Sexta-feira, 16.06.17

A intervenção de Margarida Totgema aos microfones da Rádio oficiosa, feita ontem, foi muito comentada nos mentideros políticos locais.

Deixamos aqui o link, porque há muita coisa para comentar.

mn



publicado por porabrantes às 08:56 | link do post | comentar

Domingo, 11.06.17

Quem foi o primeiro ex-Vereador PS abrantino a arranjar um emprego municipal, depois  de abandonar a CMA, dado pelo famoso Sr.Carvalho?

Foi o ex-Vereador Jorge Couceiro.....

couceiro.png

Era 14-1-2002

Vem a correcção da parte dum leitor, para dizer que o VPC ou a Isilda Manuela não foram os primeiros....

O mal já vinha de longe

E um dos críticos arranjou emprego público à conta dos laranjas...

O mal não é só do Sr.Carvalho.....o mal é geral e chama-se partidocracia...

mn



publicado por porabrantes às 12:54 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.06.17

teresa 1.jpg

A deputada Teresa Leal Coelho, líder da lista laranja scalabitana e os outros deputados do PSD denunciam ....

teresa 7.png

Entretanto a concelhia abrantina guarda de Conrardo, o prudente silêncio e dedicam-se a atacar ....o dr. Rui André.....grande autarca laranja de Rio de Moinhos

teresa 3.jpg

ma



publicado por porabrantes às 15:36 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.05.17

bruno.jpg

A Vereadora Elza Vitório denunciou o critério eleitoralista na distribuição de recursos municipais às freguesias, sublinhando que a União das Freguesias de Abrantes, apascentada pelo ex-boy Bruno Tomás, recebe mais ....que 6 freguesias ...

elza.png

Entretanto a nobre candidatura de D.António ainda não deu conta aparentemente da denúncia da Vereadora laranja que é de....31 de Março

ma 



publicado por porabrantes às 18:30 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.05.17

Pergunta enviada ao Ministro da Saúde pelos Deputados do PSD eleitos por Santarém

Exmo Senhor Ministro da Saúde, 

 

Como é do seu conhecimento, a zona do Médio Tejo tem passado por grandes dificuldades na fixação de médicos ao nível dos cuidados de saúde primários, apesar do grande esforço do ACES Médio Tejo, bem como do esforço do anterior como do actual governo, no sentido de criar incentivos para o regresso à actividade de médicos reformados ou através de um novo modelo contratos de prestação de serviços.

 

Apesar de todo este empenho, que reconhecemos, no início deste ano questionámos o governo acerca dos atrasos nos pagamentos aos médicos contratados através do programa "bata Branca" que prestavam cuidados de saúde no concelho de Abrantes, programa este que consiste em estabelecer contratos de prestação de serviços, contratos de avença, directamente com os médicos e não através de empresas de trabalho temporário. Esses atrasos levaram à suspensão de consultas de pelo menos um desses profissionais tal como o próprio Ministério da Saúde reconheceu em resposta que nos foi enviada.

 

No entanto, continua por proferir o despacho genérico que permite às ARS recrutar no corrente ano médicos através do mesmo programa, o referido "bata branca", que estão disponíveis e sinalizados para iniciar funções em vários concelhos do MedioTejo, mas principalmente no Sardoal. Esses médicos só não iniciaram ainda funções porque estamos já em Maio de 2017 e falta um respectivo despacho de autorização do Governo para o corrente ano. Este atraso estará a colocar em causa a prestação de cuidados de saúde primários em muito outros concelhos do país, pois este programa de contratação de médicos através de contratos de avença directa com o respectivo profissional é flexível, eficaz e permite à administração da saúde escolher os melhores e mais motivados profissionais, o que nem sempre acontece quando subcontratados através de empresas, resolvendo problemas concretos nos concelhos com maior dificuldade.

 

No mesmo contexto, chamamos a sua atenção para a urgência que existe na autorização dos contratos com médicos aposentados que já se disponibilizaram para prestar um significativo número de horas no concelho do Sardoal e cuja actividade ainda não se iniciou por falta de autorização do Ministério da Saúde. Segundo a autarquia local, os médicos já deram o seu acordo, os respectivos pedidos de autorização foram submetidos pela administração da saúde, faltando apenas a respectiva autorização da tutela.

 

Tendo em conta o disposto no artigo 156º, alínea d), da Constituição da República Portuguesa e as normas regimentais aplicáveis, nomeadamente, o artigo 229º do Regimento da Assembleia da República, cujo nº 3 fixa em 30 dias o limite do prazo para resposta,

 

O(a)s Deputado(a)s do PSD, abaixo-assinados, vêm por este meio requerer a S.Exa. o Ministro da Saúde, por intermédio de Vossa Excelência, nos termos e fundamentos que antecedem, respostas às seguintes perguntas:

 

1 - Para quando está previsto o despacho genérico que permite a contratação de médicos de cuidados de saúde primários através de contratos de prestação de serviços estabelecidos directamente com os profissionais no ano de 2017, tal como feito em 2016?

 

2 - Qual a justificação do Ministério da Saúde para estarmos praticamente a meio do ano e ainda não ter sido proferido o despacho referido na questão acima? Como avalia o Ministério da Saúde a eficácia e qualidade deste novo modelo?

 

3 - Para quando está previsto o despacho de autorização da contratação de médicos aposentados pelo ACES Médio Tejo para prestarem cuidados de saúde primários no centro de saúde do Sardoal?

 

Nuno Serra

Duarte Marques

Teresa Leal Coelho


tags: ,

publicado por porabrantes às 09:03 | link do post | comentar

Sábado, 15.04.17

Um grande artigo no Observador : http://observador.pt/especiais/a-rede-da-familia-goncalves-como-se-tornaram-poderosos-no-psdlisboa/

 

Basicamente em questão: o Rodrigo Gonçalves que .....entre outras coisas:

 

gonçalves 2.png

mas o Rodrigo Gonçalves desmente terminantemente as acusações e diz que reprova o caciquismo

mauro.png

Depois de ler o artigo de Vítor Matos, cujos excertos se reproduzem com a devida vénia, pergunta-se.... não são histórias destas ....que levam cada vez mais o eleitor a deixar desertas as urnas?

Agora vou tomar café com a Guida Gorda, que é cacique PS, num recanto alfacinha, e prometo não falar com ela de política. Por causa das fragilidades.....

mn 

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 12:27 | link do post | comentar

Sábado, 11.02.17

torres.png

A direita em Torres Novas une-se. A direita abrantina divide-se e se for caso disso esfaqueia-se...

ma 



publicado por porabrantes às 22:33 | link do post | comentar

Sexta-feira, 10.02.17

Elza Vitório acusa a cacique de não enviar os documentos a tempo para discussão, designadamente vários Projectos de Regulamentos  por exemplo: 

''51 Projeto de revisão do Regulamento da Urbanização e Edificação e do respetivo procedimento de consulta pública, promovido de acordo com o previsto no artigo 101º do Código do Procedimento Administrativo - para aprovação e submeter à aprovação da Assembleia Municipal.

52 Projeto de Regulamento de Perequação Urbanística e do respetivo procedimento de consulta pública, promovido de acordo com o previsto no artigo 101º do Código do Procedimento Administrativo - para aprovação e submeter à aprovação da Assembleia Municipal.''

Na Ordem de trabahos havia 65 pontos!!!!

 

Diz  que não foi respeitado o prazo de 48 horas para envio dos documentos.

É uma situação que se repete ciclicamente, segundo declarou Elza Vitório à rádio.

Sessão suspensa !!!!

Achamos bem a faena de Elza Vitório, que toureou o caciquismo,  mas já devia ter  sacado a muleta na Raimundo Soares, para lidar o PS,  muito antes

Corrida sem data.jpg

 

A cacique dizia que não havia tradição taurina nesta terra e acaba de perceber que Abrantes é Ribatejo.

Tendo o caciquismo sido toureado na Raimundo Soares.

Ou seja que se terá de dizer:

 

Olé Elza Vitório!!!!

elza.png

 

 

ma

fotos psd, coisas de Abrantes

 

    



publicado por porabrantes às 10:52 | link do post | comentar

Domingo, 22.01.17

 

Sexta-feira, 26.06.15

nova aliança daniel augusto.jpg

Entrevista a Daniel Augusto António, histórico marçalista laranja, realizada por JGV a 22-1-98

 

humberto jornalista.jpg

foto do amigo Zé Luz

 

Acho que por esta época não era directora do clerical boletim nenhuma fidalga....

 

A  Anabela chamava-se Matias

 

O Daniel também diz que era grande amigo do Dr. Nelson (a malta já sabia, notou-se sempre) e do Dr.Rolando (que nunca notámos)

 

O Daniel também diz que distribuía o Jornal República, ora nunca a Havaneza o vendeu, vendia-se na Ourivesaria do Sr. Abílio Monteiro, o Comércio do Funchal também não se vendia na Havaneza, vendia-se na Livraria Académica, a Seara Nova também não, vendia-se na Casa Portugal, que era propriedade da família do eng.António Silva Martins (que espero ver, juvenil e se calhar com o Guterres de braço dado no Concurso Hípico do Vimeiro.......e espero que o Sampaio não se atrele..)..

 

Que se vendia então na Havaneza?

 

Certamente a Nova Aliança onde o Cónego Freitas fazia editoriais garantindo que o Caudilho era o melhor católico da Ibéria (ver nº 1) e que o Bispo do Porto, pérfido cismático, nunca tinha existido...

 

A política e a memória em Abrantes são assim....

 

mn

 

não me digam que as iniciais JGV significam José da Graça -Vigário...

 

 

 



publicado por porabrantes às 15:21 | link do post | comentar

Sábado, 21.01.17

Hoje andámos a ler os colegas. Transcrevemos o que diz o Notícias do Ribatejo:

 

''Comunicado dos Deputados do PSD sobre a situação no Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Fernandes, em Abrantes

Situação precária do Agrupamento Dr. Manuel Fernandes em Abrantes é o espelho da irresponsabilidade do Ministro da Educação e das 35 horas

 

"Em Abrantes o ensino não é gratuito pois são os pais que pagam os funcionários da escolar pública" 

O Grupo Parlamentar do PSD esteve ontem representado numa reunião com encarregados de educação do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Fernandes em Abrantes, num dia em que a escola esteve encerrada na sequência de um protesto dos alunos pela notória falta de condições. O PSD já tomou pelo menos 5 iniciativas junto do actual governo para resolver esta situação, entre Perguntas Escritas, intervenções na Comissão de Educação e no debate do OE2017.

Duarte Marques, Deputado do PSD na Comissão da Educação da Assembleia da República, esteve presente nesta reunião e discutiu com os representantes dos alunos, professores, assistentes operacionais  e encarregados de educação a situação de grande dificuldade em que se encontra a comunidade escolar.

Duarte Marques recorda que "este processo não é novidade para o Ministério da Educação, os Deputados do PSD já por diversas vezes alertaram o Ministro Tiago Brandão Rodrigues para esta situação. Visitámos esta escola três vezes ao longo do último ano e na sequência disso questionámos formalmente o governo que ou não respondeu ou desvalorizou a situação."

 

devida vénia ao Notícias

 

"A reposição das 35 horas semanais dinamitou a situação deste agrupamento. Desde logo o director do agrupamento avisou, chamou a atenção, protestou mas parece que só os Deputados lhe deram atenção. É inédito uma escola correr o risco de continuar abertas graças ao recurso a funcionários das associações de pais ou a uma bolsa de encarregados de educação desempregados que desempenham as funções de assistentes operacionais."

 

Para o Deputado do PSD "é inaceitável que perante a insistência da escola, dos Deputados do PSD e ao que soubemos da própria autarquia, o Ministério da Educação apenas se digne a ouvir o problema após uma greve dos alunos"

 

Os Deputados do PSD exigem uma resposta urgente e imediata para este agrupamento que funciona actualmente abaixo das condições de segurança exigidas. A responsabilidade do problema e a sua solução é única e exclusivamente do Ministro da Educação e do governo que decidiu aprovar 35 horas semanais sem garantir a necessário compensação e reforço do número de assistentes operacionais.

 

É tempo da comunidade escolar  se unir e fazer ouvir a sua voz junto do Ministério da Educação.

 

Segundo o Deputado Duarte Marques "em Abrantes, a garantia da gratuitidade da escola pública está colocada em causa quando são os próprios pais que pagam os assistentes operacionais".

 

A situação de precariedade deste Agrupamento é "o exemplo perfeito das consequências políticas do actual governo e da falsa propaganda que fazem. Cortam o orçamento desta escola, não dão resposta às necessidades das novas instalações, revertem o horário da função pública e fazem de conta que está tudo bem. Urge que a comunidade escolar, a autarquia e os Deputados se unam para exigir um reforço imediato do quadro de assistentes operacionais do Agrupamento."



publicado por porabrantes às 22:05 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Os aspiradores

O mal vem de longe

Governo mete em causa Mat...

PSD denuncia favoreciment...

Os médicos do Sardoal

O caciquismo laranja em L...

Direita une-se em Torres ...

Elza Vitório toureia o ca...

Opinião do Sr. Daniel Aug...

Em Abrantes o ensino não ...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds