Segunda-feira, 25.09.17

INTERVENÇÃO DE LUÍS LOURENÇO, CANDIDATO À CÂMARA MUNICIPAL DE ABRANTES, NA SESSÃO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL SOBRE OS INCÊNDIOS.

No passado mês de agosto Abrantes viu-se confrontada com a maior vaga de incêndios de há memória.

Há mais de 2 anos que a CDU previa que uma situação destas pudesse acontecer quando começou a assistir a pedidos de plantações e replantações de milhares de hectares de eucaliptos.

...

A CDU votou sempre contra estas plantações por não haver qualquer informação sobre o local, nem sobre a adequação das mesmas. Isto não impediu que a maioria PS que governa o Município tivesse aprovado TODOS os pedidos destas plantações de forma cega, sem qualquer critério, dando sinal aos agentes económicos que poderiam plantar, replantar o que quisessem pois tinham a garantia que tudo seria aprovado.

Já algumas vezes ouvimos nesta Assembleia dizer que mais vale ter eucaliptos que mato. Essa não parece ser a opinião do Secretário de Estado das Florestas, Eng.º Miguel Freitas que disse recentemente e, passo a citar: “Entre ter má floresta e não ter floresta, é preferível não ter floresta”.

E esta começa a ser a opinião de muitos. A floresta que até há bem pouco tempo era vista como fonte de riqueza e de lazer é agora vista com receio e desconfiança.

Poderíamos então dizer que o executivo camarário colheu o que plantou mas tal não é verdade. Se é verdade que quem autorizou estas plantações foi a maioria PS, quem “colheu” os frutos foram as populações. “Colheram” feridos, casas destruídas, culturas destruídas, animais mortos e, em alguns casos, vidas destruídas.

É agora altura de fazer uma avaliação dos prejuízos. Quanto custou ao município, quanto custou aos contribuintes, quanto custou ao país o combate destes incêndios, cuja dimensão é, sem dúvida, fruto de um desordenamento florestal e de uma irresponsável plantação contínua de floresta de crescimento rápido?

Outra pergunta que impera é, e agora? Agora há que recuperar a floresta, com espécies autóctones, mais resistentes a incêndios florestais para que daqui a 10/12 anos não estejam aqui outros a lamentar eventuais erros que venhamos a cometer.

Aqui parece-nos importante o papel das Zonas de Intervenção Florestal (ZIF), embora só por si não nos pareça que resolva o problema. Basta ver o que aconteceu na ZIF da Aldeia do Mato que ardeu significativamente, sem que o trabalho feito durante vários anos tenha sido impedimento para a sua devastação pelo incendio.

Abrantes, 08 de Setembro de 2017
Os Eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Abrantes


tags: ,

publicado por porabrantes às 17:04 | link do post | comentar

Domingo, 24.09.17

Quantos imóveis têm a CMA para habitação social?

 

Tomar tem 160

Salvaterra tem 58

Entroncamento 180

Alpiarça 21

Chamusca 68

Benavente 31

Alcanena 75

 

Estes foram os municípios do distrito (mais Abrantes) que responderam a uma pergunta de deputados do BE sobre a questão. Os outros calaram-se.

 

A CMA diz que tem 21 imóveis e que não tem Regulamento de regime municipal de arrendamento apoiado apesar de ser obrigada por Lei a tê-lo.

 

Ou seja está numa situação ilegal.

 

Os municípios do tamanho de Abrantes (Entroncamento, Tomar) possuem 8 vezes mais imóveis deste tipo.

 

Ou seja os socialistas abrantinos não fizeram nada desde o 25 de Abril em matéria de habitação social, porque as 21 casas já existiam quase todas no tempo da Ditadura.

E iam abrir fogos sociais no Rossio e abandonaram o projecto.

Com uma ''esquerda'' destas, estamos conversados!

ma

 



publicado por porabrantes às 12:24 | link do post | comentar

Sábado, 23.09.17

Uma cidadã  abrantina processou, X, dizendo que o réu  mantivera ''cópula completa'' com a Senhora Sua Mãe.

Dessa cópula ''completa'' teria nascido a cidadã.

A Ré, Mãe, sofre de Alzheimer há vários anos, pelo que dificilmente se lembraria se houve cópula e se foi completa ou incompleta.

 

X replicou ''a presente açcão e a imputação da paternidade da autora ao réu é uma invenção desta, apenas para se tornar herdeira do réu. '' 

 

Mesmo assim o Tribunal de 1 ª Instância deu como provada a cópula e declarou a cidadã, filha do réu e portanto sua herdeira legitimária.

 

Recorreu X dizendo que a cidadã levara 23  anos para meter a acção de investigação de paternidade.

 

E que o C.Civil dá 10 anos para exercer esse direito.

 

O Tribunal de 1 ª Instância considerara que vários artigos do CC eram inconstitucionais.

 

Por maioria a Veneranda Relação revogou a sentença de 1 ª Instância não achando inconstitucionais tais artigos.

A abrantina ficou o mesmo Pai e sem a herança de X.

 

''

Sufragamos o entendimento exarado no Acórdão do STJ de 9-4-2013 (proc. n.º 187/09.7TBPFR), disponível em www.dgsi.pt ), segundo o qual o prazo-regra de dez anos para investigação da paternidade, pese embora estar em causa um direito de personalidade, pessoalíssimo, é um prazo razoável e proporcional que não coarcta o exercício do direito do investigante, no confronto com o princípio da confiança e da tutela dos interesses merecedores de protecção do investigado e, por isso, não enferma de inconstitucionalidade material (no mesmo sentido Ac. do Plenário do Tribunal constitucional – proc. n.º 401/2011; Ac. do Tribunal Constitucional – proc. n.º 638/10; Ac da RP, de 17-12-2014, disponível em www.dgsi.pt).

Concluindo-se que o prazo de caducidade em causa não enferma de inconstitucionalidade material e sendo pacífico que, in casu, tal prazo terminou em 31 de Janeiro de 2012 e que a presente acção foi instaurada em 27 de Janeiro de 2015, tem-se por verificada a invocada excepção de caducidade.

''.



publicado por porabrantes às 09:47 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.09.17

Huguet-RetauleCondestable-7244_(cropped).jpg

 

Pretès retrat del Rei Pere IV de Catalunya a la taula central del Retaule del Conestable, de Jaume Huguet
Nom original Peter von Aragón
 
 Rei d'Aragó
Arms of Aragonese Monarchs (13th-15 centuries).svg
 Comte de Barcelona
Royal arms of Aragon.svg
 Gran Mestre de l'Orde d'Avís
Escut Avis.png
1444 – 1466
Dades biogràfiques
Naixement 1429
Portugal
Mort 30 de juny de 1466 (36/37 anys)
Granollers
Sepultura Santa Maria del Mar
Religió Catolicisme
Activitat professional
Ocupació Polític i escriptor
Dades familiars
Dinastia Dinastia Avís
Pares Pere de Portugal i Elisabet d'Urgell i d'Aragó
Germans
Modifica dades a Wikidata

Pere V d'Aragó, IV de Barcelona, III de València, dit el Conestable de Portugal (1429 - Granollers, 1466), proclamat rei d'Aragó i comte de Barcelona (1464-1466) per la Generalitat durant la Guerra Civil catalana contra el rei Joan II, després d'haver-l'hi ofert a Enric IV de Castella.

 

 

 

Antecedents familiars[modifica | modifica el codi]

Fill de Pere de Portugal, duc de Coïmbra i regent

 

 

Pere V d'Aragó, IV de Barcelona, III de València, dit el Conestable de Portugal (1429 - Granollers, 1466), proclamat rei d'Aragó i comte de Barcelona (1464-1466) per la Generalitat durant la Guerra Civil catalana contra el rei Joan II, després d'haver-l'hi ofert a Enric IV de Castell

 

 

(wikipedia)

 

O pai dele apodreceu em Santa Maria do Castelo, guardado por Lopo de Almeida, era o derrotado em Alfarrobeira, o Infante D.Pedro

 

ma  

 



publicado por porabrantes às 19:20 | link do post | comentar

fernando moraes

Queremos agradecer ao Sr.Fernando Moraes a divulgação deste post

 

O Sr.Moraes é candidato à A.de Freguesia de Abrantes Cidade e Alferrarede pela coligação progressista CDU

21731369_1248804238553830_2504536525939639867_n

a redacção  



publicado por porabrantes às 17:21 | link do post | comentar

''

Na "Operação Marquês", o ex-primeiro-ministro José Sócrates está indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, num processo que investiga crimes económico-financeiros e que tem 25 arguidos: 19 pessoas e seis empresas, quatro das quais do Grupo Lena.

Entre os arguidos estão Armando Vara, ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos e antigo ministro socialista, Carlos Santos Silva, empresário e amigo do ex-primeiro-ministro, Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena, João Perna, antigo motorista de Sócrates, Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, ex-administradores da PT, Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro e o empresário luso-angolano Hélder Bataglia.''

 

No Diário de Notícias

 

O Joaquim Barrocas Rodrigues além de deter parte significativa duma holding accionista de referência da folha e da rádio oficiosa é grande amigalhaço do 44

455193.png

 



publicado por porabrantes às 11:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.09.17

Abrantes | Associação recruta Bombeiros


tags:

publicado por porabrantes às 19:31 | link do post | comentar

Os nossos fanáticos do anti-imperialismo, incluindo algum seminarista que andou pelos GDUP, sustentam que o abastecimento de água ao Concelho foi uma grande obra de Abril. E vá de meterem galões ao peito ou de  parirem monografias auto-elogiosas, caso do Pina da Costa

pina da costa.jpg

onde se omitem factos relevantes como o enriquecimento do Bento durante o seu mandato, por circunstâncias que o homem não soube explicar ao DIAP, ou ainda o dinheiro recebido da imperialista América para as obras de abastecimento de água em Abrantes

usa agua.png

ma

 



publicado por porabrantes às 17:57 | link do post | comentar

Prometemos divulgar aqui alguns nacos da excelente prosa do dr.Jorge Moura Neves Fernandes. A campanha atrasou esse grato dever.Entretanto a pia folha anaclética evocou Manuel Viterbo.Noutros tempos, o Graça das seringas prodigiosas, insultou em reles calão,  o Advogado.

jorge.png

Isto é, o tonsurado seringueiro, chamou ''sapateiro'', ''populista'', e ainda ''ignorante'' a um homem com a cultura de Jorge Fernandes.

Devia achar que, culto era, o empreiteiro do Souto, que deu presentes de 14 milhões a um banqueiro falido e a contas com a Justiça.

reverência.png

 

rev 3.png

 Continuaremos a divulgar a prosa clássica do Advogado abrantino, como faremos o mesmo com a de Eurico Consciência.

Quanto aos visados que publiquem anacletices.

ma  



publicado por porabrantes às 10:44 | link do post | comentar

Terça-feira, 19.09.17

correio.png

''(Na quarta-feira (dia 16), Nelson Carvalho confirmou ao CM ter aceitado o convite que lhe foi feito para exercer funções na RPP Solar. 'Eu tenho 55 anos. Era professor. Vou ficar sem fazer nada?', começou por questionar o ex-autarca, considerando que 'não há nenhuma incompatibilidade' entre as funções que irá exercer e o exercício anterior do cargo político.''

 

ler aqui



publicado por porabrantes às 17:08 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

LUÍS LOURENÇO SOBRE OS IN...

A habitação social

Sentença de investigação ...

O filho do homem que apod...

Deveres de cortesia

Bosses do Jornal de Abran...

Atenção amigos coveiros !...

Quando os USA ajudaram Ab...

Manuel Viterbo responde à...

O prémio

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds