Domingo, 10.09.17

O Curso de Engenharia Mecânica da Esta oferecia 27 vagas!

 

Só um aluno quis vir para este curso!

 

Nos domínios da Doutora Hália Costa Santos havia , 20 generosas vagas no curso de Vídeo Documental, e a ESTA conseguiu atrair 8 alunos para esta coisa!

 

O curso de Informática e Tecnologia da ESTA tinha 33 vagas, pois bem, continua a tê-las quase todas.

 

Só entrou um voluntário.

 

 Face a isto, as perguntas são óbvias!

 

Quando acontece à ESTA, o mesmo que aconteceu à Universidade do edifício  Carneiro?

 

Ou seja a ESTA está como o Museu MDF, ou seja às moscas.

 

E ainda a ESTA consegue atrair quase tantos alunos como o Seminário de Portalegre.

 

Não se podiam fundir para fazer economias de escala???? 

 

ma

 

Parte boa da história: os caloiros da ESTA não conseguirão arrancar 4 toneladas de batatas   



publicado por porabrantes às 12:39 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.03.17

''Seja, sempre tive um certo lado de gajo ''

 

 

Hália Costa Santos, dixit. Se é assim devia ler a ''Crónica Masculina''...

 

crónica masculina.png

crónica masculina 2.png

ma 



publicado por porabrantes às 08:52 | link do post | comentar

Domingo, 12.02.17

O Expresso da semana passada abordava o tema das ''fake news'', estando preocupada Frau Merkel com as ditas, porque pode perder votos.

Trump teria ganho as eleições não graças às ''fuck news'', mas às ''fake news''...sustentam alguns incautos

fuck news.png

as fucking news podem ser destas, postas pelo site que leva esse honroso nome

fucking news.png

Os analistas e estudiosos pedem controle para as fake news (notícias falsas) porque podem enganar os ingénuos, prontos a acreditar que Hitler está vivo, e eles votam mal.

Querem ver uma fake news abrantina?

fake 1.png

Depois do título, o glorioso ''lead''

fake 2.png

Quem é que faz a capa dum jornal? O Director, Marcelo e Balsemão faziam-na no ''Expresso''. Neste devia ser a estudiosa que figurava no cabeçalho. Há outro jornal (internético) em que a Directora está no estrangeiro e por isso não pode entregar a tempo a encomenda camarária, que foi duns 8.mil euros.

A fake pode ser propositada ou por pura incompetência

fake 3.png

A análise científica das fake news pode ser feita através de estudos académicos, assim este estudo da Universidade de Standford diz que elas não influenciaram as eleições americanas

O que se recomenda é que o analista académico tenha distanciamento em relação ao que estuda e que não se estude a si próprio.

Há um estudo académico da Hália Costa Santos, que se debruça sobre a....

fake 6.png

 a actuação do Jornal de Abrantes, durante 2014. Ora acontece, que ela era a Directora da dita folha, e lá se vai o distanciamento.....

fake 7.png

 

 ma

 



publicado por porabrantes às 15:21 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.06.16

hália desmentido.png

O artigo da professora de jornalismo na ESTA e equiparada a jornalista, doutora Hália Costa Santos, fazendo o elogio do caciquismo local, já provocou uma dura reacção da visada, Senhora D. Marisa Moura Ruivo.

marisa 2.png

 

A foto  tem a etiqueta Hália 1, presumindo-se que tenha sido fornecida ao meio de comunicação social pela equiparada.

Na foto, está com Marcelo, a ex-candidata, em 2013, do PSD a vereadora Marisa Moura Ruivo,  e  no texto insinua-se que há pessoas que tiram fotos com o PR que não votaram nele. É verdade. A cacique faz selfies com o catedrático lisboeta e fez uma campanha eleitoral a favor doutro candidato, esmagado nas urnas, apesar de ter gasto uma fortuna a caçar votos. Também muitas criancinhas fazem selfies com o popular comentarista e não votaram nele. Mas é um crasso erro que a Dona Hália aproveite a coisa, para ilustrar a prosa com uma militante laranja abrantina, que ela tem de conhecer, porque dirigiu a campanha do PS nas autárquicas, propiciando confusões destas, como a de que a Marisa não tenha votado no candidato que os laranjas apoiavam.

Ò Hália, você, lindo expoente da ética, não tem o direito de fazer merdas destas!

marisa destaque.png

 

Afinal, a menina é uma equiparada!!!!

 

A ofendida, Senhora Dona Marisa Moura Ruivo, respondeu no facebook :

 

'' Num Estado de Dto Democrático, votamos livremente e não precisamos de o afirmar, mas tendo em conta de que sou eu que estou na foto e que o artigo afirma "que talvez haja quem nem votasse nele", posso afirmar que votei no Sr Presidente da República, sim e aliás fui candidata a Vereadora nas últimas Autárquicas da cidade onde nasci e cresci-Abrantes! Sou uma pessoa coerente com as minhas convicções e além disso gosto da cidade onde nasci e como considerei que as festas do Centenário de Abrantes foram bem conseguidas, pela Câmara Municipal de Abrantes, é um dto que assiste aos cidadãos comparecem nas festividades...Se um Presidente da República, por ser cordial, sociável com os eleitores e estes tb interagirem com eles é "ver um Presidente a fazer coisas que aprecem bonecos encenados"...Discordo veemente!Se fosse altivo e distante, seria apelidado de quê?!As pessoas não devem confundir características pessoais das pessoas neste caso-sociabilidade, empatia, com o cargo que exercem...Concordo com o que diz o Sr Presidente Marcelo representou o seu papel e a Sra Presidente da Câmara o seu!Na minha opinião os dois mto bem, no caso concreto!!!Afinal o Sr.Presidente foi eleito democraticamente por todos os portugueses, é o nosso Presidente e a Sra.Presidente da Câmara Municipal foi eleita pelos Abrantinos, logo não vejo o porquê de tanta celeuma, de realmente se celebrar, afinal a cidade de Abrantes foi centenária e realmente as festas correram bem!Quanto a outras questões que refere no seu artigo, não me vou pronunciar...Que venham mais celebrações com alegria , para as gerações vindouras e que se possam tirar livremente fotos , selfies, porque a vida também é feita de momentos que foram até bastante naturais , de recordações que ficam em fotos e não só de "azedumes"..."Trabalho , é trabalho e conhaque é conhaque" e não é pelo facto de ter havido uma celebração do centenário que a meu ver considerei muito digna e que devia ser registada fotograficamente, a título pessoal que as pessoas sejam Presidentes da República, de Câmara , cidadãos que não possam "celebrar"!Ainda bem que o fazem e neste caso que bela celebração!Reza a lenda que apesar do cerco no castelo, alguém gritou "Abre antes a porta!"Felizmente , Abrantes não perdeu esse bom hábito de "abrir as portas" , ser hospitaleira e receber bem as pessoas(sejam essas Presidentes da República , ou não!)Viva, Abrantes!Esteja onde estiver , são estas as minhas raízes!''

 

Aguarda-se que a Hália apresente isto aos estudantes, como ''case study',' no próximo ano lectivo.

 PS- A Hália pode dizer que foi um engano, mas tinha o dever ético e moral de responder à comentarista e ainda não o fez.

ma 

sublinhados nossos

agradecemos a um conhecido e aristocrático arquitecto o fornecimento do link da lista laranja    



publicado por porabrantes às 08:53 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.06.16

''Diretamente, não. Mas se pensares, cada um está a fazer o seu papel. A Câmara, enquanto órgão autárquico, está a criar condições para que as vítimas de violência doméstica possam ter um futuro digno. E, na sua maioria, são mulheres. O Presidente, ao dizer que é “quase feminista”, está a dizer que ainda há um percurso a fazer nestas coisas de igualdade de género.''

hália costa santos.jpeg

 

 

Hália Costa Santos, ex- chefa da campanha publicitária da cacique

no Médio Tejo Digital

Acontece, querida Hália, que a CMA prometeu restaurar a Casa Pintasilgo para abrigo das vítimas de violência doméstica.....

casa pintasilgo.JPG

 e restaurou-a tanto, que até reforçou com os restos dum caixote de madeira a porta...para que os violentos machistas, certamente todos de bigode e  semi-alfabetizados, não a arrombassem...

 

Leve lá o Marcelo, explique-lhe em que condições está a casa natal da ''amiga de infância '' e faça uma selfie com vista para as ruínas...

 

pontasilgo bébe, com amélia riuivo da silva raqu

D.Amélia Ruivo da Silva com a menina Lourdinhas, na Rua da Sardinha, quando a casa não estava a cair e quando o centro de Abrantes era habitado....

 

 mn

com a devida vénia ao caciquismo e à Fundação Pintasilgo

 



publicado por porabrantes às 20:43 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25.01.16

valhascos 7.png

 

 

a maior equiparada a  jornalista viva dos Valhascos é a Hália Santos, que ''avascalhou'' a imprensa abrantina,

hália.png

 estamos solidários com o bom povo dos Valhascos, tendo sido a líder da C.P. da candidatura autárquica da snapada Céu, a Hália devia-ter-lhe dito que o Sampaio da Névoa devia ter ido a Valhascos debitar paleio acerca da ''essência do 25 de Abril'', dado não saber pentear senhoras como o Senhor Presidente da República, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, ...

hália costa santos.jpg 

 

valhascos 8.jpg

a bonita e progressiva terra da couve valhasquense 

 

e não resistimos a ver como a Senhora Doutora Hália viu a eleição do Cavaco:

hália cavaco.png

os títulos dum jornal e o local onde saem são da responsabilidade do director, o Xico Balsemão e o jornalista Rebelo de Sousa só abandonavam às 5 da manhã o ''Expresso'', depois de meterem os títulozinhos

 

hália títulos.png

e os destaques ou os ''leads'' também são competência do director, coadjuvado pelo chefe-de-redacção

hália cavaco 2.png

e  exprimem, muitas vezes, opinião

O Marcelo a fazer títulos, no Expresso, '' era aquela máquina'', disse-me o cunhado da directora  da Nova Aliança, sentado na esplanada duma tasca do Arieiro, enquanto ao balcão bebia uma mini proletária, o Vice-Presidente da Assembleia da República, que era um operário da Lisnave, comunista, mas não padre

Expresso 23 Agosto 75 capa.JPG

Eis como Marcelo liquidou Vasco Gonçalves, com talento, graça e notória aleivosia

 

No número em que a Hália quase se converteu ao cavaquismo, não podia faltar o síndroma da terrinha, onde é residente, são as saudades telúricas da terra-mãe

valhascos 8.png

 Se os títulos exprimem opinião (às vezes inconscientemente,) este exprime que os touros fazem parte da nossa cultura......

hália touros.png

No entanto, depois duma reflexão valhasquense, a Hália foi boss duma candidatura, que negava à tauromaquia qualquer resquício de marca na identidade abrantina....

A Hália é uma rapariga com sentido de humor, como se via pelos editoriais no Jornal de Abrantes, e portanto neste número sairam caricaturas

hália caricaturas.png

o que pergunto, é porque no Jornal de Abrantes, nunca saiu uma caricatura da cacique????

 

Haveria mais a dizer , e se calhar vou guardar o número cavaquista para outra vez,

mas acaba de chegar o Boletim do Sardoal, que o Sr.Dr. Miguel Borges me manda à

borla e lá decerto haverá notícias frescas dos Valhascos. Termino o post, para o ler.

ma

 

créditos : Jornal da Esta, directora Hália Costa Santos, 31 de Janeiro de 2006; Expresso,23 de Agosto de 1975, director Francisco Pinto Balsemão, bisneto bastardo do Imperador D.Pedro I do Brasil, alma danada do Expresso, Marcelo Rebelo de Sousa, filho do ex-Ministro de Marcelo Caetano, o dr.Baltasar 

 

 

 

 

  



publicado por porabrantes às 13:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29.10.15

hália

 

hália 4.png

 A Joana Abreu aprendeu o que era o jornal com mais sucesso  e estudou-o.

Agora uma justiça inquisitorial regressa à censura prévia, própria da outra Senhora.

Esperamos a todo o momento que a Senhora Hália, referente moral da imprensa oficiosa e professora de mass medias se pronuncie contra a

censura.jpg

 

  a redacção indignada



publicado por porabrantes às 12:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.09.15

hália

 Com a partida da mais prestigiada e ética dama do jornalismo regional, a Prof. Adjunta Hália Costa Santos, a imprensa oficiosa abrantina fica orfã.

Como ficou o povo dos Valhascos, quando a Hália Costa Santos abandonou o cargo de deputada municipal para que fora eleita, pela Oposição.

Apresentamos os nossos sentimentos aos órfãos.

Talvez agora a Hália se possa concentrar na vida académica, da qual não resisto a contar uma peripécia.

Em 2005 a Hália apresentou esta comunicação '' A comunicação política do XVII
Governo de Portugal”. Para isso enviou, diz ela, 

 

 

 

hália e-mais 5.png

 

 

 

 O XVII  Governo era comandado....por José Sócrates

sócrates cm.jpg

 

Neste glorioso estudo, que revolucionará a ciência política lusitana, a Hália entrevista ......jornalistas  que ficaram anónimos, porque não divulga o nome dos jornalistas que a informaram.....

 

Ora estou por saber porque não aplicou esta técnica no jornal que dirigia

 

Finalmente logo na introdução decide que Felipe Gonzalez : '' Apesar de ter
governado num contexto difícil, com várias situações complicadas envolvendo
membros do Governo, Gonzalez nunca perdeu a sua reputação''

 

Dou exemplos:

el pais.png

el mundo.jpg

Pelos vistos a Hália não lia a imprensa de referência do país vizinho.

ma

 

 

 

 

nota: chamar situações complicadas ao assassinato e sequestro de cidadãos  inocentes, é ser mestra no eufemismo

 

 



publicado por porabrantes às 12:39 | link do post | comentar

Sábado, 15.08.15

Saiu um número duma revista do IPT chamada

 

ideário.png

a revista trata de património e tem um bom artigo de António Matias Coelho sobre Punhete

 

e mais coisas umas interessantes outras discutíveis, vamos ler e depois dizemos

 

a publicação tem este Comité Científico

 

ideário 2.png

Na designação dos membros faltam coisas ou alguns membros decidiram ser modestos, assim o Prof.Doutor Carlos Cupeto achou por bem (por ser modesto) não dizer que era colunista do ''Mirante'', o melhor jornal da região, em compensação a Hália Costa Santos também foi big modesta, porque omitiu o cargo de directora da única folha gratuita que canta as glórias do caciquismo inter-municipal, embora diga que é directora do Jornal da Esta, um suplemento que costuma ir dentro da folha gratuita

 

Certamente por lapso na ficha técnica a Hália aparece como Professora Doutora quando a informação disponível on-line do IPT diz que é Professora Adjunta

hália adjunta.png

 O Ideário tem como fim ''proporcionar um espaço informativo multidisciplinar e transversal das Ciências Sociais e Humanas''.

 

Este post tem como objectivo proporcionar uma actualização informativa multidisciplinar e transversal no Conselho Científico da revista.

 

Os nossos cumprimentos à digna Professora -Adjunta

 

sn

 



publicado por porabrantes às 16:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 31.07.15

hália

Uma coisa nos angustiava, saber se a Hália era jornalista ou não.

Finalmente a angústia desvaneceu-se.....

Não é jornalista....

É equiparada a jornalista

hália

 

equiparada.png

 O Marechal Spínola dizia sempre entre um major de cavalaria e um de engenharia, tipo Vasco Gonçalves, há diferenças.....

 

E sobre o Eanes, dizia, vê-se que o tipo não andou no Colégio Militar

 

Se a Hália já pediu a equiparação a jornalista, porque não pede equiparação a  delegada de propaganda autárquica ???

 

E organiza uma visita dos equiparados para  visitar o patrão da Lena para lhe beijar a pulseira.

Podia aprender com a fidalga Ana Soares Mendes, esta beija sempre reverencialmente a jóia do patrão.

 

Ou seja o anel do Sr.Bispo de Portalegre.

 

a redacção

 

 



publicado por porabrantes às 12:40 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

ESTA às moscas

Crónica Masculina

Fake news

Ëtica Hália desmentida po...

A violência doméstica

As Presidenciais à moda d...

Quando a Prof. Drª Hália ...

Imprensa oficiosa abranti...

Da exactidão no Ideário

A equiparada

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds