Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Em 24 de Abril de 2009 no final dum processo super-atribulado foi a votação o famigerado PUA- Plano de Urbanização de Abrantes na Assembleia Municipal desta cidade.

 

Como foi a discussão?

 

Não se sabe. O internauta pode desfrutar da qualidade rupestre das intervenções do bloco apoiante de Saldanha da Rocha no Mação ou das picuinhices da excitante política do Sardoal, com o Anacleto a recordar os bons tempos em que andava por São Bento, mas do que se passa em Abrantes, nada.

 

Não há actas on-line, ao contrário destas viçosas vilas vizinhas (bem o Mação de viçoso só tem a verborreia do Oeesterbek porque o resto já ardeu tudo) de forma que juntamos Constância para que o plural funcione.

 

Também pode acontecer em Abrantes, que os ''deputados municipais'', não confundir com os de freguesia como a decorativa Dora, peticionária de primeira hora e passionária de Alferrarede, entrem mudos e saiam calados, de forma que não sejam precisas actas.

 

 

Salazar dizia que ''felizes eram os povos sem história'', Lacão que felizes são as cidades sem actas (on-line).

 

Não se sabe como foi a discussão, mas sabe-se on-line como foi a votação. Ei-la:

 

''Plano de Urbanização de Abrantes: Considerando o disposto no artigo 53º, nº 3, alínea b), da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro, conjugado com o artigo 79º, nº 1, do Decreto-Lei nº 380/99, de 22 de Setembro, na actual redacção, a Assembleia Municipal, sob proposta da Câmara, delibera aprovar o Plano de Urbanização de Abrantes. Votação: Aprovado, por maioria, com 2 (dois) votos contra (PS) e 2 (duas) abstenções (BE e Presidente da Junta de Freguesia do Rossio ao Sul do Tejo).´´

 

É bom refrescar a memória. Os votos contra (os sensatos) foram do PS. Não nos dizem o nome dos dois deputados que mereciam um busto na Barão da Batalha por se terem oposto a uma atrocidade contra Abrantes.

 

Abstiveram-se o Bloco ou seja o Sr.Manuel António e o P. da Junta do Rossio, Sr.Valamatos. Estes não têm para nós direito a busto, mas mereciam só pela abstenção uma rua na terra deles....

 

Deputados que pensam pela sua cabeça é a coisa em fundamental em democracia.

 

Deputados como Manuel Alegre que defendeu Coimbra, que o elegera, contra a  incineração de resíduos que o Sócrates lá queria meter.

 

Certamente por isso o Sr. Carvalho não gosta dele. Prefere carneiros ou disciplinadas ovelhinhas.

 

O PSD dirigido pelo crítico de cozinha Armando Fernandes deu prova da sua vocação oposicionista. Votou a favor e como não temos acta não sabemos se o Fernandes mandou os meninos e as meninas baterem as palmas como uma disciplinada claque. Ámen.

 

Também não sabemos porque não há acta, se estava lá o deputado Belém ou se nesse dia faltou à reunião.

 

Pode ter estado e não ter votado a favor, aproveitando o momento em que o Fernandes incitava parlamentares a votar YES !!!

 

PARA IR FAZER CHICHI OU FUMAR UM CIGARRO.....

 

mas se usou este velho expediente parlamentar porque não concordava, tinha obrigação de transmitir ao povo as razões da sua nega, embore custe muito a um homem explicar uma nega.

 

Se votou a favor também seria interessante saber porquê.....

 

Mas não há actas....

 

O Marcello que é um pulhazeco diz que o PSD votou a favor porque a mulher do líder tinha tido muito trabalho com o PUA e era uma desfeita à Senhora do Chefe votar contra....

 

Mas o Marcello é um bocas.....

 

Vem isto a propósito do recente interesse do Senhor Belém pela arqueologia.

 

Quantos locais arqueológicos dentro da zona urbana estão protegidos pelo PUA?

 

ZERO !!!!!!

 

e HÁ BASTANTES ESTAÇÕES NO TERRITÓRIO ABRANGIDO PELO PUA, A LEI OBRIGA A PROTEGÊ-LAS,

 

mas isso foi um pormenor secundário para os laranjas!!!!

 

Why????

 

Perguntem a este : 

 

Apesar deste e doutros dislates o PUA está em vigor!!!!

 

E com ele em vigor, o projecto assassino da paisagem abrantina não pode ser aprovado

 

O célebre efeito evanescente que o Carrilho quer meter no bunker, segundo Baptista Pereira....

 

Boas noites, especialmente ao Vereador Belém que anda ler intensivamente manuais arqueológicos para o 12º ano,

 

a ver se se actualiza.

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 23:54 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Dia do Senhor: Os padres ...

A CIA e o quartel de S.Lo...

A Voz do Bode (1948)

Major Baptista Coelho der...

O herói moçambicano que s...

Salazar e a homenagem ao ...

A colónia chinesa e Mr.Tr...

Palmela denuncia os carli...

Augusto CID

Feira de Gado

arquivos

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Março 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds