Sábado, 1 de Maio de 2010

O resistente anti-fascista e aristocrata (de sangue e de espírito) Manuel Alegre de Mello Duarte, o mais importante poeta vivo da Literatura Portuguesa, o herdeiro de Garrett que soube transformar a lírica e a épica num canto pela Liberdade e pela Honra de ser português e que apresentará brevemente a sua candidatura a Chefe de Estado sob os auspícios de Antero de Quental, num gesto poético de elevado simbolismo político, contando com o apoio e o patrocínio de Carlos César, presidente do Governo Regional dos Açores, dignou-se a responder às palavras insultuosas e às críticas mesquinhas proferidas por Nelson Carvalho, a aparente mando da candidatura de Fernando Nobre.

 

 

Com a devida vénia reproduzimos do Mirante as palavras do Poeta e do Fidalgo: ''

“Conheço esse senhor mas não nos falamos, não se dá crédito”, afirmou a O MIRANTE, recusando outros comentários sobre o assunto. Recorde-se que há poucas semanas Nelson Carvalho mostrou publicamente o seu apoio à candidatura de Fernando Nobre à presidência da República. O ex-autarca afirmou que Alegre “não é solução” nem é o “melhor candidato” para representar o Partido Socialista na próxima corrida eleitoral. “Alegre nunca lutou por qualquer causa, além de ter sido deputado e mesmo assim nada de especial”, acrescentando que o poeta é “claramente uma referência do passado”.

Manuel Alegre falou à margem de uma sessão de poesia de Abril realizada no museu do Neo-Realismo em Vila Franca de Xira, que contou com a presença de meia centena de pessoas. Alegre falou da sua vivência da revolução e terminou a ler poemas de Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner e a sua “Trova do Vento que Passa”.

 

O nosso blogue solidariza-se com Manuel Alegre, e sublinha que também  ''não dá crédito'' ao Sr. Carvalho.

 

Os anos passam e o Poeta com alma de Trinca-Fortes está mais contido. Se fosse no tempo do Prec já tinha ameaçado partir a cara ao ''Sr.Carvalho'', como uma vez fez a Vasco Lourenço porque lhe falou a ele e ao PS com o ''sobrolho carregado''.

 

Alegre agora encarna a alma da Nação e  é o Estadista que se prepara para apelar ao Povo.

Há  um pouco da grandeza de De Gaulle em Alegre, como o General dizia '' Moi, je suis la France'', Alegre sente-se um D.Quixote português, um novo D.Pedro IV pronto a iniciar uma cruzada a partir dos Açores para libertar a Nação duma apagada e vil tristeza.

 

Se Alegre fosse um mesquinho e um político de trazer por casa já teria recordado que o ''Sr.Carvalho'' é um dos mais medíocres fabricantes de rimas do Ribatejo, só comparável àquela senhora que compôs o hino da UTIA.....


Terminamos  ouvindo a poesia de Alegre, dita por Mário Viegas......

 

 

 

 

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 09:54 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Benfica e a CDU (2)

Pergunta do dia

Orfeón

A CDU e o Benfica

Cisão em Podemos: O Caudi...

A lei da Igreja

O ''rojo'' António dos Sa...

Edição de Caracas do Char...

Je suis Armando

Outra pergunta ao Graça d...

arquivos

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

pcp

pego

pegop

petição

pico

pina da costa

política

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

links
Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds