Quarta-feira, 19.07.17

portal da queixa.png

O nosso conselho: em caso dum pé partido vá a um Hospital privado..-

 

ma

 

ver aqui



publicado por porabrantes às 07:33 | link do post | comentar

Terça-feira, 04.07.17

'''(...)

Os hospitais de Guimarães, Gaia, Aveiro, Abrantes, Amadora-Sintra, Setúbal e Évora estão atualmente a funcionar com menos enfermeiros especialistas do que o recomendado, o que provoca uma "situação caótica” nestes serviços de saúde. “Já existem grávidas com receio de serem internadas. Apesar de os administradores hospitalares afirmarem que está tudo a funcionar normalmente e que tudo está controlado, internamente a situação é caótica”, referiu Bruno Reis.

Desde esta segunda-feira que estes enfermeiros estão a assegurar apenas cuidados indiferenciados de enfermagem, em protesto contra o não pagamento dos seus serviços especializados - que conta com o apoio da Ordem dos Enfermeiros. "No primeiro dia de protesto dos enfermeiros especialistas, os hospitais nada fizeram para garantir a segurança dos cuidados de saúde. Está em causa a vida e a saúde das pessoas, em particular das que recorrem aos serviços de saúde materna e de obstetrícia(...)   no I com a devida vénia

 

hospital.jpg

mn



publicado por porabrantes às 14:05 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.06.17

teresa 1.jpg

A deputada Teresa Leal Coelho, líder da lista laranja scalabitana e os outros deputados do PSD denunciam ....

teresa 7.png

Entretanto a concelhia abrantina guarda de Conrardo, o prudente silêncio e dedicam-se a atacar ....o dr. Rui André.....grande autarca laranja de Rio de Moinhos

teresa 3.jpg

ma



publicado por porabrantes às 15:36 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.04.17

engano.png

 Esperar que abram um processo de averiguações para saber o que aconteceu seá certamente pedir demais.

mn



publicado por porabrantes às 06:59 | link do post | comentar

Sábado, 13.02.16

ENFERMEIROS DE TORRES NOVAS, TOMAR E ABRANTES EM GREVE DE 29 DE MARÇO A 1 DE ABRIL

Enfermeiros 2''Os enfermeiros do Centro Hospitalar do Médio Tejo marcaram uma greve de quatro dias, entre 29 de março e 01 de abril, e vão fazer uma exposição ao ministro da Saúde sobre o seu funcionamento, disse hoje fonte sindical.

Helena Jorge, da direção regional de Santarém do Sindicato dos Enfermeiros, referiu à agência Lusa que, passado um ano de “tréguas” dadas à nova administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, os enfermeiros estão “revoltados” com a ausência de medidas que corrijam situações que estão a levar ao “aumento do absentismo e dos acidentes de trabalho“.

A sindicalista afirmou que, além de estarem revoltados com o horário de 40 horas imposto à classe, os enfermeiros queixam-se do número insuficiente de profissionais, do não cumprimento dos horários, da mobilização entre as três unidades que integram o Centro Hospitalar do Médio Tejo, Torres Novas, Tomar e Abrantes e do não pagamento de horas extraordinárias''

 

in Rádio Cruzeiro

a redacção

 

O Costa mostra o que é, um serviçal capataz da troika e da usura internacional. É pior que o anterior, porque é um irresponsável



publicado por porabrantes às 08:35 | link do post | comentar

Sexta-feira, 05.02.16

''

Com base em testemunhos de cidadãos e de profissionais que ali trabalham, confirmamos a persistência dos problemas e a sua agudização nos últimos dias, em que se tem registado um aumento da afluência.

Em surdina, médicos, enfermeiros e outros profissionais revelam o seu desagrado pelos “engarrafamentos monumentais e prolongados”, que acontecem nos corredores transformados em “salas” de observação e em enfermarias improvisadas.

Desde o passado sábado, dia 30 de janeiro, que os corredores se tornaram pequenos para tantos doentes, visto os serviços nos pisos superiores estarem lotados e a capacidade de internamento estar esgotada. Segundo testemunhos de vários profissionais, a terça-feira, dia 2 de fevereiro, foi caótica.

Nesta quinta-feira, dia 3 de fevereiro, havia cerca de 25 doentes nos corredores. Alguns em observação, e outros que já deveriam estar internados nos serviços.

Dois exemplos, apenas, de entre vários: um doente de 85 anos deu entrada no domingo, dia 31 de janeiro; uma doente com cerca de 50 anos deu entrada no sábado, dia 30 de janeiro. Na passada quinta-feira, ambos ainda se encontravam no mesmo corredor.

Esta situação pode levar à degradação do estado dos doentes e, como bem se percebe, à deterioração das condições de trabalho dos profissionais. Os corredores são locais de passagem, sendo o barulho constante; as luzes estão sempre ligadas, dificultando o sono dos doentes; faltam condições para a higiene pessoal; falta privacidade; pessoas já muito fragilizadas permanecem longamente expostas aos perigos de infeção hospitalar.

Para os profissionais, as condições são degradantes, pois além da falta de espaço e da sobrecarga de trabalho, têm de ouvir as reclamações de doentes e familiares por situações às quais são alheios.

Perante este quadro de caos generalizado, a Administração do Centro Hospitalar aparenta ser incapaz de resolver os referidos problemas.''

 

eng Carlos Matias, Deputado da República

 

dr. Moisés Ferreira Deputado da República

 

Hospital-de-Abrantes-01.jpg

 comunicado do Bloco 

 

onde se intima o Governo a esclarecer a coisa

 

devida vénia



publicado por porabrantes às 22:04 | link do post | comentar

Sábado, 30.01.16

e no CHMT

 

greve abrantes.png

fonte Sindicato dos Enfermeiros

ma



publicado por porabrantes às 08:55 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.01.16

hospital abrantes.png

No processo referido a companheira do falecido exige a entrega do processo clínico para saber se os Hospitais  ''fizeram tudo ao seu alcance'' para lhe salvar a vida.

O processo era para ser ser estudado por outros médicos. 

O organismo requerido  tinha dúvidas se o podia facultar.

 

A Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos (CADA) aconselhou o Hospital a entregá-lo.

Temos direito de acesso aos documentos administrativos, com mais de um ano, a quase todos, é a regra geral.

 

Se nãos os facultam, queixe-se à CADA.

 

mn 



publicado por porabrantes às 22:18 | link do post | comentar

A CMTV faz a reportagem da  atribulada morte dum idoso que se despenhou duma janela do Hospital Manel Constâncio.

Aguarda-se o relatório judicial.

 

 

 

 

 

 

 

 

mn 



publicado por porabrantes às 13:58 | link do post | comentar

Quarta-feira, 06.01.16

Segundo o portal do Bloco, que cita o D.Notícias,

 

(..)Évora, Faro ou Abrantes são alguns dos que estão com mais atraso na resposta. Além disto, os serviços de internamento estão também atingir o máximo da taxa de ocupação. Por esta razão, várias unidades de saúde estão a enviar doentes para aquelas que têm menos problemas, dando seguimento a instruções do Ministério da Saúde, como é o caso do Amadora-Sintra ou do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, que ainda esta segunda-feira enviaram doentes para o Hospital de Santa Maria....(..)

 

 

'' (...) Um outro profissional denunciou ao DN que os tempos de espera estavam a disparar no Centro Hospitalar do Médio Tejo, que inclui os hospitais de Tomar, Abrantes e Torres Novas. Aí, os doentes pouco urgentes (verdes) já tinham de esperar 5h30 para serem atendidos e os urgentes 3h30. Porém, a falta de resposta agrava-se também no internamento: mesmo depois de acionados os planos de contingência que preveem a abertura de mais camas, esta segunda-feira permaneciam dezenas de doentes na zona de triagem e de internamento, 52 dos quais internados. A maioria não tinha vaga para internamento, os outros aguardavam uma decisão. Alguns doentes "chegam a esperar 24 horas sem ser reavaliados. Não se consegue chegar a todo o lado", disse o profissional citado pelo mesmo jornal. (...)

 

(...)

Há dois dias, o secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, admitiu que alguns hospitais "estão a atingir os máximos da sua capacidade de resposta", e renovou os apelos para a população não se dirigir aos serviços de urgência. Ainda não estamos no pico da gripe, mas para dar resposta à procura dos serviços de saúde, as unidades têm várias medidas previstas, sendo que o recurso às empresas de prestação de serviços continua a ser uma delas.

O Plano de Contingência para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) prevê o alargamento previsto dos horários dos centros de saúde na região. Os horários dos centros de saúde estarão disponíveis nos sites das respetivas Administrações Regionais de Saúde (ARS) e poderão alterar-se, no sentido do seu alargamento, consoante a avaliação do ponto de rutura nas urgências hospitalares, a ser controlada pela tutela.(...)''

 

in Esquerda Net

 

Entretanto em comunicado hoje divulgado a direcção do CHMT desmente o DN, enquanto a CUSMT, que representa os utentes, se queixou.

 

mn

 

 

 



publicado por porabrantes às 22:03 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Está o Hospital de Abrant...

Caos na Maternidade do Ho...

Governo mete em causa Mat...

Abrantes na Imprensa Regi...

Uma greve justa contra um...

Caos no Hospital de Abran...

Greve vitoriosa no Hospit...

Hospital aconselhado a en...

Salto no vazio no Hospita...

Membro do Governo: Capaci...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds