Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Ainda hoje ....

 

Grandes novidades

 

Kultura: mais património imaterial em Abrantes !!!!

 

Divulgamos resposta da CMA ao pedido de documentos da petição

 

grande homenagem a José Vilhena (publicamos o seu único texto abrantino)

 

Santana Maia e o Politicamente Correcto

 

e as aventuras de Frei Armando de Vinhais, frade mendicante......

 

e o que der e vier

 

participem.......aqui e na nossa página do Facebook.....

 

a redacção



publicado por porabrantes às 10:46 | link do post | comentar

 

 

 

posto por Adérito Abrantes, em homenagem aos Regedores do Souto e o cabo de esquadra de Martinchel



publicado por porabrantes às 10:29 | link do post | comentar

 

Felicitamos o governo brasileiro, o presidente da Câmara do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e os cariocas em geral.

 

A política e o exército, utilizando blindados e helicópteros, libertaram as favelas.

 

As tropas hastearam a bandeira brasileira no alto do complexo do Alemão, praça forte dos bandidos.

 

 

Em ABRANTES os bandidos continuam entricheirados em VALE DE RÃS.

 

Temos cá polícia, exército e blindados.

 

Toca pois a conquistar VALE DE RÃS, prender a canalha e hastear a bandeira nacional no alto da casa do CHICO GIGANO.

 

E se tiverem medo dêm o comando ao grande mestre CORREIA.

 

Marcello de Noronha, adepto da Obra e da Ordem.



publicado por porabrantes às 01:56 | link do post | comentar

A Câmara socialista destruiu com uma política insentata o centro histórico de Abrantes. (1)

 

Agora diz que o vário regenerar.....

 

É Maria do Céu Albuquerque, Jesus Cristo ressuscitado, para poder devolver a vida a um morto?

 

O requien pelo centro histórico é representado pela miserável carrilhada, continuado pela destruição pindérica do Jardim do Castelo, pela protecção a interesses clientelares (2), e pela contratação de novo a dedo e sem concurso do licenciado de Portalegre, Carrilho da Graça!!!

(3)

A mesma Vereação ignara que nem sequer sabe quais são as propriedades da CMA no centro da cidade e que se arriscou a ver cair o São Pedro fora da alçada municipal, resolve abrir um debate ao povo:

A aparente contribuição da Fábrica da Igreja  para a ruína dos edifícios da cidade!!!

É este o programa de festas:

 

''No âmbito da elaboração da Estratégia de Intervenção  para o Programa de Regeneração Urbana do Centro Histórico (CH) de Abrantes, promovido pela Câmara Municipal, vão realizar-se um conjunto de reuniões de trabalho com a participação de agentes da comunidade para pensar e discutir as grandes questões do CH e como ultrapassar as dificuldades, orientadas pela empresa de consultoria Augusto Mateus. Será adoptada uma metodologia de inter-actividade, com a colaboração da sociedade civil que assim contribuirá para a definição de um programa de regeneração.

Calendário:

Dia 3. Dezembro
21h00 – Biblioteca Municipal António Botto
Comerciantes;

Dia 4.Dezembro
15h00 – Biblioteca Municipal António Botto
Residentes;

Dia 14.Dezembro
14h30 – Biblioteca Municipal António Botto
Técnicos e associações

21h00 - Biblioteca Municipal António Botto
Comunicadores e líderes de opinião;

Dia 15.Dezembro
15h00 – Escola Superior de Tecnologia de Abrantes
Estudantes da ESTA

12.Janeiro.2011
14h30 – Escola Secundária Dr. Solano de Abreu
Estudantes do ensino secundário
21h00 - Biblioteca Municipal António Botto
Promotores/Investidores

A sua opinião é fundamental!
Sujeito a inscrição prévia: habitarmaisabrantes@cm-abrantes.pt'' (in página CMA)

 

 

 

boy que queria Abrantes como Las Vegas homossexual e rainha do turismo erótico voltará a fazer a proposta?

 

O gajo que queria o 69 como marca da cidade continua nas suas altas funções, de burocrata escolhido apenas pelo emblema partidário.

 

O mínimo que se lhe pedia era que arriscasse umas massas, pedisse um empréstimo e montasse um bordel (homo ou hetero) para ver se as propostas tinham êxito.....

 

Os parceiros particulares associados à regeneração não merecem credibilidade ( são do género do Vigário Graça) ou estão dominados pelo aparelho clientelar socialista.

 

Qual a lógica de debater só com residentes, pressupõem-se  do Centro Histórico, e proibir a entrada a gente das outras terras?

 

Será que não querem ouvir João Pico?

 

Desculpem, mas achamos que Jota Pico e todos os abrantinos têm direito a falar.

 

Qual a lógica de ir discutir com os fedelhos do ensino secundário?

 

Qual a lógica de ir debater com a estudantada da triste versão abrantina do IPT?

 

Depois vão debater com os comunicadores e líderes de opinião.

Quem são ? Do lado do clero vai o Graça ou o Presbítero do Pinhal? Do lado dos jornais vai a tropa liderada pelo primeiro esposo do Concelho? Vai o Manuel Martinho, líder da opinião na sua loja de fotografia? Os da Tágide e da Barca serão vetados por serem do Tramagal? A delegada da Obra, drª Ana Soares Mendes, explicará a estratégia de São José Maria para transformar Torreciudad numa Disneylândia beata?

Os cronistas também vão?

 

O António Castel-Branco, colunista quando o deixam, pode falar?

 

Se esboçar uma crítica ao licenciado de Portalegre: como é que você dá aulas numa instituição universitária sem se apresentar a um júri para mostrar a sua sabedoria , arrisca-se a outro processo na Ordem?

 

Ou, se disser consigo não se pode debater porque apresenta queixas infundadas, que a Ordem dos Arquitectos considera sem objecto, à mínima crítica?

in ânimo

Que se vai passar?

 

Esta participação é para fechar os olhos à malta e fazer show-off.....

 

Era melhor a D.Maria do Céu mais o Serrano voltarem a fazer jantares no Vera Cruz com a 3ª Idade, e deixarem-nos em paz....

 

Já estamos fartos de tretas deste género

 

 

 

Abrantes ainda não é a Ribeira Brava e felizmente a nossa taxa de analfabetismo é já quase nula enquanto entre os ribeirenses atinge níveis terceiro-mundistas.....

 

Os ribeirenses são os indígenas indicados para ouvir a célebre dupla Carrilho & Mateus......

 

E os do Vale das Rãs também.....

in santamargarida.bogspot

(1) Apoiada num PDM alaranjado

 

(2) Exemplo de clientes: Barão, Pina dos Decotes, Chefaetc

 

(3) Junta e Biblioteca do Rossio, mais um imóvel público num estado lastimoso

 

Marcello de Noronha, da ala crítica da Obra



publicado por porabrantes às 01:02 | link do post | comentar

Domingo, 28 de Novembro de 2010

 

 

 

 

 

posto por Edite Fernandes,*

*crítica literária, consultora cultural (natural  de Vinhais -berças)



publicado por porabrantes às 16:27 | link do post | comentar

Sábado, 27 de Novembro de 2010

Sábado não é dia para grandes dissertações políticas.

 

É dia para nos darmos uma banhada de riso, lendo os artigos do Armando Fernandes!!!!

 

 

O grande humorista de Vinhais, minha terra natal.....

 

Ah! Ah! Ah! até consegue despertar-me uma larga gargalhada quando fala de cozinha.....e aproveita para desancar no Vereador Santana-Maia, que fará enquanto lava a loiça? Discursos críticos sobre a traição do Vereador Belém?

 

Bem, começo a falar do Fernandes porque é da minha vilória, Vinhais onde espero ver em breve o Cónego a paroquiar São Facundo (coisa a discutir, devido ao valor patrimonial deste templo) e passo a falar de vazio.

 

 

O resultado de todas as crónicas do Fernandes é sempre o vazio, o nada transmontano.

 

A alheira vai recheada com alguma coisa, na melhor das hipóteses com perdiz.

 

Os artigos do Fernandes são como uma alheira recheada de nada.

Suponho que o nada fará parte do imaterial.

 

Por isso o Fernandes devia ter sido a estrela das jornadas imateriais de ontem!!!!

 

Não o convidaram, apesar dos seus lancinantes elogios à Presidente da Câmara, apenas por ser laranja.

 

É sectarismo.

 

Propomos que o Fernandes seja declarado património imaterial da Abrantes já que em Vinhais são uns rústicos e não o compreendem!!!

 

Pela petição,

 

Edite Fernandes, natural das berças, isto é Vinhais

 

crítica literária



publicado por porabrantes às 17:49 | link do post | comentar

 

posto por adérito abrantes



publicado por porabrantes às 10:32 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

Grande momento!

 

Foi nas Jornadas de História LOcal promovidas pela CMA.

 

Isilda Jana deixou por ora as Redacções de Instrução Primária que dá à estampa na revista Zahara para enfrentar novos desafios (ver foto) e perorar sobre "Património Imaterial" e "Literatura Oral".

 

 Isilda jana.JPG

Um tema esotérico, só acessível a quem durante anos privou com a esmagadora erudição do 1º esposo.

 

O resultado é grandioso e antológico.

Pena que não se publiquem actas destas jornadas.

 

A asneira e o ridículo não têm limites e a Ignorância é atrevida.

 

Miguel Abrantes, maçon e descoroçoado.



publicado por porabrantes às 23:03 | link do post | comentar

Jornadas

 

Lemos o programa. A chefa a botar sabedoria sobre o património imaterial. A Vereadora da Cultura que abriu um Museu Etnográfico no Pinhal e depois o privatizou. De facto tem direito a falar sobre o património imaterial quando é a culpada de dar cabo do material.

A criatura que alentou a carrilhada, se recusou a apresentar às eleições e voltou pela porta das traseiras.!!!!!

 

Ao menos como há uma cerimónia em que o Marquês de Abrantes ou um seu representante assina um protocolo, não corremos o risco de ver Candeias Silva, ex-deputado municipal a quem não se lhe conhece uma intervenção em defesa do património da cidade enquanto parlamentar, uma criatura que é mais fiel aos caciques partidários que ao povo que o elegeu, vir explicar-nos que o chefe dos Almeidas é o escultor Charters de Almeida ou botar mais um discurso em honra do fascista confesso Veríssimo Serrão, um pigmeu na historiografia nacional comparado com Magalhães Godinho.

 

Resolvemos como é nossa obrigação animar as festas do património dando a palavra a Eduardo Campos que foi íntimo colaborador do Silva em questões de historiografia abrantina e conhecia o que a casa gastava.

 

 

 

 

 

 

 

Para quem não descobriu a que obra se refere o artigo da Nova Aliança de 22-1-98, aqui se deixa a foto do Autor

 

Foto de M.M. (supomos) ou seja Manuel Martinho do Jornal de Alferrarede

 

E agora a capa da obra

 

 

 

Finalmente não percebemos porque é que os ex-sócios da sociedade histórica Campos & Candeias se andaram a digladiar com argumentos baseados em veneráveis alfarrábios.....

quando a páginas 105 do Livro Abrantes Cidade Florida já Diogo Oleiro tinha escrito, citando os Anais do Município que ela tinha vivido no século XVII...

 

Para continuar com a conversa é justo assinalar que a benemérita

sociedade histórica Campos & Candeias não fez o trabalho de casa antes de começar a falar de História de Abrantes

 

isto é não estudaram o Mestre que se chama  quer se queira, quer não,

 

Diogo Oleiro

 

 

Foto em Abrantes Cidade Florida

 

 

finalmente, se se aceita que em História qualquer investigador pode cometer um erro, o que não se aceita é a falta de humildade em reconhecê-lo.

 

À memória de Diogo Oleiro, Historiador de Abrantes

 

Em nome de mais de mil peticionários, herdeiros do seu magistério cultural e revoltados contra uma edilidade ignara

 

Marcello de Noronha (católico mas não ex-seminarista)



publicado por porabrantes às 17:06 | link do post | comentar

A petição representada pelo seu mandatário dr. Paulo Falcão Tavares dirigiu este requerimento à Senhora Presidente da CMA, solicitando uma série de documentos essenciais para analisar a legalidade do projecto do MIIA.

 

Publicamos o requerimento e divulgaremos mais tarde a resposta da CMA.

 

Miguel Abrantes

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 15:31 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Serviço Nacional de Saú...

Nove mil euros para corta...

A lesma abrantina: arion ...

A ''Universidade'' Pelica...

Plátanos de Alferrarede v...

A nossa imprensa vai melh...

Quem é o Morgado?

Atenção vende-se herdade ...

Geringonça vende Central ...

O motim dos Voluntários R...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds