Sábado, 31 de Maio de 2014

 

Declaração do deputado municipal do Bloco de Esquerda Armindo Silveira sobre o cartaz municipal abaixo publicado:

 

'' Preservar o nosso planeta é um imperativo e uma urgência que a todos deveria mover, pelo que tudo o que seja feito em prol do ambiente merece o meu apoio incondicional. Por isso, os atentados ambientais têm que ser continuamente expostos e denunciados de forma a que as entidades competentes cumpram o que estão obrigadas por lei. Relembro que a ETAR dos Carochos em Abrantes, continua a despejar milhões de litros de efluentes no rio Tejo sem que, aparentemente, as autoridades competentes demonstrem a necessária ligeireza para encurtar etapas. Esta situação que se arrasta à cerca de duas décadas, é bem demonstrativo do silêncio ensurdecedor de toda uma comunidade talvez enganada pela informação que continua exposta no site da empresa concessionária. Lamento muito mas não sou mais capaz de ficar calado perante certas situações... Eis o que está exposto no site da Abrantáqua e que foi retirado mesmo agora...http://www.abrantaqua.pt/index.php?id=1510&_lang=PT. - "Remodelação da ETAR dos Carochos-Estudo prévio do projecto executado e entregue para aprovação, conforme revisão solicitada pelos SMA.
ETAR colocada em funcionamento com fase de tratamento primário." Tratamento primário? Apelidar aquelas ruínas de Etar, já é ofensivo pois em 2009 a ARH do Tejo, foi taxativa ao referir que aquela obra não tinha recuperação possivel, agora chamar de tratamento primário aos efluentes que chegam aquelas ruinas e são canalizados por fora, dando origem a um ribeiro que corre a céu aberto por mais de uma centena de metros até desaguar no rio Tejo, é ultrajante e vergonhoso. Acrescento que divulgar só as boas acções, é pura manipulação da realidade e isso vindo de uma instituição como a Câmara Municipal de Abrantes, é incompreensivel pois ainda acredito que por detrás das instituições, estão rostos e pessoas que têm consciência da exigência e exposição dos cargos para os quais foram eleitas democráticamente.''

 

 

   

 

 

sn



publicado por porabrantes às 21:01 | link do post | comentar

OPINIÃO

Aprenderam alguma coisa? Não aprenderam nada

Os eleitores deram uma bofetada nos vultos dos grandes gabinetes das instituições europeias, mas em vez de perceberem por que é que isso aconteceu, vão mas é comprar um capacete para proteger a cara.

 

 

 

 

É um ritual dos partidos e dos governos depois de derrotas eleitorais dizerem que ouviram as pessoas, perceberam a lição, aprenderam alguma coisa. Na verdade, estas frases significam que não aprenderam nada e que vão continuar na mesma. Quando um partido tem uma derrota estrondosa e a atribui a “erros de comunicação”, não quer aprender nada, quer apenas salvar a pele dos responsáveis. Quando um partido tem uma vitória tangencial, que para nada lhe serve, e a festeja como “enorme”, não quer aprender nada, quer apenas salvar a pele dos responsáveis.

Não é a excepção, é a regra. Aprendeu o PS com a derrota a e maldição pública de Sócrates? Não. Aprendeu o PSD com as duas catastróficas derrotas eleitorais da actual direcção política de Passos? Não. Aprenderam o PS e o PSD o que significavam os sucessos das listas independentes nas últimas autárquicas? Não. Aprenderam o PS e o PSD com o aumento de votos brancos e nulos e as abstenções por protesto, desinteresse ou revolta contra a “oferta” política que é dada ao eleitor? Não. Aprenderam o PS e o PSD com a quebra cada vez mais acentuada dos votos do chamado “arco governativo” em relação ao conjunto dos votos expressos? Não. Aprenderam o PS, o PSD e o CDS com o divórcio já profundo entre eleitores e eleitos, entre os portugueses e a sua representação política? Não. Aprenderam o PSD e o PS o que significam resultados como os de Marinho e Pinto? Aprenderam o PSD e o PS com a cada vez maior dúvida sobre o mérito da democracia para resolver os problemas dos portugueses? Não.

Eles sabem, mas não aprendem. Sim, porque quer o PS quer o PSD sabem bem o que aconteceu em todos os casos enunciados em cima e compreendem o que se está a passar entre os portugueses e os seus partidos. O PS sabe muito bem que a responsabilidade de Sócrates no descalabro de 2011 é grande e que os portugueses não o esqueceram. Podem vir com lutas entre “narrativas”, que a convicção da maioria dos portugueses não muda sobre Sócrates. E Sócrates ainda mantém uma sombra de influência, porque convém à direita alimentá-lo como papão, que ele já não é de todo. Quando Rangel e Nuno Melo fizeram a campanha que fizeram, foram buscar o único fantasma que lhes podia dar leverage. Foi uma campanha pior que má, mas em que a Aliança Portugal se agarrou à única coisa que ainda podia mobilizar os fiéis, a recusa veemente de Sócrates.

 

(...)

 

 E isso ainda mais se torna evidente quando ninguém tira qualquer conclusão crítica interna das derrotas eleitorais e tudo continua na mesma, senão pior, com uma mentalidade de bunker para manter lugares no grupo parlamentar, nas distritais e federações, nos cargos de nomeação governamental. Alguém se demitiu devido às escolhas que fez no PSD no Porto, em Sintra, Gaia, Oeiras, ou no PS em Matosinhos? Pelo contrário, acelerou-se o processo de expulsões, para reforçar o poder interno, o único que conta. É por isso que só os partidos que ainda têm um eleitorado interior não inteiramente controlado pelo aparelho instalado podem mudar pela pressão externa da opinião, os outros não. Seja qual for o “cheiro do poder”.

 

 

no Público com a devida vénia



publicado por porabrantes às 10:33 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30 de Maio de 2014

Queixavam-se de que o Marinho Pinto era muito truculento enquanto Bastonário da Ordem dos Advogados.

 

 

Pois bem a moderada direcção da Ordem irá, após por deliberação soberana da magna Assembleia Geral dessa Casa, apresentar queixa-crime contra o Governo e os seus membros por violarem a lei.

 

 

Recordamos que para existir crime tem de existir dolo, e a própria Bastonária drª Elina Fraga acha que sim: ''  «há indícios sérios de que estamos perante reorganização que configura o crime tal como ele está tipificado na lei».

 

 

A queixa contra o governo cavaco-coelhista é motivada pela celerada ''reorganização do mapa judicário'' ou seja o fecho de quase todos os tribunais da província.

 

 

Este país está uma delícia. 

 

Qual será o próximo episódio?

 

MA

 



publicado por porabrantes às 23:07 | link do post | comentar

 

 

Este bonito palacete arruinado, foto dos finais dos anos oitenta, decorado com as águias do Benfica, esteve para ser a casa do Sr.Fernando Simão. Vivia ele na Quinta da Gonçalinha, em Alferrarede e pensava mudar-se para Abrantes (como se mudou) e pensou comprar o casarão e restaurá-lo, devendo ser o Arquitecto, Duarte Castel-Branco, que já fizera a casa do sr.Nuno Simão em Alferrarede. 

O negócio e portanto o projecto não se fez porque as normas de protecção ao Património (o imóvel está na zona de protecção da Igreja de S.João, monumento nacional agora de propriedade particular) eram no Estado Novo muito duras e obrigavam a exigências que o cliente do Arquitecto não estava disposto a assumir.

Com a democracia, a rebaldaria liberalizadora propiciou que haja na zona de protecção doutro Monumento Nacional, São Vicente, uma antena para telemóveis em cima do Teatro São Pedro, que quiseram classificar como Imóvel de Interesse Público, com antena incluída.

Às vezes acho que o salazarismo autárquico era mais sério que o facilitismo actual 

 

MN

 

Agradece-se a colaboração do  Arq. Duarte Castel-Branco

 



publicado por porabrantes às 19:54 | link do post | comentar

A história, work in progress, vai-se fazendo aos poucos. Assim a da comunidade protestante abrantina, cuja presença remonta no Rocio de Abrantes, a finais do dezanove.

 

 

Este texto: 

 

 

IGREJA EVANGÉLICA PRESBITERIANA DE PORTUGAL:
CONTRIBUTO PARA A HISTÓRIA DA SUA FORMAÇÃO *
DAVID VALENTE **

 

é uma valiosa achega para parte dessa história ainda desconhecida. O Dr.David Valente é Vice-presidente da Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal e o texto em causa foi publicado na revista católica de História, Lusitânia Sacra.

 

 

É sinal dos tempos, tempo de ecumenismo, quando outrora foi tempo de intolerância.

 

No estudo identifica-se a origem madeirense de boa parte do presbiterianismo português, em grande parte produto dos seculares contactos entre a Ilha e a Grã-Bretanha, onde nasceu o presbiterianismo na Escócia, onde é religião oficial.

 

 

No texto há alguns nomes de pastores e personalidades ligadas a Abrantes, com desempenho em congregações locais, designamente no Rocio de Abrantes.

 

Mas ante disso o mais ilustre Pastor protestante abrantino: José Augusto Santos Silva

 

 

 Foto do blogue http://livreeleal.blogspot.com.es/

 

Regressemos agora aos  pastores citados no texto: Joaquim Rosa Baptista, Américo Baptista, Júlio Roberto dos Santos.

 

 

 

Tanto o Rev.Baptista como o Rev.Roberto dos Santos tinham sido ordenados pastores congregacionais antes de se passarem ao presbiterianismo. O Rev.Roberto dos Santos chegou depois a passar por um episódico metodismo.

 

O Rev.Roberto dos Santos  levou a Igreja do Rossio a passar-se duma denominação evangélica para aderir ao presbiterianismo, por volta de 1947.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

(...)

 

 

A mudança de orientação abrantina faz com que a Igreja protestante da Ponte do Sôr dispense os serviços do Rev. Roberto dos Santos  e fique fiel à sua denominação original. 

 

 

 

Aliás essa Igreja tinha sido fundada por abrantinos ''Dois jovens crentes vindos do Rossio de Abrantes instalaram-se em Ponte de Sôr, onde passaram a trabalhar no escritório da C.P. na Salgueirinha. Porém, o seu ardor missionário, já demonstrado em Abrantes, levou-os também a procurar levar rapidamente o evangelho ao povo de Ponte de Sor. 

Assim, por iniciativa e responsabilidade dos dois jovens crentes ferroviários Manuel Machado Felicíssimo e Jacinto Pereira Cabral Cardoso, as reuniões evangélicas em Ponte de Sôr tiveram início em Março de 1911, (...)
  - segundo a página da Igreja Evangélica Congregacional Pontessorense, que se cita com a devida vénia.

 

Quanto ganhava um pastor?????

 

Sabemos que o Pastor Rosa Baptista ganhava 3 contos por mês por volta de 1949.

 

Três contos por mês era uma fortuna em 1949. O pastor ganhava quase tanto como o secretário do Presidente da República. Mas tendo várias igrejas por sua conta, também tinha de se deslocar muito.

 

Finalmente convém dizer que a Igreja do Rossio é das mais antigas de Portugal, tendo sido  aberta em 1902, por iniciativa do Pastor Manuel Santos Carvalho, um dos pioneiros do protestantismo em Portugal.   

 

 

O Pastor Manuel dos Santos Carvalho, fundador da Igreja Evangélica do Rocio de Abrantes

 

MN

 

 

 

 

sobre a ilustre figura do Pastor Santos Silva, campeão da luta pela liberdade religiosa: ver aqui:

 

Alguns dados e as fotos foram retirados do trabalho:

História da Igreja Evangélica Lisbonense (I): 1879-1908

História da Igreja Evangélica Lisbonense (II): 1909-1949

 

de Luís Aguiar Santos no blogue 

L&LP (Livre & Leal Português)



publicado por porabrantes às 16:39 | link do post | comentar

Politicos e Tauromaquia - A Concelhia Política do CDS-PP Portalegre, irá dedicar um dia à tauromaquia.

A Concelhia Política do CDS-PP Portalegre, irá dedicar um dia à tauromaquia, dada a importância que esta actividade cultural tem no Distrito de Portalegre e um pouco por todo o país. Será no próximo sábado dia 31 de Maio, que serão realizadas diversas actividades, com o seguinte programa:
10h30 - Concentração na Herdade das Esquilas em Monforte, para uma visita à ganadaria e coudelaria de Paulo Caetano.
12h30 - Almoço Campero, sendo que cada qual levará a sua merenda e de seguida assistirão a um treino do cavaleiro João Moura Caetano.
16h - Colóquio subordinado ao tema "Novo Regulamento Taurino", na sede dos Forcados Amadores de Portalegre, com a presença dos oradores Paulo Caetano (Cavaleiro), Mário Coelho (Matador de Toiros), João Simões (Forcado) e Pedro Pinto (crítico taurino e Vice-Presidente da Concelhia do CDS Portalegre).
20h - Jantar convívio no Restaurante "O Carlos", em Vale de Cavalos, onde irão tomar posse as concelhias do CDS de Portalegre, Arronches, Monforte e Marvão. Estarão presentes diversos deputados do CDS-PP.
com a devida vénia de http://planetadostouros.blogspot.com.es/
Damos os parabéns ao CDS-PP por esta iniciativa que devia ser também considerada pelo CDS/PP abrantino
a redacção 


publicado por porabrantes às 16:02 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29 de Maio de 2014

"O PS está a auto infligir-se de uma derrota", diz Ana Gomes

 

Expresso

 

Leia a opinião no Expresso da Embaixadora de Portugal e Eurodeputada PS Ana Gomes sobre a Sociedade Recreativa

 

 

 

 

A propósito de Sociedades Recreativas será o ex-Vereador dr,João Pico sócio desta?

 

 

 

 

 

o dinâmico e jovem benemérito e industrial do betão Jota Pimenta com a Presidente na Sociedade Recreativa. Já vi uma foto dele com o dr. Agostinho Baptista. Quantos Presidentes tirarão mais fotos com o o Sr.Pimenta? Naturalmente desejamos que muitos....

 

^Suzy



publicado por porabrantes às 23:24 | link do post | comentar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A revista é de 1897

 

Pode fazer download dela na Hemeroteca Municipal de Lisboa, a quem se agradece. Foto da Tubucci

 

MA



publicado por porabrantes às 18:24 | link do post | comentar

É uma hipótese admitida, neste requerimento feito ao Governo pelos deputados do PCP, António Filipe e Marta Santos, se se confirmar podemo-nos preparar para o pior dos cenários...

 

 

 

 

 

sn



publicado por porabrantes às 13:35 | link do post | comentar

As renhidas eleições para a Agrupamento Escolar nº 2  foram ganhas pelo Sr.Dr. Alcino Brás Hermínio a quem apresentamos os nossos parabéns.

 

 

A vitória  esmagadora do Sr.Dr. Alcino Brás Hermínio é uma vitória para Abrantes e uma leitura atenta do seu projecto de intervenção, que se estende ao longo de 37 densas páginas, com uma citação do filósofo basco Savater, que é todo um programa, demonstram a força e a coerência dum empenhamento educativo, aliás já levado à prática em mandato anterior, que deve ser interpretado como uma aposta certeira na Educação e na Escola como forma de preparar alunos para que venham a ser cidadãos dotados de pensamento crítico e para no futuro lerem o quotidiano de forma a dispensarem o caciquismo.

 

 

Em boa hora o colégio eleitoral lhe deu a vitória e a drª Susana Melo, coitada, foi derrotada.

 

Também lemos o seu  projecto de intervenção e só direi que é muito curioso. Também é curiosa esta parte da sua entrevista, que pelo seu interesse se transcreve:

 

 

 

 

 

Como dizia Aníbal, Aut viam inveniam aut faciam, ou seja quando lhe disseram que os proboscídeos não podiam galgar os Alpes, o cartaginês declarou ''ou encontramos um caminho ou abrimos outro''.

 

Foi o que viu o Colégio Eleitoral, o caminho já estava aberto pelo dr. Alcino e não havia que abrir outro, ou como diria Cristiano Ronaldo ''não se muda de treinador, quando se está a ganhar''.

 

Reafirmou pois o dito Colégio a sua confiança ao dr. Alcino e isso  é uma boa notícia.

 

Os nossos parabéns pela sábia decisão.

 

Só uma nota: o dr. Alcino foi deputado municipal pelo Bloco de Esquerda e a  drª Susana Melo foi candidata pelo PS à dita Assembleia em 2009.

 

a redacção

 

( texto adoptado por maioria, com abstenção de Miguel Abrantes que salientou a necessidade do dr.Alcino adoptar uma postura que valorize mais a educação centrada na consciencialização para os valores patrimoniais) 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 00:02 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Imprensa Internacional de...

A pesada herança da bombe...

A cacique e a incubação

Ataques Pessoais (2)

MP acusa Barroca Rodrigue...

Uma bofetada na cara da c...

Eleições

Ana Chambel Dias fustiga ...

Os ataques pessoais

Capitão de Abril denuncia...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds