiu.

 

A mim parece-me que estas adaptações, pregadas pelo actual Arcebispo de Évora são tudo menos canónicas, católicas e apostólicas.

 

E a mim, não serão nem um Graça, nem um Sanches Alves que me darão lição de coisa nenhuma, incluindo de catequese.

 

Marcello de Noronha, católico 

 

(1) A Senhora Dona Ermelinda Coelho repudia a autoria que lhe foi atribuída do artigo que saiu na Zahara



publicado por porabrantes às 14:16 | link do post | comentar

   

 

 

Aposto que hoje estes excursionistas que pelos vistos iam atacar o poder, não se conseguiam pôr de de acordo para tirar esta foto.

 

Mandou-ma um peticionário, com a pergunta.

 

Ora bolas, assinei a petição, dei-te um montão de papéis para tramares os carrilhistas e a minha foto nunca sai.

 

Saiu hoje,

 

Espero que o homem fique contente.

 

O que penso não lhe devolver é a jantarada que pagou no Gambrinus.

 

Miguel Abrantes

 

 

 



publicado por porabrantes às 14:09 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Evolução na continuidade

Comunista denuncia golpad...

Autarca das Mouriscas den...

Arquivos da Tubucci: Ex-a...

O voluntário

A candidatura do grande l...

Ordenamento florestal

Solano de Abreu inaugura ...

Barcelona

Constança Rural de Sousa

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds