Domingo, 21.05.17

máquina apanhar azeitona.png

Gazeta dos Lavradores, 1906 

 

Em 1906 o dr.Solano de Abreu já estava preocupado com a mecanização da agricultura. Talvez se faça uns posts sobre o seu importante papel como dirigente associativo da Lavoura Abrantina.

mn



publicado por porabrantes às 21:43 | link do post | comentar

correia.png

O anúncio referia-se a uma figura lendária da boémia coimbrã, um tipo tão feio, que lhe fizeram estes cruéis versos

 

raphael 2.png

raphael 3.png

Raphael tinha sido amigo e companheiro de Solano de Abreu, em Coimbra, e caído na miséria, veio para Abrantes ...procurar asilo aparentemente na Villa Maria Amélia

raphael 5.png

 Sabendo nós, como toda a gente sabe, da hospitalidade fidalga de que sempre fez gala o dr. Solano, estamos certos que o Raphael foi bem recebido.

villa maria amélia sem monumento.jpg

Estas peripécias são contadas por Trindade Coelho num livro de memórias do seu tempo de estudante em Coimbra.

 

´Trata-se do celebérrimo ''In Illo Tempore''. Acho que terei de procurar a caricatura do Raphael, feita por outro Raphael, o Bordalo Pinheiro, que achando-o tão feio, o imortalizou. Certamente demorará.....mas lá se chegará.

 

Os extractos são da obra do Trindade, que não deixa de anotar a famosa propensão do Dr. Solano....para as senhoras e tricanas.

 

Ou seja no tempo do Solano a Villa Maria Amélia servia de asilo a pobres, mesmo que fossem irmãos de Padre e o escritor (e agricultor e advogado, etc..) abrantino fosse Presidente da Liga Anti-Jesuítica cá do burgo.

 

Desde que passou a mãos da Igreja a dita propriedade nunca acolheu pobres, nem sequer quando há um papa jesuíta  (Solano benzer-se ia e diria Cruzes, canhoto, onde chegámos..!.) 

 

Ver aqui o Padre Arrupe, Geral da Companhia, pedindo perdão a Pombal.

ma

  



publicado por porabrantes às 11:20 | link do post | comentar

Terça-feira, 02.05.17

clemência dupin c.corpoativa.jpeg

 Têm-nos vendido a história do republicanismo indómito da industrial de madeiras D.Clemência Dupin de Seabra e já mostramos o ardente apego da Casa Dupin ao fascismo espanhol durante a ''Cruzada'', palavra inventada pelo Bispo de Salamanca, Pla y Daniel, para cristianizar o levantamento militar de 18 de Julho de 1936.

Em 1928, D.Clemência ofereceu uma grandiosa recepção no seu palacete das Barreiras do Tejo ao Ministro da Guerra, que visitava Abrantes. Era uma prova da sua adesão ao 28 de Maio.

passos e sousa.png

passos e sousa 2.png

Da visita de Passos e Sousa anote-se que era Presidente o Manuel da Fonseca (casado então, depois haveria de se divorciar,com D. Beatriz Caldeira Soares Mendes ) e o empolgado discurso de Solano de Abreu, com Vivas ao 28 de Maio (de que mais tarde se arrependeria) e o seu elogio a Sidónio Pais.

Se bem me lembro foi durante o consulado de Sidónio que Solano....

solano de abreu.jpg

tomara conta da Santa Casa, com Diogo Oleiro como ''ajudante''.

Já agora o Passos e Sousa também merece foto

Abílio_Passos_e_Sousa.jpg

 Recomendamos a leitura atenta do recorte do ''Mensageiro'' da Ponte de Sor, para terem uma ideia do que era o ambiente abrantino depois do 28 de Maio.

 

Delicioso..... os Bombeiros serem comandados pelo sr. Espiga.

mn

 

já se disse aqui que Solano era um liberal, mas convém recordar que o apoio inicial ao 28 de Maio foi quase transversal. Apoiaram quase todos os que eram hostis ao P.Democrático de Afonso Costa. 

    

   



publicado por porabrantes às 21:22 | link do post | comentar

Sábado, 15.04.17

vALE ROUBAO jARDIM.jpg

No final da década de 50, no seu palacete do Vale de Roubão, D.Amélia Baeta recebe uns missionários protestantes brasileiros.

vale de roubão pastor.png

 Apostamos que os recebeu com a fidalga hospitalidade que lhe ensinara o padrinho, o Dr.Solano de Abreu, que manteve aberta a Quinta a todos (bem a todos não, o Henrique Augusto Silva Martins era persona no grata, já não falando do provedor da Santa Casa que o expulsara de tal cargo,

henrique martins carvalho pai - copia.jpg

Henrique Martins de Carvalho, que tivera de se exilar no Brasil, devido à perseguição republicana em Abrantes, e que o saneara da Santa Casa e que conseguiu exercer o cargo de Provedor........abrantino, vivendo em Lisboa....)

martins carvalho grande.png

(Grande Enciclopédia Luso-Brasileira, o veneno do artigo terá a ver com Mestre Diogo Oleiro.....também afastado da Santa Casa....pelo henriquismo?)....

 

Estávamos em que a D.Amélia Baeta, educada nos melhores colégios de freiras da sua época, recebia um missionário protestante e que, como se sabe, resistiu à retórica apocalíptica do pastor de Vera Cruz....

Ou que se calhar ouviu as queixas do Reverendo Pastor, sob a conspiração anti-protestante do fascismo e do clero católico

padre lutero.png

E se a D.Amélia se tivesse convertido ao protestantismo?

Estamos certos que a casa de Solano de Abreu e a Quinta, estariam em melhores mãos e que não haveria cenas destas.....   

vale de roubao arrenda.jpg

Resta agradecer ao missionário brasileiro que escreveu as suas memórias abrantinas

Notas históricas sôbre a Missão Evangelizadora do Brazil e Portugal.

Autor: Ismael da Silva; União das Igrejas Evangélicas Congregacionais e Cristãs do Brazil. Departamento de Missões.
Editorial: Rio de Janeiro, 1960-

notas históricas.png

 

mn

 

devida vénia à Tubucci, ao SIPA-DGMN (foto do Jardim), quanto à foto do dr.Martins de Carvalho, deixem-nos guardar a referência bibliográfica.....



publicado por porabrantes às 12:55 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.04.17

passos.png

Na Procissão dos Passos de 1900...... o Reitor da Confraria era Solano de Abreu. Proibiu a participação do mulherio e das crianças no desfile, para ''dar seriedade'' às cerimónias.

solano de abreu.jpg

procissão passos 1900.png

A medida foi noticiada pelo jornal republicano '' O Abrantes'', que aplaudiu com entusiasmo.

E aproveitou para acusar o líder do Partido Progressista de ter sido maçon.

Procissão sem beatas?

Solano e os republicanos eram.....apenas misóginos...

ma 

já não nos lembramos do autor da foto da procissão....as nossas desculpas



publicado por porabrantes às 10:32 | link do post | comentar

Sábado, 01.04.17

Pode parecer poison d' Avril mas é verdade, a alma mater tinha nos inícios do século XX, 127 capelães.

 

Pelo menos 3 eram da região, mas nenhum era de Abrantes. Famoso ficou o padre Macário, do Mação, satirizado por Solano de Abreu, numa peça de teatro, ainda montada em Coimbra,

 

padre macário.png

Outro que  ficaria célebre, era o padre de Valhascos que chegaria a polémico Bispo de Viseu e que seria mandado prá terra da Hália , pela generosidade jacobina (1)

bispo valhascos.png

Havia outro do Sardoal

padre moura.png

que foi um padre culto e piedoso  ...

 

mn

 

(1)

bispo valhascos 3.png

 



publicado por porabrantes às 15:50 | link do post | comentar

Sábado, 25.02.17

solano de abreu.jpg

doença.png

mn



publicado por porabrantes às 22:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.02.17

Oferecemos aos leitores do blogue a leitura ou a possibilidade de fazer download do livro de Solano de Abreu....no País das Arrufadas

 

 

amorosos.png

Leia autores abrantinos.

 

ma

 



publicado por porabrantes às 23:02 | link do post | comentar

Domingo, 13.11.16

tiago de abreu segurado  11-3-1897.png

tiago de abreu segurado  11-3-1897.png 2.png

No mesmo número (11-3-1897) do Diário Ilustrado onde se dava conta do assalto a casa de José de Sant' Ana, em Carnide,  relatava-se que tinha sido aprovado em sessão camarária, um agradecimento ao Administrador do Concelho cessante, Emílio Segurado, que já se viu ser cunhado do cacique regional Avellar Machado.

emilio ferreira segurado gravura pastor.jpg

O Administrador do Concelho era o delegado concelhio do Governador Civil, e este era substituído quando mudava o governo. A queda do governo regenerador e a instauração dum governo progressista (governava o José Luciano) levava ao abandono de funções do cabo eleitoral regenerador, que era ao mesmo tempo responsável pela ordem pública, fiscalização da Câmara, etc

Os seus correligionários faziam-lhe portanto uma homenagem quando ficava desempregado politicamente.

Como consta no texto a proposta era do irmão de José Eduardo Solano de Abreu, Tiago, definido como ''rico proprietário(1)''  que, passamos a saber, vogava em águas regeneradoras. Cacicava o Visconde da Abrançalha.

Não temos agora pachorra para digitalizar a foto do Tiago, fica para quando aparecer outra notícia mais relevante.

Há coisas da actualidade (e inclusive de história mais antiga) que merecem uma menção. 

mn

o século XIX era trumpiano em Abrantes, era uma garantia para o eleitorado ter edis ''ricos'' ao que parece.... 

 

ps- A Cronologia do século XIX (E.Campos) traz mais pormenores sobre isto

  



publicado por porabrantes às 16:25 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.10.16

d.Miguel pereira coutinho.png

miguel coutinho 2.png

 

miguel coutinho 6.png

 

miguel abreu 5.png

miguel abreu 6.png

D.Ilustrado 1874

 

Francisco de Abreu, influente progressista, era o pai de José Eduardo Solano de Abreu (que herdou a influência política paterna) e de Tiago de Abreu.

Os regeneradores tentavam-no desprestigiar e ao mesmo tempo ao candidato do PP, D.Miguel Pereira Coutinho.

Mas o triunfalismo regenerador ia ter amargos de boca, os apoiantes do Coutinho chegaram a montar um motim em Alvega no dia da ida às urnas e houve alguma prisão e sangue, segundo a Imprensa progressista, um simples incidente segundo os caciques que estavam no poder.

Pereira Coutinho foi eleito Deputado por Abrantes.

Talvez se veja isto um dia destes.

De forma que a moral da história é esta: não se deve menosprezar um nobre candidato, mesmo que seja novato, pensaria certo Avellar.

O Coutinho apresentava-se sobre a sigla do Partido Histórico, a formação da esquerda liberal, patrocinada pelo Duque de Loulé, que dois anos depois, pelo Pactoda Granja, dava origem ao PP-Partido Progressista.

Pelos regeneradores o candidato abrantino era Cunha Belém

 D.Miguel Pereira Coutinho, o amigo do pai de Solano, chegou longe, foi um dos homens mais influentes dos progressistas, logo a seguir a José Luciano de Castro.

Paradoxalmente terminou franquista e morreu em 1906, altamente elogiado pelo jornal  que o insultava em 1874

coutinho morte.png

1906

Na cidade viveram uns parentes seus até há anos, designadamente o Sr. Pereira Coutinho, marquês de Soydos, que era um digno empregado da CGD e que fora aluno da Broa.  

 mn

PS-Consultada a Cronologia do Século XIX, do Eduardo Campos, não diz nada sobre quem foi D.Miguel, nem dos esforços do Abreu para o apoiar, quanto mais dos distúrbios em Alvega. É o que dá fazer história com base em actas de câmaras e administrações do concelho regeneradoras. Teremos de consultar mais papelada para estudar isto, mas fica  aqui o  esboço.



publicado por porabrantes às 20:16 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Nota do Sindicato Agríco...

Dia do Senhor: Irmão do P...

Clemência Dupin dá banque...

D.Amélia Baeta recebe mis...

Proibidas as mulheres na ...

Os 127 capelães da Univer...

A doença do Sr.Prior por ...

Leia Solano de Abreu

A despedida do Emílio Seg...

A nobre candidatura de 18...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diogo oleiro

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

museu iberico

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

vale das rãs

todas as tags

links
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds