Quinta-feira, 29 de Abril de 2010

Já sabemos os últimos episódios dos concursos públicos à abrantina. Aind falaremos mais nisso. Aqui vão os resultados de mais um saídos no Diário da República a 29-4-10

 

MUNICÍPIO DE ABRANTES

Aviso n.º 8531/2010

Procedimento Concursal Comum, para o preenchimento de um

posto de trabalho, para a Carreira e Categoria

de Técnico Superior (Licenciatura em Ensino Básico -1.º Ciclo)

Em cumprimento do disposto no n.º 6 do Artigo 36.º da Portaria

n.º 83 -A/2009, de 22/01, torna -se pública a Lista Unitária de Ordenação

Final do Procedimento acima referenciado, aberto por aviso publicado no

Diário da República, 2.ª série, n.º 153, de 10 de Agosto de 2009, a qual

foi homologada por meu despacho datado de 15 de Abril de 2010.

Candidatos aprovados

Sílvia Lopes Rodrigues 15,875 valores

Susana da Silva Patrício 12,25 valores

Candidatos excluídos

Ana Catarina Bernardo Machado (a)

Anaísa Moreira Manito (b)

António Manuel Calado Nobre (b)

Carla Cristina Mendes Silva (c)

Carma Margarida Marques Pereira (b)

Catarina Alexandra Antunes Cardoso (a)

Catarina Isabel Teixeira Rebelo (a)

Cláudia Sofia Silvério Maia (b)

Eva Marisa Mendes Rodrigues (a)

Fedra Sofia Ferreira Ribeiro (b)

Fernando José Ribeiro Pereira (a)

Filipa Margarida Jorge Alves (a)

Inês Margarida Prudêncio Casebre (b)

Isabel Teresa da Costa Santos (b)

Lara Patrícia Branco Morgado (a)

Maria da Luz Maia de Sousa (b)

Marina Alexandra Galinha Maltez (a)

Marisa de Matos Gonçalves (a)

Mónica dos Santos Pacheco (b)

Rafaela Filipa Garcia Ferreira (c)

Rita Isabel Lopes Nobre (c)

Teresa Sofia Bernardo Rodrigues (a)

Vera Lúcia Vieira Vala (a)

Verónica Reis Jorge (b)

Motivo da exclusão:

a) Por não cumprirem diferentes requisitos de admissão;

b) Por não terem comparecido à prova escrita de conhecimentos

(PEC);

c) Por terem tido avaliação inferior a 9,5 valores na prova escrita de

conhecimentos (PEC).

Abrantes, 16/04/2010. — A Presidente da Câmara, Maria do Céu

Albuquerque.

30317648

 

 

A pergunta é também vai anulado?

 

Alguém nos explica as relações familiares dos aprovados e chumbados?

 

Se é preciso concurso público para Técnico Superior (Licenciatura em Ensino Básico -1.º Ciclo)

 

porque para esta Senhora não é?

 

 

 

M. de Ataíde



publicado por porabrantes às 21:50 | link do post | comentar

Sustenta o bloco piquista que houve uma contribuição da aldeia do Souto ( que o padre Batista terá transformado na versão portuguesa da aldeia irredutível do Astérix) enorme para a importação de pretos (entregámos o assunto ao Departamento de Estudos Antropológicos), difusão da arquitectura segundo o estilo piquista (que chegou até à Guarda via Sócrates) e construção de igrejas neste estilo com afixação à porta ou na Net da lista dos benfeitores.

 

 

Além do povoado, a zona demarcada da arquitectura piquista vai desde a Reboleira a Massamá onde descobrimos esta Igreja que é uma obra-prima do piquismo:

 

 

 

São Bento de Massamá, a marca de Pico e do Souto com benção de Edite Estrela (que da Câmara de Sintra deu umas massas). Amén.

 

 

 

Aqui fica a piedosa lista dos beneméritos:

 

Na impossibilidade de se nomearem todas as centenas de pessoas que uniram esforços para tornar possível esta realidade, seria injusta a não referência de duas pessoas: Augusto Rendeiro e José Maria Pimenta. 

A primeira quis Deus já chamar à Sua presença: Augusto dos Santos Rendeiro, natural de Bioucas, freguesia do Souto concelho de Abrantes. 

Desde a primeira hora viveu com um grande entusiasmo e carinho a construção da 1ª fase. 

Que o Senhor o tenha no seu Reino. 

A segunda, José Maria Pimenta, natural da mesma povoação, que acompanhou de perto, sempre com uma dedicação muito especial, a segunda fase da obra. Sem olhar ao custo: o importante era a dignidade do Templo. 

De realçar que este comportamento dos dois sócios fundadores da firma Pimenta & Rendeiro, não é motivado por vaidade pessoal, mas sim porque ambos receberam dos seus pais algo que nunca esqueceram: o amor a Deus e o sentido de partilha com a Comunidade. 

À volta deles um grupo de amigos quis também participar através das suas Empresas: 

- Ceciano Feliz Silva & Filhos Ldª; 
- J. C. Brás - Construções Ldª; 
- Sicobata - Soc. Construções; 
- Baeta & Baeta Ldª; 
- Soc. Constr. Predisantos Ldª; 
- J. L. L. - Invest. Imobiliários Ldª; 
- Soc. Constr. Urb. Rufino & Irmão Ldª; 
- Soc. Constr. José Silva Feliz & Filhos Ldª; 
- S. Constr. Sabino Aug. Paulino & Filhas Ldª; 
- Soc. Constr. Urb. Leitão & Filhos Ldª; 
- Neta & Santos - Soc. Construções Ldª; 
- Ferrocimento - Soc. Constr. Ldª 
- Prazeres & Caetano - Soc. Constr. Ldª 
- J. & M. Barreiro - Construções Ldª 
- José P. Libório & Filhas Ldª; 
- Climatécnica 
- Dr. Altino Moreira Cardoso; 
- Constr. José Xarez Ldª; 
- Margarido & Leal Ldª; 
- Paulo Reis (IRISFOGO); 
- Câmara Municipal de Sintra; 
- Carlos Santos; 
- Predisantos Ldª; 
- Edibarreiros Ldª; 
- Granit. e Márm. Jerónimos Ldª. 

 

 

 

 

 


O projecto é do Arquitecto Moreira Braga, que sempre demonstrou uma abertura total ao diálogo, nas alterações para o melhoramento e funcionalidade específica do culto.

 

 

 

Estranhamos que não esteja na lista dos piedosos beneméritos o Sr. Lázaro Viegas, de quem a viúva do Sr. Inspector Rosa Casaco nos indicou tratar-se dum excelente católico. Embora uma prima de Octávio Pato nos dissesse que também era um excelente comunista....

 

 

O Arq. Braga é naturalmente um discípulo de João Pico. Deus há-de abençoá-lo, com a sua nomeação para a Comissão de Arte Sacra do Céu. O Presidente será naturalmente o Carrilho.

 

Mas a petição defende não o piquismo, mas o troufismo:

 

 

 

M. de Ataíde



publicado por porabrantes às 19:36 | link do post | comentar

Como já noticiáramos aqui a D.Maria do Céu anulara o ajuste directo a Carrilho da Graça para os novos Paços do Concelho. Houve vários motivos para isso incluindo a posição do Dr.Guilherme Oliveira Martins que ainda nem sequer deu o seu aval ao MIIA.

 

O Arq. Serrano, ex-Presidente do Núcleo Abrantino da Ordem, onde dirigiu uma homenagem a Duarte Castel-Branco, mas também foi favorecido pela atribuição à secção abrantina da Ordem que é muito pobrezinha, de instalações municipais à borla, apertado pelos colegas teve alguma influência nesta decisão.

 

Houve quem chegasse a sugerir uma sindicância para saber se em Abrantes também ou houve assinaturas de favor como na Guarda.

 

Não haverá na CMA algum projecto assinado pelo Sócrates?

 

Ou situações similares? dizia-nos um conhecido profissional com um sorriso sarcástico.

 

Esta posição enxofrou Nelson de Carvalho que  mais a brigada do reumático que  exigiram a imediata contatação de Isilda Jana como Comissária Política do PS local para vigiar a nova Vereação.

 

Depois para calar os arquitectos negociaram um protocolo com a Ordem e agora chegou o resultado.

 

Este:

 

''Concurso para elaboração dos Paços do Concelho de Abrantes em preparação

Encontra-se em preparação pelos serviços de concursos da OASRS, que lhe irão prestar assessoria, o Concurso Público de Concepção para Elaboração do Projecto dos Paços do Concelho de Abrantes.

O município de Abrantes deliberou proceder ao agrupamento dos seus serviços considerando que a dispersão que actualmente se verifica, por diversos locais da cidade, prejudica seriamente a desejável operacionalidade dos mesmos.

Nesta perspectiva irá remodelar o edificício da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, bem como o antigo Edifício da Rodoviária do Tejo que se encontram localizados na zona central da cidade, articulando-os por forma a que, da sinergia resultante, posam beneficiar os futuros Paços do Concelho e, consequentemente, os munícipes.''

 

in boletm da Secção Sul da OARS

 

As gralhas são deles  os comentários aleivosos são nossos:

 

a) Quem não tem dinheiro para um Mercado Novo ou mesmo para um Mercado Velho higiénico tem dinheiro para construir uns novos Paços do Concelho?

 

b) São os senhores técnicos do Urbanismo da CMA incapazes de organizar um concurso público? Para que serve o eng Ezequiel? O jurista José Pedro ou a avençada Milho?

 

c) Obviamente que são capazes, a única coisa que há é uma benesse feita à Ordem dos Arquitectos para tentar impedir que algum associado impugne num Tribunal Administativo o ajuste directo ao licenciado Carrilho da Graça.

 

 

 

d) que não está pelos cabelos porque é careca e foi aconselhado a estar calado não vá o do MIIA por água abaixo.

 

 

Homenagem a Duarte  Castel-Branco, anti-fascista e o melhor arquitecto de Abrantes

 

O que estará o VPC a fazer lá sentado?

 

Percebe tanto de arquitectura como de política ou de direito.....

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 18:17 | link do post | comentar

Com a devida vénia inserimos o artigo publicado por José Niza no Mirante

 

Opinião - “Nelson Carvalho suicidou-se politicamente”

foto
Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

Perofilho 23.Abril. 2010

Quando li, não quis acreditar.

E fiquei tão perplexo que liguei para O Mirante para tentar saber se não havia erro ou confusão. Fui esclarecido: a notícia era verídica e tinha sido feita com base num despacho da agência Lusa.

Mas, afinal, de que se trata?

Trata-se de uma notícia, saída no último O Mirante, sobre o apoio de alguns militantes socialistas do distrito à candidatura presidencial do meu colega Fernando Nobre. Até aqui, nada de especial: cada um que apoie quem entender.

Mas acontece que um deles – Nelson Carvalho – declarou que Manuel Alegre “nunca lutou por qualquer causa, além de ter sido deputado, e mesmo assim nada de especial”.

Não me parece ética e politicamente decente que, para se apoiar um candidato, tenha de se denegrir outro: a democracia não é isto. Nem acredito que o dr. Fernando Nobre agradeça, ou se reconheça, neste tipo de apoios. Quem certamente os agradecerá – e muito – será Cavaco Silva.

Ao afirmar que Manuel Alegre “nunca lutou por qualquer causa”, Nelson Carvalho está a revelar uma de duas coisas: ou que a sua memória e cultura políticas são zero; ou que, não sendo ignorância, então só pode ser má fé.

Há frases que destroem quem as diz.

Há afirmações que desqualificam e desacreditam quem as profere.

Ao dizer o que disse, Nelson Carvalho implodiu-se na praça pública. Isto é, suicidou-se politicamente, deixou de existir, deixou de ser uma pessoa para ser apenas um voto.

Ignorar as lutas travadas por Manuel Alegre nos últimos 50 anos em defesa da Liberdade, da Democracia, dos valores sociais, é o mesmo que ignorar a história recente de Portugal. Não fossem homens como Soares, Alegre, Cunhal, Sá Carneiro, Salgueiro Maia ou Otelo, e nunca Nelson Carvalho teria passado as portas da Câmara de Abrantes.

Muitas das lutas que Manuel Alegre travou por Portugal foram por mim, e com ele, partilhadas. Antes e depois do 25 de Abril. Nos tempos em que a PIDE nos levava pela calada da noite. Nos tempos em que se lutava por CAUSAS e não por COISAS.

José Niza

Mandatário distrital de Manuel Alegre nas presidenciais de 2006

 

Para esclarecer o estimado público exibe-se foto do ''suicida'' não vá ele ser confundido com João Pico, porque usa argumentos do mesmo tipo.

 

 

É o senhor que ampara a D.Isilda (foto gentilmente cedida pelo PS)

 

 

Este é João Pico que coincide com Nelson de Carvalho não só nos argumentos.....

 

 

mas por  terem sido colegas na vereação  que por unanimidade deu nome do amigo do pide Lázaro Viegas, João Pimenta a uma rua do  Souto, prostituindo a toponímia tradicional da freguesia.

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 16:29 | link do post | comentar

O Camarada Lázaro Carmo Viegas reunia vários predicados na sua distinta pessoa. Alto funcionário do PCP, homem importante na Amadora, homem de confiança em simultâneo de João Pimenta, do Major Silva Pais e do dr. Álvaro Cunhal.

 

Era pago a 18 contos mensais nos anos 60 pela PIDE. Aí por 1969 o funcionário público que ganhava mais no Concelho de Abrantes era o Notário que não chegava aos 4 contos.

 

O Camarada Lázaro recebia como Administrador da Jota Pimenta e não sabemos se de algumas sucursais e quanto lhe pagava o PCP ( e quem sabe o KGB e mais serviços especiais ) pelos serviços prestados.

 

Ainda não fizemos uma busca no Avante ou nas publicações sobre a História do Comunismo que o dr. Pacheco Pereira ou o peticionário Doutor Jorge Santos Carvalho têm pacientemente redigido.

 

Por exemplo ainda não estudámos o que fazia o Baptista Pereira pelos lados do PCP.....

 

Até agora chegou-nos a Irene Flunser Pereira, flamante Prémio Pessoa 2007.

 

 

 

Mas o mais engraçado é que o Camarada Lázaro, braço direito e confidente do João Pimenta, do Silva Pais e do Cunhal ainda fazia parte a 11 de Março de 1975 da direcção da Jota Pimenta.

 

Querem ver?

 

´

 

Diário de Governo de 16-03-1975

 

Estará o ''pide-pcp-jota pimenta'' Lázaro vivo?

 

Foi amigo do Vigário do Pinhal?

 

Fez doações no Souto ou na Amadora?

 

Quer João Pico dar-lhe o nome numa rua do Souto?

 

E já agora o PCP dar-lhe outra por exemplo no Couço?

 

Um tipo tão polivalente como o Camarada Lázaro Carmo Viegas merece várias avenidas!!!!!

 

Estamos à espera que o Pico e o Vigário escrevam ao Papa a pedir a sua beatificação!!!!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 13:02 | link do post | comentar

A vergonha na cara devia ter João Pico ( e o Vigário) que usaram a religião contra as Leis da República e da Igreja para caçar votos pensando que o povo era inculto e analfabeto.

 

Pensando que misturando festas à Virgem, romarias e penas do Inferno com política  ganhavam umas eleições.

 

A opinião sobre Pico e o Padre foram dadas nas urnas pelo povo soberano.

 

Um povo livre que não se deixa manipular pelos métodos do caciquismo fascista e do aproveitamento miserável dos valores da Igreja para caçar votos.

 

Sobre o Vigário deve falar a justiça.

 

O Papa não exerceu a misericórdia sobre um nonagenário pedófilo que os beatos queriam canonizar.

 

Se um tipo está bom da cabeça para se candidatar aos 95 anos e ser Vereador, também está para se sentar no banco dos réus.

 

A impunidade levou a Igreja ao actual beco quase sem saída do escândalo dos clérigos pedófilos.

 

A justiça é  para se fazer .....

 

E se a Igreja não a faz, cai no desprestígio.....

 

Como vai caindo todos os dias.....

 

Não fazer justiça a um  clérigo que tentou  manipular as  piedosas crençaspopulares
para ganhar votos, é seguir o mesmo caminho de esconder a pedofilia nos conventos e orfanatos.....

 

Estamos sem demasiado tempo para escrever sobre o assunto, mas escreveremos.

 

A hora da impunidade já passou.

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 10:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Resolveu o recordista de insultos na blogosfera abrantina apelar ao Duque de Bragança para que seja imposta a censura a este blogue.

 

Ou seja João Pico e a tropa que fazem o blogue mais soez, ordinário, mal-escrito e reaccionário do Concelho descem ao nível de Alves Jana que censurou António Castel-Branco na gazeta gratuita.

 

João Pico está enganado o Duque de Bragança não é favor da censura, como o eram os miseráveis pides a quem a Jota Pimenta fazia publicidade na revista Continuidade ou como um tal Lázaro Carmo Viegas, administrador da Jota Pimenta, homem de mão da PIDE e simultaneamente do PCP.  (Filipe S. Fernandes e Luís Villalobos in ''Negócios Vigiados'', Oficina do Livro, Lisboa 2008 , p.45)

 

 

O Duque de Bragança foi o homem que pôs uma acção de despejo à Pide, como proprietário do edifício onde os sicários de Silva Pais  dirigiam o aparelho de terror que massacrava Portugal e que matou abrantinos.

 

 

Como referiu Manuel Alegre na apresentação livro do peticionário Mendo Castro Henriques, já o pai do Duque,  D.Duarte Nuno que Salazar praticamente sequestrara em São Marcos, preparou um manifesto para depor o Ditador que seria posto em prática se o Golpe da Sé onde intervierem muitos monárquicos, sendo o mais destacado Francisco Sousa Tavares, tivesse tido sucesso.

 

D.Duarte Pio de Bragança foi o homem que deu cobertura a Gonçalo Ribeiro Telles, a Barrilaro Ruas, a Rolão Preto e tantos outros para nas listas da CEUD e da CEM mostrarem que o movimento monárquico não podia ser assimilável ao reino tenebroso  pago pela Jota Pimenta e por tantos colaboracionistas do terror.

 

Finalmente Portugal não é uma Monarquia para que o Duque de Bragança mande cerrar espaços de que João Pico não gosta.

 

Lançou de novo João Pico acusações falsas contra alguns dos nossos colaboradores por simples ódio político porque se recusaram a avalizar a estratégia suicida da campanha do CDS-PP, a aliança táctica com o Cachoeira, a recusa duma aliança política com o PSD e os insultos verrinosos e as calúnias contra Santana-Maia Leonardo.

 

Expulsou na prática do CDS-PP o dr. Ribeiro por ter ideias políticas diferentes das suas, cobriu-o o de lama a ele e ao Sr. Margarido e foi incapaz de exibir ou de montar um processo disciplinar contra as criaturas que tiveram a sensatez de querer que o CDS-PP fosse um partido civilizado e não um arremedo paroquial do PNR.

 

E agora como está sem tacho político, tirando o cargo de Xerife, queria entrar para os monárquicos e levou sopa. Daí a birra e o ódio rupestre ao Dr. Ribeiro e ao Dr. Falcão Tavares

 

Insultou o eng. Marçal, consciência cívica do PSD por se solidarizar com António Castel-Branco, a quem difamou consecutivamente com insinuações delirantes, entre as quais que era filho dum comunista!!!!

Opinião digna do informador da Pide e Administrador da Jota Pimenta, Lázaro Carmo Viegas, responsável por ter bufado e mandado vários dirigentes do PCP para as enxovias da Ditadura.

 

A prosa de Pico é deste calibre '' COM ESSES MERDAS, SEM AUTORIDADE PARA DEFENDER O PATRIMÓNIO DE ABRANTES E A CAUSA MONÁRQUICA''.

 

É o que usa para nos definir !!!

 

Ameaçou espancar o Arq. Castel-Branco, definiu todos os peticionários, como Luisa Costa Gomes, Rui Veloso, Santana Maia Leonardo, Isabel Cavalheiro, etc como ''trouxas de ocasião''.

 

Escreveu coisas desta laia sobre os peticionários : ''Os "donos" são uma oligarquia de famílias consanguíneas, de preferência com mais de cinco ou seis nomes por atacado.

Famílias que sabem que têm entre si, estúpidos e loucos como as famílias dos imperadorres romanos tiveram o tonto Cláudio, o facínora Calígula ou o incendiário Nero.'' 10 de Março de 2010.’’


Publicou isto a 9 de Março de 2010

Com o seguinte texto : O arqº Miguel Abrantes enquanto esperava pela chegada dos membros do júri da sua tese de doutoramento e pelos 863 peticionários que se acomodaram ali pelo chão adiante, sem preocupação em arranjarem lugares sentados, pois só por aquela postura original com os óculos onde faltavam olhos, mereciam tão maciça e omissa presença.

A responsável pela gestão de imagem de Miguel Abrantes foi a única que já não conseguiu ter entrada no grande salão das Belas-Artes no sótão do Centro Histórico da vila de Abrantes, pelo que na imagem aparece o casaco tão mal tratado pelo arqº Miguel Abrantes. Todos os génios são mesmo assim atongalhados..

Um último pormenor: aquelas garafas todas de água são uma marca na sua tese de doutoramente: é que o Dr. Miguel Abrantes mete mesmo muita água.

 

No mesmo dia em que tinha escrito: ''A partir de hoje tudo o que disserem, deixa de ter eco neste blogue.''

 

Definiu Pedro Marques como ''nazi, estalinista e social-fascista'' etc

 

Vale a pena continuar?

 

Vale só para transcrever isto a 18 de Janeiro de 2008 era contra o MIIA com este argumento : Quanto aos 146 mil contos para o estudo e projecto da maneira como se há-de gastar os tais 10 milhões de euros, dentro do Convento de S. Domingos, embora seja uma tarefa quase impossível de o fazer ( e gastar os 10 milhões €), dada a exiguidade do Convento, convenhamos que conversando com a aquela Senhora do Museu Grão Vasco em Viseu e do Museu de Arte Antiga despedida pela ministra Pires de Lima e falando com dois empreiteiros cá do burgo, as obras faziam-se quase só com o dinheiro do projecto...
Vai uma aposta?!

 

O MIIA era impossível de fazer em são Domingos!!!!

 

E era uma ''roubalheira'' gastar tanto dinheiro!!!!

 

Agora diz que é a favor!!!!

 

Escreveu ele ou o Padre do Pinhal ? Quem é que escreve o blogue? Porque é impossível ter tantas contradições numa só cabeça, mesmo que seja a do Pico!!!

 

Finalmente para terminar a primeira fase, porque resta-nos tratar do Vigário e pedir justiça a quem de Direito ou seja ao Bispo da Diocese, ao Arcipreste e quem sabe a Roma, mas fica para outro post....

 

Resta recordar que o signatário, Miguel Abrantes responde pelo que escreve. As outras personalidades citadas pelo Pico assinaram neste blogue os textos que entenderam em prol da cidadania.

 

O Eng. José Carreiras, o Dr. Paulo Tavares e o Arq. António Castel-Branco expressaram aqui as suas opiniões, devidamente assinadas e naturalmente o blogue está aberto para quando o queiram fazer.

 

Está fechado para propagandistas da Pide .......

 

E por isso foram comparados pelo Vigário e  pelos seus sequazes a Nero e a Calígula!!!!

 

Conhecia o Vigário o  Pide  Lázaro Carmo Viegas, administrador da Jota Pimenta?

 

Soube que  delatou Octávio Pato e Pires Jorge?

 

A Pide pagava-lhe 18 contos mensais nos anos 60 mais o estipêndio de administrador da Jota, devia sobrar algo para a caridadezinha.....

 

Miguel Abrantes

 

PS -Os erros ortográficos do Vigário e do resto da cambada piquista são transcritos como os tipos o escreveram. É a reforma ortográfica do Pinhal.



publicado por porabrantes às 23:14 | link do post | comentar | ver comentários (2)

A decifração do manuscrito de D. Alice B. é um osso duro de roer. Por isso decidimos abrir um concurso internacional para duas bolsas de estudo dedicadas ao estudo da vida e obra do caudilho do pinhal. Contamos já com o apoio de várias entidades públicas e privadas e esperamos ainda vir a obter a contribuição financeira dos rotários, da ESTA e da CMA.

 

EDITAL DO CONCURSO

 

1) Está aberto o concurso para uma bolsa de estudo em ANTROPOLOGIA, com o objectivo de decifrar as origens do último espécime do Homo Rusticus do pinhal e seu estádio de evolução face ao Homo sapiens sapiens.

2) Idem para uma Bolsa de estudo em HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA, para preparação de uma biografia do justiceiro do pinhal. O título é livre, mas poderá ser por exemplo "De trolha na Brandoa a capitão de milícias no pinhal" ou "O sonho do regedor" ou "Aventuras de Zé da Cachoeira".

3) Os candidatos não poderão ter obra publicada, quer boa (o Traquina está excluído) quer má (o Gaspar também está excluído), nem podem ser divulgadores de "arte nazi" dada a proximidade do 25 de abril (o Osterbeck também fica de fora).

4) O júri será presidido pela D. Isilda (a convidar).

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 22:15 | link do post | comentar

A D. Maria do Céu quer montar um jardim de borboletas não sabemos bem onde e vimos solicitar respeitosamente que seja instalado no Souto, dado que os estudos científicos demonstram que as borboletas entram em êxtase orgástico nos soutos.

 

Por isso para as multiplicar nada melhor que montar lá um Jardim erótico de borboletas.

 

Descrevemos o relatório científico:

 

 

Primeiro ensaio de confusão sexual de Cydiasplendana realizado na cultura do castanheiro em Portugal. Cydia splendana é uma borboleta que no estado larvar ataca as castanhas produzindo numerosos danos. No âmbito do programa INTERFRUTA II está a ser realizado, desde o passado mês de Agosto, o primeiro ensaio de confusão sexual de Cydia splendana em Portugal aplicado à cultura do castanheiro, constituindo como tal um método pioneiro no nosso país. O método de confusão sexual é um tipo de luta biotécnica que consiste em libertar no campo uma quantidade substancial da feromona sexual. As feromonas sexuais são perfumes que muitas espécies utilizam para atrair os parceiros do sexo oposto. As fêmeas produzem esta feromona naturalmente mas quando usado no campo em quantidades muito altas os machos desorientam-se de tal forma que não conseguem encontrar as fêmeas para o acasalamento.O ensaio de confusão sexual está a decorrer num souto de 8000 m2 com 156 castanheiros, no Curral das Freiras (foto acima). Neste ensaio as feromonas foram introduzidas em cápsulas, chamadas difusores e colocados nos castanheiros. Durante o período de existência estes difusores vão libertando feromona de uma forma faseada. A montagem do ensaio envolveu uma equipa constituída por investigadores ligados ao projecto e 2 elementos dos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos (foto abaixo). No período da recolha da castanha irão ser apurados os resultados.

 

(ler mais aqui)

 

A única coisa que é preciso estudar é se as feromonas sexuais podem afectar a população humana e haver consequências secundárias graves que levem as autoridades religiosas a proteger a moral da população.

 

Se os soutenses forem imunes aos fenoromas, é de instalar lá o Jardim criando assim muitos postos de trabalho.

João Pico, habitante típico do Souto

Esta comunicação pretende ajudar o nosso amigo Dr. Valentim a promover o desenvolvimento do Souto.

 

Departamento de Estudos Científicos do Por Abrantes



publicado por porabrantes às 20:13 | link do post | comentar

A Srª Engª. Manuela Ruivo resolveu inspirar-se em Martin Luther King para falar sobre a mensagem do PSD na comemoração do 25 de Abril. Nada a objectar, embora talvez fosse mais curial inspirar-se no pensamento de Sá Carneiro.

 

Do discurso respigamos ''Que a democracia ressoe de todas as rádios e jornais do concelho, principalmente do Jornal de Abrantes e do Boletim Municipal. Que de cada localidade, a democracia ressoe.''

 

Supomos que a líder laranja se refere àquilo que o povo chama o boletim de anúncios e nós a folha gratuita......

 

O Boletim Municipal  é o Passos do Concelho.

 

O equívoco da mensagem é esperar que por milagre a democracia se instale na folha gratuita. A democracia só se instalou em Portugal porque Salgueiro Maia encostou uma Chaimite à porta do Quartel do Carmo e disparou umas rajadas.

 

E a democracia só se consolidou em Portugal porque Jaime Neves  não teve pejo em ameaçar o heróico major Tomé que o corria a tiros e a Polícia Militar rendeu-se, a 25 de Novembro.

 

Vai a Engª pedir uma Chaimite à EPC e instalá-la à porta da folha gratuita?

 

Parece-nos excessivo. Basta escrever ao dono da folha e dizer que mude o Director. O PSD já tem um homem de fortes convicções morais com experiência na direcção da folha quando aquilo ainda era um Jornal.

 

Escrevam uma carta ao Sr. Barrocas Rodrigues e apresentem o Solicitador Baptista ( com muito passado anti-fascista segundo disse à Barca) para director da folha.

 

Ou então comprem-na. Dizem-nos que ela foi vendida por 1 € aos actuais proprietários. O PSD que lançe uma OPA e ofereça 10 cêntimos.

 

Não foi o Grupo Lena que disse que ia desinvestir nos media?

 

Finalmente resta o Passos. Insistem os socialistas em não cumprir o que diz a ERC.

 

Já que o dr. Santana-Maia está numa de queixas ao MP (e nisso tem todo o apoio dos seus amigos e colegas da petição) sugerimos uma providência cautelar que impeça a saída do boletim de propaganda camarário, até que cumpram a Lei.

 

Nós também temos um sonho como a engª Manuela Ruivo. Que a Lei se cumpra em Abrantes.

 

Mas para isso é preciso seguir a estratégia de Santana-Maia. Tribunal com eles.....

Pelo menos o dr. Carvalho já anda por aí a choramingar contra a presença de Oposição na Câmara.

 

Parece que tem alergia a juristas. Ao Venerando MP também?

 

Miguel Abrantes

 

( Nota: o Marcelo está a estudar a vida do Padre Batista para continuar o folhetim. Mas a D.Alice tinha uma letra demasiado arrevesada....)



publicado por porabrantes às 18:20 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Pintor da Eica denuncia...

António Botto elogia Sala...

Um neo-liberal às aranhas...

Tramagalenses romanos?

A dona dos plátanos

Do charuto do capitalista...

A despedida

O Serviço Nacional de Saú...

Nove mil euros para corta...

A lesma abrantina: arion ...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds