Sábado, 28 de Outubro de 2017
Marcelo Rebelo de Sousa

Instantâneos de um país exótico



345
15


As reacções do PS ao ralhete de Marcelo (de chamar-lhe jumento a acusá-lo de querer uma ditadura) foram as expectáveis no partido que tem Lula, Chávez e a Gorda do Frágil como exemplos de sofisticação (......)



publicado por porabrantes às 08:32 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017

No nosso caso a melhor notícia era o Cónego fugiu

 

 

ler aqui



publicado por porabrantes às 16:26 | link do post | comentar

  29


tags:

publicado por porabrantes às 15:50 | link do post | comentar

SAK_2017_laureate_web_banner_925_x_320_final_Venez

O Parlamento Europeu atribuiu o Prémio Sakharov (o indomável dissidente russo) à Oposição democrática que combate a ditadura bananeira do palhaço Maduro!

Um apoio sem preço à luta pela democracia na Venezuela, país onde vivem centenas de milhares de lusos.

mn

 


tags:

publicado por porabrantes às 07:18 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26 de Outubro de 2017

''O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda recebeu denúncias de que uma fábrica de cortiça que labora em Vale de Cortiças, São Miguel do Rio Torto, no concelho de Abrantes tem vindo a laborar causando poluição difusa e danos à saúde e qualidade de vida dos moradores que habitam nas redondezas.

Esta fábrica, pertencente ao Grupo Amorim - mais concretamente à Amorim Florestal, S.A –, situa-se na proximidade de um bairro construído há mais de 50 anos junto a esta mesma fábrica. Nessa altura, a fábrica era mais distante do bairro e tinha uma atividade que se baseava numa oficina e numa fábrica de cortiça em prancha. Trabalhava-se, à época, com um tipo de cortiça que não fazia pó e que não afetava os moradores nem prejudicava a sua qualidade de vida.

Há sensivelmente 15 anos, o Grupo Amorim comprou a fábrica e há cerca de 5 anos começaram a desenvolver uma atividade de crivagem de cortiça ao ar livre, causando densas nuvens de pó que atingem diretamente o referido bairro. O simples movimento da cortiça dentro da fábrica através de máquinas também causa muito pó e, para agravar a situação, o tipo de cortiça trabalhado é composto por muita terra e lixos.

Há relatos de pessoas que desenvolveram problemas de saúde, nomeadamente problemas respiratórios e oftalmológicos, desde então, devido ao pó. A maioria das pessoas do bairro são idosas e reformadas e viram a sua reforma ser assombrada por este problema. Grande parte das pessoas têm rendimentos muito baixos e dependem do que conseguem cultivar para ter uma vida digna, mas o pó da cortiça tem destruído ano após ano muitas das colheitas.

Os moradores têm recorrido a diversas entidades na tentativa de resolução deste problema, mas os resultados foram nulos. As entidades ambientais e a GNR foram chamadas ao local diversas vezes, a intervenção da Câmara Municipal também foi solicitada, não se tendo verificado qualquer resposta..

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir à Câmara Municipal de Abrantes a seguinte pergunta:

Que diligências têm sido encetadas pela Câmara Municipal de Abrantes para repor a correta laboração da empresa sem danos para o ambiente e população local?''

 

requerimento dos deputados Carlos Matias e Maria Manuel Rola

mn

devida vénia Esquerda NET



publicado por porabrantes às 13:57 | link do post | comentar

A adúltera dizia que o marido era ''incompetente'' aos amigos, querendo dizer que era ''impotente''.

Também dizia que era bêbado

'' A par desta situação, a Ré passou a referir-se ao Autor, junto de amigos comuns, como um “bêbado”, incompetente “ (devendo aqui ler-se impotente) e “ violento”.''.

E juntou-se com outro.

O marido pediu o divórcio e uma indemnização de mil contos.

O Tribunal achou que quinhentos contos era suficiente.

Estava-se em 1999

A Relação de Évora não citou a Bíblia.

mn



publicado por porabrantes às 08:11 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25 de Outubro de 2017

SMA Abrantes - Fatura


Aguarda resposta
13828317

Chegado ao mês de Outubro recebo uma factura de água no valor de 98 Euros, quando por norma mensalmente pago por volta dos 30 euros. Ao entrar em contacto com o SMA Abrantes (dia 25/10/2017 às 11:50) foi-me informado que os serviços de contagem são efectuados mês sim, mês não, mas que devido ao colega estar de férias hà 3 meses que não efectuam contagens. Para além de cerca de 40% do valor que se paga na factura é de tudo menos água ainda é permitido que fiquem 3 meses sem efectuar contagens onde pela lógica e pelo aumento esperado da temperatura atmosférica será os meses onde ocorrerá maior consumo. Melhor que isso será que tiveram 3 meses de férias para não efectuarem as contagens? Pensava que que o decreto lei em vigor só permitia tirar 11 dia úteis seguidos. Solicito intervenção e resposta o mais breve possível.

 


tags:

publicado por porabrantes às 20:39 | link do post | comentar

constança

 Não é só a ''''Sábado'' que meteu a D.Constança de Sousa na capa. A técnica de apagar fogos e das inovações bombeirais....faz rir a Península Ibérica.

ma

devida vénia ao Jueves


tags:

publicado por porabrantes às 19:55 | link do post | comentar

Aspanyaensroba-410x260.png

 



publicado por porabrantes às 15:17 | link do post | comentar

 

Houve um tempo em que em Abrantes houve pena de morte. A toponímia recorda-a, sinistra, no Outeiro da Forca.

camilo noggueira cristo dos condenados.jpg

A Irmandade da Santa Casa fazia a misericórdia de acompanhar os condenados, até ao patíbulo, com este Cristo.

Este postal do Sr.Camilo, recorda esta acção de caridade que se repetiu sucessivamente entre meados do século XVI até meio do século dezanove, quando Portugal aboliu a pena de morte.

Em França ou em Inglaterra esta pena continuou em vigor até aos anos 70.

Ontem ou anteontem foi executado um condenado nos USA, que estava no ''corredor da morte'' desde 1977.

Em certas coisas fomos pioneiros. E devemos mostrar que estamos orgulhosos disso.

ma

 

 

tags:

publicado por porabrantes às 08:03 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A nossa imprensa vai melh...

Quem é o Morgado?

Atenção vende-se herdade ...

Geringonça vende Central ...

O motim dos Voluntários R...

O libré do Ataíde d'Abran...

A homenagem ao alemão que...

O maçónico Papa que prote...

Me too (1)

Os presos abrilistas do T...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds