Segunda-feira, 3 de Maio de 2010

REVELAREMOS CONTRATO DE FERNANDO BAPTISTA PEREIRA

 

 

HONORÁRIOS RÉGIOS PARA BAPTISTA   PEREIRA

 

JÁ PODERÁ COMPRAR UMA GRAVATA NA PRÓXIMA VEZ QUE DER UMA CONFERÊNCIA?

 

A CAMISA VERMELHA É PARA RECORDAR OS TEMPOS DA UEC?

 

OU PARA  CONVECER A CDU DE ALPIARÇA

 

A DAR-LHE O PROJECTO DOS PATUDOS????

 

 




publicado por porabrantes às 16:56 | link do post | comentar

AVÔ DE MANUEL ALEGRE

SALVA PASTORINHOS DE FÁTIMA

 



publicado por porabrantes às 16:52 | link do post | comentar

PAULO FONSECA CANONIZA LATOEIRO

 

PARA CELEBRAR CHEGADA DO PAPA



publicado por porabrantes às 16:51 | link do post | comentar

 

MORTO DO PINHAL DESENTERRADO

 

OSSOS EM POSSE MUNICIPAL



publicado por porabrantes às 16:48 | link do post | comentar

Do Correio da Manhã de hoje transcrevemos:

 

''Completamente nua, a mulher, uma brasileira de 27 anos, queria sexo e saiu para a rua em perseguição do jovem que tinha acabado de se recusar a manter relações com ela. Acabaria por ser detida pela PSP por estar em situação ilegal em Portugal.

A insólita situação ocorreu anteontem de manhã, na Estrada Senhora da Saúde, em Faro, onde se encontravam alojados em casa de um amigo do jovem.

 

Segundo o CM apurou junto de fonte do Comando de Polícia na região, ambos tinham vindo de Ourém para a capital algarvia, a fim de participar nos festejos da Semana Académica.

A noite e madrugada foram de copos e, quando regressaram a casa, a mulher não esteve com meias medidas: despiu-se e tentou forçar o jovem, que tinha sido operado a um braço, a manter sexo com ela, o que ele recusou, pois, segundo explicou à PSP, 'eram só amigos e já lhe tinha frisado isso' antes de se deslocarem para Faro.

Confrontada com a ‘nega’ do objecto do seu desejo, a mulher zangou-se e terá começado a arremessar objectos no interior da habitação. Foi nessa altura que o jovem optou por fugir... mas ela seguiu--o, mesmo sem roupa. E o dono da casa optou por fechar a porta. A vizinhança alertou a PSP, e a mulher, que estava em hipotermia, foi levada ao hospital antes de ter sido detida.''

 

 

Ana Palma

 

 

Anotamos que os jovens vinham de Ourém, zona de influência de Fátima. Já há tempos que não havia milagres em Fátima, mas desde que o ex-Governador Civil Paulo Fonseca passou a comandar a terra, os milagres voltaram a suceder.

 

O contrário do Entroncamento, onde desde a morte do Sr.Brito, o jornalista abrantino que criara os fenómenos locais, estes entraram em greve.

A D.Maria do Céu já tem a primeira vítima da violência doméstica para meter na Casa Pintasilgo.

 

A fogosa brasileira queria dar uma (?) queca com o jovem do braço partido.

 

Fontes da PSP de Faro dizem-nos que o jovem macho tinha medo de dar cabo do gesso do braço.

 

A interrogação que segue a palavra uma (?) significa também que não apurámos se a  moça se contentava só com uma, ou exigia tratamento duplo ou triplo.

 

Pode ser que depois da segunda, dissesse, ..... não há duas sem três.

 

Portanto traga-se a vítima da violência* para a Rua da Sardinha.

 

E dado o libido excitado da moça (rapariga no Brasil significa uma profissional) estamos certos que se formará uma bicha de abrantinos para combater os maus tratos à porta da Casa Pintassilgo, que descerá pela Raimundo Soares e serpenteará até ao Largo Ramiro Guedes.

 

O pessoal da bicha terá oportunidade enquanto espera a sua vez de combater os maus tratos de ir tomando umas imperiais no Sr. António Paulos e no Pirata.

 

Esta enorme onda de solidariedade abrantina com a moça, prova do empenhamento citadino em lutar contra os maus tratos, está ainda dependente de Abrantes ver a sua  foto.

 

Se ela for como a Lurian, apurámos que não haverá bicha abrantina e que Oeesterbeck e Saldanha da Rocha mandarão uma camionete das carreiras cheia de rupestres tratar de combater a violência doméstica.

 

Departamento de Estudos contra a Violência de Género

 

* Os voluntários para combater a violência doméstica e chauvinista do jovem de Ourém explicarão pacientemente à moça que nem todos os lusos são como o jovem de Ourém. A generalidade deles odeia os maus-tratos e o racismo anti-brasileiro. Tudo decorrerá dentro das mais rigorosas regras da moral e decência para respeitar o voto de castidade feito pela D.Maria da Lurdes e pelas outras senhoras do GRAAL, que deve ser uma das pautas de actuação da casa.

 

Nada de poucas-vergonhas.......

Frei Beto da Assunção, carmelita calçado e membro supranumerário da Obra.

 

PS- Onde andará o dr. Miguel Abrantes? Ontem foi visto na manifestação da CGTP. Comuna e ateu.....



publicado por porabrantes às 09:12 | link do post | comentar

Domingo, 2 de Maio de 2010

Os nossos amigos monárquicos do Núcleo realista de Abrantes queixaram-se com toda a razão da vandalização dos monumentos abrantinos pela brigada republicana local que depois de ter recebido um telegrama de Lisboa saiu à rua aos berros gritando ''Viva a República''.

 

E estavam muito felizes porque nas paredes do velho edifício da Raimundo Soares que foi Paços do Concelho durante centenas de anos e que devia continuar a sê-lo se houvesse respeito pela história de Abrantes encontraram isto:

 

 

Milagrosamente a Coroa dos Reis de Portugal teria sobrevivido!!!!

 

Porém os nossos amigos são demasiado ingénuos, acham que ferrabrases do género do Sr. Justo da Paixão deixavam ficar lá a coroa?

 

Deram cabo dela.

 

O Escudo actual foi lá mandado colocar pelo Major Machado, Presidente da Câmara lá nos finais do 40 ou inícios dos 50, diz-nos o nosso amigo João Nuno Serras Pereira.

 

E elogia o Major Machado que foi o homem que substituiu o monárquico integralista Henrique Augusto da Silva Martins, que viu a sua edilidade dissolvida pelo Ministério do Interior, depois da tutela ter realizado uma inspecção à CMA (1944).

 

O Relatório foi considerado secreto e nunca foi publicado.

 

Mais ou menos como às inspecções da tutela aos mandatos de Nelson Carvalho.

 

O segredo municipal tem destas coisas, é igual  no fascismo que em democracia.

 

E ser monárquico ou republicano não significa ser bom Presidente. Henrique Augusto foi tão mau como Nelson de Carvalho

 

Finalmente resta dizer que Presidente da CMA desde inícios da década de 30, o flamante integralista teve tempo para arquitectar a prisão do Dr.Manuel Fernandes (com o generoso apoio do Administrador do Concelho e do Governador Civil) mas nunca arranjou vagar para restaurar a coroa dos Paços do Concelho.

 

De N.Carvalho temos de dizer bem, porque deixou lá estar a Coroa e não teve arrebatos jacobinos para a sanear. Só teve arrebatos para, entre outros, processar o dono dum burro....

 

Fomos à procura de outra Coroa:

 

 

E demos com ela no alto do altar-mor de São João. Nas fotos disponíveis vê-se mal. Sugerimos aos monárquicos que têm mais pachorra para coroas que vão lá tirar uma foto com uma teleobjectiva e depois nos contem a datação das armas reais.

 

Esta foto é do Sr. Dias dos Reis que tem uma galeria on-line de fotos de monumentos do Distrito e da nossa Cidade.

 

Todas excelentes. Desde hoje passam a fazer parte dos nossos links, na secção Património.

 

O Sr. Dias dos Reis é fotógrafo profissional e quem quiser contactar com ele tem aqui o tel.

+351-960026262.

Finalmente pedimos emprestada outro foto ao Sr. Dias dos Reis:

 

 

E infelizmente temos de protestar dado o mau gosto pindérico e provinciano (à moda dos piores santeiros de Braga) destas Santas Mulheres.

 

Francamente!!!!

 

O Pároco ou o Igespar que arranjem este conjunto duma forma compatível com a dignidade artística do templo.

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 22:40 | link do post | comentar

O Por Abrantes presta desta forma singela uma homenagem à que foi umas das mulheres mais intervenientes na história de Abrantes entre os anos 40-80.

 

 

Trata-se do livro de fim de curso de medicina de Coimbra onde era finalista Bernardo  Santareno que vai dedicado à BA que era o diminutivo porque tratava a sua grande amiga Maria Justina Oleiro.

 

(Fonte Espólio de M. Justina Bairrão Oleiro) -B.Nacional

 

A história desta relação merecerá mais comentários nossos, mas a pergunta que deixamos é porque é que o espólio da ilustre abrantina foi parar à Biblioteca Nacional (por sua doação em vida) e não ficou na Biblioteca António Boto ou no Arquivo Histórico?

 

Somos tão ricos para perdermos peças destas?

 

É preciso contar a razão?

 

A ex-Vereadora Anabela Matias pode contar parte dos motivos. Nós também. Humberto Lopes também. José Bioucas também.

 

Coisa que faremos um dia destes.

 

Só nós resta dizer que Maria Justina B. Oleiro seria a primeira a assinar a petição, se estivesse viva.

 

E estaria connosco nesta luta pela defesa da dignidade abrantina.

 

Como também estaria o médico e dramaturgo de Santarém, Bernanrdo Santareno.

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 00:46 | link do post | comentar

Sábado, 1 de Maio de 2010

A tese de que a República fez muito pela emancipação feminina é suficientemente polémica para merecer uma discussão interessante.

Mas também serve para despachar lugares comuns mais ou menos propagandísticos que devem ser rebatidos.

 

Qual foi o papel da mulher no movimento republicano abrantino?

 

Atirou a República com uma suicida política anti-clerical as mulheres portuguesas para o campo da contra-revolução ( outra discussão seria a de saber se o bambúrrio da Rotunda não estabeleceu um regime na prática de partido único, baseado no caciquismo, na fraude eleitoral, no terror às mão de grupelhos para-militares contra qualquer tipo de dissidência à Direita e à Esquerda, como sustenta Vasco Pulido Valente), porque sendo elas a maioria dos católicos praticantes ao abrir-se uma questão religiosa, se atirava imediatamente mais de metade da população para os braços dos inimigos do 5 de Outubro ?

 

Mas houve mulheres activistas no campo republicano, activas e militantes, e que curiosamente não se deixaram nas redes da facção maioritária do PRP (os democráticos) e na sua política dura contra o movimento operário que começava a organizar-se, sob uma matriz anarco-sindicalista.

 

E eco delas chegou a Abrantes e à nossa região e a título de curiosidade não resistimos a publicar esta ''poesia'' de militantismo anti-clerical de Angelina Vidal, publicada no Jornal de Abrantes, órgão republicano em 1907 !!!!

 


«Conclusão Scientifica»
Por Angelina Vidal

Se consulto os fenómenos geológicos,
Se contemplo no céu as nebulosas,
Se interrogo os segredos histológicos,
E os restos das esferas luminosas;

Vejo sempre matéria em traços lógicos,
No espaço, nas entranhas tenebrosas,
Com átomos subtis, embriológicos,
Tecendo maravilhas assombrosas

Transformação constante - a causa eterna
Eis a lei que preside e que governa,
O facto que destrói a escura fé.

É debalde que os crentes se consomem,
Se Deus veio primeiro do que o homem,
Deve ser, quando muito, um chimpanzé.

 

Casa no bairro operário da Graça, Lisboa, onde nasceu D.Angelina

 

 

A D.Angelina tinha mau feitio e vocação de polemista. Um dos grandes poetas da época (que deixa as pobres rimas da Angelina a milhas), Cesário Verde,  publicara isto acerca do jornal monárquico : O Imparcial.

 

Na praça, de manhã, havia, ó rei brutal!
Montões de sordidez horrível e avinhada...
- Nascera o
Ilustrado - um vómito real!

 

Replicaram-lhe em tom azedo que a sua poesia era má e pouco radical. O poeta desafiou o plumitivo, um tal Juvenal Pigmeu  para um duelo e acaba por se descobrir que o Juvenal era a fogosa Angelina e a coisa não pôde resolver nem a tiro, nem com florete....

 

Femeeiro militante, amante de sucessivas  comediantes da cena de Lisboa, Verde recusou-se a disparar, qualquer coisa que fosse, sobre Angelina.

 


 

O aspecto físíco da ilustre revolucionária não se enquadrava no gosto do Poeta....

 

 

Irene Pimentel traça hoje aqui o retrato duma mulher militante, recheada de contradições, positivista, socialista, pacifista, republicana antes de 1910 e posteriormente crítica feroz da política de Afonso Costa.

 

O blogue de Irene Pimentel, historiadora importante da nossa história recente passa hoje a fazer parte dos nossos links.

 

O texto publicado é a apresentação do livro acima referenciado que vamos ler e depois comentar.

 

Pode  comprá-lo aqui

 

Sobre as ligações da terrível D.Angelina a Abrantes, esperamos poder falar um dia destes.....

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 17:08 | link do post | comentar

O resistente anti-fascista e aristocrata (de sangue e de espírito) Manuel Alegre de Mello Duarte, o mais importante poeta vivo da Literatura Portuguesa, o herdeiro de Garrett que soube transformar a lírica e a épica num canto pela Liberdade e pela Honra de ser português e que apresentará brevemente a sua candidatura a Chefe de Estado sob os auspícios de Antero de Quental, num gesto poético de elevado simbolismo político, contando com o apoio e o patrocínio de Carlos César, presidente do Governo Regional dos Açores, dignou-se a responder às palavras insultuosas e às críticas mesquinhas proferidas por Nelson Carvalho, a aparente mando da candidatura de Fernando Nobre.

 

 

Com a devida vénia reproduzimos do Mirante as palavras do Poeta e do Fidalgo: ''

“Conheço esse senhor mas não nos falamos, não se dá crédito”, afirmou a O MIRANTE, recusando outros comentários sobre o assunto. Recorde-se que há poucas semanas Nelson Carvalho mostrou publicamente o seu apoio à candidatura de Fernando Nobre à presidência da República. O ex-autarca afirmou que Alegre “não é solução” nem é o “melhor candidato” para representar o Partido Socialista na próxima corrida eleitoral. “Alegre nunca lutou por qualquer causa, além de ter sido deputado e mesmo assim nada de especial”, acrescentando que o poeta é “claramente uma referência do passado”.

Manuel Alegre falou à margem de uma sessão de poesia de Abril realizada no museu do Neo-Realismo em Vila Franca de Xira, que contou com a presença de meia centena de pessoas. Alegre falou da sua vivência da revolução e terminou a ler poemas de Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner e a sua “Trova do Vento que Passa”.

 

O nosso blogue solidariza-se com Manuel Alegre, e sublinha que também  ''não dá crédito'' ao Sr. Carvalho.

 

Os anos passam e o Poeta com alma de Trinca-Fortes está mais contido. Se fosse no tempo do Prec já tinha ameaçado partir a cara ao ''Sr.Carvalho'', como uma vez fez a Vasco Lourenço porque lhe falou a ele e ao PS com o ''sobrolho carregado''.

 

Alegre agora encarna a alma da Nação e  é o Estadista que se prepara para apelar ao Povo.

Há  um pouco da grandeza de De Gaulle em Alegre, como o General dizia '' Moi, je suis la France'', Alegre sente-se um D.Quixote português, um novo D.Pedro IV pronto a iniciar uma cruzada a partir dos Açores para libertar a Nação duma apagada e vil tristeza.

 

Se Alegre fosse um mesquinho e um político de trazer por casa já teria recordado que o ''Sr.Carvalho'' é um dos mais medíocres fabricantes de rimas do Ribatejo, só comparável àquela senhora que compôs o hino da UTIA.....


Terminamos  ouvindo a poesia de Alegre, dita por Mário Viegas......

 

 

 

 

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 09:54 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Presidente da CIMT defend...

O exemplo de Tomar

Carrilho descaracteriza S...

Bande d’incultes, d’ignor...

Somos ocidentais

Manter o edificado

Geoge Pell versus The Que...

Os caros atrasos do MIAA

A fiscalização política d...

Dia da Fotografia

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds