Segunda-feira, 28 de Junho de 2010



 

 

 

 


Nelson Carvalho repudia qualquer tipo de favorecimento
O convite está aceite

 

 

Do destaque ''destacamos'':

''Refere, por último, que o convite está aceite e que não vê que haja qualquer impedimento: “A minha opinião está sustentada na opinião de alguns juristas, mas mesmo que houvesse impedimento a sanção que me seria imposta era de não poder exercer qualquer cargo na administração pública, o que de facto já não me interessa. Vou trabalhar numa empresa privada”

 

Não sabemos que juristas ouviu o dr. Carvalho nem em que Universidade se formaram.

Mas entre outras coisas, como a interessantíssima biografia do Alves e o interesse da Judite por ele, destacamos o raciocínio filosófico do ex-Presidente: ''mas mesmo que houvesse impedimento a sanção que me seria imposta era de não poder exercer qualquer cargo na administração pública, o que de facto já não me interessa''

 

Descartes a nível médio, de acordo com a mediania intelectual da personagem.

 

Descartes no seu melhor foi a resposta cartesiana dum amigo meu na praia da Nazaré:

Estava a urinar na rua, depois de ter bebido várias girafas numa esplanada com vista para a praia.

Chegou a PSP e disse : Você não tem vergonha. Está multado.

-Quanto é a multa?

-Dois escudos e cinquenta centavos-disse o polícia.

-Pois tome lá cinco escudos, que vou urinar outra vez.

brasuca fazendo chichi num canto (outro filósofo)

O Albano Sarrapilheira só tinha 15 anos mas já se revelava um filósofo cartesiano precoce do seu mais alto nível.

O dr.Carvalho tem 50 e tantos e ainda é um filósofo cartesiano mediano.....

 

Não tem culpa. Mozart aos 5 anos era o melhor músico da sua época e o Maestro Vitorino de Almeida aos 80 e tantos ainda é um músico médio.

Coisa dos genes....

 

Adérito Abrantes



publicado por porabrantes às 08:21 | link do post | comentar

Abrantes inaugura "segunda antevisão" do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte

O Sr. secretário de Estado da Cultura, Elísio Sumavielle considera "um exemplo de boas práticas e de estratégia cultural" esbanjar 13 milhões de euros num paralelepípedo com 30 metros de altura, de cor preta e sem janelas... Devia ser ele e a Sra Maria do Céu Albuquerque (Presidente da Câmara Municipal de Abrantes) a pagarem esta obra e não o erário publico e depois gostava de os ouvir dizer que é uma aposta ambiciosa que visa colocar Abrantes na rota dos grandes destinos culturais... é sim esbanjar o dinheiro dos contribuintes numa obra que nunca trará qualquer mais-valia relevante a nível local, nem regional.

Tiago Gomes

in Mirante

 

Museu ibérico em Abrantes

Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

A construção do museu ibérico é um atentado à estrutura arquitectónica da cidade de Abrantes. O museu devia ser construido noutro local e não no convento de S. Domingos. A camara de Abrantes vai gastar milhões na construção do museu. Milhões que fazem falta para fazer obras em diferentes partes do concelho.

Rui Ferreira

in Mirante


tags:

publicado por porabrantes às 07:25 | link do post | comentar

Domingo, 27 de Junho de 2010

''Militar, engenheiro, revolucionário, Vasco Gonçalves tinha paixão pela História que, tal como Lucien Febvre, considerava a mãe das ciências.''

 

Miguel Urbano Rodrigues in  O Avante 15-6-2010

[VascoGonçalves.jpg]

Estou à procura do que ao longo da sua trajectória disse o Avante sobre o Barão Vermelho e dou com esta tirada do irmão do Urbano Tavares Rodrigues.

 

Esqueceu-se o homem que o Camarada Vasco também era cambista, com loja aberta na Baixa de Lisboa.

 

E meter aqui um homem honrado como Lucien Febvre no desatinado choradinho fúnebre sobre o militar mais idiota do PREC é insultar Lucien Febvre.

Se calhar queria pôr lá Vitorino Magalhães Godinho, mas o nonagenário Professor, homem de mau génio ainda lhe dava 2 galhetas quando o encontrasse.....

 

 

Entretanto antes entraram nas práticas pias:

Romagem na sexta-feira

desenho de João Abel Manta

Para assinalar o 5.º aniversário do falecimento de Vasco Gonçalves, figura maior da Revolução de Abril, realiza-se na próxima sexta-feira, às 11 horas, uma romagem ao cemitério do Alto de S. João, em Lisboa.
A romagem À campa do «Companheiro Vasco» é promovida por amigos e familiares do General Vasco Gonçalves
O Avante 8-6-2010

Avante!

Terão mandado dizer missa?

Quando passaram pela tumba do Marechal Spínola terão começado a cantar ''Grandôla''?

 

São uns castiços!!!!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 22:55 | link do post | comentar

Lerá a Senhora Presidente a Imprensa?

Ou terá um assessor que manejando uma tesoura faz recortes, cola-os em folhinhas de cartolina e as entrega à autarca para apreciar o que se diz sobre Abrantes e os Abrantinos?

Ou para pouparem trabalho ao assessor têm um contrato com uma empresa que faz esse trabalho?

Dizemos isto porque a Presidente, na esteira do homem de mão do Alves, de vez em quando resolve informar os Vereadores das boas notícias que a Imprensa dá sobre nós.

O que é estranho é que nunca nenhum Presidente dê más notícias aos Vereadores.

E quem lê a Imprensa verificará que as más notícias são mais frequentes que as boas sobre Abrantes.

O silêncio sobre elas é uma forma de censura.

Mas num país de cultura católica e comunista a censura faz parte dos nossos hábitos e da nossa idiossincracia. António Barreto escreveu uma vez que os dois tipos que mais mal fizeram a Portugal no século XX foram Cunhal e Salazar. E tinha toda a razão.



Que a oposição social-democrata lê o Correio da Manhã já sabemos.

No caso da Presidente não o ler, deixamos aqui este link para S.Exa descubra uma notícia parecida com a que transcrevemos do Jornal de Negócios, com muito mais pormenores.

Refere-se a Alexandre Alves.

Amanhã há sessão camarária, pode a Presidente começar a ler esta notícia aos Vereadores e depois debaterem o assunto.

Será uma grande curtição ler a acta onde se verificará que o negócio do Casal Curtido começa a ganhar contornos inquietantes.

E que o PS e o PSD viabilizaram alegremente uma coisa que qualquer observador lúcido diria que tinha de ser melhor estudada.

Já agora quem é que divulga a acta da Comissão de Avaliação do Imóvel?

E as escrituras do mesmo?

Estão à espera que sejamos nós ou o dr. José Pedro publica-as já no site da Câmara?

E já agora a ''informação técnica'' dos serviços jurídicos que viabilizaram a compra.

 

Miguel Abrantes

 

E que tal averiguar o financiamento do PCP ao longo do PREC.?

E que terá isto a ver com os assunto. Lá iremos um dia destes.

 



publicado por porabrantes às 21:04 | link do post | comentar

Título de A.Abrantes



publicado por porabrantes às 12:51 | link do post | comentar

É uma pena que numa cidade com edifícios de traça histórica não se consiga arranjar nenhum que possa albergar o Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes, sem desvirtuar a sua paisagem urbana.

Margarida Pereira, Pego, 29-6-09

 

 

Toda a obra de arquitectura deve ser devidamente posta a concurso público, nunca por convite ou concurso limitado.
Depois deve-se fazer uma exposição pública dos trabalhos seleccionados, proceder ao seu debate, recolher opiniões dos seus cidadãos locais.
Antes de tudo e como tudo tem de haver democracia nestes processos.

Eduardo Mascarenhas de Lemos, 2-Julho de 2009

 

 

O projecto apresentado e contra o qual me pronuncio é abjecto em todos os seus aspectos. Desde uma péssima integração no equilíbrio da cidade até um absoluto desrespeito pelas mais elementares regras de urbanística.

Dr. Manuel Paulo S.B. Maia Gonçalves, Mouriscas ,26 de Julho 2009

 

 

Já aqui transcrevemos dezenas de declarações de abrantinos (e não só) contra a carrilhada.

 

Desafiamos os partidários da carrilhada a fazerem um baixo-assinado a favor da carrilhada para ver quantas assinaturas conseguem!!!!

 

Desafiamos a mesma gente a fazer um baixo-assinado a favor dos novos empregos de Nelson Carvalho, Isilda Jana e Pina da Costa. Para verem também quantas assinaturas conseguem!!!!

 

Está lançado o desafio!!!!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 09:10 | link do post | comentar

Sábado, 26 de Junho de 2010

João Pico está em maré de azar. O abrantino mais citado nos editoriais da Imprensa Regional foi esquecido esta semana. Protestamos por esta injustiça.

Em contrapartida o Sr.Nelson Carvalho voltou à ribalta conquistando um título a 4 colunas na primeira página do Correio da Manhã e um novo emprego.

Parece que a situação está tão difícil no mercado de trabalho que o ex-PC deu uma conferência de Imprensa para anunciar o feliz acontecimento.

A esta originalidade será dado o merecido relevo.

Foi por isso certamente que o Sr. Serafim das Neves não falou de Pico, mas sim de Nelson de Carvalho.

Transcrevo parte do editorial:

 

(...)

A erradicação da pobreza deve ser um dos faróis da humanidade dita civilizada. Daí que qualquer esforço nesse sentido, seja colectivo seja individual, merece o meu apreço. E o teu, obviamente. Por isso falas no caso exemplar do projecto de luta contra a pobreza de Alpiarça, onde ainda nenhum pobre foi resgatado da miséria - porque o projecto, por enquanto, é mesmo só isso, um projecto - mas pelo menos alguns jovens técnicos vão ganhando desde há uns meses uns cobres sem fazer nada, prevenindo-se assim que caiam no drama da carestia.

Quero também tirar o meu chapéu ao ex-presidente da Câmara de Abrantes, Nelson Carvalho, que se apresta para ser alto quadro da empresa de painéis solares para cuja instalação no concelho contribuiu com entusiasmo enquanto autarca. Fico feliz em saber que nesta sociedade ainda há gratidão e reconhecimento. Aliás, nem será caso virgem em Abrantes, já que um ex-vereador da mesma câmara, que tinha a bênção de ser especialista em lixeiras e afins, tornou-se depois alto quadro de uma empresa que opera nessa área.

E no caso de Nelson Carvalho há ainda a destacar o facto de querer continuar no activo, a trabalhar que nem um mouro, quando podia estar a gozar a merecida reforma pelos anos de autarca e professor, a alimentar o seu blog e a mandar uns bitaites sobre política local e nacional. Este espírito de sacrifício num tempo em que muitos se revoltam por a idade da reforma já ir nos 67 anos deve constituir um exemplo para a juventude e para os sindicatos e objecto de atenção do Presidente da República no próximo 10 de Junho.(....)

 

in. Mirante

 

Faço a devida vénia ao Sr. Serafim e peço atenção para Mister Pico.

 

O maior admirador do político do Souto.

 

Adérito Abrantes,



publicado por porabrantes às 19:54 | link do post | comentar

''O fenómeno mais interessante da política local é a atracção que os arguidos têm pelas autarquias. As autarquias estão para os arguidos como aquelas lâmpadas roxas dos restaurantes estão para as moscas. Sem pretender ser ofensivo para as moscas, a verdade é que o mecanismo é extremamente parecido. Só não é igual porque, ao passo que as moscas falecem quando tocam na lâmpada, os arguidos ganham nova vida assim que entram na Câmara Municipal.''

 

Ricardo Araújo Pereira

 

 



publicado por porabrantes às 18:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Referimos aqui a posição tomada contra a carrilhada  pelo que era provavelmente o decano dos professores liceais abrantinos, o Sr Dr Vitória. Fomos agora surprendidos pela sua morte, e temos referência que o ilustre nonagenário ficara bastante abalado  pela morte da sua mulher há alguns meses atrás. A petição homenageia o Historiador, o homem de bem, um bairrista acérrimo e um defensor do Património de Abrantes.

Apresentamos as nossas condolências aos seus filhos.

Para ter uma ideia da vida do Dr.Vitória, remetemos o leitor para o link acima indicado.

 

E como estamos em maré de morte, somos obrigados a comunicar que a petição está enlutada não só  pela morte do Dr. Vitória mas também pelo falecimento da Mãe do seu iniciador, eng. José Albuquerque Carreiras, a quem e à sua ilustre família apresentamos as nossas condolências pelo desaparecimento da nossa amiga D.Maria Amélia Almada Albuquerque Carreiras, uma das últimas Fidalgas abrantinas.

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 20:02 | link do post | comentar

Não fomos embora!

 

Dá-se apenas a coincidência de que o Miguel Abrantes apanhou uma indigestão de tintol e sardinhas assadas num arraial em Alferrarede Velha e está de baixa, logo na mesma altura em que eu já tinha programado um retiro sob o comando espiritual do Padre Melícias.

 

Agora, raspei-me uns minutos até sacristia para pôr aqui este post à pressa antes que dêem pela minha falta.

Até amanhã

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 00:19 | link do post | comentar | ver comentários (1)

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Pintor da Eica denuncia...

A Madre Leão, maior poeti...

Um neo-liberal às aranhas...

Tramagalenses romanos?

A dona dos plátanos

Do charuto do capitalista...

A despedida

O Serviço Nacional de Saú...

Nove mil euros para corta...

A lesma abrantina: arion ...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds