Sexta-feira, 13.10.17

Por razões várias o blogue esteve parado uns dias. Regressa-se às lides:.

 Eleições

Amig@s Não posso deixar de demonstrar o meu reconhecimento público pelo voto de confiança na minha candidatura à Câmara de Abrantes. OBRIGADO!Sobre este espaço de cidadania, direi que este blogue quer se queira, quer não, é uma referência na vida abrantina.E depois é tramado. Sabem porquê? Não é domesticável, não é previsível e isso torna-o independente.Por isso e por muito mais, desejo que este espaço continue, entre outros, a despertar consciências, a defender o nosso património natural e construído e também a incomodar-nos. Continuem. Um abraço e até já

armindo silveira  a 28 de Setembro

 

dsc_2063.jpg

O Esquerda Net destaca a enorme bofetada na cara da oligarquia e da cacique dada pelo Armindo Silveira.

 

A nós cumpre-nos agradecer as palavras amáveis do Armindo Silveira e a constatação que finalmente temos um Vereador da Oposição na Raimundo Soares!

Desde que Santana-Maia Leonardo tinha abandonado a Vereação não se notava quase a presença da Oposição na CMA.

Contamos com o Armindo e ele pode contar connosco!

ma 

 

foto Paulete Matos. Devida vénia à Esquerda Net e à fotógrafa citada



publicado por porabrantes às 10:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.09.17

Há 2 dias o ex-cacique Carvalho resolveu pedir satisfações ao candidato do Bloco, Armindo Silveira e ficou KO ao primeiro round, depois de ser levado contra as cordas. O Sr.Carvalho (como ironizou Armindo Silveira, parafraseando Manuel Alegre) é Presidente do CRIA ao lado dum tipo que de profissão é presidente de Junta de Freguesia, como bem disse  Miguel Moreira.

 

Transcreve-se e anota-se o diálogo: 

 

 

 

Nelson Carvalho "Frise-se que Nelson de Carvalho saiu da Câmara Municipal para director formação da RPP Solar." Espero que tenham prova de que de facto foi nomeado, contratado, e exerceu.

 

Armindo Silveira Frise-se que eu nunca referi que Nelson de Carvalho foi nomeado, contratado e ou exerceu. De qualquer forma fica aqui a noticia do jornal Mirante e pergunto se nunca esteve em alguma acção incluindo entrevistas na condição de director de formação. Obrigado. http://omirante.pt/.../2011-01-19-nelson-carvalho-foi...

 

Nelson Carvalho foi apresentado como director da RPP Solar mas diz que nunca iniciou funções

O ex-autarca de Abrantes, o socialista Nelson Carvalho, chegou a ser apresentado como…

 

correio

 

 

 

Paulo Delfino Cruz Pois o negócio arruinou para os pobres dos cidadãos do concelho. Dinheiro empregue sem retorno, enorme oferta de trabalho que ficou na gaveta, edificação ao abandono, mais uma de entre muitas neste concelho, enquanto estão estradas por alcatroar, saneamento por fazer, populações ao abandono, acessos aos portadores de deficiência por fazer, serviços essenciais localizados por preencher, mais e mais e mais do mesmo.

 

Nelson Carvalho Apoiei o que pude este projeto de investimento em Abrantes, que foi aprovada por unanimidade na Câmara e Assembleia Municipais, e considerado pelo ICEP um PIN (projeto de interesse nacional). Ao contrario de muitos que só queriam que falhasse. Fiz muitas diligências, voluntárias, sim. Ao contrário de muitos que só sonhavam que fracassasse. Não fui contratado, não trabalhei e não fui remunerado.Ainda bem que o Armindo diz que nunca referiu que fui contratado ou exerci. Talvez para a próxima deva ter mais cuidado com aquilo que diz. Só para evitar este diz que disse mas não disse etc ... Ponto.

 

Armindo Silveira Sr. Nelson de Carvalho não me respondeu se alguma vez esteve em alguma acção na condição de director de formação ainda que sem ter uma vinculação à dita empresa?

 

Nelson Carvalho Armindo; o Senhor já disse que não disse o que disse: "nunca referi que Nelson de Carvalho foi nomeado, contratado e ou exerceu.". Retratou.se. Isso basta--me. Boa sorte.

 

Armindo Silveira Eu referi que Nelson de Carvalho saiu da Câmara Municipal de Abrantes para a RPP Solar. E isto não é o jogo do disse que disse. Eu não sou obrigado a saber os contornos dessa relação. Não sei em que condição recebeu os deputados do PS e os jornalistas pois o jornal Mirantes refere que "verdade é que tendo ou não assumido funções formalmente, foi Nelson Carvalho quem deu algumas explicações aos deputados do PS e aos jornalistas que em Setembro de 2010 visitaram o empreendimento, tendo na altura referido que faltava ainda tratar da instalação da água, luz e rede de esgotos, empreitadas que já estariam todas adjudicadas." Portanto, a pergunta se alguma vez esteve em alguma acção como director de formação da RPP Solar mantém-se sob pena de ficaram dúvidas no ar. Obrigado

 

Bia Marcelino As verdades dói temos pena

 

 

Sobre este curioso diálogo em que o candidato bloquista meteu o ex-cacique contra as cordas, remetemos para este artigo do Correio da Manhã, onde o ex-presidente diz:

 

(...) quarta-feira (dia 16), Nelson Carvalho confirmou ao CM ter aceitado o convite que lhe foi feito para exercer funções na RPP Solar. 'Eu tenho 55 anos. Era professor. Vou ficar sem fazer nada?', começou por questionar o ex-autarca, considerando que 'não há nenhuma incompatibilidade' entre as funções que irá exercer e o exercício anterior do cargo político.'' (...)

 

mn



publicado por porabrantes às 11:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 19.09.17

 

 
Transcreve-se a intervenção resumida do candidato do Bloco, Armindo Silveira, à CMA
 
Honradez e Valentia, podiam ser o mote desta candidatura
 
 
Um legado  de irresponsabilidade, manipulação e falta de transparência
 
Bloco Esquerda Abrantes· 19 de Setembro de 2017
 
Eu sou candidato à Câmara Municipal de Abrantes mas não deixo de ser cidadão, ambientalista e ativista.
Há já mais de três anos que luto em defesa do rio Tejo e das populações. Com outros colegas organizamos as manifestações em Cáceres e Madrid pelo encerramento da central Nuclear de Almaraz e em VV de Rodão em defesa do Tejo. Organizámos uma Marcha pelo Tejo; denunciamos a poluição da Centroliva; Celtejo e outras industrias poluidores; fui detido pela GNR de VV de Rodão a mando do Vice-Presidente da edilidade local. e muito mais havia por dizer...
Existem alturas em que se devem dizer as coisas sobre pena de ficarmos calados para sempre. Eu não quero viver num concelho onde cidadãos não exercem a liberdade política com medo de retaliações pelo poder vigente Tivemos cidadãos/ãs que desistiram das listas do Bloco e outros/as, pese embora a vontade, recusaram-se a participar.
O Bloco de Esquerda não tem medo e lutará sempre em defesa da transparência. Quem votar na candidata do PS, está a validar as suas políticas. No dia 1 de Outubro votar Bloco de Esquerda é darem-nos poder para podermos intervir com mais frequência e só assim poderemos mudar o rumo do nosso concelho.
Como sabemos estamos a competir com uma candidatura que tem como recandidata à Câmara Municipal de Abrantes Maria do Céu Albuquerque.
A candidata do PS subiu ao poder em 2009 e assentou a sua governação numa maioria que em 2013 foi ainda mais expressiva.
A falta de transparência marca a sua governação e a do PS nos últimos mandatos. Eis alguns casos que pese embora sejam debatidos em Assembleia Municipal e reuniões de Câmara, não têm a divulgação adequada.
Etar dos Carochos-Efluentes não tratados, factura cobrada ilegalmente pela Câmara, lucros para a Abrantáqua e, pese embora, o Bloco de Esquerda tenha já questionado nada foi feito até agora.
RPP Solar-Os munícipes foram espoliados em mais de um milhão de euros porque o executivo municipal não incluiu uma clausula de reversão caso o projecto sofresse desvios. A candidata do PS nunca respondeu quem redigiu o contrato final. Frise-se que Nelson de Carvalho saiu da Câmara Municipal para director formação da RPP Solar.
Projecto Aquapolis/Açude Insuflável
O maior investimento de sempre feito pelo Municipio de Abrantes rondou os 15 milhões de euros. 10 Milhões para o Insuflável e 5 milhões para requalificar ambas as margens do rio Tejo, no complexo que é conhecido por Aquapólis. A base deste complexo assenta num espelho de água criado pelo insuflamento das comportas do açude. Desde Abril de 2015 que as comportas estão em baixo fruto de um problema estrutural ainda por apurar e toda a rentabilização do espaço está gravemente afectada.
Em 2009 depois de mais uma mortandade de peixe, a Câmara Municipal de Abrantes, foi intimida a instalar um sistema de contagem de espécies piscícolas. Com a conivência das entidades responsáveis, foi adiando a resolução do problema da escada passa peixe e em 3 de Abril de 2015, mais de uma tonelada de peixe morreu preso na escada passa peixe.
Razão? A comporta inferior da escada passa peixe estava perra por falta de manutenção e foi impossível de elevar.
Para minorar a mortandade, a Câmara Municipal deveria ter insuflado as comportas mas não o fez.
Razão? Problemas mecânicos não o permitiram mas Maria do Céu Albuquerque desculpou-se com as obras na ponte rodoviária de Abrantes, o que foi desmentido pela Infraestruturas de Portugal em carta a nós enviada.
Frisa-se que em 28 de Novembro de 2014, a Câmara Municipal de Abrantes, assumiu na integra a manutenção do Açude Insuflável de Abrantes.
Aterro Sanitário de Abrantes
Em 2006 a Valnor comunicou ao Instituto Nacional de Residuos que não ia assumir a manutenção nem o selamento da célula RIB construída ilegalmente pela Solurbe/Construtora do Lena. A Câmara Municipal da Abrantes sabia desde o inicio a existência desta célula ilegal. Nunca fez nada para resolver o problema e permitiu que águas lixiviadas escorressem para a linha de água durante anos e anos contaminado tudo à sua passagem. O Aterro Saniário está construído em cima do aquífero Tejo-Sado. Frise-se que Julio Bento, vereador que tratava destes assuntos, saiu do executivo abrantino para integrar trabalhar na Construtora do Lena
Confrontada pelo Bloco de Esquerda, tentaram esconder a situação mas não foram capaz e continuam coniventes com esta situação. O Bloco de Esquerda pressionou as entidades oficiais e temos o documento oficial na mão que atesta o que acabei de afirmar.
Viagem a Seattle
Maria do Céu Albuquerque viajou em 2011 para a Sede da Microsoft em Seattle onde a estadia foi paga pela referida empresa. Questionada disse que, depois da viagem, deixaram de usaram alguns produtos Microsoft. Desde essa viagem, a Câmara Municipal de Abrantes já subscreveu produtos desta empresa acima de 800 mil euros. [por situações idênticas demitiram-se Secretários de Estado].
Terreno na zona industrial
Este terreno foi avaliado primeiramente por 750 mil euros. Incompreensivelmente foi proposta, em Assembleia Municipal, a sua comprado por 1 milhão de euros sem qualquer fundamentação documental. Mais tarde veio a saber-se que houve outra avaliação no montante de um milhão. O PS aprovou!
Chumbo da vinda da CIMT prestar contas à Assembleia Municipal
Por lei, a CIMT tem que vir duas vezes, por ano, à Assembleia Municipal, prestar contas. Veio uma vez por proposta do Bloco. Propusemos novamente a sua vinda mas foi chumbada pelo PS.
Introdução ponto sobre não demolição do antigo mercado
Propusemos à mesa da Assembleia Municipal a instrução deste ponto. O Presidente da Assembleia indeferiu ilegalmente. Recorremos, foi novamente recusado. Recorremos para o plenário da Assembleia Municipal. O PS chumbou a introdução do ponto. A votação tinha ficado empatada mas numa segunda recontagem um elemento do PS foi fora da sala chamar outros elementos do mesmo partido. A mesa fez nova recontagem incluindo dois elementos que não tinham votado e assim chumbaram a admissão do ponto que permitiria debater a não demolição da antigo mercado. Com estas ilegalidades o PS Abrantino validou mais uma vez, a decisão de Maria do Céu Albuquerque de demolir o antigo mercado municipal.
Poluição no rio Tejo
A recandidata do PS escondeu-se sempre na questão da poluição do rio Tejo. Nunca esteve do lado do ambiente e das populações. Quando tivemos a certeza que a Celtejo e a Centroliva eram os grandes poluidores do rio Tejo, em solo português e a montante do Concelho de Abrantes, e se confirmou a apoio de Luis Pereira, presidente da CM VV de Rodão a estas industrias poluidores, nunca Maria de Céu Albuquerque se ergueu condenando as políticas criminosas do referido autarca.
No Travessão do Pego, deu cobertura às ilegalidades ali detetadas.
Trabalhadores do Município
Por causa de o executivo PS não ter feito a avaliação dos funcionários da Câmara Municipal, estes estão impedidos de progredir nas carreiras quando estas forem descongeladas pois a última avaliação foi feita em 2014 e anteriormente tinha sido em 2011. Em janeiro 2017 não foi feita a necessária avaliação.
Perante estes factos e muitos mais que não couberam nesta comunicação, todos os que votarem na candidatura de Maria do Céu Albuquerque ficarão ligados a uma governação de 8 anos irresponsável, com falta de transparência e com ilegalidades à mistura que atentam contra a democracia, contra a liberdade política e anulam oportunidades para o Concelho de Abrantes.
As propostas de Maria do Céu Albuquerque, nesta campanha, revelam todo fracasso dos 8 anos transatos pois promete em 4 anos o que não conseguiu fazer em oito.
Nota: este é um resumo da minha intervenção (Armindo Silveira na apresentação do programa autárquico do Bloco de Esquerda de Abrantes.
São Lourenço, 17 de Setembro,17:30h
Armindo Silveira, candidato à Câmara Municipal de Abrantes pelo Bloco de Esquerda
 
 
ps-sublinhados nossos
parece que um ex-cacique está enxofrado, o Alves que carregue com ele 


publicado por porabrantes às 16:18 | link do post | comentar

Sexta-feira, 15.09.17

21752287_1409570639160709_5952078053213196930_n.jp

 



publicado por porabrantes às 10:28 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.09.17

Eduardo Jorge, um abrantino que se tem destacado na luta pelos direitos das pessoas com deficiência, participou num acto eleitoral do Bloco, em Santarém, onde falou deste tema.

. “As pessoas tetraplégicas recebem pensões muito baixas que dificultam imenso a nossa autonomia enquanto pessoas. Não temos que andar a mendigar, a ser os coitadinhos de mão estendida, não nos podemos contentar com 264 euros de pensão. Nós, pessoas portadoras de deficiência temos muito mais despesas do que as pessoas ditas normais. Ninguém usa fraldas porque quer, o governo só estabelece 1,24€ como se estivéssemos em cuidados continuados; ninguém usa cadeiras de rodas porque quer (…) não estamos a reclamar por gosto, reclamamos por direito. A dignidade é um direito” disse. “Temos o direito de escolher as nossas assistentes pessoais… É necessário expandir os Centros de Apoio Vida Independente (CAVIs) como já se lançou em Lisboa” afirmou Eduardo Jorge.''

O Eduardo foi candidato autárquico pelo PSD em Abrantes em 2013.

ma

 



publicado por porabrantes às 07:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.08.17

mário semedo.jpg

O filho do nosso falecido amigo Mário Semedo é o digno herdeiro do compromisso cívico que sempre caracterizou a sua família.

Francisco Alves Correia Semedo, 18 anos, é candidato pelo Bloco de Esquerda, em 6º lugar à União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede.

O cabeça de lista é o Miguel Moreira

miguel moreira.png

 Varrer os caciques é uma prioridade urgente.

ma



publicado por porabrantes às 09:41 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.08.17

be.jpg

A candidatura do Bloco, liderada pelo Armindo Silveira, apresentou as suas listas por uma alternativa de Esquerda ao caciquismo ( onde vegeta um membro dos corpos sociais dum Banco).

Boa sorte!

ma  



publicado por porabrantes às 13:31 | link do post | comentar

Terça-feira, 01.08.17

Falou-se da Bemposta, agora dá-se palavra ao Armindo Silveira, que conta o calvário do povo da Bemposta

armindo.png

 

 

''Os utentes da Extensão de Saúde de Bemposta são atendidos pela ordem de chegada. Ora, com medo de não serem consultados, os utentes chegam a ir às 4 horas da manhã para marcar a sua vez. Hoje foi assim, como já o é desde que deixou de haver médico de família atribuído aquela extensão de saúde. O serviço é assegurado por um médico contratado por um X de horas e vai em regime de médico de recurso.
Como não podia deixar ser, fiz uma exposição no livro amarelo, onde além do acima exposto, questiono o ACES porque é que sendo uma situação recorrente, ainda não encontraram uma solução mais funcional.
Em pleno sec. XXI, “obrigar” os utentes a ficaram na rua sujeitos ao clima vigente, sem qualquer conforto ou condições, até para fazerem sequer as suas necessidades básicas, atenta contra a dignidade da pessoa humana, aumenta a revolta e o descontentamento em torno dos serviços prestados pelo Serviço Nacional de Saúde. Então, muitas vezes, quem sofre as consequências são os funcionários/as que estão ao balcão.
Sei que não existe má fé neste processo mas a incapacidade para resolver uma situação que se arrasta há anos é gritante. Que mais é preciso fazer para cumprir a Constituição da Republica Portuguesa? É rasgá-la? É alterá-la? Porque é que as aldeias são abandonadas à sua sorte obrigando os locais a deslocarem-se e, cada vez mais, a irem embora para outros locais? Continuamos há anos a debater o problema mas os resultados são nulos e, em, alguns casos, um verdadeiro retrocesso. Aguardamos por decisões do ACES e de todas as entidades responsáveis directa ou indirectamente. Vocês sabem quem são!''
São Facundo, 1 de Agosto de 2017
Armindo Silveira
 
devida vénia ao Armindo, título nosso
 
sn


publicado por porabrantes às 16:44 | link do post | comentar

Segunda-feira, 31.07.17
Com a devida vénia, o discurso do candidato do Bloco à CMA

 

 

Candidatura à Presidência da Camara Municipal de Abrantes 2017


 



 






 

Bons dias,

Ontem, dia 25 de Julho, na Praça Barão da Batalha em Abrantes, decorreu a apresentação das candidaturas autárquicas do Bloco de Esquerda ao Concelho de Abrantes. Deixo-vos aqui o texto integral da minha intervenção, enquanto candidato à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes.

Companheiros e companheiras de muitas jornadas, pensar há poucos anos que eu, Armindo Silveira, seria candidato à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes, não caberia no pensamento nem da pessoa mais otimista. Sim, é verdade, sou um privilegiado pois convivi e convivo com pessoas com um vastíssimo historial de luta pela democracia onde a experiência de vida, as dificuldades, a cultura, a educação, a diversidade, a divergência e o debate têm lugar “reservado”. Sim, são de todos os quadrantes políticos, sim, são ativistas, trabalhadores, jovens, menos jovens, abonados ou necessitados, dependentes ou independentes, nacionais ou estrangeiros, de minorias ou não.

Por isso, não tenho qualquer dúvida que os últimos quatro anos foram cruciais e que me prepararam para esta enorme responsabilidade. Hoje tenho a confiança reforçada para reafirmar a minha candidatura à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes.

Quatro breves abordagens sobre o trabalho presente e futuro do Bloco de Esquerda: Ambiente, saúde, responsabilidade e vida digna para todas as pessoas, especialmente, as com mobilidade condicionada.

Ambiente

Quero saudar os elementos da Ecomarcha 2017 que se encontram no concelho de Abrantes. Esta iniciativa une os povos de Portugal e Espanha numa causa comum que é a defesa da vida no rio Tejo e a que dele depende.

Não posso deixar de lamentar os nefastos efeitos dos incêndios que assolam o país e, agora, a nossa região. O Bloco de Esquerda tem trabalhado para uma reforma da floresta onde o ordenamento arbóreo seja a primeira defesa contra os incêndios. Nesta linha, opomo-nos frontalmente aos sucessivos pareceres positivos que a Câmara Municipal de Abrantes tem dado a novas arborizações e rearborizações de eucalipto.

-Os sucessivos e atual executivo da Câmara de Abrantes têm uma consciência ambiental muito frágil. Factos? Lixeira a céu aberto na margem do rio Tejo; ETAR dos Carochos; Aterro Sanitário Intermunicipal de Abrantes; abatimento na Zona Norte do Parque Industrial de Abrantes; poluição no rio Tejo, entre outros. Quem denunciou e forçou a resolução de alguns destes atentados ambientais? Sim, foi o Bloco de Esquerda! Na luta em prol do rio Tejo, os deputados do Bloco Esquerda em colaboração com as estruturas locais, colocaram a poluição e os perigos da Central Nuclear de Almaraz na agenda política nacional e ibérica.

Saúde

-Quem denunciou repetidamente o caos que se instalou, em diversas ocasiões, nas urgências do Hospital de Abrantes depois da reforma levada a cabo pelo governo PSD/CDS? Sim, foi o Bloco de Esquerda e foi criticado pela sra Presidente da CMA por utilizarmos a palavra caos.

-Quem afirmou sempre que a USF de Abrantes não resolvia o problema da falta de médicos nas aldeias? Resolveu? Não, pois os utentes continuam a deslocar-se para fora das suas aldeias e, alguns, das suas freguesias.

Responsabilidade

- Na Assembleia Municipal, o Bloco de Esquerda, através do seu deputado, interveio sempre no sentido de dignificar o papel deste órgão e dos seus membros. Exigência na apreciação dos dossiers, separação de poderes e informação detalhada para que todos os deputados pudessem decidir o seu voto em plena consciência, foram alguns tópicos que estiveram e continuarão na nossa agenda.

- Na reabilitação urbana, abandonar a demolição do antigo Mercado Diário de Abrantes anunciada pela Sra. Presidente da CMA e reavaliar todo o projeto para a zona.

-Na educação, o Bloco de Esquerda defenderá intransigentemente a autonomia das escolas e proporá a suspensão imediata do processo de intervenção no antigo Colégio de Fátima, para reanálise rigorosa da real necessidade de mais uma escola em Abrantes. Rigor na gestão dos recursos públicos é aquilo que os nossos concidadãos esperam de quem tem o privilégio de governar o concelho de Abrantes.

Cidadãos com necessidades especiais

- O Bloco de Esquerda viu chumbada a sua proposta pelo Partido Socialista de Abrantes, para que no Plano de Urbanização de Abrantes fossem incluídas as soluções do projeto Rampa. A sua implementação iria permitir a correção de barreiras arquitetónicas melhorando a mobilidade. Com o Bloco de Esquerda, a correção acontecerá em todo o concelho.

-Reforçaremos o trabalho no projeto Vida Independente.

Algumas linhas de ação do projeto autárquico do Bloco de Esquerda

-Resolver os problemas detetados no açude insuflável; completar a rede de saneamento básico; pressionar para que sejam resolvidas as ilegalidades no aterro de Abrantes; pressionar para que os poluidores do rio Tejo sejam responsabilizados e a central Nuclear de Almaraz seja encerrada.

-Pressionar para que os médicos de família do SNS regressem às aldeias;

-Pressionar para que a Administração do CHMT possa ter condições para avançar com a remodelação das urgências do Hospital de Abrantes;

-Pressionar para que o CHMT possa ser dotado de novas valências rentabilizando o espaço existente.

-Ouvir as minorias e em conjunto encontrar soluções que eliminem a tensão existente.

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Quero agora e a terminar destacar o trabalho que tem sido desenvolvido por inúmeros cidadãos e cidadãs que se disponibilizaram para dar voz ao Bloco de Esquerda, num projeto que não se esgota nos próximos quatro anos. O Bloco de Esquerda não concorre para fazer número mas para alterar a forma de fazer política em Abrantes e em Portugal.

E em nome de um vasto grupo que vai além dos candidatos, afirmo que o Bloco de Esquerda tem uma equipa com capacidade para desempenhar as funções inerentes às diversas áreas da governação do Concelho de Abrantes. E já amanhã se fosse preciso. Testem-nos! Deem-nos essa responsabilidade e avaliem-nos pelo trabalho executado.

Viva os candidatos do Bloco de Esquerda!

Viva o Bloco de Esquerda! Viva o Concelho de Abrantes!

Abrantes, 25 de Julho de 2017

Armindo Silveira-Candidato à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes

 

 

(sublinhados nossos)

mn




publicado por porabrantes às 13:54 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.07.17

be abrantes.jpg

 



publicado por porabrantes às 09:16 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Uma bofetada na cara da c...

KO ao primeiro round

Honradez e Valentia, podi...

Armindo Silveira apresent...

A dignidade é um direito

Filho de Mário Semedo can...

A alternativa de Esquerda

Calvário para os doentes ...

As palavras do candidato ...

Na Barão da Batalha, às n...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds