Domingo, 30 de Setembro de 2012

Foto: O sombra de Passos que agride jornalistas. Venha a identificação e a queixa judicial.

 

 

 

O sombra de Passos que agride jornalistas. Venha a identificação e a queixa judicial.


Estamos perfeitamente de acordo com a opinião do jornalista e arquitecto Luís Carvalho, peticionário e autor dum post que demoliu 






Agradecemos ao Luís a ajuda para enviar o gorila para os tribunais.


M.Abrantes


publicado por porabrantes às 22:14 | link do post | comentar

Elísio Sumavielle foi um dos responsáveis a partir da Secretaria de Estado da Cultura do apoio ao ilegal e monstruoso projecto de Carrilho da Graça.

 

 

 

 

Hoje é responsável no governo pela Direcção Geral da Cultura, neste governo da direita fundamentalista neo-liberal apesar de ser do PS

 

 

Eis um retrato dele, e da cultura a que chegámos por um grande intelectual: 

 

Catástrofe no Património Cultural

 

Dizem os jornais destes dias que podem perder-se muitos processos de monumentos em vias de classificação, por falta de tempo e condições para os concluir até ao fim do ano.

Técnicos do sector, que pediram o anonimato (porque será ?), dizem que serão muitas centenas. O Secretário de Estado da Cultura e o Diretor-Geral do Património Cultural dizem que devem ser só uma centena… nada de muito preocupante.

Ao que chegámos !

Será apenas desleixo ?

Nada disso. Basta seguir os acontecimentos para perceber o que se passa.

Quem é que está por detrás disto tudo ? Quem esteve sempre à frente destas áeras da governação, desde 2007 ? Pois é, o dito Diretor-Geral do Governo de Passos Coelho, que antes tinha sido sucessivamente Diretor do IGESPAR e Secretário de Estado da Cultura do Governo de Sócrates.

Há muito tempo que ele tinha esta fisgada, porque como disse em recente entrevista não devemos ter medo do mercado na área do património. Foi ele que fez esta lei. Foi ele que já há mais de um ano, em face das críticas da altura, a teve de emendar para prolongar prazos.

O que se trata aqui não é de incúria, mas de política intencional de aligeirar as exigências públicas e de ser simpático “ao mercado” dos empreendedores e patos-bravos. Afinal não é o mesmo senhor que disse recentemente que não devemos ter medo do mercado e que a Avenida Liberdade bem pode ser entregue aos construtores porque já não tem nada para proteger ? Não foi o mesmo senhor que mesmo agora já anunciou o aumento das taxas para licenças e pareceres e dos bilhetes para museus e monumentos ?

Também na área do património cultural temos de dizer BASTA ! É preciso correr com a corja de incompententes e vendilhões que se instalou no Palácio da Ajuda, a começar pelo transfuga-mor que hoje está na DGPC.

J Esteves Pereira



(publicado na arch-port)

MN

Título nosso


publicado por porabrantes às 18:01 | link do post | comentar

O Cidadão abt disse sobre Pina da Seca no Domingo, 30 de Setembro de 2012 às 14:53:

     

 

Meus amigos!

Pelas 9h15min. da matina de hoje, cá o Cidadão abt foi alertado que na rua Frei Baptista António Abrantes, exactamente de frente à casa do Pina da Costa havia uma boca-de-incêndio a despejar metros cúbicos de água para a via pública, correndo pela rua dos Lírios adiante! 

Enviado um colaborador ao local, decerto mais rápido que qualquer piquete do Pina, logo foi confirmado o fenómeno!
Se aquilo tivesse acontecido noutro sítio, seria natural que o colmatar do problema não resultasse rápido mas ali, pelas 10h10min. a água continuava a ser desperdiçada produzindo um marulhar que acordaria qualquer Pina mais dormente, ou os seus vizinhos e do piquete dos SMA, nem viv'alma!

 

 

Caro Amigo,

 

O Sr. Dr. filósofo-boy e ex-VPC (Vice-Presidente da Câmara, designação que o popularizou nas páginas do ''Primeira Linha'', graças à pena sarcástica de Eurico Consciência) Pina da Seca, teórico anti-capitalista, morador na rua Frei Baptista António Abrantes, deve ter o sono pesado e era domingo, dia em que até os boys e os teóricos anti-capitalistas de Sernacelhe, progressiva localidade, têm direito a inundar a mente de devaneios oníricos e a sonharem.

 

 

Estava pois, o ex-VPC e actual bento Presidente dos SMAS a sonhar provavelmente que se encontrava num oásis, com o camelo e  o telemóvel 

 

oficiais deixados estacionados ao lado da tenda beduína e o  bento sonho levara-o a entrar na tenda  e lá dentro uma odalisca executava, lânguida e sedutora,  a dança do ventre, enquanto os 7 véus iam pelos ares califais......

 

 

Estava o Pina da Seca portanto nos braços de Morfeu, às 9 e meia de domingo, quando um vozeirão de sheik cameleiro se fez ouvir:

 

 

 

ò Pina dormes demais!!!!!!



Quero dar de beber ao ''Orelhas'' e não há água!!!!! 


JAMAIS  !!!!!



O ''Orelhas'' ficará sem beber.....


O ''Orelhas'' não é um  Jerico....... 



Era o nómada correligionário Lino das Arábias com o seu camelo de corrida....


 


http://cantointervencao.blogspot.com.es/2007/07/travessia.html



furioso, por não haver água na moura Abrantes....


Estremunhado o Pina ainda de pijama e carapuço na tola (em Sernancelhe são muito friorentos)  levantou-se e bateu pala.


Caro bento sheik Lino, vou já mandar vir um camião-cisterna de água mineral para dar de beber ao Orelhas.....



Suzy de Noronha 



publicado por porabrantes às 15:09 | link do post | comentar

 

 

Boa maneira de começar um Domingo: sem água nas torneiras.
Ver traducción


MN
já agora veja quanto pagamos para sustentar o Pina http://static.publico.pt/homepage/infografia/sociedade/FacturaAgua/
 


publicado por porabrantes às 12:11 | link do post | comentar

O peticionário sr. dr. Rui André, na qualidade de Presidente da APEOCA- Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Estabelecimentos de Ensino do Oeste do Concelho de Abrantes esteve na Assembleia Municipal de Abrantes e entre outras coisas disse:




 ''Relativamente ao Centro Escolar de Rio de Moinhos, o Presidente informou o arranque satisfatório do início do ano lectivo e sensibilizou o executivo as seguintes situações urgentes de concretizar a curto prazo:
* Asfaltamento da estrada de acesso ao centro escolar
* Colocação de cortinas nas salas
* Colocação de um video porteiro
* Colocação do parque infantil no espaço exterior ''
Tudo isso consta dum novo blogue http://apeoca.blogspot.com.es que adicionamos aos nossos links e que o leitor pode consultar.
Lamentamos que a Presidenta abra o ano lectivo numa Escola nestas condições, mas não estranhamos dado ser a marca da casa.
Damos as boas-vindas ao novo blogue, que adicionamos à nossa lista.
Suzy de Noronha 
PS- Pergunta o chefe, o chato do Miguel, alguém sabe o link das actas da Assembleia Municipal ou há que telefonar para a Farmácia Santos?
Porque o Miguel foi à CMA perguntar, e a funcionária não sabia se havia actas, ainda no tempo do dr. Lacão. Haverá actas agora? 

 



publicado por porabrantes às 00:15 | link do post | comentar

Sábado, 29 de Setembro de 2012

 

Saúdo a grande manifestação da CGTP e a luta dos trabalhadores contra a
austeridade que está a destruir o nosso país.




Enquanto isto o Silva de Boliqueime estará em reflexão com o Dias Loureiro.....e quem sabe com o Domingos Duarte Lima (de pulseira) escondido num armário


Há mais para dizer????'






onde é que este governo de cachopos, a soldo do estrangeiro, nos leva?????


por acaso foi aqui no Terreiro do Paço que se executou Miguel de Vasconcelos, um bocadinho mais acima ao Limoeiro, então Paço, o Mestre, conta  Fernão Lopes, espadeirou um galego, o Conde Andeiro e deixou-o de tripas à vista, a plebe foi depois à Sé pelo Bispo, os ''ventres ao sol'' como épico dizia Hermano Saraiva, recitando como se estivesse numa das suas aulas de História do Passos Manuel, atirou o homem pela torre da Sé,,,,
era castelhano.....

entre as espadas e adagas que liquidaram, implacáveis, o valido estava a dum abrantino, Miguel de Almeida.....

D.Miguel, futuro Conde de Abrantes, anuncia ao povo que mataram o Vasconcelos
entretanto este governo de cachopos coloca as barbas de molho, apesar de serem imberbes ainda, tendo o SIS dito, segundo o Expresso, que colocaram as forças da ordem estado de alerta ( grau 3) porque atiraram um ovo a um cachopo governamental
 
entre as medidas de prevenção contra o ''perigo revolucionário''  um agente das forças da ordem enfrentou um idoso armado com ovos em Santarém
rede regional
isto é um governo ou um grupo de cachopos?????
Miguel Abrantes

Manifesto o meu agradecimento ao Sr.Clemente Pereira  por ter alegadamente intenção de fazer uma omelete cívica
fotos do sr.Clemente: Rede Regional


publicado por porabrantes às 19:44 | link do post | comentar

Diz-nos o nosso amigo O Cidadão abt disse sobre O Miaa e os tachos na Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012 às 21:13:

 

     


Num circuito fechado, tudo em família! 

A questão é que dos 36.872 habitantes do concelho de Abrantes a maioria desconhece estas cenas e outros se calam por uma questão de clientelismo e da oportunidade em aproveitar uns dinheiritos vindos das instituições públicas sob influência autárquica, gastando trinta dias a contestarem as irregularidades e quarenta e sete meses a pactuarem com o sistema !

 

 

Dizemos nós:

 

Assim é, caro amigo. A despolitização é um cancro que envenena os espíritos e o comodismo ( que às vezes tem a ver com a cobardia) é aquilo que mais ordena, neste povo, cante o que cantar o Zeca.

 

 

Quando os partidos (e falo do PS abrantino, para ser claro) se transformam numa agência de tachos e de negociatas há algo de podre no reino da Dinamarca.

 

Quando os partidos (e falo de todos os outros  do caso abrantino, excepto o PSD) se calam, começo a perguntar se os 36.872 eleitores concelhios não mereciam ter uma ANP para mandar neles.

 

Quando o PSD oficial se dedica a maltratar  quem nos defende, caso de Santana-Maia e Belém Coelho, parece-me que estão loucos como os romanos dos livros de Astérix.

 

A drª Manuela parece querer mudar de estratégia e era bom que assim o fizesse, prova de que além de bonita também seria inteligente....

 

 

Dizem ainda sobre este post os nossos amigos do   

Rexistir disse sobre O Miaa e os tachos no Sábado, 29 de Setembro de 2012 às 02:50:

     

http://amar-abrantes.blogs.sapo.pt/175691.html

menos

 

 

Fomos lá ver....

 

 

É isto:

 

 

 

06 de Junho de 2010

Resposta dos vereadores do PSD Santana-Maia Leonardo e António Belém Coelho ao artigo de opinião de Alves Jana «Reciclar a Asneira» publicado no jornal A Barca de 27/5/2010

 

O dr. Alves Jana, verdade se diga, tem tido a esperteza de utilizar os jornais dos outros para criticar os vereadores do PSD, evitando, desta forma, o risco de ser obrigado a publicar, através do direito de resposta, alguma coisa da oposição no jornal de que é director. E desta vez, resolveu usar A Barca para atacar os vereadores do PSD, invocando um putativo direito de resposta que baptizou com o nome «A RECICLAGEM DA ASNEIRA».

 

Francamente, desconhecemos se as asneiras do dr. Alves Jana são ou não recicladas, mas, de uma coisa não temos dúvidas, é reconhecidamente um verdadeiro artista da asneira. E se o leitor tiver dúvidas disso, basta ouvir a gravação do programa "Radiografia" da RAL sobre o «Museu Ibérico» que passamos a transcrever.

 

Comecemos, então, pelas asneiras propriamente ditas utilizadas, no referido programa, pelo dr. Alves Jana:

 

«(…) O PSD de Abrantes cuspiu na cara deste homem (...) As oposições tratam todos os políticos como filhos da puta. (..) Nós, no poder, todos, somos bons e somos sérios, vocês no poder são todos uns filhos da puta (…)».

 

Por sua vez, no seu artigo n’ A Barca, o dr. Alves Jana volta a insistir na expressão «cuspir na cara de pessoas de bem» para nos atacar e ofender, revelando, assim, uma propensão muito especial (ou devemos chamar-lhe, antes, patológica) para cuspidela, que não abona nada a seu respeito.

 

Mas, já que ele gosta tanto de usar esta expressão, vejamos, então, quem “cuspiu” na cara de quem. Regressemos, pois, à referida gravação e ouçamos o dr. Alves Jana a fazer, desta vez, asneira e da grossa. Asneira que agora, com o seu artigo, quer limpar, atirando o odioso para cima de nós, como se o que ele dissesse não se escrevesse. O problema é que ele diz e, depois, escreve.

 

Mas não percamos mais tempo e ouçamos esta autêntica obra-prima da asneira (asneira em estado puro, ou seja, sem ser reciclada), produzida aos microfones da rádio Antena Livre pelo dr. Alves Jana:

 

«(...) Há um outro problema, este muito mais complicado, mais polémico e que vai dar que falar. É assim... Grande parte das peças que, segundo sei, porque eu nunca vi a colecção, mas segundo sei fazem parte desta colecção não podiam fazer parte. Portanto há aqui um mistério, há aqui um mistério que vai dar muito que falar. Se é verdade que as peças de que tenho ouvido falar fazem parte daquela colecção, aquelas peças não podiam estar nas mãos do senhor Estrada, mas estão. Estão, porquê? Porque alguém lhas vendeu, o que significa que (agora sou eu a tirar conclusões), significa que alguns arqueólogos que fizeram escavações e descobriram peças preciosíssimas, em vez de as declararem ao legítimo proprietário que é o Estado português, as venderam por fora. Certo? E portanto nós vamos assistir e esse será uma das revoluções... (...) Eu não me admiro nada... Eu tenho a certeza que isto vai dar uma guerra civil mas que não vai envolver necessariamente o senhor Estrada, vai envolver a Arqueologia portuguesa. Certo? Ou seja, neste momento, também não tenho dúvidas nenhumas que deve haver gente a tremer de alto a baixo e deve haver forças a movimentarem-se para: ponto um, que este museu nunca seja feito, para que esta colecção nunca seja vista por ninguém; ponto três, quatro ou dez, que nunca ninguém saiba de onde é que aquelas peças vieram, porque se se vier a descobrir... eh pá, descobre-se não apenas de onde é que vieram as peças, mas muito mais acerca de muita gente que andou a fazer escavações nestes séculos... nestes séculos, não... nestas décadas passadas. Tenho a certeza de que este vai ser um problema levantado.»

 

Como resulta claramente destas declarações, o dr. Alves Jana não se limitou a “cuspir na cara” (para usar a sua expressão predilecta) do benemérito. “Cuspiu” também na sopa. Na “sopa” dele e da esposa, bem entendido.

 

Há pessoas que, como diz o povo (e o artigo do dr. Alves Jana é disso um bom exemplo), «quando abrem a boca ou entra mosca ou sai asneira». Ora, se o dr. Alves Jana fosse uma pessoa prudente, devia manter mais vezes a boca fechada... Mais que não fosse para não entrar mosca...

 

Terminamos com um conselho de amigo: já que o dr. Alves Jana gosta tanto de usar o verbo “cuspir”, aconselhamo-lo a não “cuspir para o ar”, como fez no seu artigo. Sempre evitava que a cuspidela lhe caísse em cima, como agora aconteceu.''



Juntamos uma foto do visado para melhor identificação do leitor




a redacção (hoje para o preguiçoso),embora a Suzy diga o galego, isto é o Armando Fernandes, afirmava na ''Barca'' que o Amâncio Ortega era um milionário galego que não gostava da ostentação, e a Imprensa de hoje, deve ser a Hola, a ùnica que lê a Suzy e  Edite,  noticia que o discreto galego comprou um puro-sangue para o genro que custou



12,5 milhões de euros !!!!!



não foi por ostentação, foi  só para dar um coice ao Fernandes!!!!!!




ajustes de contas entre galegos.....



publicado por porabrantes às 17:27 | link do post | comentar

Comanda caciqueiro e rupestre o pobre povo do Mação, o herdeiro do fascista reciclado em laranja Elvino Pereira, o Saldanha da Rocha.

 

 

 

Disse uma vez o Mirante que o tipo começou em paquete 

 

 

foto

 

 

''Iniciou-se como paquete a fazer recados e chegou ao topo.''



Terá chegado ao topo (há quem ache que ser cacique rupestre é o topo, Napoleão era menos modesto) mas continua a fazer recados.



Digo que faz recados porque não vou dizer que o paquete mente.



Também posso estar a errar, e então o paquete bateu numa rocha, abriu uma brecha e começou a meter água.



Disse o Saldanha ao Pinhal Digital para celebrar as Jornadas do Património, que hoje além de Abrantes se alargam ao Mação sob a batuta do Oeesterbeck e da rainha do Bloco de Esquerda, uma tal Sara Cura.....:





 



."Entendo que o futuro do Concelho de Mação, em particular, deve ser assumido pela Cultura do Conhecimento, da Inovação e Educação em áreas tão distantes quanto expressivas e transversais como o Património Histórico e Cultural, a nossa memória da gestão sustentável do nosso território florestal, (a nossa âncora, a nossa identidade, a nossa expressão) e de alguns sectores de actividade, endógenos, da fileira Agro-Alimentar, nomeadamente as carnes, o azeite, o mel, o queijo" disse Saldanha Rocha, Presidente da Câmara Municipal.Para esta dinâmica contribui a criação, desde 2010, do Instituto Terra e Memória (ITM), associação sem fins lucrativos e sem financiamentos públicos criada com o apoio do Município, do Instituto Politécnico de Tomar e de associações científicas.''




Sem financiamentos públicos???????




Isto que é ?????




DATA DE PUBLICAÇÃO NO BASE 05-07-2012
TIPO(S) DE CONTRATO Aquisição de serviços
TIPO DE PROCEDIMENTO Ajuste directo
DESCRIÇÃO Aquisição de Réplicas Arqueológicas para o Centro Integrado de Educação em Ciências
FUNDAMENTAÇÃO Artigo 20.º, n.º 1, alínea a) do Código dos Contratos Públicos
FUNDAMENTAÇÃO DA NECESSIDADE DE RECURSO AO AJUSTE DIRETO (SE APLICÁVEL) ausência de recursos próprios
ENTIDADE ADJUDICANTE - NOME, NIF MUNICÍPIO DE VILA NOVA DA BARQUINHA (506899250)
ENTIDADE ADJUDICATÁRIA - NOME, NIF INSTITUTO TERRA E MEMÓRIA - CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE MAÇÃO (509458211)
OBJETO DO CONTRATO Aquisição de Réplicas Arqueológicas para o CIEC (Centro Integrado de Educação em Ciências)
CPV 71351914-3, Serviços arqueológicos
DATA DE CELEBRAÇÃO DO CONTRATO 23-06-2012
PREÇO CONTRATUAL 6.000,00 €
PRAZO DE EXECUÇÃO 5 dias (5 dias)
LOCAL DE EXECUÇÃO - PAÍS, DISTRITO, CONCELHO Portugal, Santarém, Vila Nova da Barquinha
CONCORRENTES -
ANÚNCIO -
INCREMENTOS SUPERIORES A 15% -
DOCUMENTOS -
OBSERVAÇÕES




Compra de ''réplicas'' ou seja ''peças falsas'' não sabe bem para quê compradas pela Câmara da Barquinha, que alimenta delírios de grandeza deste tipo



O primeiro a contar da esquerda, que entre outras paranóias se outorgou a representação de Portugal,segundo nos conta aqui o Vereador Adriano de Brito numa terra tropical em Vera-Cruz para lutar contra o racismo.

Festa Junina


http://vereadoradrianodebrito.com.br/home/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=35&Itemid=64


Mas, bolas, Portugal não é representado institucionalmente no estrangeiro pelo corpo diplomático ou pelo Governo???? 

 

 

Quem passou alvará de diplomata ao Oeesterbeck????



O paquete do Mação????



O mesmo que viu a sua terra receber a infanta Lula da Silva, de quem os jornais diziam que era ''Ministra'' do governo corrupto do papá, quando não passava de uma obscura secretária camarária????

 

 

E se mais fosse preciso para demonstrar o financiamento público do ITM basta dizer que Sara Cura trabalha lá e ao mesmo tempo na CM do Mação....

E já agora que o Museu do Sagrado funcionava sem orçamento!!!!!!

 

 

Leia aqui

 

 

Que se há-de esperar deste país com coisas a funcionar sem orçamento????

 

 

A falência......

 

 

Que se há-de esperar de Câmaras geridas por pessoas como Maria do Céu Albuquerque, o Pombeiro da Barquinha e o Saldanha do Mação?????

 

 

 

A falência......

 

 

 

Marcello de Noronha 



publicado por porabrantes às 12:41 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012

 

 

 

 

 

Este texto, de português apegachado e retórica comicieira, no pior sentido da palavra, saiu haverá dois anos na Barca, a coberto dum alegado direito de resposta dum tal José Eduardo Alves Jana para achincalhar os vereadores Santana-Maia Leonardo e Belém Coelho e simultaneamente defender o tacho da ''esposa'' do plumitivo.

 

A foto indicia que talvez devesse ser outro a defender a ''especialista'' em ''ídolos corniformes'' 

 

 

 

Refiro-me a Nelson Carvalho porque foi ele o irresponsável, mais o resto da seita que teve o seu mais alto expoente em Júlio Bento, a abrir o caso MiAA.

 

Sabemos como terminou o Carvalho, com uma busca da polícia, como o Lino das PPP.

 

Qui. 27 de setembro 2012

 

Mas, o plumitivo que abre o artigo citando um poeta analfabeto tinha outro interesse na coisa ou seja no MIAA:  ou seja isto:

 

 

MUSEU DE ARQUEOLOGIA [ TEXTO POLICOPIADO] : IDENTIDADE VISUAL / CLARA ISABEL DOS SANTOS ALVES JANA ; ORIENT. MARIA DE LOURDES RIOBOM, FERNANDO OLIVEIRA
 
AUTOR(ES): 
Jana, Clara Isabel dos Santos Alves, 1984-Oliveira, Fernando, orient. teseRiobom, Maria de Lurdes, orient. tese
PUBLICAÇÃO: 
Lisboa : [s.n.], 2008
DESCR. FÍSICA: 
[7], 51, [50] p. : il. ; 30 cm + curriculum vitae (3 f.)
1 disco óptico (CD-ROM) em caixa : il. ; 13 x 14 x 1 cm
TESE: 
Tese mestr. , Design e Cultura Visual (Design de Produção Visual) , Escola Superior Marketing e Publicidade, Inst. de Artes Visuais, Design e Marketing , 2008
NOTAS: 
Ed. impressa e em CD-ROM
BIBLIOGRAFIA: 
Contém bibliografia
CDU: 
659.11/.12(469)(043)
069(469.421)(043)
7.05(469)(043)

 

 

ver aqui: Tudo em Família

 

 

Clara Jana

 

 

Explicados os interesses em causa e o impudor do homenzinho, que teve o descaramento de ir pedir um subsídio à esposa, para montar as Festas da Antena Livre,quando a estética  o desaconselhava e a Lei o proibia, falemos doutra coisa.

 

 

Até hoje estou à espera que o plumitivo recicle a asneira e devolva os 2.500 € à edilidade e que Nelson Carvalho participe ao IGAT a façanha da Isilda para que seja punida.

 

É o participas!!!!!

 

 

É essa gentinha que se acha no soberano direito de dar lições de moral em português rústico ao povo e de falar do poeta analfabeto, o Aleixo, que disse assim de doutores como o Jana e o Carvalho: ''

 

Uma mosca sem valor pousa

 

com a mesma

 

alegria na careca de um doutor

 

como em qualquer porcaria''

 

A nossa amiga Margarida Trincão topou logo o golpe e disse ao plumitivo que o texto não se inseria em nenhum direito de resposta. E não se inseria. Mas publicou-o certamente para gáudio das massas ou porque o Pina da Costa apareceu lá pela redacção e pôs-se a miar como um gato vadio: MIAAU, MIAAU

 

 e a Margarida que ama os animais, publicou a prosa.

 

 

Diz o plumitivo que os Vereadores laranjas teriam acusado a Colecção Estrada de ter ''peças falsas'' e isso é sacrilégio!!!!. É como dizer que não aterrou a Virgem de Fátima em cima duma azinheira, ou que o Manuel Dias está para o anti-fascismo como a mula da cooperativa está para um puro sangue.

 

 

Hoje em dia há declarações do Oeesterbeck, da CMA (depois da bronca do relatório Luís Raposo, essa transparente da Céu quando é que o publica?) e da Isilda a dizer que sim, que há peças falsas....

 

Mas o plumitivo usa a expressão do anti-semitismo barato que bebeu nas alfurjas do seminário e que cultivou nas conversas ''intelectuais'' com o iletrado do Barata Gil para acusar o dr. Santana-Maia e o Dr.Belém de ''cuspirem na cara de pessoas de bem''.

 

 

E depois apela ao PSD para se ver livre deles.....

 

Santa Paranóia!!!!

 

O tipo que se recusou a deixar exercer o direito de resposta ao arq. António Castel-Branco, no Jornal de Abrantes,para mostrar  que era um gajo de autoridade, nunca lhe passou pela cabeça pedir a expulsão do Júlio Bento da agremiação dos tachos.

 

Mas passou-lhe pela pinha exigir à Margarida Trincão o que negara ao António Castel-Branco!!!!

 

É de homem!

 

 

Ou melhor é de seminarista! 

 

O agente técnico Júlio Bento é para o sr. dr. Alves uma pessoa de bem.

 

O sr. dr. Alves Jana está ao nível moral do Armando Fernandes que acha que o Duarte  Lima é uma pessoa de bem.

 

 Só para terminar, também fala dum estudo económico sobre a ''viabilidade do MIAA.'' Quase três anos depois o estudo não aparece.

E alguém foi pressionar o responsável do IPT que trabalha sobre a coisa para ......

 

E foi uma gaja gorda que não percebe nada de arqueologia, mas sabe de tachos.....

 

Se isto não fosse cómico, era de chorar.....

 

Mas somos o país da revista à portuguesa....  

 

 

 

 

E um artigo do Jana só vale uma sonora gargalhada.....

 

 

Marcello de Noronha



publicado por porabrantes às 17:25 | link do post | comentar


Palacete no Rossio de Abrantes a cair nas barbas da família Valamatos. A  última utilização social (anos 90) foi ser uma casa de putas. No centro da terra. Não nos lembramos da PSP ter descoberto. As autoridades municipais e a Junta também não sabem que está a cair. É que a gestão da Céu prima pelo pelo rigor e pela miopia ...
Foto Cidadão Abt
Resta repetir o óbvio. É competência municipal fiscalizar o estado dos imóveis, obrigar os proprietários a fazer obras em caso de degradação, substituir-se a eles em caso de incumprimento e zelar pelo património.
Onde está a fiscalização municipal?

A Direcção da Tubucci





publicado por porabrantes às 08:44 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Frei António prega aos ab...

A Guerra dos Comendadores...

Caridade Natalícia

Rurais saqueiam lojas em ...

Presos políticos abrantin...

Mensagem de Fátima chega ...

Os corredores são sítios ...

Visconde de Juromenha vis...

Inauguração do Museu Ibér...

Foi torturado o General M...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds