Quarta-feira, 30 de Novembro de 2016

O licenciado Lacão comportou-se hoje como um puto mal-educado, montando uma infame gritaria, com murros na mesa contra a Senhora Doutora Francisca Van Dunen, Ministra da Justiça.

O que se passa é que queria ser ele o Ministro da Justiça, mas dada a sua proximidade a Sócrates está vetado.

O Público conta a história, artigo de Ana Henriques

 

lacão gritos.png

mn

 



publicado por porabrantes às 22:39 | link do post | comentar

Martins Júnior estava em todas. Depois de ter participado activamente nos movimentos golpistas que precederam o 28 de Maio e de ser distinguido a rachar cabeças aos seus antigos amigos sindicalistas da Batalha, em 1928 já conspirava para dar um golpe-anti-fascista .

Pelo menos é o que se conta nesta carta dirigida ao deposto Presidente da República, Bernardino Machado.

bernardino machado 1.png

bernardino 2.png

 

bernardino machado 3.png

O Golpe anti-fascista estava previsto para 1 de Março de 1928 e contava com a participação de Cunha Leal (já desiludido também com o 28 de Maio), o democrático António Maria da Silva e o construtor civil abrantino, certamente com a sua milícia privada, que depois se alistou na PVDE.

A carta ao Ex-Presidente vai assinada por António Resende e tem a data de 28-2-1928.

martins jínior 1910.jpeg

Martins Junior com Afonso Costa (foto Josua Benoliel)

 

Ficam já a saber que o Martins Júnior foi o primeiro fascista abrantino e se calhar o primeiro anti -fascista da cidade e concelho.

Não podia estar quieto, não havia revolução ou bernarda que lhe escapasse.

O documento acha-se na Fundação Mário Soares, donde se reproduz com a devida vénia e donde se retiraram alguns dados.

mn  



publicado por porabrantes às 22:03 | link do post | comentar

  1. O Sr.António Louro e o grupo Amigos da Ribeira das Arcês está a fazer um trabalho notabilíssimo na preservação do nosso património, nas Mouriscas e lança este apelo

 

louro.png

Aqui fica para atenção dos particulares e instituições, deixando nós o nosso obrigado a quem defende o Património.

ma



publicado por porabrantes às 20:18 | link do post | comentar

Homero de matos pagina um.png

O Pide-Coronel Homero de Matos no Jornal onde escrevia Mário Semedo, director Jorge Fagundes.

O Pide (foi episodicamente comandante ou chefe da Polícia Secreta) era natural da nossa bonita cidade.

Quem sabe do assunto é a Irene Flunser Pereira, que aqui aborda a breve passagem do militar pela chefia da polícia política, saneado a rogo do Barbieri. embora oficialmente tenha pedido a demissão 

 

Para os interessados os livros desta especialista, que é que assinala a naturalidade abrantina do coronel de Cavalaria (foi Comandante da EPC)

mn

 



publicado por porabrantes às 19:52 | link do post | comentar

urnas.png

Foto Jornal Alto Alentejo

 

Em 2006 estes dois abrantinos da Bemposta, a Sr D. Carla Luís (primeiro as senhoras) e o irmão, o Senhor Carlos Santos, tinham uma fábrica de urnas funerárias na Bemposta (uma das poucas unidades industriais que então havia nesta freguesia, agora há menos) e a fábrica ardeu. Tiveram de fazer pela vida...

mas o melhor é deixá-los contar a história:

 

rucafarnum.png

 

 A aposta deu certo e a empresa é um sucesso e a maior parte dos trabalhadores é de Abrantes ....que vai trabalhar para a Ponte de Sor

 

rucarfun 2.png

Recortes do Jornal o Alto Alentejo, com a devida vénia

 

Era em 2006, Presidente da Câmara o Nelson Carvalho, que deixou uma empresa abrantina, gerida por abrantinos, com mão de obra abrantina,situada numa freguesia deprimida social e economicamente,  partir para a Ponte de Sor, aparentemente sem tugir nem mugir.

 

Quantas mais empresas partiram desta terra, por falta de apoio e acarinhamento, enquanto Sua Excelência, o Visionário andava à caça de empresários-fantasma e peritos em calotes, como o famigerado Alves da RPP?????

rpp mirante.jpg

 A mania das grandezas é típica de certos políticos megalómanos. A economia dum concelho defende-se acarinhando e estimulando os empresários que estão no terreno e não caçando investimentos aldrabónicos.

ma



publicado por porabrantes às 16:39 | link do post | comentar

am novembro 2.jpg

am novembro 3.jpg

 



publicado por porabrantes às 09:02 | link do post | comentar

Terça-feira, 29 de Novembro de 2016

Era 2008. Era Presidente da Câmara, Nelson Carvalho. Era Presidente dos SMAS esta criatura

cacique.jpg

e um veículo dos SMAS destroçou a vida e a saúde a uma senhora pegacha, perto do cemitério do Pego

 

Passo a transcrever os factos:

 

'' (...)1. No dia 13 de Agosto de 2008, pelas 07 horas, ao km 139,40 da E.N. 118, em Pego, ocorreu o embate entre os veículos …-…-ZC (ligeiro de passageiros) e …-…-HG (pesado de mercadorias especial recolha de lixo);
2. O veículo ZC era conduzido por Eduardo … e transportava a Autora, enquanto o veículo HG era conduzido por Joaquim …;
3. O veículo ZC circulava na Rua da Estrada Velha, no Pego, no sentido Rua da Estrada Velha - E.N. 118 - Concavada;
4. O veículo HG circulava na Rua do Cemitério, no Pego, no sentido Rua do Cemitério - E.N. 118 - Abrantes;

5. Ao referido km 139,40, a E.N. 118 apresenta um entroncamento, dentro da curva à esquerda, com a Rua da Estrada Velha e outro com a Rua do Cemitério;
6. Em cada um desses dois entroncamentos, os veículos que circulam pela Rua da Estrada Velha e pela Rua do Cemitério e que pretendam aceder à E.N. 118, encontram um sinal de STOP;
7. À data da colisão, a FF, Ld.ª, tinha a responsabilidade civil por danos causados a terceiros pelo veículo …-…-ZC transferida para a Ré CC, SA pela apólice n.º 34/475893/002;
8. À data da colisão, os Serviços Municipalizados da Câmara Municipal de Abrantes tinham a responsabilidade civil por danos causados a terceiros pelo veículo …-…-HG transferida para a Ré BB, SA, pela apólice n.º 0001827553;

9. A Autora nasceu em 11 de Agosto de 1952;
10. No local em que a Rua da Estrada Velha e a Rua do Cemitério entroncam na E.N. 118, aquelas duas vias distam cerca de 10 metros;
11. A Rua do Cemitério, na parte que antecede o entroncamento com a E.N. 118, é plana;
12. O veículo ZC, ao chegar ao entroncamento formado pela Rua da Estrada Velha e a E.N. 118, parou no sinal de STOP;
13. Ao mesmo tempo que já tinha o sinal luminoso de mudança de direcção ("pisca-pisca") da direita ligado;
14. Após ter o veículo imobilizado, o condutor do veículo ZC olhou para a esquerda e para a direita;
15. Ao verificar que não circulava qualquer veículo automóvel na E.N. 118, reiniciou a marcha e avançou;
16. Quando o veículo ZC já se encontrava na E.N. 118, ocupando a hemi-faixa de rodagem destinada ao sentido de marcha para Alvega-Concavada, tendo percorrido cerca de seis a sete metros da E.N. 118, foi embatido na lateral direita pela frente do veículo HG;
17. O veículo HG, ao chegar ao entroncamento formado pela Rua do Cemitério e a E.N. 118, não parou ao sinal de STOP aí existente;
18. O condutor do veículo HG seguia no sentido de Abrantes;

19. Ao aperceber-se da presença do veículo ZC a circular na E.N. 118, o condutor do veículo HG accionou o sistema de travagem;
20. Deixando no pavimento da E.N. 118 um rasto de travagem na faixa de rodagem ao longo de 2,10 metros;
21. Em resultado desse embate, o veículo ZC rodopiou e ficou imobilizado na faixa de rodagem da E.N. 118, perpendicularmente à berma;
22. Distando entre a sua traseira e o lancil 0,45 metros e 14,20 metros entre a frente e o Fontanário do Largo Nossa Senhora dos Aflitos;
23. Entre o rasto de travagem da roda da frente esquerda do HG e o fontanário do Largo Nossa Senhora dos Aflitos distavam 9,10 metros;
24. A faixa de rodagem da Rua do Cemitério tem a largura de 5,40 metros;
25. A faixa de rodagem da Rua da Estrada Velha entre o ilhéu e o lancil da berma direita tem a largura de 5 metros;
26. A faixa de rodagem da E.N. 118, em plena curva, no local onde entronca a Rua da Estrada Velha, tem a largura de 6,80 metros;
27. Do embate entre os mencionados veículos resultou para a Autora um traumatismo craniano com perda de conhecimento, traumatismo facial e traumatismo do ombro esquerdo;
28. Em consequência das lesões sofridas nesse embate, a Autora foi conduzida ao Hospital de Distrital de Abrantes, tendo feito radiologia e tendo tido alta;

29. Nessa altura, a Autora tinha dificuldade em abrir a boca, em comer e tinha edema na face;
30. Após seis dias, a Autora foi novamente ao Hospital Distrital de Abrantes, devido a confusão e dores;

31. Fez uma TAC no Hospital Distrital de Abrantes e foi depois transferida para o Hospital S. Francisco Xavier;
32. No Hospital S. Francisco Xavier foi observada e teve alta para o domicílio;
33. Na TAC crânio-encefálica realizada na Clínica Diamecom, por apresentar cefaleias associadas a náuseas, a Autora revelava fractura da arcada zigomática e asa esfenoidal esquerdas, envolvendo a parcela posterior da órbita e hematoma intra-sinusal esquerdo ao nível do seio maxilar, com solução de continuidade da parede anterior do seio frontal adjacente às células etmoidais anteriores e em topografia paramediana direita, com calcificações no seio do tecido celular subcutâneo adjacente;
34. Na TAC da face realizada na Clínica Diamecom verificou-se uma fractura malar esquerda múltipla com envolvimento da parede anterior do antro maxilar, bem como da parede posterior envolvendo a arcada zigomática, com líquido espontaneamente hiperdenso, traduzindo a existência de hematoma no seio do antro maxilar;
35. Verificou-se, também, neste exame, a existência de um ligeiro desalinhamento e fractura da asa do esfenóide esquerdo, relativamente alinhada, envolvendo a parede postero-externa e pavimento da órbita, com ligeiro afundamento da vertente mais periférica do pavimento, sem alterações à direita mas com muito ligeiro espessamento do revestimento mucoso no pavimento do seio maxilar;
36. Devido ao edema da face, as dores que sentia e anestesia da arcada e do lábio, a Autora fez dieta líquida e aplicação de gelo;
37. A Autora tinha alterações de equilíbrio e raquialgias;
38. A Autora apresentava rinorraquia à esquerda;
39. A Autora foi submetida a cirurgia;
40. A Autora sentia tonturas quando fazia movimentos com a cabeça;
41. A Autora mantinha lacrimejo e corrimento nasal persistente;
42. Como consequência do mencionado embate resultou para a autora um traumatismo da face, o qual lhe causou desadaptação das próteses parciais removíveis e fractura de peças dentárias;
43. A Autora foi sujeita a exodontia do dente 2.3 e a restauração do dente 3.4.;
44. Foi-lhe colocada prótese parcial removível, em acrílico, com 10 dentes e prótese parcial removível, esquelética, inferior;
45. Fez exodontia do dente 2.1 com colocação imediata de prótese superior;
46. Como consequência do embate, a Autora esteve, desde 13 de Agosto de 2008 até 12 de Fevereiro de 2011, com défice funcional temporário total;
47. Como consequência do embate, a Autora ficou com défice funcional permanente da integridade físico-psíquica fixável em 17 pontos;
48. Como consequência do embate a Autora apresenta, actualmente, síndrome pós traumático, cicatrizes superficiais da face visíveis a menos de um metro, insónia, tonturas e perda de equilíbrio, ideação suicida e isolamento e limitação na abertura da boca; (petição inicial datada de 22.07.2011)
49. Sente-se muito ansiosa, desgostosa e triste, evitando olhar-se ao espelho e expor-se na rua;
50. Sente-se envergonhada das pessoas olharem para ela por causa das cicatrizes;
51. Não consegue subir escadotes nem estar em ambientes com muito ruído;
52. Tem dificuldade quando mastiga, a "cortar" e "rasgar" alimentos;
53. Como consequência do embate a autora sentiu dores intensas, que continuou a sentir durante o período em que se encontrou submetida a tratamento e que actualmente ainda sente; (petição inicial datada de 22.07.2011)
54. Sofreu incómodos nos internamentos hospitalares, na realização dos exames médicos, nas deslocações a instituições hospitalares e esperas;
55. Com as alterações de hábitos alimentares para líquidos e pastas;
56. E com a necessidade que teve de ser auxiliada por terceira pessoa para se alimentar;
57. A Autora sofreu quando sentiu que nunca mais iria ser a mesma pessoa;
58. Antes do embate, a Autora era uma pessoa com uma grande alegria de viver e saudável;
59. As dores sofridas pela Autora em consequência do embate situam-se num grau 05 numa escala crescente de 07 graus de gravidade;
60. As cicatrizes que apresenta como consequência do embate situam-se num grau 04 numa escala crescente de 07 graus de gravidade;
61. À data do embate a Autora exercia funções de auxiliar de serviços, auferindo a retribuição mensal de € 450,56 x 14, acrescida do subsídio de alimentação no montante de € 88,00 x 11;
62. O veículo ZC pertencia, à data da colisão, à FF, Lda;
63. O veículo HG pertencia, à data da colisão, aos Serviços Municipalizados da Câmara Municipal de Abrantes;

64. Os condutores de ambos os veículos conduziam-nos no âmbito das suas funções de motoristas, por conta e sob as ordens dos donos dos mesmos;
65. Por sentença datada de 19.12.2001, transitada em julgado, proferida nos autos de processo especial de acidente de trabalho que correram termos pelo Tribunal do Trabalho de Abrantes com o n.º 261/09.0TAABT, em que figurava como Autora AA e Ré a CC, a Ré CC foi condenada a pagar à Autora a pensão anual e obrigatoriamente remível de € 1.153,58, devida desde 13.02.2011 e na quantia de € 32,00 a título de transportes, por força do acidente de trabalho sofrido no dia 13.08.2008, pelas 07h00, quando trabalhava por conta da FF, Lda.  

 

(....)'' -Factos Provados

 

Isto é o motorista dos SMAS não parou num stop e quase matava uma cidadã, podem dizer-nos qual o procedimento disciplinar aberto contra o tipo????

 

Continuando, a seguradora e a senhora pegacha recorreram, e a Veneranda Relação, em 6-10-2016, deu razão à vítima e agravou a sentença do Tribunal de Abrantes, ''(...) X - Nestes termos, consideramos exígua a quantia total de €11.000,00 fixada na sentença recorrida, para reparação dos danos não patrimoniais na vertente do quantum doloris e do dano estético, reputando adequada e equitativa a quantia de de 35.000,00€.

*****

IV - Decisão
Pelo exposto, julgando improcedente a apelação da Ré DD, S.A., e parcialmente procedente a apelação da Autora AA, revoga-se em parte a sentença recorrida, e, por via disso, condena-se a identificada Ré a pagar à Autora a quantia de de 35.000,00€ (trinta e cinco mil euros), a título de compensação pelos danos não patrimoniais sofridos, mantendo no mais a sentença recorrida, quanto à condenação na quantia de 15.000,00€ (quinze mil euros), a título de compensação pelo dano biológico.. ''.
(...)

 

Face a isto, pergunta-se:

 

Porque é a Imprensa não abordou isto?

 

O sofrimento duma senhora pegacha não vale nada???

 

Desencadeou a Presidente dos SMAS um inquérito interno para averiguar a responsabilidade do motorista???

 

Porque é que isto não foi discutido em sede municipal???

 

Não convinha????

 

ma

 

texto entre aspas: Acórdão da Relação de Évora de 6-10-2016, com a devida vénia



publicado por porabrantes às 22:07 | link do post | comentar

Huber con gorra.PNG

Comandante Hubert Matos, um dos artífices da Revolução contra Batista, metido numa cela por Fidel.

Temos de agradecer que os Castros não tenham tido ''cojones'' para fuzilar um revolucionário????

Já chega de pias ladainhas em louvor de Fidel

 

Huberto Matos! Presente!!!!

 

Camilo Cienfuengos!!!!

 

Presente !!!!!

cienfuegos.jpg

 

Quanto a Raul ????

 

Já não há tribunais ????

 

 

mn

 

sobre Hubert Matos ler o que o dr. João Soares postou no facebook

    


tags:

publicado por porabrantes às 19:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 2 de Março de 2015

invesfundo.png

celebrada a 24 de Junho de 2014 tinha os seguintes sócios, um dos quais o homem mais rico da Cabeça Gorda,

invesfundo 42.png

e  parceiro eticamente aconselhável para ser um grande amigalhaço do Rev.Cónego José da Graça, grande investidor internacional que meteu massa do Centro Interparoquial de Abrantes, no Goldam Sachs, de que é administrador um amigo meu que foi Ministro.

 

A GESFINO foi Presidente da Assembleia Geral do BES.

 

A Invesfundo andou metida em bonitos negócios. Quanto ao papel comercial da Rio Forte alimenta as evasivas de alguns e a falta de memória de Zeinal Brava e temo que a surdez do Conceição Guilherme.....

 

A propósito terá o Sr.Cónego investido no papel comercial da Rio Forte, como investiu na Goldman Sachs, digo investimentos relacionados com as propriedades amplas e viçosas da herança Baeta e o património da Fábrica da Igreja?

 

A Mariana Mortágua explica aqui o que era a Rio Forte.

 

Pode o Sr.Cónego explicar o paradeiro do Zé Grande, como eu explico onde estava a sede da Rio Forte????

rio forte.png

Se a Rio Forte está falida, o sócio dela na Invesfundo como está?????

 

Poderia o Centro Interparoquial fazer um empréstimo ao Guilherme ou organizar um peditório?

 

Ou o Cónego pedir às Doroteias que das centenas de milhares que já receberam da CMA saia um subsídio para o Guilherme e uma esmola pró Salgado?

freiras doroteias.jpg

freiras 2.jpg

 

freiras 3.jpg

 

 

 

quem é que tem mais fundos imobiliários fechados em Abrantes?

há algum da Lena em Alferrarede?????

quanto é que pouparam com isto em IMI enquanto os desgraçados são esfolados????

 

houve partidos locais que receberam dinheiro desta gente?

 

pode o sr. dr. Humberto Lopes telefonar para o Luxemburgo para saber se alguém da RIOFORTE tinha casa na Serra da Estrela e já agora informo que a primeira casa das Doroteias foi na Covilhã, mas não na Serra. 

 



publicado por porabrantes às 19:00 | link do post | comentar

hotel.png

O Grupo Lena procura um Director pró Hotel de Abrantes, por enquanto ainda não procura um nadador-salvador prá piscina que recebeu quase à borla

Recomendamos o ex- director da Pensão Maria do Céu

carlos marques.png

Podem pedir referências do algarvio a Maria do Céu Albuquerque que quis vender uma piscina por 6.000 € ao distinto empresário

cacique.jpg

Local de trabalho: Praça Raimundo Soares, 17

ma



publicado por porabrantes às 17:52 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Centroliva parcialmente e...

Os guerreiros ibéricos

A obscenidade aérea choca...

A generosa doação à Assoc...

Mistérios das Mouriscas :...

Extorsão passional à abra...

D. Augusto César e o padr...

O carvão do Pego na Impre...

Damos voz à comunidade ci...

Quando começou São Macári...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds