Terça-feira, 26 de Junho de 2012

Para se poder aquilatar da aventura em que se mete a autarquia sardoalense ao dedicar-se a embarcar na Dómus Anaclética, convém saber alguma coisa das suas finanças.

 

E para isso dou a palavra a quem sabe, os Senhores Vereadores do PS daquela Vila:

 

(…)O nosso concelho tem cerca de 1078 idosos, 
com mais de 65 anos, com grandes dificuldades em
 conseguir satisfazer as suas necessidades mais
 básicas, como a compra de medicamentos, pagar a
 água e a luz, pelo que não podemos  votar
 favoravelmente uma despesa injustificável que à semelhança, 
dos dois últimos anos, tem como destinatários menos de 10%
 dos idosos existentes no Sardoal. (…)
(…) Tratando-se de uma despesa pública, num concelho 
endividado, onde existe pobreza, deficiente apoio social 
aos mais desprotegidos, em especial os idosos, devemos
 ter como preocupação principal 
a maneira como é gasto o dinheiro dos contribuintes. (…)
(…) Parece-nos que, numa altura em que a Câmara mal 
 tem dinheiro para pagar os  salários dos funcionários, uma Viagem
 de Estudo, que rondará os 30.000 Euros, deveria
 ser planeada, tendo em 
consideração a situação económica do Concelho, (…..)

 

Sardoal, 17 de Abril de 2012 
Os Vereadores, 
Fernando Vasco
Pedro Duque “

aqui  

 

 

E é uma autarquia nestas condições 'que mal tem dinheiro para cantar um cego, que se prepara para embarcar no recital do fadista Graça dos Milagres entoando o

 

 

FADO ANACLÉTICO .......

  

 

 M. de Noronha, sócio da Obra



publicado por porabrantes às 11:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012

 

O Sr. Moleirinho começa a parecer um insensato.

 

Que tem o Presidente do Sardoal de se meter a apoiar e fomentar a megalomania perigosa do Graça????

 

 

 

''A autarquia sardoalense, através do seu gabinete técnico, apoia a nível administrativo a construção do Lar de Idosos “Domus Pacis”, propriedade do Centro Social Interparoquial de Abrantes, que será construído na Encosta da Barata, em Abrantes''  

 

 

 

 

 

 

 

Já agora quais foram as alterações ao PUA, pela porta da sacristia,  que viabilizaram esta coisa????

 

 

Qual foi o arquitecto que trabalhou lá antes????

 

 

Estão as contas do Centro Interparoquial de Paris, convenientemente auditadas incluindo as aventuras aparentemente especulativas como as do Lemons Broters ?????

 

 

Podemos ver e pode mostrar o Graça as facturas do anterior arquitecto?????

 

 

Pode saber-se quem era????

 

 

cm sardoal

 

 

Que competências tem o município do Sardoal  para actuar em território abrantino?


 

O projecto como vê na foto é do atelier de João Atanázio Rei.  

 

 

Até que ponto a  Domus Anacletus é um ataque directo à viabilidade do Lar Paller de Viegas, porque competem no mesmo segmento de mercado,

apontando o Graça o alvo para as classes A e B, donde saiem as mensalidades e suas derivações perigosas, vide Amélia Baeta, para caçar velhos ricos e piedosas damas deixando à Santa Casa os pobres.

 

 

Acho que estas e outras perguntas devem ser respondidas.

 

 

A não ser que continuemos com uma Igreja com finanças opacas, que financiamos com impostos que deviam ir para coisas úteis, e que vão para financiar negócios que deviam ser serviço público e desempenhados por instituições públicas e continuemos a financiar megalómanos com cabeção.

 

 

Haverá mais, mas por enquanto chega....  

 

 

Miguel Abrantes

 

agradeço ao antónio castel-branco o apoio dado



publicado por porabrantes às 23:00 | link do post | comentar

O licenciado alentejano

 

 

  

 

 

 

manifesta aqui o seu espanto mesetário e estepário

 

por num momento de grave recessão em que a crise o obrigara a despedir 16 arquitectos do seu atelier

 

 

ainda haja quem lhe atribua

 

 

ajustes directos!!!!!!

 

 

naturalmente a cma 

 

que a JLCG, Arquitectos LDA

 

lhe deu pró MIAA !!!!! mais 

 

 

 67.485,00 €!!!!!!!

 

 

apesar de estar a dita autarquia penhorada nos tribunais........

 

 

 

o ajuste directo foi a 6-6-2012 e acaba-me de o confirmar uma arquitecta dum gabinete sito na Calçada Marquês de Abrantes em Lisboa.....

 

 

 

coisa a desenvolver.....

 

m.a.

 

 

agradeço à Paula Cristina da CMA que acaba de me transmitir o nif da empresa beneficiada  502889497 

 

 

obrigada amiga por esta e pelas outras magníficas  informações, então o concerto da Mariza ficou mais caro????  

 



publicado por porabrantes às 15:35 | link do post | comentar

Esta tarde será animada no Tribunal da Comarca

 

 

No 2º Juízo a Santa Casa do Sardoal cujo provedor é Anacleto Baptista será interveniente num processo....

 

 

 

694/11.1TBABT
2º Juízo
Ação de Processo Sumário
Autor Manuel Lopes Manteiga Júnior 
Autor Brites Lourenço 
Réu Teresa de Jesus Gomes Teixeira Farinha Ventura 
Interveniente Acidental A Santa Casa da Misericórdia do Sardoal
Julgamento ou Audiência final

 

 

 

No 3º Juízo é a vez da Cma

70/11.6GDABT
3º Juízo
Processo Comum (Tribunal Singular)
Ofendido Rosalina Maria Marques Lopes Branco da Rosa Brazão 
Ofendido Câmara Municipal de Abrantes 
Ofendido Luis Miguel Loureiro Valente 
Ofendido Pedro Manuel Corregedor Inacio Fernandes 
Autor Ministério Público 
Arguido João António Contente Abegão 
Arguido Ruben David Castelo dos Santos Caldeira da Silva
Julgamento ou Audiência final

 

 

 

Há mais outro processo interessante mas por meter um menor abstenho-me.

 

 

MN



publicado por porabrantes às 13:28 | link do post | comentar

Abrantes desaparecida I. Rua do Arcediago em Abrantes, em pleno centro histórico, a Câmara socialista do Nelson e Sara Morgado, aprovam a demolição do Jardim de um dos solares mais emblemáticos da cidade. O Pro. Gonçalo Ribeiro Telles, escreveu que: "uma cidade é construída por espaços verdes e casas...". Pergunta-se: quanto ganharam os técnicos que aprovaram este acto de vandalismo sobre a nossa cultura patrimonial?
 
Certamente o que lhe paga a CMA. ....
O que ganhou Abrantes? NADA!!!!

 

 

 
 
 
 
 
o Monstro construído está em cima do que foi um Jardim abrantino dos Almeidas...
 
    
pub MN


publicado por porabrantes às 13:16 | link do post | comentar

O nosso amigo Cidadão abt reproduziu a última acção dos rupestres

 

 

 

 

 

 

 

LER AQUI http://ocidadaoabt-cronicas.blogspot.com.es/2012/06/o-ilustrador.html  

 

 

Boa Cidadão!!!!!

 

 

Mais coisas pré-históricas 

 

 

http://picozezerabt.blogspot.com.es/2012/06/4702-na-falta-de-argumentos-ha-um.html

 

 

 

 

 

 

Mais coisas de primatas, o homem é um primata

 

 

http://www.facebook.com/groups/205249496243889/256235114478660/

 

 

 

 

 

Coisas de gajos que gostam de sacanear pegachos e fazer ajustes directos ilegais

 

 

http://porabrantes.blogs.sapo.pt/1046380.html

 

 

 

 

 

 

com a amável colaboração do notário municipal Dr.Bento Pedro.

 

 

 

Os primatas precisam de ópio

 

 

O DOUTOR KARL MARX disse que a religião é o ópio do Primata

 

Empresas relacionadas

Ver mais >>

Centro Social Interparoquial de Abrantes (São Vicente)

Esta informação está correcta? 
Sou o responsável da empresa
Rua Cid Parthenay 414 
2200-238 ABRANTES Abrantes
241 331 650
Bom-dia Cidadão !!!!!!
Miguel Abrantes, espero que não te esqueças que Proudhon disse que a ''propriedade é um roubo'' e por isso gamei as fotografias.

 

 



publicado por porabrantes às 08:51 | link do post | comentar

Domingo, 24 de Junho de 2012

Um claustro dominicano em França, onde está sediada uma Biblioteca Municipal, talvez a única do mundo, tal como em Abrantes, onde está outra biblioteca municipal: só que com a diferença que nesta respeitaram as arcadas e não a encheram de vidros!!! Claro que os arquitectos carrilhistas não conhecem este Convento de S. Domingos na Alsácia.


 


   



Vive La France!!!!!!


(coitadinhos bem precisam de apoios depois de ontem.... devem estar assim






pois bem ......aqui vai nosso apoio



 Ze doodler


SN




publicado por porabrantes às 21:43 | link do post | comentar

 

 

 

 

 

 

Situações potencialmente perigosas para a saúde pública  são denunciadas pelo Jornal I 

 

 

http://www.ionline.pt/portugal/bancos-remedios-dao-sobras-apesar-da-proibicao-infarmed            

 

 

em chinês: lista de preços dos medicamentos básicos

 

Bancos de remédios dão sobras

 

apesar da proibição do Infarmed

Por Marta F. Reis, publicado em 13 Jun 2012 - 03:10 

Regulador está a avaliar quatro casos irregulares. Governo negoceia há dez meses medidas de apoio social na área do medicamento

 

 

De ideia pioneira passou a prática “clandestina”, diz o responsável de um banco de medicamentos criado há seis anos no centro do país. Depois de o Infarmed ter travado a dispensa de sobras de medicamentos, algumas instituições continuam a fazê-lo. Numa ronda por alguns projectos, o iencontrou dois bancos que continuam a receber doações e a aviar receitas de doentes carenciados.

“Deixámos de fazer apelos mas algumas pessoas continuam a entregar remédios porque deixam de os tomar. Também há casos em que entregam embalagens ainda por abrir porque os doentes morreram”, explicou ao i o responsável do banco na Região Centro. “O projecto podia ter evoluído, mas hoje acaba por ser feito às escondidas. Não podemos ter técnicos num regime profissional. Quem tem ideias pioneiras está sempre tramado.” Este caso não é único e num outro banco de Lisboa e Vale do Tejo a prática também se mantém.

Na semana passada, quando foi lançado um novo projecto na autarquia de Santa Comba Dão, o Infarmed disse valorizar “todas as acções que possam minimizar as dificuldades dos cidadãos mais vulneráveis em aceder aos medicamentos”. Mas deixou um aviso: a recolha e a redistribuição de remédios anteriormente dispensados “não pode ser praticada já que deixaram de estar garantidas as condições de armazenagem”. Em causa está uma portaria de 1998: os medicamentos devem ser armazenados em locais isolados, com temperatura e humidade controladas, entre outras regras. Em caso de devolução, a redistribuição só é possível se as embalagens não tiverem sido abertas, após avaliação do director técnico, ou quando for apurado que foram armazenadas e manuseadas de modo adequado.

O Infarmed disse ao i que identificou quatro casos de recolha de medicamentos para dispensa que estão a ser analisados, “tendo em conta a natureza distinta das entidades envolvidas”.

No banco de medicamentos de Santa Comba Dão, apesar de o projecto incluir a avaliação nas farmácias, apela-se à doação de sobras.

DEZ MESES A NEGOCIAR O Plano de Emergência Social (PES), apresentado em Agosto de 2011, previa três iniciativas na área do medicamento, por agora no papel. O governo estimava distribuir 30 a 35 mil embalagens que a indústria destrói anualmente, por estarem a menos de seis meses do prazo de validade. No PES fala- -se em apelar “à responsabilidade social das empresas do sector” para alargar a oferta de medicamentos além da validade legal. Expõe-se também a intenção de recolher medicamentos novos nas farmácias, não sujeitos a receita, para distribuir pelas instituições, e de alargar o conceito de farmácia solidária desenvolvido em Cascais. As farmácias acordariam um plafond de responsabilidade social, dentro do qual distribuiriam medicamentos a utentes sinalizados. O gabinete do ministro da Solidariedade e Segurança Social respondeu ao que o diálogo em torno destes projectos arrancou no ano passado. Estão em fase de desenvolvimento “pelo necessário entendimento entre as diferentes entidades envolvidas”.

 

 

 

Já sabemos que o beatério sustenta que há uma campanha diabólica contra o ......

 

Mas pergunto eu ao reverendíssimo beatério:

 

Suponha que um familiar vosso compra isto na internet

 

 

Por acaso morre.

 

E vão as beatas darem o resto das pílulas informáticas ao Lemons's Brother da Rua Actor Taborda. Os piedosos distribuidores de pílulas vão dando-as aos pobrezinhos. Que pode acontecer?????

 

 

Certamente milagres.....

 

 

 

mas também chatices....

 

 

 

 

 

M.A

 

sublinhados a vermelho nossos

  

 

 

 



publicado por porabrantes às 17:36 | link do post | comentar

 

 

Era 24 de Junho de 2009...... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 O Sr. Carvalho.......,

 

então arguido num processo que o levara a desistir de se recandidatar, por medo do seu desfecho,  retirara do saco de plástico a ideia de  liquidar a paisagem abrantina, assassinar São Domingos,  gastar quase um milhão de euros num ajuste directo ilegal ao Carrilho da nossa desgraça

 

 

e ainda por cima exigia que a sociedade abrantina  e o país aplaudissem como pategos a violação da Lei, o crime cultural, o analfabetismo museológico, a profanação dum edifício multissecular,  a prostituição do último dos conventos da nossa cidade.!!!!

 

 

Teria perdido a cabeça

 

o Sr. Carvalho ?????   

 

 

A aparentemente amorfa sociedade abrantina revoltou-se, e graças à iniciativa do eng. José Luís Albuquerque Carreiras, primeiro subscritor da petição e de um punhado de abrantinos..... 

 

 

(aqui fotografado pelo Cidade de Tomar no recente Colóquio sobre os Templários, que contou com o apoio da Tubucci, de que é sócio fundador com a historiadora de arte italiana Doutora  Giulia Rossi Vairo, com um dos grandes vultos da histórica Ordem de Cister, o Abade Dom  Bernardo Bonowitz, e o nosso amigo o simpatiquíssimo peticionário dr. Teixeira da Mota)

 

http://cisterportugal.blogspot.com.es/2011_10_01_archive.html 

 

 

lançou a petição que encostou o ex-colega de Júlio Bento e as forças vivas à parede.


Petition Background (Preamble):

A Câmara Municipal de Abrantes aprovou a construção de um edifício de forma paralelepipédica, com cerca de trinta metros de altura, sem janelas, para albergar o futuro Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes. O edifício ocupará grande parte da cerca do Convento de S. Domingos - um das mais importantes e históricos conjuntos arquitectónicos do burgo - situado num dos pontos mais elevados do monte onde se ergue a cidade de Abrantes.

Maquete do projecto, apresentada pela CMA
Maquete do projecto, apresentada pela CMA

Simulação do impacto do projecto na cidade
Simulação do impacto do projecto na cidade

Petition:

A Câmara Municipal de Abrantes aprovou a construção de um edifício de forma paralelepipédica, com cerca de trinta metros de altura, sem janelas, para albergar o futuro Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes. O edifício ocupará grande parte da cerca do Convento de S. Domingos - um das mais importantes e históricos conjuntos arquitectónicos do burgo - situado num dos pontos mais elevados do monte onde se ergue a cidade de Abrantes.

Considerando que:

a) o projectado Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes terá um enorme impacto visual e romperá o equilíbrio do actual perfil da cidade;
b) que esse projecto não foi suficientemente debatido e não é do conhecimento de grande parte dos abrantinos;
c) que as eleições autárquicas se irão realizar muito brevemente.

os signatários pedem que:

1) A Câmara Municipal suspenda todas as iniciativas conducentes à execução do projecto até às Eleições Autárquicas, seguindo assim o exemplo do Governo do país que, não considerando legítimo avançar em vésperas de eleições com o seu plano Obras Públicas o suspendeu até à celebração das mesmas.
2) Os candidatos a presidente da Câmara de Abrantes se pronunciem na campanha eleitoral sobre o projecto e que este seja um assunto central do debate eleitoral.
3) A próxima Assembleia Municipal convoque um Referendo Local sobre este polémico projecto, permitindo assim a expressão democrática da vontade dos cidadãos.

Era o desafio da Abrantes livre, orgulhosa dos seus pergaminhos, herdeira de Solano de Abreu, de Diogo Oleiro, de Manuel Fernandes, de Eduardo Campos contra a mistura da porca da política  com os negócios obscuros do imobiliário ( que se encontram naturalmente reflectidos no processo Carvalho& Bento), contra a mediocridade do sistema clientelar imposto pelo PS, contra o caciquismo, a partidocracia, a esquerda do Betão e a Direita do Cimento, passando pelo Centro ajustado directamente, não esquecendo uma Igreja Católica vendida ao dinheiro e simbolizada neste pobre e ignaro homem....

 

                                                                                                                                                        que teve uma responsabilidade directa na escolha contra a Lei de Carrilho da Graça.

 

 

 

 

 

A 24 de Junho de 2009 desafiámos o sistema

 

 

 

 

 

            

 

 

e fizemos que se ouvisse a voz de Abrantes

 

 

 

 

 

a partir de 24 de Junho de 2009 as coisas mudaram....

 

 

A lição da petição, que continua viva e actual, é a de que vale a pena lutar .......

 

 

E lutaremos!!!!!

 

 

Obrigado a todos os que nos apoiaram!!!!!

 

 

E precisamos de mais  apoios , porque dizem querer voltar a atacar São Domingos,

por isso assinem por favor a 

 

 

Sign the petition

 

 

 

 

A redacção

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 12:31 | link do post | comentar

Sábado, 23 de Junho de 2012

 

 

Recebemos este comentário do nosso amigo Cidadão Abt sobre o novo uniforme de Mr. Pico, o paladino do Pinhal: 


O Cidadão abt disse sobre TV Rural: Não há bela sem João.... no Sábado, 23 de Junho de 2012 às 21:54:

     


OH! Pá! 

Esqueceram citar a de pára-quedista!

A terceira um pouco mais descaída era para ser a Cruz de Guerra!!!

O alfinete com o broche a despontar na gravata assenta-lhe que nem ginjas.

Não se percebe muito bem se ficou catita ou janota... mas é mister Pico, com certeza.....

Quando será promovido a sargento chefe?

 

 

Caro amigo Cidadão,

 

De facto foi esquecimento referir a bravura do Paladino que o levou a alcançar o galardão de pára-quedista....

 

 

 

 

Fica a correcção feita e a ilustração inserida.

 

 

Esperemos que o homem não aterre em cima da sede do PSD e acabe Vereador proposto pelo Armandinho outra vez.

 

 

 

Resta acrescentar que o artista do novo uniforme do Mr.Pico foi o Cidadão Abt

 

 

Suzy de Noronha  



publicado por porabrantes às 22:47 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Quando Júlio Dinis não ve...

Bibliografia abrantina: G...

Cada abrantino paga mais ...

CMA no banco dos réus

Um poeta que nunca estará...

Vate em saldo

O Património abrantino à ...

Filipa Roseta arrasa caci...

Falsificação da Genealogi...

Cacique quer encaixotar e...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds