Quarta-feira, 28 de Maio de 2014

 

 

 

Tendo em conta a situação dramática do BES eu levantaria o dinheiro e procuraria outro banco.

 

Teria conta a CMA no BPN?

 

Estou a verificar

 

Fonte: absolutamente legal, de acordo com a Lei de Acesso aos Documentos Administrativos é um documento público

 

MA

 

temos documentos referentes a outras contas no BES havia lá muito mais dinheiro, na data referida

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 21:25 | link do post | comentar

Com a devida vénia da Comissão de Utentes de 

ACONTECE ... NO HOSPITAL DE ABRANTES!
MUITO...EM POUCO TEMPO!
Senhora de 76 anos, portadora de Doença de Alzheimer deu entrada no Hospital de Tomar por Sindrome Vertiginoso, como este Hospital não tem Medicina Interna, é transferida para o Hospital de Abrantes, até aqui tudo bem... a não ser a falha que os bombeiros tiveram quando procederam á transferência da Senhora por ordem do Hospital...simplesmente despejam uma Senhora de 76 anos, Doença de Alzheimer e com Sindrome Vertiginoso grave na urgência deste Hospital, sem qualquer tipo de informação e/ou acompanhamento (1ª Falha).
A Senhora é chamada várias vezes pelo médico para ser atendida mas esta nunca respondeu á chamada... PORQUE SERÁ???? (2ª Falha)
... Entretanto é observada, fica em SO Medicina e apartir daqui, perdeu-se por completo o acesso á doente, e á informação (3ª Falha).
O Sistema de Comunicação entre os Serviços e Familiares, simplesmente não existe, os Telefonistas desesperam por um atendimento da parte do pessoal médico, enfermagem ou outro, chega a ser até desesperante para obtenção de informações por esta via (4ª Falha).
E foi assim durante 48 horas, sem informação de uma Senhora de 76 anos, com D.de Alzheimer e com Sindrome Vertiginoso grave, internada no SO medicina do Hospital de Abrantes (5ª Falha).
Vejam o cartaz que se encontra afixado no Serviço, interessante, mas só que ninguém o pratica (6ª Falha). É simplesmente publicidade enganosa e um desrespeito pelos Doentes e pelos sentimentos das suas Familia que passam por esta experiência traumática (7ª Falha).
DE BOAS INTENÇÕES ESTÁ O MUNDO CHEIO...
Hoje... fico por aqui!

 

 

Foto: ACONTECE ... NO HOSPITAL DE ABRANTES!MUITO...EM POUCO TEMPO!Senhora de 76 anos, portadora de Doença de Alzheimer deu entrada no Hospital de Tomar por Sindrome Vertiginoso, como este Hospital não tem Medicina Interna, é transferida para o Hospital de Abrantes, até aqui tudo bem... a não ser a falha que os bombeiros tiveram quando procederam á transferência da Senhora por ordem do Hospital...simplesmente despejam uma Senhora de 76 anos, Doença de Alzheimer e com Sindrome Vertiginoso grave na urgência deste Hospital, sem qualquer tipo de informação e/ou acompanhamento (1ª Falha).A Senhora é chamada várias vezes pelo médico para ser atendida mas esta nunca respondeu á chamada... PORQUE SERÁ???? (2ª Falha)... Entretanto é observada, fica em SO Medicina e apartir daqui, perdeu-se por completo o acesso á doente,  e á informação (3ª Falha).O Sistema de Comunicação entre os Serviços e Familiares, simplesmente não existe, os Telefonistas desesperam por um atendimento da parte do pessoal médico, enfermagem ou outro, chega a ser até desesperante para obtenção de informações por esta via (4ª Falha).E foi assim durante 48 horas, sem informação de uma Senhora de 76 anos, com D.de Alzheimer e com Sindrome Vertiginoso grave, internada no SO medicina do Hospital de Abrantes (5ª Falha).Vejam o cartaz que se encontra afixado no Serviço, interessante, mas só que ninguém o pratica (6ª Falha). É simplesmente publicidade enganosa e um desrespeito pelos Doentes e pelos sentimentos das suas Familia que passam por esta experiência traumática (7ª Falha).DE BOAS INTENÇÕES ESTÁ O MUNDO CHEIO...Hoje... fico por aqui!

 

 

Já agora divulgado pela mesma página este artigo do Público

 

''

De acordo com os dados recolhidos, depois de marcada uma consulta, três em cada dez portugueses esperam pelo menos um mês pelo encontro com o médico de família. Em Espanha e em Itália, nove em cada dez doentes conseguem resposta no prazo de uma semana.

Em Portugal, a região Centro é a que obteve melhor classificação, com quase metade dos inquiridos a indicar que obtém consulta na primeira semana. A região Norte é a que surge com maiores dificuldades, com 37% dos doentes a dizerem que esperam pelo menos um mês. Segue-se o Algarve (com 35%), Lisboa e Vale do Tejo (31%), Alentejo (28%) e o Centro (com 17%). (...)

 

 

E ainda na página da CUSMT dizem que as famílias estão proibidas de entrarem na morgue do Hospital Manuel Constâncio, para identificarem os parentes falecidos. E portanto poderiam acontecer coisas destas:

 

funeralpalahis_3.jpg

 

como a que aconteceu à mãe da Senhora Dona Laurinda Marçal

 

 

MA

 

(foto devida vénia a Pinhal Digital)

 

 https://www.facebook.com/cusmt.mediotejo?fref=nf_fr



publicado por porabrantes às 18:50 | link do post | comentar

 

No Supremo Tribunal Administrativo e por sentença dada em 5 de Julho de 2007 e publicada no D. da República em 7-5-2008

 

 

 

 

 

O Sr.António Bento obrigou, depois dum longo processo, a Câmara a morder o pó da derrota e a ter de responsabilizar-se pelas infra-estruturas que gere e pelos prejuízos causados devido a falta de manutenção

 

 

 

 

(extrato da dita sentença, em que o STA mandou o recurso dos edis passear e confirmou a sentença recorrida......)

 

Moral da História:

 

Quem resiste, ganha e o Sr.Bento, que talvez tenha gasto mais em Advogados, que o recebido de indemnização, deu-nos uma sonora lição de como um cidadão deve defender os seus direitos.

 

Não me lembro de nenhum edil da Oposição perguntar aos caciques porque andavam a fazer o Sr.Bento andar num calvário judicial para receber aquilo a que tinha direito e esse era o  seu dever.

 

Se bem me lembro os edis em 2007 eram os senhores dr.Pedro Marques e Moreno.

 

Mandava boa-fé logo que o Sr. Bento apresentou a sua reclamação resolver o assunto extra-judicialmente e não armarem-se em carapaus de corrida.

 

Armaram-se e apanharam pela tabela.

 

Há outro  processo quase tão antigo como este em que o Autor pede responsabilidade cível pessoal a um edil e ainda a funcionário da autarquia.

 

Acho muito bem!!

 

Que paguem o autoritarismo e a incompetência, se for caso disso, do seu bolso e não com o nosso dinheiro.

 

MN   


tags: , ,

publicado por porabrantes às 14:17 | link do post | comentar

 

O CHEFE DO ESTADO INAUGURANDO A EMISSORA NACIONAL. [IDENTIFICADOS NO ÁLBUM:] ENGENHEIRO MANUEL BIVAR; PIRES CARDOSO; GENERAL ANTÓNIO ÓSCAR DE FRAGOSO CARMONA; CAPITÃO HENRIQUE GALVÃO; ENGENHEIRO DUARTE PACHECO; MANUEL RODRIGUES JÚNIOR.

 

 

O Prof. Doutor Manuel Rodrigues já foi abordado aqui enquanto eminente jurista e importante político abrantino do Estado Novo. Mas ainda não se falou doutro abrantino que também foi episodicamente Ministro do Interior e que figura nesta foto do Arquivo do Século, José Pires Cardoso.

 

Mas o 28 de Maio foi sobretudo um golpe da tropa e os seus autores estão bem representados na fotografia o General Carmona (como um dos caudilhos, o principal foi Gomes da Costa) e o Capitão Galvão, que com Humberto Delgado foi dos mais ardorosos organizadores da sublevação entre  tenentes e capitães.

 

O 28 de Maio foi um movimento de capitães....outro....

 

MA

 

foto Torre do Tombo 



publicado por porabrantes às 09:49 | link do post | comentar

Terça-feira, 27 de Maio de 2014

 

 

 

que o Tó Zé volte a visitar a CMA como líder do PS, não por causa de Manuela Ruivo, mas graças aos seus leais camaradas....que estão prontos a fazer-lhe a cama.

Mas é óbvio que os medíocres resultados eleitorais do PS seguramente não são responsabilidade do Seguro mas do Assis, que foi o candidato a líder apoiado pelo caciquismo abrantino...

 

MA



publicado por porabrantes às 22:43 | link do post | comentar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 21:33 | link do post | comentar

Segundo o Público a Indaver, empresa que gere uma  uma estação de depósito de resíduos perigosos em Alferrarede, no Parque Industrial, quer desafiar as câmaras municipais (incluindo a abrantina) que se opõem à privatização da EGF e avança na corrida para a privatização da empresa.

 

 

 

A Indaver apresenta-se assim: ''

A Indaver é especialista na gestão global de resíduos industriais. A Indaver recolhe, acondiciona e trata fileiras de resíduos perigosos e não perigosos. Mesmo para fileiras de resíduos complexas e que apresentam dificuldades específicas, a Indaver Portugal oferece excelentes soluções.

A Indaver Portugal é uma sociedade anónima, subsidiária da Indaver NV, Bélgica. Como parte do Grupo Indaver, a Indaver Portugal tem acesso a uma extensa rede Europeia de modernas instalações de tratamento e a parceiros externos fiáveis.

Indaver opera uma moderna Estação de Transferência no Parque Industrial de Abrantes, localizada na zona centro do país, junto à A23.

 

O Público diz, entre outras coisas, isto: ''A responsável explicou que a Indaver, que na semana passada entregou à Parpública uma proposta indicativa pela compra da EGF (num total de sete apresentadas), é “líder do mercado português no nicho dos resíduos industriais”, mas tem uma larga experiência nos mercados belga, holandês e irlandês na área dos resíduos sólidos urbanos. O interesse na EGF é, por isso, “algo que está em linha com a estratégia do grupo”, salientou.''

 

A Indaver já esteve associada àLena/Ambiente em candidaturas a projectos de co-inceneração, designadamente na zona de Coimbra 

 

 

MA



publicado por porabrantes às 20:09 | link do post | comentar

 

1958, Concurso Hípico no Barro Vermelho

 

SN



publicado por porabrantes às 15:33 | link do post | comentar

 

 

 

E por isso mandava a Rainha D.Maria II, através de Passos Manuel, punir os cabecilhas que nessas freguesias tinham instigado o povo a não pagar a décima (o IMI) à Câmara sardoalense e ainda intimava as autoridades a usarem ''todos os meios'' (ou seja as baionetas da tropa) para forçar os do Souto e das Mouriscas a pagar ao Sardoal os impostos.

Puxava ainda da cenoura, como fez a CMA outro dia, na Mouriscas, as décimas atrasadas podiam ser pagas em ''suaves'' prestações.

 

 

 

Neste guerra ganhou o povo e perdeu Passos Manuel e o Sardoal, a Rainha, soberana constitucional, apenas assinava de cruz.

 

As Mouriscas e o Souto ficaram no concelho de Abrantes.

 

Moral da História: vale a pena resistir a impostos injustos, divisões administrativas que contrariam a vontade do povo e a História, mesmo que para isso seja necessário usar a força.

 

MN  



publicado por porabrantes às 09:44 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26 de Maio de 2014

 


tags:

publicado por porabrantes às 22:24 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Pintor da Eica denuncia...

A Madre Leão, maior poeti...

Um neo-liberal às aranhas...

Tramagalenses romanos?

A dona dos plátanos

Do charuto do capitalista...

A despedida

O Serviço Nacional de Saú...

Nove mil euros para corta...

A lesma abrantina: arion ...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds