Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013

O Bemposta Informa

 

 

 

 

 

 

desejava assim Feliz Ano Novo e um Bom Natal em 2011

 

 

EDITORIAL Aproxima-se o Natal, essa data

memorável que aproveitamos para

comemorar junto da nossa família.

Porém, as dificuldades que se

estendem à população em geral em

virtude das medidas impostas pelos

nossos governantes, irão

certamente preocupar e dificultar

muitas famílias nesta quadra do

ano. Até 4 feriados nos vão tirar,

como se o problema fosse o

trabalho que fica por fazer. Quiçá se

no futuro o feriado do Dia de Natal é

também abolido.

Mas o que quero evidenciar neste

curto espaço é que as dificuldades

não são encaradas por todos.

Vejam-se alguns episódios.

Recentemente veio publicado na

imprensa nacional que o comércio

de luxo em Portugal tem vindo a

aumentar. A Av. da Liberdade em

Lisboa é um exemplo disso. Mas o

mais surreal é quando aqueles que

nos pedem sacrifícios fazem o

mesmo. Certamente repararam que

os nossos governantes não se

importaram de comprar uma frota de

viaturas novas para o seu serviço,

depois de pedirem veemente

sacrifícios aos Portugueses. O caso

mais falado foi o do Ministro que se

deslocou para a cerimónia de

tomada de posse numa Vespa e,

agora já se desloca numa viatura de

estado, recentemente adquirida, no

valor de 86 mil euros. Em resposta,

desculpam-se que o concurso para

o aluguer operacional das viaturas

já tinha sido lançado e concluído

pelo anterior governo e portanto não

havia lugar para renegociação.

Contudo, nas medidas de

austeridade aplicadas a todos os

Portugueses há e haverá sempre

lugar a negociação. Como isto é

possível? É assim que nos

enganam?

Só nos resta render à asserção do

escritor moçambicano Mia Couto: A

maior desgraça de uma nação

pobre é que em vez de produzir

riqueza, produz ricos. Mas ricos sem

riqueza, endinheirados.

Bom Natal e Próspero Ano Novo.

 

 

 

O boletim dizia coisas acertadas e profecias arriscadas. Por exemplo a abolição do Dia de Natal. Profecias menos arriscadas mas mais plausíveis não fazia: encerramento de Cadouços que tinha vindo, dizia a publicidade, a produzir um vinho que conquistava a América, irrupção no cenário local com força de autarcas independentes eleitos numa lista livre das oligarquias partidárias, encerramento de actividades económicas privadas devido à hemorragia demográfica etc.

 

As profecias sensatas não gozam de cotação no mercado. Por isso ninguém da Junta previu o fecho da farmácia Torres. Como não previu foi incapaz de falar com os autarcas do seu partido em Abrantes para que votassem contra o encerramento da Farmácia.

 

Agora podem montar-se em lambretas, como o Ministro citado,e irem até à Chamusca comprar uma aspirina.

 

Também podem gritar : Ò da Guarda!

 

Talvez lhes responda alguém em São Facundo, se o posto local ainda não foi extinto.

 

Fazer humor negro com as desgraças do nosso interior desertificado pode parecer uma maldade. Tanta como fechar o Dia de Natal, malévolo intento que o editorial atribuía ao Governo PSD/CDS.

 

A propósito qual é o papel do PSD na Junta da Bemposta????

 

Deixo uma profecia pouco arriscada para 2014, apostam que fecharão mais farmácias nas freguesias rurais? Mas parece-me difícil a abertura de mais no centro de Abrantes e arredores. 

 

Digo isto depois de ver as penhoras que caíram sobre algumas delas. E mais não digo.

 

Próspero Ano Novo sem aspirinas na Bemposta.

 

MN



publicado por porabrantes às 22:54 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Directora do MIAA, procur...

A casa incendiada

O PUA é sagrado

As redes sociais, ágora d...

Questão de teatros

Não digam que é descabido...

Aluga-se terminal ferrovi...

O Banquete de Natal dos B...

Um bruto chamado Baptista

Elogio de Cecília Matias

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds