Sexta-feira, 31 de Julho de 2015

direita.png

a abrantina Isabel Galriça Neto é a 10º em Lisboa nas listas da coligação PSD/CDS

 

fonte:Portugal em Frente

mn



publicado por porabrantes às 22:42 | link do post | comentar

 

eucaliptos.png

O assunto dos eucaliptos voltou à agenda política local com a maioria PS a viabilizar todas as plantações e a oposição a criticar.

A eucaliptização desenfreada do território abrantino continua, com os impactos negativos conhecidos e só serve os interesses das celuloses.

Transcreve-se parte do diálogo de surdos na sessão municipal, com a Presidente a arranjar pretextos para se eximir a dar a opinião da CMA, exigida por lei, com o argumento falso de que  as autarquias só têm competências florestais no domínio da protecção civil.

 

Remete-se a cacique e os serviços jurídicos, que a aconselham mal, para este decreto

 

A câmara tem de  ter meios técnicos e humanos para fiscalizar essas actividades, porque se trata duma competência própria dos municípios.

eucaliptos 2.png

E se não tiver (no caso abrantino aparentemente por opção política de favorecer a eucaliptização e ainda de abandonar o mundo rural à sua sorte, fomentando a desertificação) pedirá parecer à administração central.

 

Aquilo que é inadmissível é andar a passar sistematicamente licenças para eucaliptizar, sem inspeccionar o terreno in loco.

 

Quem é que nos garante que os terrenos a eucaliptizar não foram antes montado de sobro ou azinho, onde está  proibido plantar eucaliptos??? 

 

''

Quais as restrições à florestação e reflorestação com espécies de rápido crescimento?

As espécies de rápido crescimento, concretamente as do género Eucalyptus, Acacia e Populus, estão sujeitas a restrições de uso e ocupação, devendo cumprir as condições definidas na Portaria n.º 528/89, de 11 de Julho, nomeadamente:
– Não é permitido reconverter povoamentos de sobreiro e azinheira em povoamentos de eucaliptos e choupos;
– Em áreas ardidas, a substituição de povoamentos de outras espécies por povoamentos de eucaliptos ou choupos deve ser autorizada pela Autoridade Florestal Nacional;
– É proibido mobilizar o solo segundo as linhas de maior declive e é proibido mobilizar o solo a menos de 30 metros de linhas de água;

 

devida vénia à Câmara da Batalha

 

 Só duas notas, a CMA está sistematicamente a invadir a competência da administração central (caso da saúde ou da arqueologia) gastando rios de dinheiro, em assuntos que não são da sua conta.

E sistematicamente está a arranjar pretextos para não assumir as suas competências naquilo que é a sua esfera administrativa, como o é a gestão da paisagem rural.

 

E as desculpas são iguais ao caso da Farmácia da Bemposta, não gastar um tostão nas freguesias rurais e no campo e concentrar tudo no cabeço, abandonando incluindo Vilas como o Tramagal onde o plano estratégico não prevê quase investir um cêntimo.

 

Abandonar o território rural é um crime e uma enorme irresponsabilidade.

 

mn 

 

naturalmente Elza Vitório e Avelino Manana têm toda a razão neste assunto  

 

eucaliptos tramagal.jpg

área de eucaliptos à volta do Tramagal, imagem ''roubada'' ao Tó Zé Carvalho



publicado por porabrantes às 20:55 | link do post | comentar

Baneg-calor.jpg

Baneg com a devida vénia

 

sn



publicado por porabrantes às 20:17 | link do post | comentar

A estrada de ligação de São Facundo ao Vale das Mós, aldeias pertencentes ao concelho de Abrantes (pelo menos em termos de organização territorial), foi local de mais um triste episódio em termos rodoviários. Este fim-de-semana as lesadas foram duas pessoas adultas e três crianças com idades inferiores a 9 anos. Trata-se da única estrada de ligação de duas freguesias, agora unidas pela reorganização administrativa, que continua em terra batida e sempre em péssimas condições. A única intervenção que vai tendo é uma passagem de lâmina de máquina, de quando em quando, como se de um caminho florestal se tratasse.

Há mais de 30 anos que ambas as populações, leia-se também presidentes de junta, se debatem em Abrantes para a sua requalificação. Em todas as campanhas eleitorais, lá vem ela no panfleto para colher os votos. Mas o que vai acontecendo é que os acidentes sucedem-se, umas vezes mais graves do que outras e os governantes por Abrantes vão brincando às feiras, aos “MIAs”, aos mercados, e outras que tais.

Como são aldeias no sul do concelho faz lembrar um comentário de um sr. ministro, para sul “jamais”. As pessoas preferiam com certeza acidentes “jamais”. O que parece é que quem dirige o município não o faz para as pessoas, pelo menos para estas.

A. Tomás

 

no mirante dos leitores,

 

como toda a gente sabe o Mirante é um jornal e não uma folha de couve de valhascos

 

a redacção

 


publicado por porabrantes às 17:34 | link do post | comentar

hália

Uma coisa nos angustiava, saber se a Hália era jornalista ou não.

Finalmente a angústia desvaneceu-se.....

Não é jornalista....

É equiparada a jornalista

hália

 

equiparada.png

 O Marechal Spínola dizia sempre entre um major de cavalaria e um de engenharia, tipo Vasco Gonçalves, há diferenças.....

 

E sobre o Eanes, dizia, vê-se que o tipo não andou no Colégio Militar

 

Se a Hália já pediu a equiparação a jornalista, porque não pede equiparação a  delegada de propaganda autárquica ???

 

E organiza uma visita dos equiparados para  visitar o patrão da Lena para lhe beijar a pulseira.

Podia aprender com a fidalga Ana Soares Mendes, esta beija sempre reverencialmente a jóia do patrão.

 

Ou seja o anel do Sr.Bispo de Portalegre.

 

a redacção

 

 



publicado por porabrantes às 12:40 | link do post | comentar

Quando a piedosa esposa do ex-cacique das Mouriscas saía de casa, no bairro referido, com a carteira cheia de pagelas de Escriva de Balaguer, para distribuir a cada infeliz que encontrava no super-mercado ou no cabeleireiro, benzia-se sempre.

 

Sabem porquê?

 

Porque na Rua Infante D.Luís vendia-se este livro abrantino (obra notável) que arrasava o marianismo fundamentalista made in Fátima.

fatimamente.png

 

 

guilherme silva.png

Quem é o autor?  Os textos são do ex- Abade da Lixa, Padre Mário e as geniais fotos de Guilherme Silva

 

''Começou a trabalhar em fotografia no ano de 1968. Estudou em Lisboa no Instituto Português de Fotografia no início dos anos 70. Fotografou em diferentes países, tais como: Portugal, Moçambique, Marrocos, Espanha, França, Mauritânia, Itália, Holanda e Alemanha. Expôs também em diversos países: Portugal, Espanha, França, Suíça, Alemanha, Dinamarca, Egipto, Congo, Moçambique, Filipinas, Índia e E.U.A. com publicações em jornais, revistas, livros, edições de postais, colaboração com a agência VIVA, de Paris até à sua extinção, e com a agência F.P.G. de Nova Iorque como Freelance Photographers Guild. Algumas das suas fotografias integram colecções particulares e públicas, tais como: Biblioteca Nacional de Paris (França), Museu Carlos Relvas (Golegã, Portugal), World Press Photo (Amesterdão, Holanda), Biblioteca do Hospital Psiquiátrico do Lorvão (Portugal), Teatro dos Estudantes Universitários de Coimbra (Portugal), Câmara Municipal de Lisboa (Portugal), Organização Mundial de Saúde (Genebra, Suíça), Museu do Neo-Realismo (Vila Franca de Xira, Portugal), Casa Museu Dr. Sousa Martins (Alhandra, Portugal), e Arquivo Histórico do Concelho de Abrantes, Portugal.''

 

Informação do Centro Português de Fotografia, onde estão as fotos que ele fez sobre Fátima e que ilustram o livro.

fatimamente.png

É um livro imperdível e que devia ser distribuído gratuitamente aos alunos da catequese.

 

Não vou apresentar o Padre Mário, muitas vezes não concordo com ele, mas a sua crítica a Fátima é arrasadora e obscena a exploração que faz a hierarquia católica sobre aquilo a que o fascista Cardeal Cerejeira chamava, fátuo e pomposo,o

ALTAR DO MUNDO.

 

No texto do link, com algum erro factual, destaca-se o papel do quase abrantino Padre Formigão, um dos encenadores do centro mariano.

 

Para a vaidade apostólica e mundana, do Padre Formigão esta tese de mestrado da Universidade Católica é devastadora.

 

Sobre a incongruência da mensagem dos pastores analfabetos, publica-se esta dúvida do Padre Lacerda, o inimigo do Formigão no negócio de Fátima'.

 

dia 13.png

 (1)

Só para terminar, diz a Imprensa que o Vaticano não quer reconhecer as aparições de Medjugorje.

 

ma

 

. (1)

tese fátima.png

uma tese de teologia da Universidade Católica para perceber os 'meandros das ''Aparições''.   

 

 

 



publicado por porabrantes às 10:36 | link do post | comentar

santa tonta.jpg

É preciso ser Santa para conseguir ter uma opinião abaixo de cónego .

 

Começa-nos a parecer que o a primeira qualidade necessária para ser elevado/a aos altares é ser tonta.

 

Nem sempre foi assim....

 

Tendo sido perguntado a Santo Agostinho, o mais formidável teólogo que teve a Igreja Católica, porque havia putas, respondeu o filósofo:

 

Porque são

 

necessárias!!!! 

 

Está visto que as canonizações express inventadas por João Paulo II criaram as condições necessárias para qualquer tonta ser elevada aos altares.

 

ma

  



publicado por porabrantes às 10:10 | link do post | comentar

 

 

 

mata peixe soares.png

É a acta de 14-7-2015 onde há pano para mangas e deliberações que só dão vontade de rir, dadas as patéticas posições encenadas pela maioria PS.

 

Começa-se por esta:

Primeiro descobre-se que a CMA, que é dona do açude e estava obrigada a monitorizar a passagem dos peixes, parece não saber nada disso e foi perguntar à APA como é a escada passa-peixe do Mondego

 

Recorde-se para os esquecidos, que o açude de Coimbra teve de ser remodelado, já lá vão uns anos e que a obra de remodelação custou uns 3 milhões de euros

 

Portanto a CMA parece assumir que terá de haver uma obra destas e terá de largar dos seus bolsos esta soma, porque se não o faz, o peixe continuará a morrer, e arrisca-se a uma multa, eventual responsabilidade penal e cível por crime contra o ambiente...

 

A CMA diz que falará com a Soares da Costa para lhe pagar uma renda...

 

Renda de quê?

 

Não se pode pagar uma renda de uma mini-hídrica que não existe....

 

Além disso, a Soares da Costa foi notícia nos jornais, porque não se encontra em brilhante situação económica...

 

A SC teria ficado de apresentar um estudo de incidências ambientais até Outubro de 2015....espero que a empresa que fará o estudo não seja aquela que atamancou o estudo sobre a mini-hídrica de Martinchel que deu sonora barraca...

 

O estudo poderá demonstrar que não se deve fazer a obra, porque as incidências podem ser terríveis....

 

A CMA quer começar umas obras em data incerta de 2016...

 

Ora o que devia fazer é já começar a fazer os estudos para montar uma nova escada passa-peixe ou demolir o açude...

 

Têm de pedir à APA os elementos da escada do Mondego!!!!

 

Para adiantar trabalho já têm aqui elementos....

 

E também têm o diagnóstico do que se passa em geral nas barragens lusas (o Açude é uma barragem,sabiam?) com este tipo de equipamentos

 

passa-peixe geral.png

devida vénia a

açude coimbra.png

Entretanto haverá que admitir que o consórcio que fez o Açude de Abrantes fez uma obra inqualificável e que portanto deve ser processado.

 

E que a CMA aceitou a obra em condições indefensáveis!!!

 

E que essa atitude foi irresponsável!!!!

 

Haverá que pedir responsabilidades políticas e técnicas.

 

Estou à espera que a Oposição faça isso, especialmente porque o Poder andou a ocultar a situação e foi responsável por várias matanças no Tejo.

 

Estou à espera que me expliquem como é gastaram uma pipa de massa em monitorização e a dita não funciona, perguntem os Vereadores do PSD e PCP onde está isto?

açude monotorização.png

E que  a Assembleia Municipal forme uma Comissão de Inquérito, mesmo que isso faça o Gomes Mor ficar com os poucos cabelos em pé, e interrogue o Nelson Carvalho, com firmeza e dureza, para saber como montou um açude que é uma armadilha mortal e um crime ambiental, gastando largos milhões de euros.

 

 

 

ma   

 

 



publicado por porabrantes às 08:53 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30 de Julho de 2015

piedade morais.png

in Museu RTP guião dum programa de TV dos anos 60

 

Numa terra em que há lápides em cada canto, daria muito trabalho pôr um pequeno letreiro em Santa Maria do Castelo dizendo que a mais importante estátua romana que há em Abrantes, foi doada por ela?

 

mn

 

 



publicado por porabrantes às 22:28 | link do post | comentar

O Senhor Conde da Bahía (que também acumula o condado de Oliveira dos Arcos) apoia Sampaio da Névoa

 

O Senhor Conde foi nomeado chefe dos Almeidas pela douta opinião do Doutor Candeias Silva.

 

Sendo essa chefia contestada em carta ao Jornal de Abrantes pelo ex-deputado do PRD, dr. Paulo Guedes de Campos, onde dizia que sendo descendente dos Almeidas, não reconhecia o Conde da Bahía como chefe de coisa nenhuma, o nobre aristocrata meteu os nobres pés pelas heráldicas mãos e assumiu que não era Chefe dessa tribo feudal.

 

Espero que ninguém escreva para o boletim a dizer que o Senhor Conde não deve ser apoiante do novo D.Sebastião.

 

Porque o Senhor Conde pode demitir-se outra vez.

 

 

ma



publicado por porabrantes às 17:58 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A cacique e a incubação

Ataques Pessoais (2)

MP acusa Barroca Rodrigue...

Uma bofetada na cara da c...

Eleições

Ana Chambel Dias fustiga ...

Os ataques pessoais

Capitão de Abril denuncia...

Mouriscas contesta Orçame...

Como os caciques despreza...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds