Domingo, 29.03.20

''(...) No dia 8 saíu El-Rei de Portalegre e foi pernoitar a Alter do
Chão, partindo no dia immediato para Abrantes, aonde chegou
durante a tarde; havendo antes descansado apenas uma hora
no sitio de Longomello, junto de uma lagôa e onde fez uma
ligeira refeição. A jornada d’este dia, por mais de dez horas
a cavallo, feita sem o menor abrigo, através de terreno mais
que suspeito em materia de salubridade, como é o chamado
Valle das Lamas, foi certamente penosa. Pela confissão dos
que acompanharam El-Rei, não dissimulou Sua Magestade o
cansaço que experimentára, e todos o sentiram bastante n'essa
occasião. Já no dia anterior, em digressão que El-Rei fizera de
Portalegre a Cabeço de Vide, havia succedido o cansar-se, re
colhendo-se demais com chuva, e tendo-se conservado no ca
minho, por horas, molhado.
A partida de Abrantes no dia 11 foi ás oito horas da manhã,
desceram o rio até Constancia, Onde se almoçou. Sua Mages
tade depois de visitar os trabalhos da ponte do caminho de
ferro, que ali se construe, continuou embarcado até á Cardiga,
onde chegou ao anoitecer, e d’onde saíu por terra e a cavallo
no dia seguinte, 12 de outubro, para Santarem. (...)

Resultado de imagen de D.PEDRO v

(....)No caminho de ferro do Sul, das Vendas Novas a Evora, as
doenças nos operarios foram tantas e tão graves que a empreza
foi obrigada a suspender os trabalhos, sofrendo mais os indi
viduos menos aclimados, por exemplo os inglezes. Ao sitio de
Cascaes, d’onde procediam muitos d’estes individuos, foram
ter mais de duzentos, afectados de febres palustres de todos
os typos e fórmas, as quaes, diz a informação que obtivemos,
fizeram maiores estragos nas pessoas novas, sendo o maior
numero proporcionalmente, dos que faleceram, rapazes e in
dividuos de constituição robusta. As convalescenças eram mo
rosas, as recaídas frequentes, e os que passaram ao estado de
cachexia paludosa foram numerosos. Ao mesmo tempo appa
receram na povoação de Cascaes muitos casos de remittentes
com phenomenos de enterite, desenvolvendo-se de preferencia
nos individuos de quatro a trinta annos de idade. Estes casos
não foram geralmente fataes, mas eram de moroso restabele
cimento. Acrescenta a informação, que não se observára ali
antes, com similhante extensão e força, a mesma doença. As no
ticias de Elvas tambem dizem que nos sitios de Assumar e de
Santa Eulalia os trabalhos do caminho de ferro produziram
grande numero de casos de febres, especialmente nos opera
rios estrangeiros, sendo algumas d’estas febres, com a fórma
typhoide, graves e mortaes. De Portalegre e Abrantes são si
milhantes as noticias em relação ao caminho de ferro de leste
e aos operarios que n'elle trabalham, com especialidade no si
tio da Bemposta, na ponte de Sor e no Crato. No concelho de
Fronteira, em Elvas e por outras partes, com as febres outo
naes appareceram casos de variola. (...)''

 


NOTICIA DA DOENÇA DE QUE FALLECEU
SUA MAGESTADE EL-REI 
O SENHOR D. PEDR0 V
E DAS QUE NA MESMA OCCASIÃO ATACARAM
SUAS ALTEZAS OS SENHORES INFANTES
D. FERNANDO, D. AUGUSTO E D. JOAO
 NO ANNO DE 1861 *

 

nota: a tifóide foi endémica na Bemposta quase até aos anos 60. Em grande parte eram as águas usadas na cultura do arroz,  o paraíso dos mosquitos.... 
 .



publicado por porabrantes às 15:04 | link do post | comentar

Sábado, 28.03.20

 



publicado por porabrantes às 21:14 | link do post | comentar

Os lares de idosos são o ponto crítico da pandemia. Em Espanha, transformaram-se em matadouros. Segundo o Expresso, há 100 mil portugueses nestas instituições, grande parte dependentes da Igreja e Misericórdias.

É uma actividade (a legal) que move, no concelho, milhões de euros, ocupa mais de uma centena de trabalhadores (bastantes mais).

Na sua vertente ilegal não temos dados fiáveis, mas todos sabemos que existem alguns lares ilegais e recentemente o incêndio num lar do Rossio, provocou uma morte e vários feridos.

Que planos de contingência existem para os lares legais?

E para os ilegais?

Não temos nenhuma informação sobre isto e espera-se que as autoridades da Segurança Social e locais tenham feito alguma coisa para evitar um cenário à espanhola.

Entretanto a autarquia de Campo Maior já fez isto:

Município de Campo Maior vai instalar espaço de apoio para isolamento profilático

escola secundaria campo maiorO Município de Campo Maior, em colaboração com as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho, vai proceder à instalação de um espaço de apoio para isolamento profilático, no ginásio da Escola Secundaria de Campo Maior.

Neste momento estão já a ser instaladas 16 camas neste espaço , um número que poderá aumentar para 50 camas,  para o correto isolamento profilático de todos os idosos utentes das Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) que possam vir a apresentar sintomas de infeção por Covid-19.

Esta é uma medida de prevenção ao contágio e combate da proliferação da pandemia durante esta que é a sua principal fase de mitigação e medida insere-se no esforço feito pelo Município de Campo Maior no sentido de evitar a propagação do novo coronavírus.''

(devida vénia Rádio Campo Maior)

ma

  

  



publicado por porabrantes às 11:44 | link do post | comentar

Lavagem de mãos episcopal na diocese de Newark 



publicado por porabrantes às 11:33 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.03.20

O Dr. Nunes Ribeiro que fora médico em Abrantes e terminara nos States, deixou descendência. Na American Jewish Historical Society, está o processo dum familiar dele, que se queixava que lhe tinham surrupiado um escravo, certamente preto, e que fora outro judeu, a fazê-lo.

''Contains 1820 will of Rachel Jacobs Polock Cohen (1754-1820). The legal documents pertain to the suit of Samuel Nunez against Mordecai Sheftall for recovery of a slave. Included are the original petition, a depostition from MOses Nunez, and a subpoena for Mordecai Sheftall.''

devida vénia à American Jewish Historical Society,

mn



publicado por porabrantes às 22:25 | link do post | comentar

Eduaord Philipe e Emanuel Macron são alvo duma série de queixas crime, incluindo uma apresentada pela estrutura representativa dos médicos franceses por impreparação na questão do corona-virús.

As queixas vão desde ofensas corporais a homicídio.

Outros preparam pedidos de indemnização administrativa via Conselho de Estado.

Sanchez em Espanha também é alvo duma queixa-crime por ''prevaricação-administrativa no ''Supremo''.

O Governo gaulês considera extemporâneas as queixas e diz que desviam a atenção que devia estar concentrada no combate à hecatombe sanitária.

Ver Le Monde. 



publicado por porabrantes às 21:30 | link do post | comentar

MORRER SEM SER AMADA...
 Em Abrantes, Portugal, suicidou-se uma moça que teve a infelicidade de completar  33 annos sem encontrar um joven que lhe
 quizesse amar.
Preparou uma limonada com cabeças de , phosphoros e bebeu-a.
 Deixou esta carta: «Morro, e ninguém  chore a minha morte. Nunca fui amada senão pelos meus— amor banal que nada exprime!

Infeliz que sou !»
Coitadinhal... Só na campa encontrou alivio à sua dôr ..

in Cidade de YTU, Brasil, 20 de Outubro de 1895


tags:

publicado por porabrantes às 15:17 | link do post | comentar

No hay ninguna descripción de la foto disponible.



publicado por porabrantes às 11:58 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Na ordem de trabalhos da próxima reunião da CMA (dia 31) consta isto:

''Pedido de reposição do equilíbrio financeiro do contrato por agravamento dos custos na realização da empreitada “Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes – Fase 1 – Recuperação, Remodelação e Ampliação do Convento de São Domingos”,
apresentado pelo adjudicatário da empreitada, a TPS – Teixeira Pinto Soares, S.A – para indeferimento.''

 

A primeira pergunta é esta:

Como é que se mete na Ordem de Trabalhos um pedido ''para indeferir''?

Teria de ser a discussão da questão na sessão que permitiria aquilatar da bondade do pedido e não haver um indeferimento liminar sem discussão.

Se a moda pega, as propostas da Oposição serão logo agendadas com a menção para indeferir.

Indo ao cerne da questão, a empreiteira  TPS – Teixeira Pinto Soares, S.A  pede mais ma$$a, porque teve as obras paradas por questões arqueológicas.

E teve-as em grande parte porque a cacique não mandou fazer as prospeções arqueológicas prévias, que a tutela exige.

cronocacique

Portanto as reclamações são justas, e o seu indeferimento levará a um desenlace judicial.

Ou a um paragem das obras.

ma   



publicado por porabrantes às 11:43 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.03.20

Num Jornal suíço, gamado ao Le Monde

Com mais de 1600 mortos em França, Panomerix tem muito trabalho.

mn 


tags:

publicado por porabrantes às 21:39 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A Tifóide mata o Rei depo...

A salvadora das nabiças ...

A pandemia nos lares de i...

Assim vai o combate ao co...

O escravo do judeu

Coronavirús: A Justiça

MORRER SEM SER AMADA...

America First

Disputa nas obras de S.Do...

Homenagem a Monsieur Uder...

arquivos

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds