Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2014

uma velha e grande entrevista de Anabela Mota Ribeiro a Fátima Barros, que serve para saber o que Abrantes perdeu quando as Doroteias desistiram do ensino liceal em Abrantes, esquecendo a ''venda'' que lhes tinha feito  a ''empresa'' Colégio de Nossa Senhora de Fátima, LDA em meados dos anos 60 

 

Naturalmente nunca ninguém lhe passou pela cabeça convidar a Prof.Doutora Fátima Barros, da Universidade Católica para vir cá evocar a sua estada abrantina e as coisas positivas e negativas (é ela que diz) que resultaram da sua educação num colégio de freiras abrantino que agora parece condenado ao encerramento.

mn

 

os rostos da empresa citada foram inicialmente o Cónego A.Silva Martins (homem marcado por uma trágica experiência, que se verá um dia destes) e o Dr.Manuel Fernandes 



publicado por porabrantes às 14:36 | link do post | comentar

A Senhora Presidente vem dizer, pressurosa que não sabia, da acção de revitalização da RPP. É natural o parceiro/parceira costuma ser sempre o último a saber. E a CMA era parceira do Alves no grande negócio.....

No entanto, qualquer pessoa podia saber através da Net que a acção de revitalização tinha sido aprovada.

casal curtido.png

 bastava consultar o portal Racius

A principal credora da RPP é uma empresa que foi do Universo Lena (tinha de ser!) e hoje é dominada por um grande abrantino:

petroibérica.png

 (Edital com a lista provisória de credores da insolvência)

Na lista há credores com garantia real e pessoal, ou seja que a dívida da RPP e as escassas propriedades dela (o Casal Curtido) respondem por essas dívidas.

Segundo li, no Mirante, o Alves disse que algumas empresas lhe perdoaram parte da dívida, mas isso não anula as hipotecas.

O que diz o Alves é fumo que leva o vento, porque o homem tornou-se completamente desprovido de qualquer credibilidade, devido à sua trajectória aldrabónica.

Aliás estava proibido, segundo o Correio da Manhã, de gerir empresas e a CMA no decorrer dessa proibição andou a fazer negócios desastrosos com ele.

Ou seja aparentemente tolerou que ele fizesse coisas proibidas por uma sentença judicial.

Volto às afirmações da Presidente, como é que a CMA meteu uma acção contra a RPP, quando decorria ainda o processo de insolvência?

Era uma acção administrativa, o que é que pretendia com ela?

Fazer fogo de vista?

Tentar fazer-nos esquecer que o Nelson Carvalho andou por lá a fazer ''economia social''?

economia social.jpg

 

 Finalmente em devido tempo a CMA andou a dizer, toda ufana, que tinha uma garantia bancária do Alves e bem disse sobre isso o nosso amigo Artur Lalanda:

   

 

 

''Garantia bancária ? Nunca existiu qualquer garantia bancária, ao contrário do que foi afirmado pela presidente da Câmara. Se tivesse havido, bastava executá-la para recuperar o respectivo valor. Mas, pior que isso, o terreno foi cedido ao empresário omitindo, no respectivo contrato, a habitual cláusula de reversão caso o empreendimento não chegasse a bom termo e os responsáveis por essa omissão continuam "a monte", dentro da autarquia e assobiar para o lado. O valor dos pavilhões que foram construídos, nem de longe cobre as dívidas da RPP Solar aos seus credores, pelo que a Câmara dificilmente recuperará os cem mil euros (valor por que cedeu o terreno), quanto mais o milhão por que o comprou. Ilusões para munícipe ver.

 

Artur Lalanda''

 

Se a garantia bancária existe tem de haver cópia nos serviços municipais. Solicito à drªElza Vitório ou a outro que peça cópia destes documentos.

Porra, já estamos fartos do Alves e do ''economista social'' Carvalho.

a redacção 



publicado por porabrantes às 13:12 | link do post | comentar

Já é normal, mas agradecemos. O post foi aqui publicado: ''http://porabrantes.blogs.sapo.pt/es-um-comando-de-merda-ou-do-excesso-do-2057839.

 

 

comandos.png

 Mandamos as Boas-festas aos jornalistas do público e já agora a todos os outros colegas de profissão.

a redacção



publicado por porabrantes às 10:14 | link do post | comentar

Domingo, 14 de Dezembro de 2014

O abrantino Henrique Martins de Carvalho enfrentou em 1 de Janeiro de 1962 um golpe pós-natalício de Humberto Delgado.

O Dr.Frederico George conta aqui a forma como o político e diplomata agiu para ajudar a conter a intentona.

Estava a preocupar-me pela razão da prisão pelos republicanos democráticos, em 1913, do pai dele, notário, advogado, escritor, provedor da Santa Casa (o que

martins carvalho.png

 

 

saneou Solano) quando me surge o filho, aliás aqui já evocado.

Há mais alguma nota abrantina (relacionada com o capitão Calapez) sobre este golpe pelo blogue.

Fica a história da prisão do pai, que andou próximo dos integralistas, para outro dia.

Leiam o dr.Frederico George

Algum dia alguém sensato editará a grande monografia que o Ministro de Salazar dedicou a esta cidade..(1)

 Para melhor conhecimento biográfico leiam aqui donde se retirou a imagem. Com a necessária vénia.

O dr. Henrique era Director da Capital a 25 de Abril de 1974 e depois teve ainda vasta carreira universitária.

MN 

(1) Podem lê-la na António Botto

 

 



publicado por porabrantes às 22:53 | link do post | comentar

A Província Portuguesa de Santa Doroteia, nobre corporação religiosa, que assinou um contrato-promessa com a CMA para lhe vender vasta lista de imóveis, entre os quais se destacam o  Colégio, Convento da Esperança, que já foi da CMA sob o nome mundano de Teatro Taborda,

taborda cartola 4.jpg

 onde, teatral, o anti-jesuítico Francisco Eduardo Solano de Abreu  mimou as coristas (e há um site dum poeta amordaçado que garante que Francisco Eduardo, o galante gentiluomo, não deixou descendência (como é que eles sabem, pesquisaram o ADN de todos os filhos/as de coristas/actrizes que animaram o tubuciano teatro e já agora da amante fixa, onde entrava, galante, Francisco Eduardo, de rubro cravo ao peito?), a Cerca (resto do espaço onde os freiráticos do dezoito, tão galantes como o mecenas do Vale de Roubão, arrastavam a asa às monjas), e o  Distrito de  Reserva, não conseguiu vender outro imóvel abrantino

funileiro.jpg

 

Que vão as dedicadas irmãs fazer à oficina de funileiro?

É curiosidade que me atormenta. 

 

 

mn

 



publicado por porabrantes às 18:14 | link do post | comentar

 

Parece que o Sr. Dr. Nelson Carvalho, na prossecução da campanha de Natal 2014, deixa o lugar de Presidente da A.Municipal vago, quem sabe por causa da política de quotas.....

caricatura isilda.jpg

e teremos, quem sabe, delfina na Assembleia, já que os associados do CRIA parece que decidiram cumprir a regra não escrita dos Estatutos da benemérita instituição, que diz que o Presidente da dita, terá ser ex-Presidente duma edilidade (ex-Presidente e não ex-Presidenta, porque se não a Dona Céu, também na  prossecução da campanha de Natal 2014, quiçá se podia demitir da CMA e candidatar-se ao CRIA ....a não ser que haja outra regra não escrita, os Presidentes do CRIA têm de ser reformados....).

Também nos segredam que o dr. Lopes está cansado de tanta intervenção cívica, mas deve ser mentira, porque acaba de se fazer eleger prá Santa Casa e continua firme nos Bombeiros, que, coitados, outro dia não  não foram a tempo de salvar um náufrago no Tejo,certamente por algum motivo que um comentarista me sussura e eu não publico....

comentário.jpg

 tendo a nobre GNR,  salvo o abrantino coitado....

Viva pois a GNR!

 

E quando um abrantino se estiver a afogar nas poluídas águas do Tejo fique sabendo que deve gritar :

'' Ò da Guarda!

 

E não....:

 

ò bombeiral agremiação!..

 

Dizem-me que o dr. Nelson será candidato ao CRIA em Fevereiro de 2015 e eu lembro-me do que fez em Fevereiro de 2001

barrocas 1.png

 Isto da memória é coisa lixada, contra isto, protestou vibrante e pegacho, o dr. Jorge Marcão, na Assembleia Municipal, se bem me lembro:

barrovca 11.png

Só não sei, se isto, ou seja o negócio dos terrenos da CUF, estava inserido na campanha de Natal do remoto ano de 2000.

Os meus cumprimentos aos senhores arquitectos que colaboraram na campanha de Natal 2000.

 

 ma

  

 

 

 



publicado por porabrantes às 16:17 | link do post | comentar

cândida.jpg

 continuamos a nossa missão de distribuir boas festas.

a redacção



publicado por porabrantes às 15:28 | link do post | comentar

O António Campos resolveu prosseguir a gloriosa senda trauliteira dos históricos socialistas que acham que a ''justiça'' conspira para meter Sócrates e o PS numa camisa de onze-varas.

 

escarro.png

 

 

Em devido tempo o dr. Francisco Sousa Tavares, disse o que se cita. Não consta que o António Campos tenha processado o causídico por difamações ou injúrias.

Certamente porque o Campos tinha medo que um juiz lhe atirasse com uma bomba atómica à pinha.

imprensa.jpg

 

 ma

 

 



publicado por porabrantes às 12:38 | link do post | comentar

Sábado, 13 de Dezembro de 2014

 

Revue_17468.jpg

 



publicado por porabrantes às 23:12 | link do post | comentar

Alves volta a atacar e diz que derrota CMA

 

O MIRANTE contactou por escrito a presidente da Câmara de Abrantes para saber se tem conhecimento da existência desse PER e das intenções do empresário e que comentário lhe merece a intenção do empresário em retomar o projecto em breve. Também questionámos se a Câmara de Abrantes vai facilitar o processo de renovação das licenças e por que razão não aderiu a Câmara de Abrantes ao PER em vez de reclamar o pagamento do valor do terreno em tribunal. Até ao fecho desta edição não obtivemos resposta.

 

Bento ataca consumidores no Cartaxo

 

Recorde-se que em Maio deste ano (ver edição O MIRANTE 1 Maio 2014) Pedro Magalhães Ribeiro acusou o seu antecessor, Paulo Varanda, de, no anterior mandato, ter escondido informação ao executivo e à assembleia municipal sobre a cláusula adicional no contrato com a Cartágua (que prevê aumentos de 5% por ano, para além da taxa de inflação, no tarifário da água nos próximos seis anos).

O autarca socialista afirmou também que a cláusula adicional de reequilíbrio financeiro foi muito bem “escondida” e que quem lesse com atenção o contrato entre a câmara e a Cartágua acharia que aquele dado era apenas um anexo do contrato. “O senhor escondeu de todos o indicador mais importante que se relaciona directamente com os cidadãos”, disse Pedro Ribeiro, acusando o seu antecessor.

Paulo Varanda, actual vereador independente, sentiu-se “ofendido” com as acusações de Pedro Ribeiro e ameaçou recorrer aos tribunais. “Terei todo o gosto de ir a tribunal justificar esta acusação que lhe faço”, respondeu o presidente do município.

 

devida vénia ao Mirante

a redacção



publicado por porabrantes às 17:58 | link do post | comentar | ver comentários (1)

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O caso do anti-terrorista...

A defesa da cultura no Pa...

Os asiáticos e os ciganos...

Alferrarede

O fim dos colaboradores ...

Barata nomeia Boca do Inf...

Agradecemos à China. 

Regresso à vida normal

Não uses a máscara

Onde andava D.Pedro, o Cr...

arquivos

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



30

31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds