Terça-feira, 30 de Junho de 2015

Se a Senhora Dr Ana Soares Mendes, que é eborense, fosse directora dum jornal católico em Évora, publicava isto na primeira página ou não? 

 

évora.png

E já agora (pergunta complementar) identificava que os factos se passaram sobre a gestão do ex-presidente José António de Oliveira?

 

Ou ia perguntar a um diácono se transcrever informação oficial da magistratura é fazer linchamentos na praça pública?????

 

a redacção  

 



publicado por porabrantes às 22:26 | link do post | comentar

Esta queixa está em análise desde 12-5-2015 e como está muito calor continuará a ser analisada, para que os analistas não suem muito...

Morada:   Rua da Gonçalinha, 1172 - Lt1 - R/C Esq.
Em Análise
Jorge Lopes da Silva
jorgelsilva@sapo.pt
12/05/2015
Gostava de alertar para o facto de que as obras que estão a acontecer na ponte, e que até há pouco tempo permitiam um fluxo de trânsito normal para situação em causa, na presente data, fruto de mais algumas condicionantes introduzidas (LOMBAS), está provocar grandes engarrafamentos (por exemplo: demorar mais de 45 minutos para atravessar a ponte …). De salientar que estes engarrafamentos verificam-se, com maior intensidade, no período da manhã no sentido Rossio/Abrantes e no final da tarde no sentido Abrantes/Rossio, provocando situações, caricatas de não existir fila num sentido e filas descomunais no outro. Não haverá forma de alterar o tempo dos semáforos em função do volume de tráfego?

a redacçao

 

ana mafalda.jpg

foto roubada a uma grande abrantina a quem beijamos a mão, ora bolas o beija-mão às autoridades está reservado à gazeta católica oficial, nós só beijamos as mãos às senhoras de boa família

 

mn



publicado por porabrantes às 20:26 | link do post | comentar

Passado quase dois anos, em jeito de balanço e "prestação de contas", publicamos as intervenções dos eleitos do Bloco de Esquerda nas freguesias do Concelho de ...Abrantes.

Assembleia freguesia de Abrantes e Alferrarede
Sessão Ordinária de Assembleia de 26 de Junho de 2014

-Assembleia de 26 de Junho de 2014
- No período antes da ordem do dia o executivo da Junta de Freguesia foi questionado sobre os resultados das análises feitas por representantes do LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil) em locais da freguesia onde existe perigo de derrocada.
Questionou-se igualmente o executivo da Junta quanto à existência de novas informações relativas a uma possível intervenção no centro de Alferrarede que inverta o processo de degradação dos edifícios e desertificação humana da zona. Perguntou-se em simultâneo se a Junta de Freguesia tinha em preparação algum tipo de campanha informativa ou educativa junto da população para a implementação do orçamento participativo.
Uma última questão focou-se nas limpezas das ruas, sargetas e condutas de escoamento das águas pluviais de forma a prevenir a inundação das vias públicas com a chegada das chuvas de Outono e se a Junta tinha em mente efectuar trabalhos mais profundos dentro desta matéria. Foi igualmente manifestada a preocupação quanto à crescente utilização de espaços baldios e zonas florestais como local de descargas ilegais de materiais de construção civil, de lixo e de monstros domésticos
. Foram igualmente propostas duas votações: uma primeira com a intenção de enviar uma nota de pesar em nome da Assembleia de Freguesia à família do antigo presidente da Junta de Freguesia de Concavada, falecido dias antes; uma segunda pretendia manifestar a oposição da Assembleia de Freguesia contra o encerramento de serviços hospitalares no hospital de Abrantes. O Bloco de Esquerda votou em favor de ambas.

Nuno Alves

 

com a devida vénia da página do Bloco

 

e a pergunta porque é que os outros não prestam contas?

 

e naturalmente vai um abraço pró Armindo Silveira

 

mn

 

 

 


publicado por porabrantes às 19:08 | link do post | comentar

 

 

 

S. Nuno de Santa Maria A. Pereira

 

Paulo Falcão Tavares

Paulo Falcão Tavares.jpeg

Abrantes tem dois monumentos ao Santo Condestável, um no Outeiro junto ao Castelo/Fortaleza e outro um nicho na avenida de Aljubarrota, quase na Abrançalha. O primeiro está votado ao abandono pelas autoridades locais desde finais do seculo passado. Este ultimo serve actualmente de retrete pública…

Neste ano de 2015, veio uma equipa de televisão norte americana, tentar fazer um filme sobre o santo Nuno que esteve nesta cidade diversas vezes. A produção não conseguiu obter qualquer imagem nos dois monumentos já citados, devido ao estado vergonhoso dos mesmos. A realização deste documentário era para o Canal de História. O realizador Paul Perry, tal como toda a equipa de fotógrafos e assistentes galardoados com diversos prémios internacionais comentaram que não compreendiam o estado decadente dos monumentos de tão importante personagem nacional.

Abrantes uma vez mais ficou mais pobre, sem filme e sem boa publicidade.

Acreditamos que com este artigo e chamada de atenção alguém medite sobre esta situação patrimonial gravíssima. Não está em causa o santo, nem o herói português, mas sim as autoridades locais que tem o dever de zelar pelos nossos monumentos e ainda por cima classificados. Que a Câmara esbanje 6.000 euros a adquirir livros do Carrilho da Graça, que nada valoriza o concelho, achamos mal, mas que diga não ter meios para caiar ou limpar monumentos seus é outro assunto…

Enquanto tivermos gestores culturais e outros que por serem de esquerda, ou se dizerem de esquerda, não querem cuidar do nosso património cultural por ser ligado á Igreja ou a um passado que não desejam perpetuar, estamos no caminho errado.

Estranhamos a Presidente de Câmara que quando precisa dos votos do eleitorado católico, se vá enfiar na Igreja de S. Vicente na hora das missas, para que os fiéis a vejam…

Cultura, património e história são assuntos sérios para os quais tem de existir profissionais conhecedores e competentes.

O povo (o voto) conquista-se com fado, futebol e barriga cheia, disto já todos sabemos: nestas festas da cidade de 2015, houve disto e o povo vota. Mesmo que fique horas em filas para atravessar a Ponte sobre o Tejo no rossio, sabendo que teria sido possível ter uma outra ponte ao lado, para evitar demoras, que prejudicam a todos os abrantinos. Mas como a Presidente quando precisa de a atravessar põe os batedores policiais a abrirem caminho! Manias de pobre e de terceiro mundo…

Abrantes precisa urgentemente de outro rumo, de mudanças, de nova estratégia concelhia.

Abrantes dia a dia definha, perde valor e gente jovem. Quantos têm de sair do seu concelho, para trabalhar, porque outros de fora ocupam os seus lugares.

Precisamos de uma revolta como a que o grande D. Nuno A. Pereira provocou, não esqueçamos que foi nesta terra de Santa Maria, que o herói convocou o Conselho de Guerra, daqui nos deu a vitória sobre os de fora, os castelhanos, o inimigo, aqueles que se vendem ao vil metal…

Abrantes precisa urgentemente de valores morais, de abrantinos bairristas, não de arrivistas e de políticos de mãos sujas, como diz o Sumo Pontífice Papa Francisco.

 

PS-Transcrevemos, com a devida vénia,  do blogue do nosso amigo Dr. Santana-Maia Leonardo este artigo do Dr.Paulo Falcão Tavares. O artigo era para ser a coluna habitual do Paulo na ''Nova Aliança'' e foi recusado pela Directora, a fidalga Ana Cabral de Soares Mendes, por faltar à ''ética''. Como qualquer leitor alfabetizado compreenderá, a fidalga  confunde ética com censura. Sugerimos à nobre eborense que organize um peditório na Visão, para poder comprar um dicionário.  mn



publicado por porabrantes às 15:55 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Segunda-feira, 29 de Junho de 2015

pintasilgo anti-fascista o tempo.png

O Tempo, 1979, artigo de António Duarte

 

lourdes e o zé maria.png

Lourdes e o mano, prestigiado ''jornalista'' do pasquim Época e naturalmente seguidor da ética católica

 

mn

foto publicada no artigo referido

 

 



publicado por porabrantes às 23:27 | link do post | comentar

Joao nuno 1.png

joao 2.png

 devido à sua extensão não se transcreve a totalidade da carta do nosso falecido amigo Dr. Serras Pereira, ex-Deputado da Nação à eng. Lourdinhas

 

devida vénia ao Centro de Documentação 25 de Abril

 

joao nuno foto.png

 foto: Assembleia da República

 

Nota: João Nuno foi colega no Parlamento da Engenheira antes do 25 de Abril..

 

mn

 



publicado por porabrantes às 23:12 | link do post | comentar

bunker artur  2.jpg

Inaugurado a 14-6-2015, depois de anos de espera, o bunker já dá problemas, não tem corrimão e os elevadores só funcionam quando lhes dá na bolha

devida vénia a minha rua para o texto que se segue

 

de corrimão na escada

 
Morada:   Mercado Municipal
Submetido
Luís Esteves
ldesteves@emef.pt
29/06/2015
No dia 27/06 fui pela 1ª. vez ao mercado municipal. Lá chegado, fui confrontado com o elevador fora de serviço. A alternativa era a escada, mas verifiquei que a mesma não tinha corrimão. É estranho que o projeto não tenha previsto a construção de um corrimão, num espaço público onde se deslocam tantas pessoas idosas. O corrimão, para quem tem dificuldades de mobilidade, funciona como um "apoio", uma "bengala", e evitará situações desagradáveis (quedas) que prevejo venham a ocorrer ali. Sugiro que o mesmo seja construído, tornando aquele espaço (tão agradável) mais seguro.


publicado por porabrantes às 21:48 | link do post | comentar

morte dl.png

Diário de Lisboa, 10-4-1933

 

sn



publicado por porabrantes às 13:22 | link do post | comentar

 

Um dos pólos do MIAA, em São Domingos, era a colecção de quadros de Lucília Moita.

 

lucilia.png

 

Para os meter lá, mais à colecção Charters de Almeida e à da Fundação Estrada, pressupunha-se que a pintora doara os quadros à CMA, bem como a existência de documentos em relação às outras duas colecções, que concretizassem uma disponibilização dos espólios à CMA.

 

Porque se não existissem (ou se não forem juridicamente válidos) seria absurdo o investimento que foi feito, contratando um ajuste directo a Carrilho da Graça (aliás ilegal) no valor de mais de 800.000 €......

Carrilho espantado.jpg

 

 

Vou-me só concentrar na famosa doação da pintora de Alcanena.

 

Em 2004 a Rádio Hertz deu notícia da ''generosa'' doação:

 

mary lucy hertz.jpg

 Teriam sido 60 obras as doadas e o espaço a inaugurar abriria em cinco anos.

 

Passaram 11 anos, o espaço não foi aberto e o MIAA também não.

 

Devido a questões jurídicas, a malta, que organizou a petição, foi verificar se existiu alguma vez a generosa doação....

 

Mas antes disso salientarei que legiões de autarcas e vultos da sociedade civil ( expressão do baril) andaram a elogiar a generosidade da Pintora.

 

E a votar despesas sobre despesas, à conta da ''doação'' (também houve os que votaram contra, caso de Santana Maia e Belém Coelho)! 

 

Terão lido os dossiers os autarcas?

 

Ou votam sem ler os documentos, agindo por mera disciplina partidária? Se fizeram assim, agiram como inconscientes....

 

Como não confio só em notícias de jornais, consultámos documentos oficiais

 

Nesta Conferência no CIAR da Barquinha estes responsáveis voltaram a falar na doação:

isilda jana.png

isilda jana 2.png

E aí consta o  nome dos responsáveis, que jura e perjura que Lucília Moita fez ''uma 'doação''. A  principal responsável política disto era Isilda Jana!!!!!

Isilda jana.JPG

mirante

 

miaa isilda 2012.jpg

 

 Pois bem, podemos garantir, com base em informação oficial, dada pela Drª Maria do Céu Albuquerque, que a pintora de Alcanena nunca fez uma doação à CMA e que portanto Isilda Jana faltava à verdade (por algum remoto motivo, não descarto qualquer possibilidade...).

 

Passemos aos documentos:

moita 5.png

Neste parecer dum órgão oficial a cacique informava que o processo que Isilda Jana dizia que estava pronto em 2012....ainda não se encontrava concluído em 2013.

 

Ou seja não havia doação (nem poderia haver, porque a pintora de Alcanena já falecera) e dizia que não podia facultar documentos........porque a família ou herdeiros de Lucília Moita não deixavam!

 

Isto é ......quem mandava em Maria do Céu Albuquerque seria a família Simão e eventualmente Moita e os herdeiros da Pintora, que podiam ser estranhos à família....

 

isto é o que se interpreta das palavras da srª drª Albuquerque .....

 

Desconhecemos se Maria Lucília Moita fez testamento, porque se o fez, pode ter nomeado legatários, fazendo uso liberalmente da quota disponível, a favor de terceiros estranhos aos herdeiros legitimários.....

 

Inclusivamente podia ter legado os quadros à CMA e não o fez .....aparentemente..

 

E se não o fez, é porque não tinha vontade de os doar à CMA, porque esta não lhe montara o Museu prometido, incumprindo compromissos ...  

 

Por agora chega, mas ...voltaremos a este assunto....

 

Só uma nota mais, para referir que o documento citado considera que a CMA exige taxas ilegais pelo preço das fotocópias, violando a Lei

 

E estão mais que avisados .... 

 

mn

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 12:53 | link do post | comentar

Domingo, 28 de Junho de 2015

 

apariçao.jpg

 Diz algum remoto texto bíblico que não se invoca a Palavra de Deus em vão.

 

 

 Diz o Código Deontológico dos Jornalistas e o código ético da Nova Aliança que há normas (simples) para fazer títulos.

 

E a prática jornalística diz que um director que se preze é que faz as manchetes.

 

Francisco Pinto Balsemão passou largas madrugadas para que  saíssem as páginas do Expresso devididamente paginadas e com os títulos no seu lugar.

 

Marcelo Rebelo de Sousa também trabalhou assim.

 

Estou certo que o director/a da Nova Aliança só se deitou às 9 da manhã para conceber este título.

 

Um jornal não deve mentir, a não ser que seja dirigido por Goebbels ou Monsenhor Moreira das Neves que fazia as Novidades.

goebelds.jpg

 

Ou como José Saramago quando mandou Luís de Barros fazer uma capa no Diário de Notícias de 1975, que dizia '' Amanhã há um golpe de estado fascista''.

 

Azar dele, os fascistas atacaram  noutra data.

 

Mas o Cónego Graça viu Deus

 

Graça oficial.png

e falou com ele e ele mandou-o construir a grande obra.

 

Deus não tinha mais nada que fazer que falar com este cónego e dar-lhe ordens.

 

Como quando falou com Moisés antes de atravessar o Mar Vermelho ou quando o Grande Manitu disse ao feiticeiro dos apaches que era hora de desenterrar o machado de guerra.

manitou.png

 

Como o/a Director/a da Nova Aliança é fiel à ética, transmitiu a mensagem divina.

 

Tal e qual!

 

Quando o Juiz lhe perguntar: porque é que os psicólogos passaram a drogados?

o Reverendo responderá: Foi Jeová que mandou.

 

E a actual Directora

 

ana cabral.jpg

da folha clerical escreverá devota e ética:

 

 

DEUS O QUIS!!!!!!

 

ma               



publicado por porabrantes às 22:06 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Pedrógão no New York Time...

Quando a cacique queria p...

Câmara despreza antigo co...

Fogos reais para animar t...

Pego perde investimento d...

Tropa eucaliptiza Bempost...

Julgar os homicidas de Pe...

Folha de S.Paulo destaca ...

A dama e o varino.

Combater catástrofes sem ...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds