Quinta-feira, 30 de Junho de 2016

cm 6-11-1926.png

Correio da Manhã (Brasil) 6 de Novembro de 1926

 

O político e magnate da construção João Augusto da Silva Martins envia carta demitindo-se do Partido Radical, de que fora líder. O motivo que esgrime, é  decisão do PR se juntar às forças que combatiam a Ditadura. Martins Júnior dá o seu aval à Situação, criada em 28-5-1926, num golpe chefiado pelo seu correligionário do PR, General Gomes da Costa. Este já tinha sido deposto entretanto.

martins jínior 1910.jpeg

Foto de 1910, Marfins Júnior com Afonso Costa, Joshua Benoliel para o ''Seculo.

ma  



publicado por porabrantes às 23:03 | link do post | comentar

centro 2.jpg

a drª Isabel Cavalheiro fará o favor de se actualizar

 

aqui

 

imagem do Coisas de Abrantes, outro post imperdível do Sr. José Vieira

 

ma



publicado por porabrantes às 19:55 | link do post | comentar

gastronomia.png

 

o cartoon preferido da anacletagem

ma



publicado por porabrantes às 19:48 | link do post | comentar

 

 Era 9 de julho 2011

 

 

E depois de uma catalinária contra o dr. Bairrão que teria sido sacrificado`pelo ainda ''dr'' Miguel Relvas, o dr. Armando Fernandes (ex-correligionário de João Pico) escrevia este despudorado elogio ao ''dr.Relvas''.

 

 

Num artigo recente José Niza analisa os membros do novo governo, no seu parecer destaca-lhe a falta de qualidades, acoima uns e outros do que bem entende, a Miguel Relvas desta feita chamou-lhe bom rapaz, assim ao modo de os maus rapazes terem sido recolhidos pelo saudoso Padre Américo. Ao contrário, o tal bom rapaz Relvas desde jovem que é um ganhador, tendo chegado agora ao máximo do êxito. As derrotas rodeou-as de olhos arregalados como convém, aproveitou o exílio imposto por Manuela Ferreira Leite para consolidar posição profissional e acima de tudo montar a máquina propiciadora da vitória de Passos Coelho. Anos antes tinha feito o mesmo a Durão Barroso quando ninguém apostava nele, se calhar nem ele próprio acreditava na possibilidade de vir a ser primeiro-ministro. O dito bom rapaz desenvolveu conhecimentos, tem uma agenda recheada de nomes das mais diversas áreas do conhecimento e por muito que custe a Niza é um vencedor.

 

 

Naturalmente o dr. Armando Fernandes não sabia que o nabantino não era licenciado e também não lido o recorte do Templário acima reproduzido.

 

um gajo não pode ler tudo....

 

A acreditar neste texto as execuções sumárias, como a do Bernardo Bairrão, e o elogio do executor, o pseudo-licenciado Relvas deviam ser feitas à la minute, 

 

 

 dinheiro vivo.pt

 

 

Hoje como muitos portugueses o sr. dr. Bernardo Bairrão está a rir-se à gargalhada do Governo do falso licenciado, dos amigos do falso licenciado, do tipo do Vale da Coelha.......and so

 

 

Quanto a quem usou as secretas, como no tempo da Pide-DGS, para espiar portugueses devia ter moral e juízo. Ao menos podia ter contratado um ex-chefe de secretaria da Universidade para comprovar  os diplomas dos ''licenciados'' que nomeava.

 

Quanto a uma conhecida a minha que está ''perplexa'' pela decisão do Tribunal Constitucional estou para lhe dizer

 

 

 

ò filha actualiza-te.....mesmo que seja on-line.......

 

e dás tu aulas de pós-graduação de Direito!

 

 

finalmente tenho não tenho pena nenhuma que a pensão milionária de algum idoso seja taxada!

 

especialmente se o tipo for um dos políticos que lixou este país!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 17:55 | link do post | comentar

"A dificuldade de acesso a cuidados de saúde em Tramagal mereceu inclusivamente a reprovação da Assembleia de Freguesia pela forma como o processo de atribuição de médicos ao centro de saúde local tem sido gerido ao longo dos últimos anos, com particular incidência nos últimos meses, em que foram reduzidas o número de horas atribuídas para a realização de consultas médicas", pode ler-se no documento.

Refere-se também ser difícil de compreender "a opção tomada pelo ACES de esvaziar o Centro de Saúde de Tramagal de profissionais de saúde, sendo que o mesmo reúne todas as condições físicas para acolher um bom serviço".

Com a mudança, explica o BE, obrigou-se os utentes a deslocarem-se para Abrantes, Santa Margarida e Alferrarede, "num claro desperdício de investimento público em tempos realizado".

usf 2.jpg

 



O Bloco de Esquerda considera "essencial que as pessoas tenham acesso aos cuidados de saúde de que necessitam e aos quais têm direito", defendendo a necessidade de avaliar a situação e invertê-la.
Os deputados do BE perguntam se o Ministério da Saúde "tem conhecimento da situação exposta e por que motivo se vêm registando dificuldades recorrentes para fixar médicos no polo de saúde de Tramagal. (no Correio da Manhã notícia Lusa).

 

pergunta do deputado BE Carlos Matias

 

mn



publicado por porabrantes às 17:37 | link do post | comentar

O colossal currículo de Miguel Relvas (doc 4 de 1997)

 
Miguel Relvas tem um curriculo colossal.

Ainda era aluno interno do Colégio Nuno Alvares já ele se inscrevia na JSD. E não passaram muitos anos sobre essa inscrição para que ele começasse a dominar a orgânica interna do PSD na zona de Tomar/Santarem. E quando se diz dominar quer-se dizer DOMINAR. Expulsou e afastou doutores que, provavelmente, no início não davam nada por ele.

Em 1997 o jornal "A Região" publicou uma compilação de vários documentos saídos em diversos orgãos de comunicação social sobre este personagem. Se quiser consultar essa compilação pode vê-la aqui (documento .pdf).

Nós na Lei do Funil estamos empenhados em contribuir para a acessibilidade destas gemas informativas que, malhas que o tempo e a tecnologia tecem, nos chegaram apenas sob a forma de imagem.

Usando as facilidades proporcionadas por um programa de reconhecimento de caracteres (OCR) tornámos acessíveis a todos, motores de busca inclusivé, os factos mais relevantes do currículo inicial de Miguel Relvas tal como eram conhecidos em 1997 (parte IV)e que, de então para cá, estavam já muito esquecidos...

MR_primeira_pagina_do_Templario_Nov89 (68K)

«Para sabermos o curriculum político de Miguel Fernando Cassola de Miranda Relvas, recorremos ao nosso colega "Voz Imparcial", de 30 de Novembro de 1995, páginas l2 e 13.

Segundo o jornal, nunca desmentido pelo deputado distrital, "Miguel Relvas inscreveu-se no JSD de Tomar em l982, enquanto aluno interno do extinto Colégio Nuno Álvares, constando na sua ficha a morada do estabelecimento de ensino".

Esperto como todos lhe reconhecem ser "rapidamente subiu na estrutura juvenil social democrata". Da concelhia à distrital foi um saltinho. Assim "após a sua eleição para Secretário Distrital, acumulou com outros cargos na direcção distrital do partido e nacional da juventude. Membro do Conselho Nacional e Secretário-Geral da JSD foram alguns dos cargos que ocupou, juntando os cargos do partido, membro do Conselho Nacional, representante da JSD na Comissão Politica Nacional e membro da Comissão permanente distrital de Santarém".

Seriam estas funções na Jota, cuja sede ficava mesmo por cima das instalações da agência de turismo Sinestur que o levaram à realização de grande parte das viagens que efectuou no país, em resultado "dessa minha função", segundo referiu ao Expresso, edição de 6 de Julho de 1996. Isto apesar das requisições de viagens que constam da documentação a que o Expresso teve acesso ser da A.R. e não do partido. Prossigamos...

Seguindo o itinerário político de Miguel Relvas.

No "Congresso da Figueira da Foz, que viria a consagrar Cavaco Silva na liderança nacional do PSD, Miguel Relvas e toda a distrital de Santarém optaram pelo apoio a João Salgueiro". É o mesmo Imparcial que, tipo nota de rodapé, acrescenta "alguns congressistas que o acompanharam nesse evento, recordam-se com sorrisos maliciosos, do seu fervor anti-Cavaco, para tempos depois aparecer como cavaquista convicto".

Sempre pela pena do Imparcial e "Após o afastamento do anterior presidente da distrital scalabitana e governador civil, Dr. Pereira da Silva, Miguel Relvas formou uma lista para a qual indicou um dos seus principais aliados no distrito, Eng. Marçal Ruivo da Silva que viria a ser Governador Civil após ter perdido a disputa eleitoral para a presidência de Abrantes".

O jornal esclarece que é reconhecido pela maioria dos militantes que o ascendente de Miguel Relvas sobre Eduardo Marçal, "torna-o o verdadeiro líder distrital dominando de forma implacável para com os seus adversários internos toda a estrutura partidária".

As habilidades do jovem deputado são reconhecidas pela edição de 30 de Novembro do Imparcial, onde se adianta que "Dentro da estrutura nacional social democrata é conhecida a grande capacidade de Miguel Relvas para conseguir dos mais variados organismos do poder central ou local as nomeações que pretende".

0 jornal elenca seguidamente alguns dos militantes social democratas que bateram com a porta em sinal de protesto quanto aos seus métodos e estratégias pessoais. José Júlio da Silva e o Dr. Júlio de Jesus Bento foram expulsos, enquanto Vasco Pena Monteiro, Dr. Sérgio Pena de Andrade, Dr. Alberto Queiroz e Silva, Dr. António Paiva, Dr. Alberto Rosário Pereira, José Hilário, Dr.ª Isabel Fernandes Silva, a que se devem acrescentar "mais cerca de duas dezenas".

Este jornal de Fátima termina o artigo de investigação com a expressão "ter conhecimento de todas estas artimanhas, no mínimo pouco éticas do seu Presidente".

Miguel Relvas, é claro»
 


publicado por porabrantes às 17:27 | link do post | comentar

vai estudar relvas.jpg

Cidadão abt foi o colega que é o autor desta imagem

 

ma



publicado por porabrantes às 17:10 | link do post | comentar

relvas licenciatura.png

 Resta ao GOL abrir um processo disciplinar e expulsar a criatura. Que os laranjas o expulsem é mais difícil. Hoje é um dia negro pró cavaquismo.

Quanto à Justiça de Portugal cobriu-se de glória.

relvas dr..png

ma



publicado por porabrantes às 15:51 | link do post | comentar

bicho.png

ma


tags:

publicado por porabrantes às 12:43 | link do post | comentar

Equipa Técnica do novo Plano de Urbanização:

 

Equipa Técnica:
Coordenação e conceção geral:
- Jorge Carvalho, urbanista
- Ana Blanco, urbanista/ecologista
- Carina Pais, urbanista
- Ricardo Braz, urbanista/planeador
Colaborações diversas permanentes:
Chefia da Divisão de Ordenamento e Gestão Urbanística
- Carlos Duque, arquiteto
- Evelina Mendes, engenheira ambiente
Serviço de Ordenamento do Território e SIG:
- Clara Pisco, arquiteta/urbanista
- Eduardo Silva, geógrafo
- João Rosa, urbanista
- Mónica Alves, engenheira topógrafa
Colaborações sectoriais:
- Frederico Moura e Sá, engenheiro civil - modelo “Infraestruturas versus Edificabilidade” (conceção e desenho)
- Hugo Pereira, engenheiro geógrafo - modelo “Infraestruturas versus Edificabilidade” (programação)
- Maria João, arquiteta paisagista
- Anselmo Castro e Carlos Jorge - projeção demográfica
- Schiu - carta de ruído
- Ana Neves, gestora - estimativa de receitas municipais
- Serviço de Educação - colaboração na análise e proposta relativa a equipamentos
- Serviço Serviço de Desporto - colaboração na análise e proposta relativa a equipamentos
- SMA - colaboração na análise e proposta relativa à rede de água
- Abrantaqua - colaboração na análise e proposta relativa à rede de saneamento
- Patrícia Venâncio, jurista - apoio jurídico
- Sara Morgado, arquiteta - articulação com projetos de execução
Serviço de Licenciamento - ensaios de aplicação do PUA e revisão do Regulamento
- Carla Louro, arquiteta
- Duarte Pedro, arquiteto
- Rui Correia, arquiteto

 

 

lançam-nos esta prosa: '' Na margem sul, com constituições geológicas dos períodos quaternário e neogénico, o relevo apresenta-se suave, com predominância de montados de sobreiros e azinheiras, alternados com povoamentos de outras espécies florestais, nomeadamente de pinheiro. A urbanização concentra-se nas cotas baixas, estando sujeita ao regime de cheias dos rios Tejo e Torto; a edificação dispersa associa-se à agricultura. No vale do Tejo ocorre ocupação dos solos de aluvião por sistemas agrícolas intensivos.''

 

no capítulo 2. SUPORTE BIOFÍSICO

 

E a malta pergunta onde estão os eucaliptos na margem Sul?

 

E a resposta: não há

 

eucaliptos tramagal.jpg

área ocupada por eucaliptos à volta do Tramagal, devida vénia ao conhecido  geógrafo e autarca tramagalense dr. António José Carvalho

 

o que está à vista de toda a gente, não aparece no texto  

 

moral da história: precisamos duma caricatura destas para  margem sul

eucaliptos torre.jpg

mn 

 



publicado por porabrantes às 12:35 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Abrantes, capital da polu...

Quando o Dr.Bento Pedro q...

Mais peixes morto no Tejo

Trabalhadores protestam f...

''Só temos o que merecemo...

Piedade Pinto no top

O Siresp falhou no Sardoa...

Cobras & lagartos

O abre e fecha no CRIA

Aventuras de Bergoglio

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds