Terça-feira, 19 de Abril de 2011

Amanhã

 

subsídios para a vida política do

eng. marçal nos últimos 15 anos

 

por Marcello de Noronha com

assessoria do dr. Miguel Abrantes 

 

 in nortecaustico



publicado por porabrantes às 23:33 | link do post | comentar

A Excelentíssima Srª D.Noémia Alagoa respondeu em nome do Banco contra a Fome a um requerimento apresentado por Santana-Maia e Belém, vereadores pelo povo de Abrantes, dirigido à Exma. Srª Presidente da Câmara. 

 

Fica a dita Senhora, Drº D. Maria do Céu Albuquerque avisada, por este meio, que não nos remeta requerimentos da Oposição ou seja dos Vereadores do PSD ou dos membros da Assembleia Municipal dos seguintes partidos ou coligações ou ainda grupos de Independentes :CDS-PP, PSD, CDU, ICA, Bloco para que sejamos nós a responder.

 

Não incluímos na lista o Sr.Dr. Arês, Vereador do ICA por ser evidente que faz parte da maioria, enquanto os deputados municipais do ICA como o Sr.Dr. Viana Rodrigues ou a Srª Drª Onofre fazem parte da Oposição.

 

Não é tarefa desta redacção fazer trabalho que compete aos Serviços Camarários.

 

Se começamos a aceitar responder à Oposição em nome da CMA, ainda terminamos a fazer outros trabalhos, quem sabe como varredores, coisa que Suzy acha que lhe estraga as unhas. 

 

A bem do blogue

Marcello de Noronha, dado o Dr.Abrantes estar de serviço no Trombinhas.

 

PS-Fui saber quem era a D.Noémia  Alagoa, Secretária da Direcção do Banco aconfissional e  apartidário

 

Jornal Nova Aliança

 

Está aqui a resposta:

 

Fundador: Pe. Jaime Alves de Oliveira.
Administração: Cón. José da Graça e Anacleto Batista.
Directora: Ana Soares Mendes (TE-444).
Directores-Adjuntos: Cón. José da Graça e Anacleto Batista.
Paginação: Sofia Gonçalves
Publicidade: Noémia Alagoa 
Redacção: Pe. Sebastião Fernandes (CR-348);
Pe. Manuel Mendonça (CR-443);
Pe. Pedro Tropa;
Ana Sofia Gonçalves (CP-8205)
Propriedade: Associação Cultural e Desenvolvimento Nova Aliança

 

 

Já agora nesta ficha técnica consta o Presidente da Assembleia Geral do Banco: Anacleto Baptista que também faz parte do Conselho Económico e Social de São Vicente e São João.

A Exª Srª D. Sofia Gonçalves  que terá a gentileza de nos informar se corresponde à vogal da Direcção dessa Instituição chamada: Ana Sofia Gonçalves.

O vogal do Conselho Fiscal : Sr. José Francisco Ruivo Guerra parece-nos ser o mesmo, José Francisco Guerra Ruivo que faz parte do Conselho Económico e Social de São Vicente e São João.

O Tesoureiro do Banco é o Sr.  José Bragança Ferreira que faz parte do Conselho Económico e Social de São Vicente e São João.

 

Podia Continuar?????

 

O Sr. Manuel Mendes da Conceição que é vogal do Conselho Fiscal do Banco terá a gentileza de nos confirmar se corresponde ao Sr. Manuel da Conceição Mendes que faz parte do Conselho Económico e Social de São Vicente e São João?

 

Devo continuar a pesquisa.....?

 

Não quero cansar os leitores....

 

Mas parece-me que quererem dizer aos abrantinos que o Banco local é aconfessional, é como eu sustentar que a Maçonaria Portuguesa (pérfida instituição) é a Nunciatura Apostólica.

 Um Núncio e Cavaco

Marcello de Noronha, da Obra

 

 

Pode ver aqui a composição do Conselho Económico e Social das paróquias citadas

 

Pode ver aqui a composição dos Corpos Gerentes do Banco Alimentar abrantino.



publicado por porabrantes às 22:36 | link do post | comentar

O nosso colega A Luta Continua é um blogue abrantino que tem uma visão de Esquerda (um bocadinho mais radical que a minha) do quotidiano desta cidade. Aconselhamos uma visita

 

Do seu último post seleccionamos este magnífico parágrafo: 

 

''E como tal, Abrantes não é excepção e também fica mal nesta fotografia, pois tem muitos Bandeirinhas e muita pouca qualidade. É Bandeirinha, aquele rapaz, secretário,ou outra coisa qualquer, da Presidente, cujo a única ideia para a cidade, que se lhe conhece, é a de fazer aqui uns festivais gays e lésbicos, mas que recebe um balúrdio para despachar uns papeis e responder a uns emails, é Bandeirinha aquela deputada municipal, que arranjou logo um tachito para a sua filha, recém licenciada em Arquitectura, é Bandeirinha, aquela secretária, para qual foi aberto um concurso publico, e depois anulado porque a dita não reuniu os requisitos necessários a tempo, é Bandeirinha a coordenadora do MIA, etc e tal, por ai fora pois muitos mais exemplos existem.''

 

Que vai acompanhado por esta esclarecedora foto

 


 

Visite a Luta Continua,  a quem desejamos longa vida !

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 18:53 | link do post | comentar

 

 

O Sr. Dr. Abrantes como sabem deu-me carta branca para responder ao acólito beato do Rev. Graça. Considero que a resposta da petição já foi dada pelo seu coordenador e reservo o meu direito de responder a título pessoal para o exercer quando o entender.

 

Quero só falar das boas maneiras e da boa educação.

 

É natural que uma pessoa se exceda de vez em quando, mas na Obra aprendemos a controlar-nos.

 

 

Há coisas inadmíssiveis e este ministro socrático ultrapassou, quando exibiu a cornamenta, os padrões médios de conduta admissíveis na Casa da Soberania Nacional.

 

O resultado foi que teve de se demitir.

 

Podemos dizer que houve pelo menos um Ministro do Sócrates que foi responsável.

 

Irresponsável é o dirigente  do Banco Alimentar contra a Fome que ainda não se demitiu depois da fífia revelada por Santana-Maia....

 

Irresponsáveis são os hierarcas que permitem que certos sacerdotes não cumpram as normas estabelecidas pela Igreja.

 

Querem nomes?

 

Já os disse e voltarei a repeti-los quando for necessário.

 

Como repetirei que D.Agostinho de Moura se portou mal com D.António Ferreira Gomes

 

 

Voltando ao Ministro mais responsável do Governo Sócrates e à sua ''afición'' pela festa brava, direi que foi uma falta de educação monumental, própria dum idiota, este gesto para responder a uma observação dum representante do povo.

 

Não é infelizmente um caso único nos anais da vida parlamentar lusa. Vejam este caso que afectou um deputado abrantino.

 

(...) O Orador: - Sr. Presidente, Srs. Deputados: O meu voto em relação ao projecto de lei n.º 309/II, inscreve-se no breve quadro de referência que acabei de traçar.
A minha posição individual não traduz o menor desrespeito pelas posições alheias, mas lamento que já tenham sido hoje proferidas nesta Sala por parte de pessoas de quem, com franqueza, não esperava certas expressões em termos de se considerar que, quem não pensa de certa maneira, se encontra mergulhado na negritude de um obscurantismo sem limites.

Aplausos da ASDI, do CDS, do PPM e de alguns deputados do PSD.

Dizia eu que a minha posição individual não traduz o menor desrespeito pelas posições alheias que se lhe oponham e seria o último a negar a utilidade do debate e do aprofundamento de tema tão apaixonante quanto da maior importância social e humana.
Nesta perspectiva não considero negativa a iniciativa legislativa com que a Assembleia da República se acha confrontada.

Aplausos da ASDI, do CDS, do PPM e de alguns deputados do PSD.

O Sr. Presidente: - Para pedir esclarecimentos, tem a palavra o Sr. Deputado Anacleto Baptista.

O SrAnacleto Baptista (PSD): - Sr. Deputado Vilhena de Carvalho, quero felicitá-lo pela sua intervenção e ao mesmo tempo fazer-lhe uma pergunta tão simples como esta: não acha muito sintomático que os nossos colegas médicos tenham, no momento da sua intervenção, abandonado esta Sala?

Protestos do PCP.

O Sr. Veiga de Oliveira (PCP): - Você é um nojo!

O Sr. Octávio Cunha (UEDS): - Peço a palavra, Sr. Presidente.

O Sr. Presidente: - Tenha a bondade de aguardar, Sr. Deputado.
O Sr. Deputado Vilhena de Carvalho, que foi a quem se dirigiu o pedido de esclarecimento do Sr. Deputado Anacleto Baptista, responderá nos termos que entender. (...) 

 

 

 

Diário da Assembleia da República, nº 12-12-11- 1982

 

 

Deve ter sido um episódio tão desagradável que o ex-Deputado não o refere nesta entrevista.

 

Obviamente, o Sr.Eng Veiga de Oliveira excedeu-se nesse dia e foi um mal-educado.Mas estou certo que a conhecida caridade do Solicitador Anacleto já exerceu o perdão e esqueceu a afronta.

 

O Eng.Veiga de Oliveira que eu encontrava muito no Gambrinus devia estar chateado. A culpa era do Camarada Cunhal que o estava sempre a criticar por ter hábitos burgueses.

 

Bolas, dizia-me o Veiga: é que na cantina do partido se come muito mal.....

 

Marcello de Noronha



publicado por porabrantes às 17:05 | link do post | comentar

Encarregou-me o chefe, dr. Abrantes de estar ao leme do blogue enquanto foi almoçar uma lauta bacalhoada com o Sr.Dr.Noronha que alegou que, pelo facto de estamos na época quaresmal, a Obra não o deixa comer carne.

 

Isso interrompeu a redacção das minhas Notas de Vinhais e obrigou-me a meter aqui uma ou duas postas de pescadas.

 

Não são posts, porque isso pode ser carne, e eu sou católica, baptizada na Igreja de São Facundo de Vinhais 

 

 

 foto de vdbann

 

que é monumento nacional e não possui um guarda-vento de vidro tipo entrada em retrete pública como é o caso da Igreja de São João, em Abrantes, que qualquer dia deixa de ser M.Nacional por tretas destas.

 

Demolição de casa que afrontava S.João (1939) foto colecção Dr.Noronha

(como ele não está agora não sei quem a tirou, mas segundo o que aprendi na catequese é improvável que tenha sido tirada por Judas Iscariotes, 1º Ministro das Finanças do Vaticano)

 

 

Portanto não sabendo se os posts são carne, coisa vedada na Quaresma, aqui fica a 1ª posta: de pescada

 

 

De forma que para entreter o leitor, enquanto não chega furibundo o dr.Abrantes e indignado o Noronha (quem terá sido o bastardo que se esconde sob o pseudónimo de Brecht ?, aposto que é um causídico com um anel de brasão falso,  um apelido da treta falsificado e escrito à arcaica para impressionar algum babuíno  e filho duma peixeira -disse ele.)  mostro-vos a foto da minha última aquisição, na Fábrica Bordallo Pinheiro, nas Caldas.

 

Chama-se o Cónego Constipado. Desejo-lhe as melhoras. Apelo aos leitores que comprem mais bonecos destes, porque a Fábrica que estavaem má situação económica, está a recuperar, graças a uma nova gerência e ao esforço dos seus trabalhadores.

 

Vamos um pôr um Cónego a servir de bibelot em cima de cada aparelho de TV de Abrantes.

 

É para recordar a amizade histórica entre Abrantes e as Caldas, celebrada na toponímia cá do burgo numa rua que leva o nome da cidade dos manguitos.

 

Edite Fernandes, coleccionadora de bonecos das Caldas 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 12:46 | link do post | comentar

 
Afinal sempre era verdade.....

 

O Ovni abrantino existe.....

 
ARGENTINA

 

Fotógrafo apanha OVNI igual ao visto em Abrantes

 

por Dn.ptOntem

Na imagem captada pelo fotógrafo vê-se um objecto estranho em cima à direita

Sem se aperceber, um fotógrafo argentino captou imagens de um OVNI. A Nasa confirmou a veracidade da imagem e comparou o fenómeno com o que aconteceu em Portugal

Tudo aconteceu a 13 de Dezembro de 2010. Gastón Garnier, 26 anos, foi até Venato Tueto, Santa Fé, Argentina, para fotografar um concerto ao serviço do jornal "Cruz del Surde". Vendo a lua tão luminosa e pensando já no eclipse que se iria verificar daí a alguns dias, decidiu fazer algumas fotografias para testar a máquina.

Chegado a casa reparou na figura em forma de Y que lhe aparecia no canto superior direito das fotografias. Sem conseguir resposta para o que se passava, decidiu, em Março, enviar as imagens para a Nasa.

Dois dias depois a agência espacial norte-americana confirmou a veracidade da fotografia e acrescentou que o fenómeno era semelhante a um que se havia verificado no mesmo dia em Abrantes. "Após análise digital, chegámos à conclusão que temos uma foto real de um OVNI, com 80,75% de similaridade com um fotografado no dia 13 de Dezembro em Abrantes, Portugal", respondeu-lhe a NASA.

 

publicado por adérito abrantes

 

sugerimos a formação duma comissão municipal para contactar com os ETs antes que eles entrem em contacto com algum autarca desprevenido

 

tags:

publicado por porabrantes às 11:44 | link do post | comentar

 Angeli, FSP 08/3/2009 in folha de São Paulo  

 

Estranhem o que não for estranho.
Tomem por inexplicável o habitual.
Sintam-se perplexos ante o cotidiano.
Tratem de achar um remédio para o abuso
Mas não se esqueçam de que o abuso é sempre a regra.

Brecht in a ''Excepção e a Regra'

 

 

Passo a transcrever com IP e tudo um comentário que recebemos:

''bertold Brecht (IP: 2.82.128.202) disse sobre O Banco contra a Fome é aconfessional na Segunda-feira, 18 de Abril de 2011 às 23:30:

 

     

Porra, tanto implica com o padre! irra deve ter marrado com ele e ficado com algum corno preso... só admito essa hipóte-se... tire o corno...''

 

 

A política deste blogue é conhecida. Transcrevemos os comentários, preservamos o IP (abrindo excepções, como diria Brecht que escreveu a ''Excepção e a Regra'', para o caso deste fidelíssimo apóstolo da pastoral do Graça, como o fizemos para o Sr.José da Cachoeira, que suponho composto por um colectivo  de admiradores do padre, alguns dos quais são conhecidos  papa-hóstias mas não tão distintos como o Sr.Dr.Marcello de Noronha).

 

O Dr.Marcello de Noronha será da Obra, é um insubordinado, não aprecia o calão (parece que ficou zangado comigo quando eu disse ao plumitivo das alheiras, a propósito dele ter citado Herodes, ''ou te cagas, ou te fodes'') mas respeita a liberdade de expressão, é um homem cortês e sobretudo é um anti-carrilhista.

 

  O Graça em traje de trabalho

 

Os insultos que nos lança o fidelíssimo admirador do Graça (que suponho não ser de São Facundo, por razões óbvias) não  são só obviamente para mim, ou para a redacção do blogue, mas são dirigidos a mais de 1100 pessoas que assinaram a petição e que estou crente (não é só o ''bertrold brecht'' que pode crer no Graça, eu também posso crer em alguma coisa) que gostariam de ver o Cónego transferido outra vez para São Facundo.

 

Uma  coisa é óbvia, o Reverendo, até prova em contrário, participou na escolha de Carrilho da Graça, enquanto administrador vitalício de certa Fundação, foi conivente com um ajuste directo que considero ilegal, é cúmplice da destruição do património abrantino e pelo silêncio com a perseguição judicial movida pelo licenciado alentejano contra Mário Semedo.

 

Quais são as razões que o movem, não sei, mas suspeito.

 

E eu, não afirmo coisas, sem provas ou pelo menos indícios.

 

Se o MP, só baseado em indícios pôde acusar o ex-Vereador PS, ex-alto cargo da falida Apolinária Marçal e actual Administrador duma construtora, Sr.Júlio Bento, eu também posso afirmar coisas com base em indícios sérios.   

 

Estão claros os motivos que me levam (e levam a petição) a criticar o Graça.

 

Os motivos das críticas, enquanto católico, do Noronha são outros. E como consideramos que a petição e a redacção deste blogue foi insultada de forma soez por um porta-voz do clericalismo mais retrógrado, os senhores redactores e os senhores peticionários que o desejem têm carta branca para responder.

 

À letra.

 

Regresso ao Graça, e peço-lhe satisfações enquanto cidadão.

 

Explique-me o Graça, com as Leis na mão (incluindo o Código de Direito Canónico, que tem vigência na ordem interna portuguesa) porque não impediu a palhaçada do Padre Rosa ter sido candidato nas listas do CDS?

 

Não vou perguntar ao Graça até que ponto a revisão do PUA foi favorável aos interesses da Fábrica da Igreja de São Vicente. Alguém da petição perguntará primeiro à CMA.

 

E se nos chatearem muito....... terão, no caso de haver motivo, problemas no sítio certo.

 

Devo falar da  D.Amélia Baeta,

D.G.M. N.

ou deixo o assunto entregue a

 

à família Mesquitella?

Querem que continue?
 
Por acaso tenho mais que fazer.....  
 
Fica para outro dia, mas para terminar recordarei ao brecht de pacotilha, quem sabe nato na terra das alheiras, que em Portugal e em Abrantes, já não estamos no tempo que o João Abel Manta retratou assim
 
 
Miguel Abrantes, coordenador da petição, pedreiro-livre (1)
 
(1) Seremos mais livres em Abrantes quando virmos o Graça pelas costas..... 


publicado por porabrantes às 09:59 | link do post | comentar

 

 

Leia aqui o extraordinário Regulamento

 

posto por adérito abrantes. escrito por marcello de noronha e ataíde


tags:

publicado por porabrantes às 08:24 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Directora do MIAA, procur...

A casa incendiada

O PUA é sagrado

As redes sociais, ágora d...

Questão de teatros

Não digam que é descabido...

Aluga-se terminal ferrovi...

O Banquete de Natal dos B...

Um bruto chamado Baptista

Elogio de Cecília Matias

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds