Quinta-feira, 7 de Setembro de 2017

Novamente fogo em plena área urbana. O edifício das Finanças do Rossio em risco. O edifício está fechado ao público, mas serve de arquivo das Finanças de Abrantes.

Mais de 72 bombeiros, vários meios aéreos, alguma corporação de fora de Abrantes, para resolver uma situação que ameaçou também várias vivendas no Fojo.

Valeu para parar o fogo que algum proprietário tivesse as terras limpas.

Pergunta-se qual é a prevenção nesta terra?

Andou o Luís Alves a fiscalizar quem tem mato atrás das casas?

Ardeu parte da Quinta da Omnia (uma parcela afastada do solar Ataíde).

Porca Miséria.

ma 

ps-só a Rádio Hertz conseguiu noticiar o fogo, em cima do acontecimento.



publicado por porabrantes às 20:55 | link do post | comentar

Recebemos um comentário ao post Tesourinhos das Autárquicas 2. Como é habitual sempre que se publica um texto da Senhora D.Maria Fernandes lá chega uma caterva de injúrias e acusações disparatadas.

Diz a maioria que não faz ataques pessoais, vê-se bem a coerência.

Se a visada entender que deve ser publicado e quiser responder agradece-se que nos diga para porabrantes@hotmail.com.

a redacção

  


tags:

publicado por porabrantes às 19:09 | link do post | comentar

Presentes os munícipes João Luís Guiomar e dois seus vizinhos, residentes em S. Macário, freguesia de S. Miguel do Rio Torto, que se referiram à permanência e à chegada de mais indivíduos de etnia cigana, que estão a desenvolver obras com vista à sua instalação na localidade. Aludiram ao facto de se encontrarem dispersos pelo chão fios de electricidade, com todos os inconvenientes que daí poderão advir para as pessoas que transitam no local, e manifestaram o descontentamento da população por esta situação, pedindo a intervenção da Câmara para que não permita tais obras e que procure manter a ordem pública.

 

O Presidente da Câmara fez alguns comentários acerca do exposto e disse que a Câmara ia deliberar sobre o assunto.

 

Reconhecendo a urgência de deliberação imediata sobre este assunto, foi dado cumprimento ao disposto no Artigo 83º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro.

 

Deliberação: Por unanimidade, à Fiscalização Municipal para ir ao local e verifique se estão a ser executadas as referidas obras, sem o respectivo licenciamento, devendo o assunto ser convenientemente acompanhado por aquela fiscalização.

Oficiar à EDP – Distribuição Energia, S.A. para que verifique e resolva a situação dos fios de electricidade dispersos pelo chão.

 

Oficiar também à P.S.P. – Polícia de Segurança Pública para que vigie o local em questão com vista à manutenção da ordem pública.

 

acta 26/2003

 

Pergunta-se ao Luís Reis o que fez para terminar com o bairro da lata.

 

ma 



publicado por porabrantes às 18:47 | link do post | comentar

Presentes os munícipes Diamantino Fouto Jacinto e outro, acompanhados pelo Presidente da Junta de Freguesia de São Miguel do Rio Torto, apresentaram as seguintes reclamações relacionadas com a permanência de indivíduos de etnia cigana em São Macário:

 

  • - Retiram a luz das linhas da EDP, não cumprindo minimamente as regras de segurança, o que pode dar origem à ocorrência de acidentes graves e até mortais.

As luzes estão ligadas de dia e de noite e têm sempre a música com o som bastante elevado, prejudicando o descanso dos outros moradores, dado que alguns até trabalham de noite;

  • - Provocam e ameaçam os outros moradores, dão tiros durante a noite, alguns conduzem sem terem carta de condução e pedem água potável aos residentes, agravando-se a situação com o aumento significativo desta população;
  • - Possuem construções em alvenaria no interior das barracas.

 

Face ao exposto, os Munícipes pretendem que a Câmara oficie à EDP a solicitar a substituição dos fios das linhas da EDP, por cabos naquela zona, para evitar este tipo de ligações, bem como uma fiscalização mais intensa por parte das forças de segurança.

 

O Presidente da Câmara explicou todas as dificuldades existentes neste processo, nomeadamente, o facto daquele espaço se situar na estrema do limite urbano da cidade, o terreno pertencer a particulares e se encontrar ocupado por aqueles indivíduos há cerca de 18 anos, conforme declararam os munícipes e também por a Câmara Municipal não ter responsabilidades na distribuição da energia eléctrica, sendo esta responsabilidade da EDP.

 

Referiu ainda que a Câmara Municipal irá oficiar à EDP, dando conhecimento das queixas apresentadas e alertando para as responsabilidades em caso de acidente, bem como solicitar à Guarda Nacional Republica e à Polícia de Segurança Pública para intensificarem a fiscalização naquela zona.

 

Acta de 21-10-2002

 

Face a isto verifica-se que houve alturas em que a CMA e a Junta de S:Miguel eram capazes de abordar a questão da urbanizaçao nómada.

 

Com Maria do Céu Albuquerque faz-se como a avestruz.

 

ma



publicado por porabrantes às 18:34 | link do post | comentar

Graça oficial.png

 

VEREADORA ISABEL CAVALHEIRO

 

A Vereadora Isabel Cavalheiro .

 

 

 

Voltou a referir-se ao grande volume de caixas e caixotes existentes em frente ao Centro Social Interparoquial de Abrantes, o que causa uma péssima imagem a todos os que circulam na Avenida D. João I, pelo que solicita que os serviços da Câmara insistam com o referido Centro para proceder à remoção das caixas com a máxima urgência.

 

Acta nº 25/2002

 

teremos pachorra para ler estas actas todas?

 

ma 

 

 

 



publicado por porabrantes às 18:19 | link do post | comentar

Câmara de Abrantes Diz Que Quer Ouvir Trabalhadores Despedidos de Aterro Sanitário
Por FERNANDA RIBEIRO
Quarta, 11 de Julho de 2001

Presidente da autarquia justifica atraso no esclarecimento dos factos com querer "primeiro ler nos jornais o que dissera o PSD"

FotoO presidente da câmara de Abrantes, Nelson Carvalho, afirmou anteontem que gostaria de ouvir os ex-trabalhadores da empresa gestora do aterro sanitário intermunicipal que denunciaram alegadas irregularidades na gestão daquela infra-estrutura, Elsa Jofre e Augusto Rosa.

"Pedimos à Elsa Jofre e ao Augusto Rosa que nos digam em que meses, e em que municípios foram debitadas toneladas a mais na pesagem dos resíduos depositados no aterro", disse Nelson Carvalho, numa conferência de imprensa. Até ontem, porém, nenhum destes dois ex-trabalhadores despedidos do aterro gerido pela Solurbe (uma empresa do grupo Lena) tinha sido contactado pela autarquia.

Para o presidente da câmara, as práticas irregulares afiguram-se pouco plausíveis, uma vez que "a pesagem dos carros é automática e os dados são directamente transmitidos ao computador", sublinhou.

Se acaso Nelson Carvalho se tivesse dirigido directamente aos autores das denúncias, talvez eles lhes tivessem dito, como o fizeram ao PÙBLICO, que "só a partir da semana passada o sistema de pesagem passou a estar ligado ao sistema informático".

"A pesagem era, de facto, electrónica, mas não automática. Ou seja, o que aparecia no visor da balança não estava directamente ligado ao computador. Só agora é que passou a estar", garantiu Augusto Rosa.

Quanto às outras denúncias, nomeadamente as que diziam respeito a rupturas nas telas do aterro, o presidente da câmara desafiou também os ex-trabalhadores da Solurbe a dizerem onde e quando se aperceberam desse problema."Escavaremos o que for necessário para apurar a verdade", prometeu. "Correu a ideia de que o aterro intermunicipal é uma balda. Eu desminto categoricamente. Há controlo ".

Questionado sobre a razão pela qual a câmara demorou uma semana a pronunciar-se publicamente sobre os problemas relativos ao aterro - que já haviam sido tornados públicos no início de Junho -, o autarca socialista disse que isso se deveu ao facto de querer "primeiro ler nos jornais o que dissera o PSD, na conferência de imprensa realizada na semana passada". Além disso, "houve também que preparar um 'dossier', compilando a informação disponível", salientou.

No encontro com a imprensa participou também o vereador responsável pelos pelouros das Obras e do Ambiente, Julio Bento, segundo o qual o auto de noticia levantado pela Direcção Regional do Ambiente, em que eram suscitados vários problemas que afectavam o aterro, foi feito "a pedido da câmara".

"O auto de notícia foi por nós solicitado", disse o autarca, declaração que

posteriormente corrigiu: "O que nós pedimos foi um inquérito rigoroso, na sequência de um telefonema anónimo em que se falava de práticas idênticas às que a engenheira Elsa Jofre refere ".

Já para o técnico de Ambiente da Câmara de Abrantes Pedro Fontes, "tecnicamente, as denúncias feitas revelam má sustentabilidade", até porque "a deposição de pneus em aterro de resíduos sólidos urbanos não é proibida pelas directivas comunitárias" - que, por enquanto, também ainda não consideram perigosos os resíduos de amianto oriundos de calços de travões de automóveis, material igualmente depositado no aterro. Topo de Página

 

devida vénia ao Público

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 17:10 | link do post | comentar

Na SIC, Duarte Marques e Mariana Mortágua debatem as viagens a Seattle. Sobre Abrantes disse Duarte Marques: o que é preciso saber é se os Presidentes da Câmara de Abrantes  (e doutras ) ''por irem as essas viagens fizeram ou não fizearam contratos a essas empresas''.

E termina, sarcástico, os jornalistas quando fazem viagens pagas depois assinalam nos artigos que escrevem,  que viajaram a convite de X.

Ou seja os autarcas deviam assinalar nos contratos que benesses receberam  das empresas com que contratam.

veja o vídeo  

ma



publicado por porabrantes às 16:22 | link do post | comentar

'' (...) Já o mesmo não pode dizer o anterior presidente da Câmara de Torres Novas, António Rodrigues, assim como a actual presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, que, segundo refere a investigação jornalística, aceitaram convites para visitar a sede da Microsoft. Episódios menos edificantes nas relações do poder local com o poder das multinacionais, e do agenciamento partidário em que o PSD surge envolvido.(...)

 

Editorial do Ribatejo



publicado por porabrantes às 10:08 | link do post | comentar

A PGR está a recolher elementos sobre as famosas viagens a Seatlle dos autarcas, entre os visitantes encontrava-se Maria do Céu Albuquerque segundo esta confirmou a vários medias.

Os municípios da CIMT foram convidados também.

Para melhor estudo do caso, ler o I.

mn



publicado por porabrantes às 08:21 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

D. Augusto César e o padr...

O carvão do Pego na Impre...

Damos voz à comunidade ci...

Quando começou São Macári...

Agruras do exílio

Ordem de S.Maurício e São...

Dia do Senhor: Salvando p...

Operação Marquês chega ao...

La Vanguardia destaca euc...

Compra de estátua de Sant...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds