Quarta-feira, 21.06.17

Numa notícia não assinada a Antena oficiosa abordou ontem o caso CRIA

 

20-6-2017 cria.png

Acontece que a 29-11-2016, o mesmo media, em artigo não assinado, noticiava que o Carvalho e a direcção do CRIA tinham  encerrado o caso

cria caso encerrado.png

Nas declarações ao Médio Tejo diziam que tinham contratado uma empresa para fazer uma auditoria,  em Novembro afirmavam que era um Advogado do Porto que fizera o inquérito.

Em Novembro diziam que o montante das discrepâncias andava entre 3 e 9 mil euros.

Agora falam em 27.887, 65 euros.

Como é que de '' caso encerrado'' se passou a ''caso aberto''?

Explicam-nos?

Como é que de menos de 10.000 € se passou a 27 mil?

Há incongruências demais nesta história....

As penas disciplinares anunciadas em Novembro resumiam-se a ''A um colaborador foi-lhe retirado um dia de férias, outro foi suspenso por 5 dias, e dois por 15 dias. A sanção mais gravosa disse respeito a um despedimento por justa causa aplicado à anterior diretora executiva, Vanda Grácio.''

 

Coisas irrisórias ....

 

Tiveram de indemnizar a anterior directora executiva e há um processo no STJ que não esclarecem.

 

Vai-lhes custar bastante fechar este caso, é como o da RPP que ainda anda pelos tribunais....

 

E vão ter de pagar mais indemnizações, diz-nos um observador judicial.

 

mn

 

ps -continuamos a aguardar que nos digam quem foram os membros do CF que não faziam actas.....

 

 

 



publicado por porabrantes às 09:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.06.17

O Venerando Tribunal da Relação concedeu provimento ao recurso interposto por uma das prestigiadas dirigentes técnicas do CRIA, que tinham sido afastadas, pela direcção, ornamentada pelo ex-gestor de pequenos e médios projectos da RPP Solar.

O Tribunal reconheceu à grande abrantina, cujo espírito de abnegação e dedicação à Instituição e aos utentes do CRIA ( já estou farto de que chamem ''clientes'' aos deficientes como se o Zé Bioucas tivesse sido gerente duma sociedade lucrativa e não dedicado Presidente duma IPSS) é por demais conhecido, em definitivo as categorias profissionais de que fora afastada. O CRIA foi condenado a pagar as custas e    todas as remunerações e subsídios com efeitos retroactivos à data da destituição da funcionária.

 

O CRIA entendeu apelar para o STJ.

 

ma

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 17:53 | link do post | comentar

Segundo o dr. Carvalho: ''“Muito embora a instituição tenha normalizado a situação do atual mandato, verificou-se que não existiam atas com o registo das reuniões do Conselho Fiscal dos anteriores mandatos, violando a lei”, ''

 

Quem eram os membros do CF nos anteriores mandatos? Não temos todos os dados, mas temos alguns.....

 

 

Conselho Fiscal
Ano
 
Presidente
1ºVogal
2º Vogal
1979
António Rodrigues da Silva
Ernesto Salgueiro Lopes
Perpétua Luísa Catarino
1982
Luis da Silva Reis
António Gomes Mor
António Rodrigues
1985
António Rodrigues
Luis Ferreira Alves
Venilde Raposo
1988
António Rodrigues
Ernesto S. Lopes
Virgílio Reis
1991
António Rodrigues
Ernesto S. Lopes
Perpétua Catarino
1994
António Rodrigues
Ernesto S. Lopes
Perpétua Catarino
1997
António Gomes Mor
Maria Helena Cardoso
Olga Gomez
2000
António Gomes Mor
Maria Helena Cardoso
Olga Gomez
2003
António Gomes Mor
Maria Helena Cardoso
Orlando Venâncio
2006
António Gomes Mor
Maria Helena Bandos
Bento Henriques

 

 

Agradecemos que o Dr.Carvalho especifique se  o Gomes Mor e a Helena Bandos fizeram actas do CF.....

 

mor 2.JPG

 

helena bandos  fina da armada.jpg

 

 Curiosamente da página do CRIA desapareceram os registos dos anteriores corpos sociais e as contas dos exercícios anteriores a 2015.

 

O dr.Carvalho tem a ''frontalidade'' de fazer afirmações sem dizer o nome dos visados. Porquê?

 

É para eles não poderem exercer o direito de resposta para o Médio Tejo?

 

O visado principal das acusações do Carvalho é o Humberto Lopes.

 

HUMBERTO LOPES BARCA.jpg

O dr.Carvalho também diz : '' (...) apontadas fragilidades da formalização de atas de outros órgãos sociais desses mandatos anteriores(...)

 

Quem é que tinha de fazer actas nos mandatos anteriores?

 

Assembleia Geral
Ano
 
Presidente
1º Secretário
2º Secretário
1979
António Marques Moreno
Angelino Lopes Rei
Luís da Silva Reis
1982
Fernando Tavares Simão
Angelino Lopes Rei
Carlos Barata Gil
1985
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1988
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1991
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1994
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1997
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
2000
Fernando Tavares Simão
Maria Helena Bandos
Fernando Grosso
2003
Fernando Tavares Simão
Maria Helena Bandos
Fernando Grosso
2006
José dos Santos de Jesus
Maria do Céu Albuquerque
Jorge Manuel Beirão

 

As actas entre 2000 e   2006, da AG competiam a pessoas como  a Helena Bandos, cacique e o Jorge Beirão

cacique (2).jpg

Dizem ainda '' A empresa concluiu que não existiram desvios de dinheiro''

 

Ou seja a honorabilidade dos antigos corpos gerentes e dos funcionários não é posta em causa.

 

O que parece que encontraram foi 27 mil euros de pagamentos irregulares por falta de formalidades burocráticas.

 

Ou seja a montanha do Carvalho pariu um rato.

 

Recordemos que o Carvalho foi Presidente duma Assembleia Municipal, que devia  fiscalizar assuntos como o da RPP (em que era parte interessada dada a sua contratação pelo Alves), e nem sequer pediu uma Comissão de Inquérito  ao assunto.E aqui o caso era de 1 milhão de euros.

 

Em 2013, quando se apresentou a P. da dita, estava a Vânia Grácio a apoiá-lo.

 

vània.png

Depois as comadres  zangaram-se (coisa extensível ao Catão das Mouriscas) e começou a bronca.....

Diz ainda o Carvalho que comunicou ao MP o enriquecimento sem causa de alguns funcionários.

Ao MP comunicam-se ''crimes''.

O enriquecimento sem causa pode ser discutido em sede cível, mas não penal.

Se houvesse ''crime''.....era a própria Inspecção da SS a comunicá-lo ao MP.

A história dos 27.000 euros.....é conclusão da ''empresa'' contratada pelo Carvalho....e não da inspecção.

Diz-se isto baseado nas declarações feitas pelo Carvalho.

Mandava a transparência publicar o ''relatório'' nas páginas do CRIA, porque se nos estão diariamente a pedir dinheiro para a instituição, temos o direito de saber o que se passa lá.

Finalmente......para recuperar 27.000 € ...o Carvalho......gastou pelo menos já 22.500.

mn

 

 

   



publicado por porabrantes às 11:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.06.17

abrantes gonçalo manito.jpg

Foto : Gonçalo Manito com a devida vénia

 

O fogo que obrigou à evacuação do CRIA (talvez se fale disso amanhã)

 

Todos os dias a Junta do Bruno mete fotos mostrando como arrancaram as ervas. Pois bem os passeios estão cheias de ervas....

 

Que a grande equipa  vá roçar as ervas

bruno.jpg

 mn



publicado por porabrantes às 19:38 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.06.17

ag cria.jpg

A acção de fiscalização da Segurança Social prende-se com estas saborosas  manchetes

 

manchetes cria.png

Da crise resultou a demissão de Humberto Lopes da P. da AG....

 

Os observadores esperam com curiosidade o resultado da perfomance...

 

Algum processo judicial que anda pela Relação também tem a ver com isto

 

ma


tags: ,

publicado por porabrantes às 16:16 | link do post | comentar

Domingo, 14.05.17

cria fátima.png

Um dos locais com mais forte tradição mariana cá na terra é a Abrançalha de Baixo, terra muito devota do Senhor Cónego. O Cria é outro baluarte dos verdadeiros e eternos valores que fazem de Portugal o baluarte da civilização ocidental.

cria fátima 2.png

in Relatório do CRIA 2016

mn


tags: ,

publicado por porabrantes às 12:27 | link do post | comentar

Sexta-feira, 10.03.17
3725888 Entrada:
08/03/2017
Distribuição:
08/03/2017
Autor: Cria - Centro de Recuperação e Integração de Abrantes
Réu: Casola & Maria - Atividades Hoteleiras, Lda
Juízo Local Cível de Abrantes 176/17.8T8ABT

Valor:
5 407,20 €
Despejo
Entrega Electrónica - Refª 25096469

 

 

mn


tags:

publicado por porabrantes às 17:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.12.16

 

 

 

Veja aqui os projectos aprovados no âmbito do Portugal 2020

LISTA DE OPERAÇÕES aprovadas reportada a 30 de setembro de 2016

 

Seleccionámos os projectos mais importantes aprovados e chumbados neste programa

 

A vermelho, quantitativos a receber dos fundos comunitários e projectos chumbados

 

Achamos bem o investimento  na educação, mas parece-nos que há demasiado dinheiro para a educação especial e para a EDEPRA e pouco para as Escolas tradicionais onde estão a maioria dos alunos

 

Felicitamos a CMA e a Tagus pelos sonoros chumbos!!!!!

 

Agradecemos à CDU Nisa o link

 

É um escândalo ver a Abrantaqua receber 1.506.000 de fundos, quando nos cobra taxas proibitivas e devia ser obrigada a pagar os investimentos com o seu capital!!!

etar Dias.png

 

SEUR-03-2012-FC-000029
Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos
3 - Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos
ABRANTAQUA - SERVIÇO DE ÁGUAS RESIDUAIS URBANAS DO MUNICÍPIO DE ABRANTES S.A.
ETAR dos Carochos e Sistema Intercetor
1.772.176
FC
1.506.349

 

09a

-Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação


CRIA-CENTRO DE RECUPERAÇÃO E INTEGRAÇÃO DE ABRANTES
Qualificação de pessoas com deficiência e ou incapacidade
1.293.815
FSE
1.099.743

(...)a inclusão social e combater a pobreza e a discriminação
CRIA-CENTRO DE RECUPERAÇÃO E INTEGRAÇÃO DE ABRANTES
Contratos locais de desenvolvimento social (CLDS)
437.500
FSE
371.875

 


CRIA-CENTRO DE RECUPERAÇÃO E INTEGRAÇÃO DE ABRANTES
Rede local de intervenção social (RLIS)
281.514
FSE
239.287

 

Capital Humano
1 - Promoção do sucesso educativo, do combate ao abandono escolar e reforço da qualificação dos jovens para a empregabilidade
Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes
Cursos Profissionais
2.086.982
FSE
1.773.935

 

Promoção do sucesso educativo, do combate ao abandono escolar e reforço da qualificação Jovens para a empregabilidade
Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes
Cursos de Educação Formação de Jovens
208.438
FSE
177.172

Programa Operacional do Capital Humano
1 - Promoção do sucesso educativo, do combate ao abandono escolar e reforço da qualificação dos jovens para a empregabilidade

Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes
Cursos de Educação Formação de Jovens
88.503
FSE
75.228

(...) do combate ao abandono escolar e reforço da qualificação dos jovens para a empregabilidade
Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes
Cursos Profissionais
1.067.392

FSE
907.284

 

1 - Promoção do sucesso educativo, do combate ao abandono escolar e reforço da qualificação dos jovens para a empregabilidade
Agrupamento de Escolas N.º 2 de Abrantes
Cursos Profissionais
478.519
FSE
406.741

 

Chumbados

 

2014-01-172
Estratégias de Desenvolvimento Territorial (GAL)
Não aplicável
TAGUS - ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DO RIBATEJO INTERIOR
EDL TAGUS 2020 - DLBC Rural do Ribatejo Interior
0
n.a.
0
99-Não aplicável
99-Não

 

EIDT-99-2015-03-013
Estratégias de Desenvolvimento Territorial (PEDU)
Não aplicável
MUNICIPIO DE ABRANTES
Médio Tejo
0
n.a.
0
99-Não aplicável

 

mn



publicado por porabrantes às 19:08 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.11.16

CRIA2-640x426.jpg

Reuniu-se a Assembleia Geral do CRIA para aprovar o Plano Previsional,

plano cria.png

no dia 22.

Segundo as fontes oficiais estiveram presentes 35 associados e os documentos foram aprovados por unanimidade.

O universo de associados é de uns duzentos associados

A participação foi portanto espectacular e demonstra, num momento particularmente polémico da vida da instituição, um  massivo apoio à Direcção.

(enviado por leitor)  

 

corrigimos a informação foram 35 e não 32! 


tags: ,

publicado por porabrantes às 11:27 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.11.16

Na estranha história dos saneamentos à Carvalho do CRIA, há novos desenvolvimentos.

cria sigla.png

 

A grande abrantina Senhora D. Paula Gueifão recorre contra o CRIA para a Veneranda Relação de Évora

 

 

163580
Fechar
 
Entrada:
18/11/2016
Distribuição:
18/11/2016
Recorrente: Ana Paula Gertrudes Marques Gueifão
Recorrido: Centro de Recuperaçao Infantil Abrantes
João Luis Nunes (Secção Social)

2137/15.2T8TMR.E1

Valor:
30 000,01 €
Apelações em processo comum e especial (2013)
Transferência electrónica

 

 

Se o Zé Bioucas, que foi um grande Presidente do CRIA visse isto, já sabemos o que diria

zé bioucas.jpeg

 mn

 

ps- aguardam-se comentários do Sr.Dr.Humberto Lopes na sua prestigiada coluna na ''Barca''



publicado por porabrantes às 16:58 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O abre e fecha no CRIA

CRIA condenado na Relação

A barraca do Cria

O fogo que obrigou a evac...

Assembleia Geral quente n...

A devoção mariana em Abra...

CRIA mete despejo

Abrantaqua recebe 1.506.0...

Grande participação na As...

Escândalo no CRIA chega à...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds