Sexta-feira, 31 de Maio de 2013

Dizem-nos os nossos amigos do Pato Bravo sobre Aumenta população em São Macário na Sexta-feira, 31 de Maio de 2013 às 22:26:

 

     

''E por incrível que possa parecer a EDP já lhes instalou luz eléctrica com postes em cada uma das vivendas que la existem, como antigamente era uma puxada dos cabos que passavam na rua, pelos vistos agora a coisa é mais legal!''

 

 

A coisa é tão legal que Madre Teresa de Calcutá, a Sr Drª D. Celeste Simão, que como o nome indica é uma criatura do Céu e da Céu, participou num encontro em Portalegre em 18-21 Novembro  de 2011  (certamente acompanhado de missazinha, que é uma coisa que conforta a alminha) onde se comprometeu perante o Bispo de Portalegre e Castelo Branco em nome da CMA a uma notabilíssima série de disparates  mas a algumas coisas interessantes das quais destaco:

 

 

''A nível da habitação, a experiência confirma que o realojamento feito em bairros ou prédios exclusivamente para ciganos, não promove a inclusão, pelo contrário, cria novos guetos e agravamento dos problemas sociais. Constata-se, de facto, que muitos ciganos se sentem discriminados ao serem realojados em bairros e prédios só para ciganos. Por isso, é recomendável que o realojamento da população de etnia cigana se concretize numa dispersão entre a restante população portuguesa, a fim de haver uma inter-acção que promova a real inclusão.''

 

 

Isto é a Vereadora Simão comprometeu-se perante o Sr.Bispo a dar cabo de bairros marginais como São Macário, dispersar os nómadas (juntos causam muitos problemas e tiroteios) e a meter cada família no meio de famílias ''normais''.

 

É verdade que também se comprometeu a manter o emprego a mediadoras de determinada etnia e ainda a fazer com que os ciganos vão à missa..

 

Sobre isto, distinguir os cidadãos de acordo com a sua etnia, já se pronunciaram os senhores Vereadores do PSD e bem.

 

São atitudes que a lei proíbe e que deviam envergonhar a Santa Vereadora.

 

 

Mas mais ainda vergonhoso é desobedecer ao Senhor Bispo e não tratar de São Macário. Com catrapilas. Podia ao menos ter demolido as casas dos ciganos que não pagam a côngrua, pecado mais grave que faltar à missa.

 

Voltarei a falar disto (o cálculo da côngrua numa perspectiva sistémica aciganada), mas quero referir que a Vereadora Celeste pode ter cometido pecado venial.

 

Miguel Abrantes (ateu)

 

 

 



publicado por porabrantes às 23:53 | link do post | comentar

 

Vendas da Bosch recuam 13% em Portugal
Por AutoFoco
Calcule o que pode acontecer....
MA 

tags: ,

publicado por porabrantes às 22:10 | link do post | comentar | ver comentários (2)

 

 

 

e a Dona Céu

 

 

 

 

vai ter de contratar mais Telmas....

 

 

 

 

 

 

a redacção



publicado por porabrantes às 20:38 | link do post | comentar

 

 

à vossa

 

a redacção


tags:

publicado por porabrantes às 18:01 | link do post | comentar

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

os nossos parabéns ao Gallo e ao Senhor

 

 

por criar riqueza e emprego em Abrantes

 

sem receber incentivos nem contratar Nelson Carvalho

 

por ter uma casa na serra da Estrela  e mesmo assim dar umas esmolas ao CRIA a que preside o Sr.Dr. Humberto Lopes

 

a redacção

 

n.- O Sr. Santos herdou a casa do Avô 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 16:33 | link do post | comentar

 

 

 

 

 

A Santa Madre Igreja vai criar empregos  de sacristão com direito a 1% (mais IVA) da arrecadação da ma$$a das esmolas da missa das 7 em São Vicente ao Sábado

 

Obrigações

 

10 horas de trabalho diário

cavar horta do Senhor em São João

 

 

limpar a antena do Senhor no Jardim do Solano até ao mais alto e impedir que as cegonhas façam lá ninho

 

 

limpar as seringas

começar a vergar a mola demolindo as ruínas do Solano, que só estão lá porque a D.Amélia Baeta era uma desleixada....

 

 

 

para evitar que o fiscal Carlos Mascate comunique à Senhora Eng. Evelina Maria Cebola Mendes, chefe de Divisão destas coisas, por despacho de 4-11-2009 e se tenha de fazer um auto de notícia 

 

afinar o piano do Batata Gil

bater no braço do Anacleto quando começar a desafinar

fazer prospecção de velhas

escrever os editoriais da gaja do Opus Dei quando ela estiver com stress

escrever as homilias

esfregar o soalho de todas as Igrejas e casas das paróquias

ler os blogues que dizem mal da Igreja em especial um da Carreira do Mato

arear a colecção de medalhas de ouro do benemérito e em especial a dada pelo Rotary Club

 

 

e ainda

 

 

responder às perguntas da Joana .....


que trabalha num jornal chamado




a redacção



publicado por porabrantes às 13:18 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30 de Maio de 2013

A polícia ainda não sabe quem matou a D.Umbelina, mas parece que haja quem já sabe.

 

 

De qualquer forma a PJ através do seu Departamento de Relações Públicas já devia ter emitido um comunicado para desfazer boatos que andam por aí.

 

E os senhores jornalistas podiam investigar, dado que a  lei lhes  concede a confidencialidade das fontes. E se passassem pelo Tribunal e verificassem quem foi sob prisão apresentado ao juiz, nos últimos dias, alguma coisa deduziriam.

 

 

Ou as autoridades pediram aos jornalistas para estarem calados????

 

Não seria a primeira vez, aqui ou noutro sítio.

 

Então fala o Aníbal Melo que pelos vistos foi nomeado porta-voz do poder e diz  que os autores, segundo tem firme convicção: ''   são pessoas de cá, não são de fora”.


E aconselha as pessoas a comprarem um cão. Dou  um conselho ao Sr.Aníbal : a ADACA tem o canil cheio de cães, organize um programa paroquial de distribuição de mastins e a segurança aumentará.....


Diz o Sr.Aníbal que não há memória de uma violência assim. 

 

Parece-me que o Sr.Aníbal tem falta de memória para a crónica negra abrantina. Algum dia haverá um escriba mórbido que porá em letra de forma um calhamaço  com o título ''Sangue em Abrantes''.

  

Já se falou aqui do assassinato da D.Clemente Valejo por volta de 1936, na Correia de Lacerda. A  casa dela  estava mesmo a seguir à actual sede do Sporting de Abrantes.  A rua em 1936 era muito mais estreita e nos anos 40 parte das casas foram demolidas, para a aumentar por exigência da tropa que queria circular livremente com as peças de artilharia a caminho do castelo. 

 1968 IGRU

 

Na mesma rua no dia 17 de Junho de 2006 mataram um autarca com requintes de extrema crueldade. E foi uma mulher para que não me venham falar que a violência é hormonalmente masculina. Tenho aqui a sentença. Pesada e com a qual não concordo em parte. Fica para outro dia????

 

Ou dou-a ao futuro autor de ''Sangue em Abrantes, Capítulo I -A maldição da Rua Correia de Lacerda'' ????

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 22:58 | link do post | comentar

 


 


 



La mort des sites vendus à la pub?

Le terroriste Free n’aura pas terrorisé longtemps les annonceurs publicitaires en ligne. Dommage. Une fonction de la Freebox Révolution a permis durant quelques jours aux abonnés Free de ne plus voir certaines pubs lorsqu’ils naviguaient sur Internet. L’initiative de Free ne visait hélas pas à éradiquer la pollution publicitaire de nos ordinateurs, mais à faire pression sur Google. Passons sur les raisons de la guéguerre Free/Google. 
C’est Fleur Pellerin, la ministre de l’Économie numérique, qui a demandé à Free de mettre fin au blocage de la publicité au motif que l’initiative «peut mettre en danger la survie d’un certain nombre d’acteurs économiques». Tous les sites «gratuits», qui ne vivent que de la publicité, se sont sentis menacés. Ça veut dire que ces sites craignent que demain les visiteurs qui en ont la possibilité se rendent sur leurs pages en faisant le choix de ne pas visionner la pub. S’ils craignent ce genre de chose, c’est qu’ils pensent que la publicité est perçue négativement par le plus grand nombre. Ils ont donc conscience de donner à voir de la merde aux internautes. Le visionnage obligatoire de cette merde est le prix à payer pour accéder aux sites «gratuits». Si certains internautes sont prêts à filtrer la pub et donc à faire crever les sites «gratuits», c’est que le visionnage de la pub est finalement envisagé comme étant un prix à payer trop cher. 
La disparition des sites «gratuits» favorisera peut-être l’émergence de sites payants, qui jusque-là étaient victimes de la concurrence déloyale des sites «gratuits». Fleur Pellerin s’inquiète de la survie d’un certain nombre d’acteurs économiques sans réaliser que ces acteurs économiques qui proposent du «gratuit» contribuent à faire crever des acteurs économiques qui proposent du payant. Pourquoi un membre du gouvernement (d’un gouvernement qui laisse crever Florange au nom du marché) prend-il partie pour un modèle économique plutôt qu’un autre? Et, surtout, pourquoi Pellerin prend-elle partie pour le modèle économique le plus pourri: celui du temps de cerveau disponible? Un gouvernement qui veut éradiquer la prostitution devrait se réjouir que les sites «gratuits» ne soient plus sous l’emprise des maquereaux de la publicité… Ça les fera crever, les sites «gratuits»? Ils feront comme les putes interdites d’exercer leur activité, ils changeront de boulot ou crèveront sur le trottoir.

Un site financé par la pub en moins, c’est un peu de liberté en plus.

L’autre opposant à l’initiative de Free est le président du Syndicat de la presse indépendante d’information en ligne (SPIIL), Maurice Botbol, pour qui, «demain, n’importe quel autre contenu pourra être censuré de la même manière par un fournisseur d’accès à Internet s’il le décide». Que Free décide selon ses critères quelle pub ne doit pas apparaître à l’écran, ce n’est pas normal, mais que Free propose un système qui permet à chaque internaute de masquer ou non la pub, quel est le problème ? Le président du SPIIL voudrait que la neutralité du Net soit garantie par la loi. Que les fournisseurs d’accès ne puissent pas avoir la possibilité de choisir ce qu’ils donnent à voir ou non à leurs abonnés, d’accord, mais que les abonnés aient la possibilité de zapper systématiquement ce qu’ils n’ont pas envie de voir, pourquoi pas? Si l’abonné de Free fait le choix de ne plus voir les pubs, ça le regarde, lui. Si demain un fournisseur d’accès propose à ses abonnés la possibilité de ne plus avoir accès à aucune image représentant le prophète Mahomet (par exemple), en quoi cela est-il gênant pour la liberté d’expression? Si sur ma Freebox je découvre une fonction qui censure toutes les photos de Nadine Morano, j’avoue que je serai tenté de l’activer…
Au nom de la liberté d’expression, on s’indigne qu’un fournisseur d’accès puisse contrôler le contenu du Net. Au nom de cette même liberté d’expression, personne ne s’indigne que des sites qui sont financés par la pub se présentent comme étant des sites d’information.

Charb

 

no 

 

Charlie Hebdo


tags:

publicado por porabrantes às 17:04 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29 de Maio de 2013

Foi a Suzy beber a bica com um político e disse-me olha o que te trago. Era um político alfacinha...

 

 

 

Li e não posso crer!!!!! Tenho a obrigação moral de colocar isto em conhecimento da opinião pública, para que se faça justiça a Paulina Pereira,

 

 

 

e que se apurem as causas da sua morte. Porque diz, preto no branco, a ANBP que não houve apuramento de responsabilidades (suponho  que haverá alguma papelada no Tribunal )  a essa morte. Não tenho razões para duvidar da ANBP. A  forma impecável como está a defender os nossos bombeiros, ou seja a defender a nossa segurança, faz-me crer que é uma organização séria.

 

Se ela não diz a verdade, faça favor a Presidenta de apresentar a papelada.

Que já lhe foi pedida por dois homens eleitos pelo povo de Abrantes,  Santana Maia e Belém Coelho.

 

Se não houver papéis, se eu fosse a Oposição participaria ao MP.

 

Resta ainda a acusação de descortesia à Presidenta que terá a meu ver faltado ao respeito à memória da Paulina Pereira e da sua família, presente na homengem justa e merecida que lhe foi dada.

 

Uma consideração final para os que andam por aí a dizer que eu não posso meter aqui a cara de bombeiros honrados. Agradecia-me aqui esse gesto, há dias a Senhora Dona Carla, viúva do Miguel Vasco, e exprimia a sua solidariedade com o combate dos bombeiros de Abrantes.

 

Nos termos da Lei, cabe aos herdeiros, no caso legitimários, zelar pela memória dos falecidos e não a expontâneos. 

 

Assim sendo passo a publicar os documentos que nos deu um político lisboeta.

 

 

Uma consideração final. Uma série de políticos abrantinos entre os quais há gente que considero, caso da eng.Manuela Ruivo e do dr. Viana Rodrigues, etc (não enumero  mais para não aborrecer o leitor... ) terá de agir....

 

E quem sabe formar uma Comissão de Inquérito em sede de Assembleia Municipal...

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 23:08 | link do post | comentar

Quarta-Feira é dia de petisco pegacho (que bem cozinhava a mãe do Dr.Jorge Marcão!!!! Tás bom Jorge?)

 

 

O camião levava combustível líquido para  acompanhar os pitéus!!!!!

 

 

Bum!!!! Catrapum!!!!

 

 

 

 

 

 

made in facebook

 

 

O pobre condutor deve ter-se assustado com a razzia aos plátanos, assim descrita pelo Armindo Silveira (obrigado Armindo) : Estive ontem no Pego e algumas pessoas mais idosas estão completamente desoladas com o facto de derrubarem estas árvores. Até compreendem que se derrubasse as que estãojuntas às casas, mas aquelas ao longo da estrada nacional... Falei com um comerciante que afirma que é incompreensível como se avança para um projecto destes eliminando o estacionamento no dito largo sem providenciar outro local próximo. Como devem de saber, actualmente é proibido estacionar e parar para descargas/cargas na estrada nacional que atravessa o Pego, o que causa enormes problemas ao abastecimento do comércio existente na área abrangida. Será que não haverá uma solução para minimizar estas situações a bem do comércio local?E que a crise não se compadece com situações destas...


(na página do face Abrantes)

Já não há plátanos nem trotil


Abro uma super para me recompor!!!!



Como a sorte pegacha é negra com os vândalos municipais à solta, vai uma negra!


Protesta a redacção, sai uma rodada para todos...



a redacção, solidária com os pegachos


tags:

publicado por porabrantes às 19:13 | link do post | comentar | ver comentários (3)

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Poesia popular alentejana...

A idade avançada não perd...

O Centro de Dia do Sardoa...

Protecção Civil de novo e...

Tudo em família

Na Barão da Batalha, às n...

O acidente de trabalho na...

Independentes em Rio de M...

Os Esgotos nas traseiras ...

Ecomarcha chega amanhã

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13


26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds