Sábado, 29 de Setembro de 2012

Comanda caciqueiro e rupestre o pobre povo do Mação, o herdeiro do fascista reciclado em laranja Elvino Pereira, o Saldanha da Rocha.

 

 

 

Disse uma vez o Mirante que o tipo começou em paquete 

 

 

foto

 

 

''Iniciou-se como paquete a fazer recados e chegou ao topo.''



Terá chegado ao topo (há quem ache que ser cacique rupestre é o topo, Napoleão era menos modesto) mas continua a fazer recados.



Digo que faz recados porque não vou dizer que o paquete mente.



Também posso estar a errar, e então o paquete bateu numa rocha, abriu uma brecha e começou a meter água.



Disse o Saldanha ao Pinhal Digital para celebrar as Jornadas do Património, que hoje além de Abrantes se alargam ao Mação sob a batuta do Oeesterbeck e da rainha do Bloco de Esquerda, uma tal Sara Cura.....:





 



."Entendo que o futuro do Concelho de Mação, em particular, deve ser assumido pela Cultura do Conhecimento, da Inovação e Educação em áreas tão distantes quanto expressivas e transversais como o Património Histórico e Cultural, a nossa memória da gestão sustentável do nosso território florestal, (a nossa âncora, a nossa identidade, a nossa expressão) e de alguns sectores de actividade, endógenos, da fileira Agro-Alimentar, nomeadamente as carnes, o azeite, o mel, o queijo" disse Saldanha Rocha, Presidente da Câmara Municipal.Para esta dinâmica contribui a criação, desde 2010, do Instituto Terra e Memória (ITM), associação sem fins lucrativos e sem financiamentos públicos criada com o apoio do Município, do Instituto Politécnico de Tomar e de associações científicas.''




Sem financiamentos públicos???????




Isto que é ?????




DATA DE PUBLICAÇÃO NO BASE 05-07-2012
TIPO(S) DE CONTRATO Aquisição de serviços
TIPO DE PROCEDIMENTO Ajuste directo
DESCRIÇÃO Aquisição de Réplicas Arqueológicas para o Centro Integrado de Educação em Ciências
FUNDAMENTAÇÃO Artigo 20.º, n.º 1, alínea a) do Código dos Contratos Públicos
FUNDAMENTAÇÃO DA NECESSIDADE DE RECURSO AO AJUSTE DIRETO (SE APLICÁVEL) ausência de recursos próprios
ENTIDADE ADJUDICANTE - NOME, NIF MUNICÍPIO DE VILA NOVA DA BARQUINHA (506899250)
ENTIDADE ADJUDICATÁRIA - NOME, NIF INSTITUTO TERRA E MEMÓRIA - CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE MAÇÃO (509458211)
OBJETO DO CONTRATO Aquisição de Réplicas Arqueológicas para o CIEC (Centro Integrado de Educação em Ciências)
CPV 71351914-3, Serviços arqueológicos
DATA DE CELEBRAÇÃO DO CONTRATO 23-06-2012
PREÇO CONTRATUAL 6.000,00 €
PRAZO DE EXECUÇÃO 5 dias (5 dias)
LOCAL DE EXECUÇÃO - PAÍS, DISTRITO, CONCELHO Portugal, Santarém, Vila Nova da Barquinha
CONCORRENTES -
ANÚNCIO -
INCREMENTOS SUPERIORES A 15% -
DOCUMENTOS -
OBSERVAÇÕES




Compra de ''réplicas'' ou seja ''peças falsas'' não sabe bem para quê compradas pela Câmara da Barquinha, que alimenta delírios de grandeza deste tipo



O primeiro a contar da esquerda, que entre outras paranóias se outorgou a representação de Portugal,segundo nos conta aqui o Vereador Adriano de Brito numa terra tropical em Vera-Cruz para lutar contra o racismo.

Festa Junina


http://vereadoradrianodebrito.com.br/home/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=35&Itemid=64


Mas, bolas, Portugal não é representado institucionalmente no estrangeiro pelo corpo diplomático ou pelo Governo???? 

 

 

Quem passou alvará de diplomata ao Oeesterbeck????



O paquete do Mação????



O mesmo que viu a sua terra receber a infanta Lula da Silva, de quem os jornais diziam que era ''Ministra'' do governo corrupto do papá, quando não passava de uma obscura secretária camarária????

 

 

E se mais fosse preciso para demonstrar o financiamento público do ITM basta dizer que Sara Cura trabalha lá e ao mesmo tempo na CM do Mação....

E já agora que o Museu do Sagrado funcionava sem orçamento!!!!!!

 

 

Leia aqui

 

 

Que se há-de esperar deste país com coisas a funcionar sem orçamento????

 

 

A falência......

 

 

Que se há-de esperar de Câmaras geridas por pessoas como Maria do Céu Albuquerque, o Pombeiro da Barquinha e o Saldanha do Mação?????

 

 

 

A falência......

 

 

 

Marcello de Noronha 



publicado por porabrantes às 12:41 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um castelo ao abandono

O Mercado Diário e os vân...

João José Soares Mendes

Nas barbas da Junta do B...

Eurico de Castro Zuzarte

A prisão do apaixonado co...

Bom Feriado

Nem os mortos respeitam

Não há mais nada a dizer

Dr.Gilberto Vasco (2)

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds