Sábado, 5 de Novembro de 2011

UNS PATETAS A FALAREM DA AMADORA e do Jornal do Carlos Carvalhas da pensão vitalícia

 

A carreira empresarial deste benemérito o Pimenta  arrancou, como arranca sempre o Kapital, a mais-valia aos explorados que neste caso foram milhares de cabo-verdianos, mão-de-obra barata, vistos pelos seus patrícios mais clarinhos ''como pretos'' que nas barracas da Amadora ajudaram a fazer a fortuna dos trolhas, abençoados pela Igreja Católica e Romana e depois com o nome do benemérito espetado numa rua com os votos unânimes de ''socialistas'' tão amigos do Kapital como  Júlio Bento, Nelson Carvalho,  etc e dos Vereadores do PSD cujo nome não me quero lembrar.

 

Mas pelo menos há outra história que ecoa na melancólica música de Cabo-Verde, uma história que fala de exploração, de desenraizamento, de colonialismo, de racismo (nosso e deles, porque dentro de Cabo-Verdes a harmonia racial sempre foi uma ficção) , de dor e também de poesia e de esperança

 

Prefiro a música e a poesia de Cabo Verde, escrita na nova língua que a história luso-cabo-verdiana teceu.... à hipócrita linguagem das actas em que o fizeram o Pimenta dos Caixotes ser benemérito graças ao Pico e ao Armando Fernandes.... e ....suprema glória ao

 

 

Júlio de Jesus Bento!!!!!

 

Ai Jesus!!!!

 

 

a alto cutelo cinbrom dja ca ten (dja seca)
Raiz sticado djobe agua, q' atcha (dja seca)
Agua sta fundo e ni omi ca tral (dja seca)

Mudjer um sumana sê lumi ca cende (na casa)
Sê fidjo, na strada so um ta trabadja (pa dozi mirés)
Marido dja dura q' i bai pa Lisboa (contratado)
Pa bai pa Lisboa e bende sê tera (metadi di preço)

Ali, el ta trabadja na tchuba na bento (na frio)
Na Cuf, na Lisnave e na Jota Pimenta
Mon d'obra barato, pa mas q'i trabadja (serventi)
Mon d'obra barato, baraca sem luz (cumida a pressa)
Inda mas nganadu q' i s' irmon branco (splorado)

 

Nhos tem q' i da-m água
Cu força na braço, consiencia di mi,
E mi q' i trabadja, tera e poder e pa mi
Cu sinbrom na cutelo (nos tera)
Midju na tchon (nos tera)
E barco na porto (nos tera)

 

– Renato Cardoso

 

         
 
 
 
Miguel Abrantes, com um ataque do bom e velho esquerdismo


publicado por porabrantes às 23:14 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Valamatos bate record da ...

Do bairro social cigano ...

Fundo Ambiental chumba Mé...

Tentativa de violação na ...

Cacique tolerou 2 lagoas ...

Teresa Gomes, paroquiana ...

Nada melhor que umas bofe...

'Não apagarão o passado. ...

SOBRE A INSTRUMENTALIZAÇÃ...

Gaspar Castanho, Capitão ...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds