Quarta-feira, 21.06.17

Numa notícia não assinada a Antena oficiosa abordou ontem o caso CRIA

 

20-6-2017 cria.png

Acontece que a 29-11-2016, o mesmo media, em artigo não assinado, noticiava que o Carvalho e a direcção do CRIA tinham  encerrado o caso

cria caso encerrado.png

Nas declarações ao Médio Tejo diziam que tinham contratado uma empresa para fazer uma auditoria,  em Novembro afirmavam que era um Advogado do Porto que fizera o inquérito.

Em Novembro diziam que o montante das discrepâncias andava entre 3 e 9 mil euros.

Agora falam em 27.887, 65 euros.

Como é que de '' caso encerrado'' se passou a ''caso aberto''?

Explicam-nos?

Como é que de menos de 10.000 € se passou a 27 mil?

Há incongruências demais nesta história....

As penas disciplinares anunciadas em Novembro resumiam-se a ''A um colaborador foi-lhe retirado um dia de férias, outro foi suspenso por 5 dias, e dois por 15 dias. A sanção mais gravosa disse respeito a um despedimento por justa causa aplicado à anterior diretora executiva, Vanda Grácio.''

 

Coisas irrisórias ....

 

Tiveram de indemnizar a anterior directora executiva e há um processo no STJ que não esclarecem.

 

Vai-lhes custar bastante fechar este caso, é como o da RPP que ainda anda pelos tribunais....

 

E vão ter de pagar mais indemnizações, diz-nos um observador judicial.

 

mn

 

ps -continuamos a aguardar que nos digam quem foram os membros do CF que não faziam actas.....

 

 

 



publicado por porabrantes às 09:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.06.17

Segundo o dr. Carvalho: ''“Muito embora a instituição tenha normalizado a situação do atual mandato, verificou-se que não existiam atas com o registo das reuniões do Conselho Fiscal dos anteriores mandatos, violando a lei”, ''

 

Quem eram os membros do CF nos anteriores mandatos? Não temos todos os dados, mas temos alguns.....

 

 

Conselho Fiscal
Ano
 
Presidente
1ºVogal
2º Vogal
1979
António Rodrigues da Silva
Ernesto Salgueiro Lopes
Perpétua Luísa Catarino
1982
Luis da Silva Reis
António Gomes Mor
António Rodrigues
1985
António Rodrigues
Luis Ferreira Alves
Venilde Raposo
1988
António Rodrigues
Ernesto S. Lopes
Virgílio Reis
1991
António Rodrigues
Ernesto S. Lopes
Perpétua Catarino
1994
António Rodrigues
Ernesto S. Lopes
Perpétua Catarino
1997
António Gomes Mor
Maria Helena Cardoso
Olga Gomez
2000
António Gomes Mor
Maria Helena Cardoso
Olga Gomez
2003
António Gomes Mor
Maria Helena Cardoso
Orlando Venâncio
2006
António Gomes Mor
Maria Helena Bandos
Bento Henriques

 

 

Agradecemos que o Dr.Carvalho especifique se  o Gomes Mor e a Helena Bandos fizeram actas do CF.....

 

mor 2.JPG

 

helena bandos  fina da armada.jpg

 

 Curiosamente da página do CRIA desapareceram os registos dos anteriores corpos sociais e as contas dos exercícios anteriores a 2015.

 

O dr.Carvalho tem a ''frontalidade'' de fazer afirmações sem dizer o nome dos visados. Porquê?

 

É para eles não poderem exercer o direito de resposta para o Médio Tejo?

 

O visado principal das acusações do Carvalho é o Humberto Lopes.

 

HUMBERTO LOPES BARCA.jpg

O dr.Carvalho também diz : '' (...) apontadas fragilidades da formalização de atas de outros órgãos sociais desses mandatos anteriores(...)

 

Quem é que tinha de fazer actas nos mandatos anteriores?

 

Assembleia Geral
Ano
 
Presidente
1º Secretário
2º Secretário
1979
António Marques Moreno
Angelino Lopes Rei
Luís da Silva Reis
1982
Fernando Tavares Simão
Angelino Lopes Rei
Carlos Barata Gil
1985
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1988
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1991
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1994
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
1997
Fernando Tavares Simão
António do Rosário Bandos
Carlos Barata Gil
2000
Fernando Tavares Simão
Maria Helena Bandos
Fernando Grosso
2003
Fernando Tavares Simão
Maria Helena Bandos
Fernando Grosso
2006
José dos Santos de Jesus
Maria do Céu Albuquerque
Jorge Manuel Beirão

 

As actas entre 2000 e   2006, da AG competiam a pessoas como  a Helena Bandos, cacique e o Jorge Beirão

cacique (2).jpg

Dizem ainda '' A empresa concluiu que não existiram desvios de dinheiro''

 

Ou seja a honorabilidade dos antigos corpos gerentes e dos funcionários não é posta em causa.

 

O que parece que encontraram foi 27 mil euros de pagamentos irregulares por falta de formalidades burocráticas.

 

Ou seja a montanha do Carvalho pariu um rato.

 

Recordemos que o Carvalho foi Presidente duma Assembleia Municipal, que devia  fiscalizar assuntos como o da RPP (em que era parte interessada dada a sua contratação pelo Alves), e nem sequer pediu uma Comissão de Inquérito  ao assunto.E aqui o caso era de 1 milhão de euros.

 

Em 2013, quando se apresentou a P. da dita, estava a Vânia Grácio a apoiá-lo.

 

vània.png

Depois as comadres  zangaram-se (coisa extensível ao Catão das Mouriscas) e começou a bronca.....

Diz ainda o Carvalho que comunicou ao MP o enriquecimento sem causa de alguns funcionários.

Ao MP comunicam-se ''crimes''.

O enriquecimento sem causa pode ser discutido em sede cível, mas não penal.

Se houvesse ''crime''.....era a própria Inspecção da SS a comunicá-lo ao MP.

A história dos 27.000 euros.....é conclusão da ''empresa'' contratada pelo Carvalho....e não da inspecção.

Diz-se isto baseado nas declarações feitas pelo Carvalho.

Mandava a transparência publicar o ''relatório'' nas páginas do CRIA, porque se nos estão diariamente a pedir dinheiro para a instituição, temos o direito de saber o que se passa lá.

Finalmente......para recuperar 27.000 € ...o Carvalho......gastou pelo menos já 22.500.

mn

 

 

   



publicado por porabrantes às 11:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16.01.17

O Pato volta a voar. Também parece que bateu asa da Protecção Civil o filho da Comendadora Francelina, e veio aterrar na agremiação bombeiral, cujo Presidente da AG é o ex-laranja Humberto Lopes. Leia tudo no Pato

francelina.jpg

 

 

 

devida vénia ao Patopato.png

 devida vénia ao amigo Pato.

mn

 

PS-Confesso que não sei que Comenda ostenta a Srª D. Francelina. Mas era hora de dar uma Comenda ao Humberto Lopes e se calhar o nome duma rua pelos bons-serviços ao ......PS 



publicado por porabrantes às 08:47 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.12.16

Quando nas Mouriscas havia um Museu e não uma escola em ruínas ao cuidado fraternal da ADIMO/CMA

 

museu das mouriscas.jpg

assine a petição 

mn



publicado por porabrantes às 23:31 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.12.16

a.boavida.jpg

Nesta data o Jornal de Abrantes publicou um esclarecimento em que informava que o grande abrantino Sr.Armando Boavida, não era o colunista A.Boavida.

Para os mais novos convém recordar que Armando Boavida foi gerente da Construtora Abrantina, Administrador do Colégio La Salle, do Hotel Turismo e também do Teatro S.Pedro.

Por todos os lugares por onde passou deixou um rasto de competência, bem-fazer, honradez e amor à Cidade, porque nunca ganhou nada por administrar o Teatro ou o La Salle, ou o Hotel (nenhum dos administradores dessas empresas recebeu alguma vez um cêntimo).

O seu papel na Construtora, ao lado dos seus cunhados Srs.Amadeu Vasco e Simão Marques dos Santos é conhecido. Todos tornaram a Construtora num símbolo de Abrantes. Eram construtores-civis e não especuladores de terrenos.

Na política foi fundador do PPD abrantino.

Pois bem, o desmentido surgiu porque no JA havia um colunista com o pseudónimo de A.Boavida que desancava sistematicamente no Presidente da Câmara, com notável verve, excelente piada e insuperável graça.

Um dia o artigo foi mais violento que o costume e as forças vivas alaranjadas foram procurar satisfações ao sr.Armando Boavida, que estava muito doente.

Queriam forçá-lo a pedir desculpa. Não pediu, porque não era ele. Era

dr.conciencia discursando.jpg

o Sr. Dr.Eurico, que nesse mesmo, número arremeteu contra o Humberto Lopes com isto

basta.jpg

A mesma tropa foi chatear o Mário Semedo, porque achavam que ele era.....o Mário Sério.

mário semedo.png

 

  mn

 

a.boavida era um trocadilho para se meter com os políticos, que o Dr.Eurico achava que se dedicavam à boa-vida



publicado por porabrantes às 21:37 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.11.16

Esperamos ansiosamente as reacções da prestimosa sociedade civil ao cancelamento da licença da ADIMO, aprovada na reunião de 11 de Outubro

 

adimo chumbo 11 outubro.png

Só que a edilidade se esquece disto:

 

Mais um subsídio prá ADIMO

 

Quem não chora, não mama

 

Isto é foram dados um montão de subsídios à ADIMO e a Escola está assim

 

cdu mouriscas.png

Para ser mais claro

mouriscas escola 1.jpg

mouriscas escola 2.jpg

mouriscas  escola 3.jpg

Agradecemos à ADIMO e à dona do imóvel, a Câmara, manter o património assim e a esta última desbaratar o dinheiro público em subsídios que segundo as fotos são ruinosos.

 

Fotos retiradas da página da CDU/Abrantes

 

ma

 

 

 



publicado por porabrantes às 13:17 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.10.16

escola da adimos.png

Com a devida vénia à Maria da Fonte

 

a redacção



publicado por porabrantes às 21:28 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.10.16

vanda grácio h lopes.jpg

A prestigiada instituição CRIA mandou uma carta para uma instituição de que sou sócio a pedir ma$$as para umas Jornadas de Neurodesenvolvimento. Vinha assinada por esta senhora

ana quintas.png

Será que agora o dr.Nelson Carvalho vai mandar mais circulares a pedir ma$$as para pagar a indemnização de 22.500 €  que acordou com a drª. Vanda Grácio, para evitar que o CRIA fosse condenado por despedimento sem justa causa.?????

A nova equipa dirigente, lá metida por convite desse insigne vulto da classe política, que responde pelo nome de Humberto Lopes, desencadeou uma ''caça às bruxas'' e prometeu um relatório sobre o resultado do inquérito que teria mandado fazer aos saneados.

Não há relatório, mas o CRIA já está a arder em 22.500 €

cria diagrama.png

 e segue-se o processo metido contra o ''patronato'' humanitário pela Paula Gueifão, que ameaça ter o mesmo desfecho.

E se a nova equipa, onde está também o Bruno Tomás, se demitisse????

O facto do Carvalho não ter tido tomates para ir a julgamento, só demonstra uma coisa: que tinha medo de perder o julgamento e que não tinha razão.

vânia grácio mirante.png

ler aqui

ma

 



publicado por porabrantes às 17:37 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.10.16

 

Está aberto, como foi noticiado pela Imprensa, :

 

''Foi publicado no Diário da República, 2.ª Série, N.º 184,  de 23 de setembro de  2016, o Anúncio 207/2016 de 13 de setembro, relativo à abertura do procedimento de fusão e ampliação da classificação da «Igreja da Misericórdia de Abrantes, incluindo seis tábuas de pintura quinhentista e demais recheio», da «Sala do Definitório da Misericórdia de Abrantes» e do «Conjunto constituído pelo pequeno claustro, incluindo a cisterna com a ferragem, a fachada do Definitório da Misericórdia e a sacristia onde está o lavabo», classificados como imóveis de interesse público (IIP) pelo Decreto n.º 129/77, publicado no Diário da República, 1.ª série, n.º 226, de 29 de setembro, e redenominação para «Igreja da Misericórdia de Abrantes, pátio do Definitório, Casa do Despacho e claustro anexo, incluindo o património integrado», em Abrantes, União das Freguesias de Abrantes (São Vicente e São João) e Alferrarede, concelho de Abrantes e distrito de Santarém.''

DGPC

 

 

No entanto, a coisa fia mais fino e deve-se ler o parecer da Técnica da DGPC,  Sílvia Leite, para estarmos conscientes do valor patrimonial da Santa Casa e dos erros cometidos tanto por Provedores,  (designadamente Fernando Velez e o capitão Horácio Mourão de Sousa) como pela CMA, que licenciou obras que destruiram património relevante e que impedem o alargamento da zona classificada.

inauguraçao lar.png

Que diz a drª Silvia Leite????

dgpc.png

DGPC 2.png

(..)

 

a historiadora de arte critica a cartografia camarária por contrariar o estabelecido no decreto-lei de protecção, ao excluir da área protegida a...cisterna...

 

dgpc 3.png

a historiadora considera que não é extensível a área de classificação à zona do antigo celeiro medieval, porque ela foi descaracterizada pelas obras de adaptação a refeitório

 

DGPC 5.png

dgpc 6.png

(..)

 

Considerações a ter:  a Santa Casa e a edilidade de Humberto Lopes não tiveram o suficiente cuidado para evitar a descaracterização da área do antigo celeiro medieval, diz a dr Sílvia Leite e portanto, se assim for, prejudicaram  seriamente.o património abrantino

É de todo o interesse que esta reflexão da conceituada Historiadora sirva para que a edilidade actual não vá pelo mesmo caminho e descaracterize irremediavelmente S.Domingos, para onde se anunciam obras.

mn

 

créditos: Ribatejo, extractos do parecer da drª Sílvia Leite, da DGPC, o parecer  está on-line......

 

 



publicado por porabrantes às 19:37 | link do post | comentar

Domingo, 22.05.16

bonés.jpg

 O Dr.Lopes, conhecido apanha-bonés, com outro colecionador do ramo da chapelaria.

ma



publicado por porabrantes às 12:11 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O abre e fecha no CRIA

A barraca do Cria

Chambel aterra na associa...

O falecido Museu das Mour...

O colunista A.Boavida

Câmara cancela licença da...

A Escola da ADIMOS

Negócios à Carvalho: CRIA...

DGPC denuncia descaracter...

O apanha-bonés

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds