Terça-feira, 25.04.17

moscas.jpg

 

 O povo deixou os políticos a falar sozinhos. A credibilidade do caciquismo é esta!

 

Viva o Povo!

ma



publicado por porabrantes às 21:13 | link do post | comentar

25-b.png

retirado da revista Camões, dum artigo de João Pedro Paiva Boléo, ''A BD e o 25 de Abril''

 

o autor do cartoon :SAM 

 

o herói: o saudoso Guarda Ricardo

mn



publicado por porabrantes às 09:51 | link do post | comentar

Quarta-feira, 04.05.16

convite 24.jpg

A Assembleia abrantina paga aos seus deputados (como a de Tomar) para discursar sobre o 25 de Abrantes. Na sequência dum post do colega Tomar na Rede, o Mirante pega no assunto.

Há outras coisas que a malta gostava de saber e que o Mor pode elucidar. A poetisa centenária também foi paga?

Vou condenar isto?

Não, no fascismo também se pagava aos incautos que eram embarcados em camionetas dos Claras para irem a Lisboa aclamar Salazar.

E ainda lhes davam uma bucha.

Seguir os costumes políticos tradicionais não é mau, é a persistência na continuidade.

No entanto, consultada a tabela dos pagamentos aos deputados, deve-se constatar que foram mal pagos.

Aturar a poesia centenária a estes preços de fome, é uma tortura. Fazem o favor de aumentar os senhores (e senhoras) que têm de aturar os atentados à métrica da vate da UTIA.

mn     



publicado por porabrantes às 10:51 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.04.16

Em Tomar ultrapassou os 5.000 € !

 

Um grande post no Tomar na Rede

 

ma



publicado por porabrantes às 22:04 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.04.16

às moscas.jpg

A sala da Escola Manuel Fernandes às moscas na ritual comemoração do regime. Mesmo chamando os novos e os velhos para virem ouvir a chata e redundante discurseira dos políticos locais, o povo fez-lhes um manguito.

manguito.jpg

O povo está no seu direito. É soberano. Viva o Povo!

a redacção



publicado por porabrantes às 13:37 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25.04.16

fidel.jpg

O pior é que a única coisa que tinha lido além do RDM era o Manual do Legionário da autoria do General Delgado e do Brigadeiro Fernando de Oliveira, nosso vizinho de Tomar.

Valha-nos o Vilhena!

Porque o beatério tem a Nossa Senhora de Fátima!

fátima 1924.jpg

Quanto aos esforçados políticos abrantinos têm aquela centenária que trova ao Cónego e que hoje abrilhantará a Assembleia Municipal em nome da UTIA.

 

Não se prevê que saia um verso destes:

 

 

 

Mas o Dr.Consciência

Tinha falta de paciência,

Dizia mal da Presidenta

Dizia que isto era uma Câmara Lenta

 

Isso não se faz

Mas nisso era contumaz

É ser indisciplinado

E muito mal-criado

 

Ando na UTIA

Rezo à Virgem Maria

O 25 de Abril foi muito bonito

E está tudo dito

 

 

ma

 

 

 



publicado por porabrantes às 11:19 | link do post | comentar

Domingo, 24.04.16

 

por João Carlos Lopes

 

''Em boa hora, a maioria socialista engendrou um momento cívico à altura das comemorações do 25 de Abril, designadamente a oferta de um porco no espeto à população"

 

Em boa hora, a maioria socialista engendrou um momento cívico à altura das comemorações do 25 de Abril, designadamente a oferta de um porco no espeto à população, motivo que incendiou o debate ideológico em redor dessa data tão longínqua, mas assaz presente na nossa memória.

A oposição, pobre e mal agradecida, logo deitou achas na fogueira onde o berrão vai ser depilado. O PSD acha que a ideia não é muito feliz, porque se enquanto país já somos os PIGs da Europa, como concelho vão-nos chamar o PIG do Médio Tejo.

O BE disse logo que embora seja contra, vai votar a favor do porco, tirando o espeto. Mais tarde emendou a sua posição, dizendo que embora vote contra é a favor, se as sandes forem de pão caseiro e não do Belmiro, e distribuídas a todos e todas e ainda aos outros, sem distinção de raça, sexo, género, feitio, credo, estrutura parental das famílias, estilo de rastas no cabelo, orientações clubistas e tudo.

Por seu lado, o PCP, fiel à sua ortodoxia marxista-leninista e ao primado da luta de classes e à dialéctica engeliana e ao materialismo histórico e ao camarada Álvaro, não admite que as bebidas tenham de ser pagas à parte, dado que a classe operária, a enfiar sandes e coiratos sem a mine do costume, corre o risco de ficar embuchada e fazer o jogo da reacção.  (...)''

 

Leia o resto

João Carlos Lopes no ''Jornal Torrejano''

 

com a devida vénia

a redacção



publicado por porabrantes às 13:03 | link do post | comentar

regenerar.png

 Dos jornais: 300 políticos recebiam avenças do saco azul do BES

 

Tó Zé Seguro: ''É preciso separar a política dos negócios''

 

a redacção



publicado por porabrantes às 10:33 | link do post | comentar

Sábado, 23.04.16

beco.png

luís alves.png

É certamente uma das melhores homenagens toponímicas ao 25 de Abril e das mais insólitas.

 

A toponímia é competência das edilidades, que aceitam sugestões das Juntas

b[1].JPG

Sede da União de Freguesias que meteu o 25 de Abril num beco (1)

 

 

 

S.Miguel e Rossio foram quase sempre feudo PS (S.Miguel menos, teve algumas juntas PSD com o saudoso Matos Gomes, que salvou o Carvalho de levar lá uns safanões a tempo do pobre povo)

 

Portanto temos de saudar a Céu

cacique.png

e o Luís Alves por manterem o 25 de Abril num beco.

 

Estou certo que o cacique integralista de S.Miguel

henrique augusto.png

nunca meteria o 28 de Maio num beco.

066_006.jpg

Século Ilustrado    

 

 

mn

(1) foto gamada pela extinta Junta ao dr. Rui Lopes e por nós desviada à Junta  



publicado por porabrantes às 12:26 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.04.16
Domingo, 25 de Abril de 2010

(...)A África entrou na vida de Artur Catarino aos 30 anos. “Fui para lá e comecei do nada. Mas fiz uma obra que ficou, digna de se ver ainda hoje”, garante o administrador da Progelcone, a empresa especializada no fabrico de cones para gelados que emprega 120 pessoas na zona de Cascais e que Artur Catarino criou, quase a partir do nada, depois de regressar a Portugal. “Saí da universidade aos 11 anos. Fiz a quarta classe em Mação, Abrantes, e vim trabalhar para Lisboa. Fiquei quinze anos numa firma de distribuição de queijos e carnes. Em 1965, ofereci-me para ir para Moçambique.”

Cinco anos depois, o negócio prosperava na Matola, perto de Maputo. De tal modo que, quando foi proibida a importação de carne de porco da metrópole, Artur Catarino teve condições para abrir a sua fábrica. A Bomsuíno, que continuou a crescer. A 24 de Abril de 1974 saiu de Maputo com a mulher a caminho da Alemanha, para comprar máquinas. Estava prevista uma paragem em Lisboa. A revolução apanhou-os. “Parte daquelas máquinas, quando chegaram a Moçambique, já eu lá não estava.”

Artur soube que era altura de deixar a África durante uma reunião na fábrica em Outubro de 1975. “Um dia, a Frelimo foi lá e um dos tipos, a dada altura, diz aos trabalhadores: ‘Camaradas, isto que está aqui é vosso. Vocês é que construíram a fábrica, vocês é que trabalham, têm de aprender a administrar’. E foi aí que tomei a decisão.” Uma semana depois, Artur chegou a casa à hora do almoço e disse à mulher: “‘Prepara a mala, porque daqui a bocado vamos embora’. Duas horas depois estávamos a caminho da Suazilândia.”

Aos 68 anos, Artur Catarino continua a fazer um horário das oito às dez da noite. “Comecei a trabalhar muito cedo, fui para Moçambique trabalhar, voltei para Portugal e vim trabalhar.” Há 30 anos perdeu quase tudo. Recompôs-se. “A valores de hoje, tudo o que lá deixei valia mais de um milhão de contos. Mas nunca pensei em receber dali fosse o que fosse. Eles dizem que não mandaram ninguém embora e a verdade é essa. Só que proporcionaram para que eu me viesse embora. A situação estava insustentável.”(...)

 

Ricardo Marques in -Correio da Manhã 25-4-04

 

inserida por Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 19:11 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Povo ausente da Abrilada

O Guarda Ricardo no 25 de...

O Mirante destabiliza as ...

O preço da festarola

O povo é soberano

25 de Abril Sempre!

O varrasco

Regenerar o Parlamento, p...

O Beco 25 de Abril

O 25 de Abril do Senhor C...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds