Terça-feira, 2 de Julho de 2019

ana chambel

Agradecemos a Ana Chambel Dias o destaque dado a este post.

A Ana é Vice-Presidente (com o António Lopes) do PSD de Abrantes e uma magnífica militante da causa da defesa do nosso património.

mn



publicado por porabrantes às 21:15 | link do post | comentar

aqualia

in Rádio Elvas

A Aquália é a accionista maioritária da Abrantaqua

ler aqui



publicado por porabrantes às 19:12 | link do post | comentar

teatro s.pedro despejo 2017

Os caciques voltaram a apresentar à Iniciativas uma proposta de compra no valor de 267. 000 euros.

O S.Pedro tem cerca de 900 m2

Em 24.02.1 1, compraram aos amigos da Construforte (que venderam o andar do jacuzzi com palmeiras à mulherzinha do dentista) um rés do chão, na R.Luís de Camões, com 153 m2 por 199.000,00€ .

 

O espaço agora nem sequer está ao serviço da CMA, cederam-no a uma instituição privada.

Se a CMA não precisa dele, porque não o vende?

Apostamos que não conseguia 70.000 € por ele.

 

Vimos perguntar se a Iniciativas não devia colocar o Teatro à venda numa imobiliária controlada pela Lena ( 1 millhão de euros pelo prédio Milho) ou pela Construforte para conseguir um preço decente.

s.pedro sarita montiel

Perguntar ofende????

Entretanto por pura teimosia caciquista Abrantes desperdiça um espaço onde houve concertos memoráveis.

 



publicado por porabrantes às 09:51 | link do post | comentar

teatro alf 1952

 



publicado por porabrantes às 09:34 | link do post | comentar

mercado azulejos

msp

 



publicado por porabrantes às 09:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 1 de Julho de 2019

Tinham começado nos últimos dias a florir o mercado, um edifício de António Varela, a única construção modernista dos trinta que marca a paisagem da degradada urbe abrantina.

Uma cidade que foi vítima de demolições vandálicas, em nome do progresso, desde o XIX,  lembramos o Convento da Graça, a maioria das capelas, parte substancial das muralhas e baluartes.

A saga do camartelo, a ''fúria destruidora',' prosseguiu no século XX, as duas Igrejas de S.Pedro, a Casa do Capitão-Mor, as casas setecentistas onde está o caixote da praxe da CGD, o jardim da Quinta do Vale de Roubão e assim por diante.

Com uma cacique ignara caíram as muralhas do Largo da Feira e as ruínas da capela de Santo Amaro.

E estava previsto, com a conivência duma maioria socialista, amiga dos construtores civis (ò minha querida Lena), destruir o mercado.

E o povo, numa revolta cívica começou a flori-lo.

E os lacaios dos caciques a retirar as flores.....

E hoje dezenas de abrantinos, conscientes do património da sua terra, revoltados com o desprezo municipal pelo seu património, foram lá flori-lo de novo.

Numa iniciativa dos Amigos do Mercado de Abrantes, cuja dinâmica se deve em grande parte ao José Rafael Nascimento.

José rafael

Entre as flores, uma tela florida do Masimo Exposito.

Dizem os caciques que quem protesta se esconde nas redes sociais.

Dezenas de abrantinos, jovens e idosos, gente da comunicação social , pessoas de todos os partidos políticos,o vereador da Esquerda, Armindo Silveira, comerciantes, o espoliado Jorge Dias, cidadãos anónimos, estiveram presentes e não se esconderam.

Aqueles que ficaram escondidos,  foram os caciques.

mercado 4

Abrantes saiu à rua e os caciques meteram-se na toca.

Uma grande jornada cívica em defesa do ameaçado património abrantino.

ma

imagens: vídeo Médio Tejo  com a devida vénia

 

  

        



publicado por porabrantes às 17:56 | link do post | comentar

lucinda

da página Amigos do Mercado de Abrantes

 

O nosso obrigado pelo gesto de civismo à Lucinda !!!!

Vamos mostrar a essa gentinha, que os abrantinos sabem defender os seus monumentos.

ma

 



publicado por porabrantes às 10:42 | link do post | comentar

alvega

65286299_2648415268503011_2723066659311976448_n (1)

Proibam as redes sociais!

ma



publicado por porabrantes às 08:28 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Edificado

D.Pedro V agradece às dom...

Um tremendo crime contra ...

Por cada um dos nossos qu...

Democracia

O testamento do jesuíta n...

A sprayada ou o pesado fa...

Câmara deixa a Rainha à e...

Os abrantinos, cidadãos d...

Inauguração do serviço te...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12

18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds