Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Visitou outro dia vários monumentos abrantinos o Secretário de Estado da Cultura. Entre eles a Igreja de São Vicente, monumento nacional desde 1926. Ironizou o governante acerca das burocracias e revelou que há trabalhos de manutenção rotineiros como é o caso da mudança das telhas partidas, que se têm de fazer todos os anos e que não podem estar dependentes dum despacho do Presidente do IGESPAR, mas que basta o Presidente do Conselho Económico e Social, presidido pelo benemérito Cónego Graça, arranjar um pedreiro para o fazer.

 

 

 

Interior de São Vicente forrado a azulejos, com corvos alusivos ao seu Patrono-DGMN

 

Mas disse o Sr. Summavielle que dos 4 ou 5 monumentos visitados, todos estavam em geral em razoável estado de conservação, excepto um ou dois.

Na gravação que temos, disponibilizada pela CMA, não se especificam quais.

 

 

Ora, os relatórios técnicos colocados à disposição do público informam sobre São Vicente o seguinte:

 

Intervenção Realizada

1955 - arranjo do adro e do muro de suporte do mesmo; 1956 - continuação do arranjo do adro e do muro de suporte; substituição de rebocos interiores e exteriores; instalação eléctrica; 1958 - pavimentação do adro; 1970 - reparação de caixilhos, da porta principal e do guarda-vento; 1974 - reparação da cobertura, substituição do pavimento da torre sineira; colocação de rede nas janelas; 1984 - obras de conservação dos altares; 1989 - restauro do órgão por António Simões; IPPAR: 2000 - reabilitação e beneficiação da envolvente exterior (1ª fase); recuperação da parte posterior do altar-mor

 

Observações

*1 - no templo guardou-se uma relíquia de S. Vicente ( um dente ), trazida para Abrantes pelo seu primeiro alcaide-mor; *2 - painéis figurativos em azulejo, integrados na padronagem seiscentista que reveste os alçados laterais das naves, representam as naus rodeadas por corvos, que terão trazido as relíquias do santo padroeiro. *3 - na tribuna do altar-mor, um crucifixo de pousar, indo-português, de grandes dimensões. É necessária a intervenção urgente em todos os elementos decorativos do interior (talhas, algumas totalmente podres - altar lateral de Nossa Senhora da Conceição); as telas dos altares laterais; absídiolo direito apresenta o altar em estado de ruína e pinturas do tecto com risco de se perderem; humidade ascentente.

 

Autor e Data

Rosário Gordalina 1990 / Isabel Mendonça 1995 / Filomena Bandeira 1996

 

Actualização

Cecília Matias 2006 Fonte -Direcção Geral dos Monumentos Nacionais

 

Ora em 2006 falava-se da necessidade duma intervenção urgente porque :’’ É necessária a intervenção urgente em todos os elementos decorativos do interior (talhas, algumas totalmente podres - altar lateral de Nossa Senhora da Conceição); as telas dos altares laterais; absídiolo direito apresenta o altar em estado de ruína e pinturas do tecto com risco de se perderem; humidade ascentente.’’

 

Estamos em Abril de 2010 e naturalmente a situação agravou-se, face à passividade da tutela, às palavras tranquilizadoras deste Senhor:

 

Secretário de Estado da Cultura, Elíseo Summavielle (ex-Presidente do IGESPAR)

 

 

e à passividade dos responsáveis da Paróquia e das autoridades municipais.

 

Todos deixaram no fim da Páscoa realizar obras na zona de protecção sem que nos digam onde está a autorização da tutela.

 

Se é o Estado a quem compete o restauro dos Monumentos Nacionais seria normal que os utentes (a Igreja e os fiéis) ajudassem o Estado num momento em que se anuncia uma crise financeira de enormes proporções.

 

Dispõe a paróquia de recursos importantes, o mais recente a herança duma casa patrícia em Alferrarede. Dizem que vão montar lá um orfanato.

 

São Vicente dedica-se à desintoxicação, gere outro orfanato no Rossio e não sei que mais, mas tem parte da Igreja em situação calamitosa, segundo os Monumentos Nacionais.

 

Porque não vendem a casa e aplicam o dinheiro a ajudar o Estado a restaurar um dos mais bonitos templos da Cidade?

O Nosso actívissimo Cónego

 

A caridade deve ser compatível com a conservação da memória histórica e artística da Igreja.

 

Naturalmente espera-se que a CMA dê o seu contributo mecenático para esta obra de defesa do património da Cidade.

 

Voltaremos ao assunto

 

Marcello de Ataíde

 



publicado por porabrantes às 14:14 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Sarna no Hospital

A tortura dos profs

Investidor Fantasma contr...

1890: abaixo o imperialis...

Deveres de Cortesia: A Fo...

Século arrasa os touros d...

Padre Catarino com o cabe...

O soldado abrantino do Im...

SEPNA devia multar a CMA

As oliveiras da Ministra ...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds