Terça-feira, 18.07.17

Comentário no post A cacique e as retretes

...quando é que a mulherzinha fez outra coisa ?Claro que está esquecido que ela até mandou publicar umas fotografias da Leopoldina nas rotundas...Ademais ainda mandou colocar um quiosque no Jardim da Republica, que em vez de vender o jornal " A Luta " ou outro pasquim do Lena, resolveu admitir ser deposito de grades Heineken ... mas como vejo mal até poderão ser resmas da iHola!

António Velez

 

quiosque.png

 Agradecemos ao Dr.Velez informar a comunidade de que o caciquismo transformou os quiosques em depósitos de cerveja...

Com o calor que está o povo agradece!

ma



publicado por porabrantes às 22:13 | link do post | comentar

Domingo, 16.07.17

Publicamos com o melhor gosto este comentário do Advogado e dirigente do CDS-PP abrantino, Dr. António Velez

 

António Velez comentou o post A candidatura do Arq. D. António Castel-Branco às 17:14, 15/07/2017 :

É hoje, atentos aos factos, altura de dar a devida nota e concordância sincera à nota sobre os independentes candidatos.
Acontece que o povo abrantino prefere ligar-se a um clubismo político, do que a alguns, que sem serem reis da verdade, mostrem algum ou preferêncialmente muito carinho por Abrantes...ainda e enquanto os existem e não estão vendidos ou amarrados a interesses, lobismos arrotários ( onde se junta a Maria operária a fingir ser qualquer Marques(a ).
Mas adiante...e já vimos que nem podemos escalar demais...nem nos arrogarmos demais; pois são a esses, quais condes de rua e duques que lhes saem os tiros ou Tir(s) pela culatra, já conhecemos e nem fazem o nosso género. Uns nem saem a lado nenhum e ficam por casa. Outros irão mesmo dentro. Outros dizem que saem e não vão mesmo a lugar algum, senão esconderem-se a curtir as borradas inesplicáveis que fazem e obrigam os outros a gramar.
Mas tudo tem um seguimento e um tratamento ou remé dio...sendo que não é a melhor altura de odes a remédios e seus afins. No entanto e nesse tema o melhor ainda está por medicar, o que será muito rápido, atenta à inteligência de quem maquina.
Ora o resumo e também sobre abrantinos e remédios será este:
Temos mesmo de ser mesmo bons e não podermos ser despedidos por ninguém, dos clubes, do social, da politica ou até excumungáveis, com a devida vénia do arguido.
Daqui por uns tempos tudo se clarificará e cada palavra terá o seu sentido preciso e autónomo..pronto, sou advogado e escrevo assim, como um ignáro ou traste sem orientação concreta !
Pois fundador da JC nunca fugi, nem me escondi, nem atraiçoei e há muitos como eu, que ainda sabemos esquivarmo-nos à estocada que seria tão util.
Realmente não me perdi hoje no empolgar dos mil temas abordados em dobro e nem sei se prefiro a cruz ou o calvário. Fico-me com o calvário, pois a cruz é muito leve e já andam para aí muitos caridosos abonatórios das vespas.
Venham ter comigo os tais bons indepententes ao CDS.
Estamos abertos a eles...mas só aos com substrato. Venham...venham...e vos abriremos os braços se disso for o caso.
Mas não nos cheguem idiotas carregados de opinião e medidas de coação.
Realmente a alternância é precisa e o PSD não é alternativa. Não tendo complexos de esquerda...venham independentes, mas agora !
Ou contrapolarmente e se não acharem sermos
alternativa: deixem-nos na nossa humildade e politica.
O CDS abrantino é uma casa com porta aberta e com uma mesa onde se sentam todos os que quiseram entrar por bem.
A nota está certíssima.
Um abraço abrantino do António Velez

Naturalmente aqui vai também o nosso abraço

mn

 

o título é nosso



publicado por porabrantes às 18:42 | link do post | comentar

Segunda-feira, 03.07.17

Reproduzimos o comentário profético do Dr.António Velez, aqui feito a 20-6-2016

 

António Velez, deixou um comentário ao post Teresa Leal Coelho em Abrantes às 17:32, 2016-06-20.

Comentário:
Há dois mandatos atrás, já eu tinha sido contra que o Castel fosse o candidato pelo CDS. Até á nossa J PP, damos na formação autárquica o conselho de que candidato perdedor deverá ir para o galheiro. Cá em Abrantes é muito mais fácil. Albarda-se o perdedor candidato de CDS numa calda PSD; polvilha-se com massa d' alho ucraniano; junta-se umas boas cebolas, e esse candidato perdedor do CDS passa a ser novidade cá no burgo. Foi por isso que até a Ordem dos Arquitectos foi laureada nos Óscares da cidade. Só tenho medo é que a minha cadelita, que é do PS, e católica, não venha a ganhar as eleições, e a deixar os Romanov desiludidos. Cumprimentos; duas matrioskas e uma dúzia de tigeladas. António Velez

 

Mandamos um abraço ao dr. António Velez, dirigente do CDS-PP

 

mn

 



publicado por porabrantes às 12:52 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.01.15

O dr. António Velez, Advogado cá da Cidade, é um dos melhores cronistas da imprensa regional e premeia-nos com esta crónica.

Obrigado amigo e mande mais sff!!!!! Ah e Feliz Ano Novo!

 

Abrantes e as oportunidades perdidas
     Não devemos deixar de fazer um balanço no fim do ano e traçarmos estratégias ou ideias para 2015. Abrantes teve, comprovadamente, enormes problemas com o seu executivo camarário. Apesar da edil ser pessoa influente, tal qual as pulgas, que quando se infiltram têm o dom da multiplicação...estão em todo o lado e em tudo; mas mesmo assim lhe falharam dois objectivos, que em meu entender lhe deviam ter assistido:     Perdeu a crise do ébola.     Perdeu a crise do legionário. Ora quando uma autarquia como Abrantes se deixa ir abaixo em itens que dão canal e votos, em detrimento de autarquias próximas, logicamente algo falhou. Nestas duas grandes falhas perdeu-se a iniciativa de Abrantes ter importado da Serra Leoa um doente com ébola, que ficaria barato e ficando em exposição na Loja do Cidadão, até à sua morte, na montra, claramente, iria dinamizar o deserto histórico ( digo Centro Histórico ) e criaria riqueza ao comercio. Quanto à doença do Legionário, também devíamos ter tido um doente, para mostrar a imponência da Federação de Freguesias de Abrantes. Certamente tal maleita podia ter sido incubada ou numa central termoelétrica próxima, ou mesmo numa celulose ! Mais se daria uso à Urbanização do Barão Vermelho. E eram os turistas, os tinonis das ambulâncias e os altos préstimos do Hospital de Abrantes, que não só curavam, mas recebiam cientistas do norte da Europa para aprenderem com Abrantes...muitos seriam, eventualmente netos daqueles velhos que vinham para o lar que estava para ser feito para  estrangeiros ricos. Mas também não se fez por coisas.      Perdeu ter alguém do moderníssimo Estado Islâmico. Já Ponte de Sôr, terra do Santana Maia teve e tem. Foram entrevistadas umas velhas duns cafés, que disseram que a rapariga era boa pessoa; falava com os outros jovens e era uma querida lá na terra. Gostava de beber uns canecos e adorava cacholeira e farinheira frita. Parabéns Ponte de Sôr: conseguiste !Estas coisas do Estado Islâmico não são de deitar fora, especialmente porque Abrantes já deu provas suficientes de amor e dedicação ao Grande Alá, desde o tempo em que mandei baptizar a Tenda do Kadafi, que continuaria reiteradamente a ter um uso islâmico, agora não para a camelagem, mas para ter lá debaixo ,protegido das chuvas, os arsenais nucleares deles. Depois é de enorme inconsequência não se pensarem nas carrinhas de caixa aberta que eles usam ! Que são japonesas e logo uma fonte de negócio para o Tamagal pagante de viagens técnicas de aprendizagem aos seus subalternos.       Depois e ainda em fidelidade a Alá a nossa edil chama-se Maria do Céu Albuquerque. Vamos decompor; Céu: logo Alá Alakbá. Maria : nome da mãe de Jesus que também era do médio Oriente e lá daquelas bandas do Estado Islâmico.  Sendo certo que Maria tanto pode dar para catequista como para ceifeira  e não é um nome inferior a Catarina Eufémia, Virgem Maria, Maria Patroa ou Maria Criada. Portanto é um nome do Bloco Central Camaleónico que dá para todos os gostos...daí eu ter duas filhas e ambas serem Marias. Logo perspicácia minha.Já Albuquerque foi um português grande, que andou no seu tempo, a proferir conferências sobre religião, por todo o Mundo e em representação do nosso Portugal. Tudo bate certo, tal qual um bolo inglês ao qual não se lhe pode ir à fruta.      Devíamos era estarmos preparados para tudo, e cá por mim até acho que se devia retomar o projecto carrilhico, mas agora não tão quadradão, mas sim em forma de Mesquita multiusos. Para não se dar a imagem religiosa total, concessionava-se essa mesquita museu ( agora não ibérico, mas de nome Medio-Orientino) , ao Espalha Fitas, já que fita por fita...     Resta agora resolver o problema da Ucrânia, não venham eles com o Putin à frente e Europa abaixo ! Pronto: vamos buscar os seguidores da Santa da Meia Via e vestiremos de branco um tipo de barbas; que se o Brasil nos atacar com a Oi, nós até podíamos reformular tudo e dizermos que era um pai de santo.      Isto sim era a politica internacional que Abrantes devia adoptar quanto antes.      O Abusa passava já a caravana puxada por camelos. O Castelo da cidade devia ser habitado pelas forças vivas, com muralhas reforçadas, e fazendo-se aí sim, uma verdadeira Corte Republicana, onde viveria Lação e Lagato e perante uma eventual pulseira electónica a Sócrates, aí viveria e era visitado por políticos celebres, que lhe trariam prendas; às quarenta ou cinquenta ao mesmo tempo, pois cá fecharíamos os olhos às leis tontas que ele próprio fez para o Estabelecimento Prisional que o acolheu. Depois sempre estava num sítio alto e a apanhar com os bons ares da, justamente, Serra de Mação e era retirado ao município de Évora. Seria tal Corte o ninho multifacetado dos socialistas e de cá sairia, mas próximas eleições, certamente uma Secretária de Estado, uma Representante de Alá, de Deus, do cadomblé ou o que fosse necessário ser. Por porque o que é mesmo preciso é ser e estar.      Quedo-me por aqui, mas nunca sem deixar de me referir a Alferrarede: Al- prefixo árabe, que Alá conserve essa velha prova para memória futura e para o que der e vier.Já que vem aí tanta coisa. A propósito e ainda em Alferrarede havia de haver, por vontade de Alá, um bairro com o nome de Al Que Lena e já agora devíamos ainda fazer em Abrantes um Hide Park, todo verde e arborizado pele Rua Monteiro de Lima e cortar à sua esquerda e subir a Camões ( que também era socialista ) . Essa zona precisa de respirar doravante.
Em Abrantes, agora Al Lenantes, nada como dantes.
Feliz Novo Ano e lembrem-se da infinita misericórdia de Alá.

 

Ant. Velez ( Advogado )



publicado por porabrantes às 14:42 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A Cacique e a Heineken

O CDS abrantino é uma cas...

Um comentário profético

Abrantes e as oportunidad...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds