Segunda-feira, 7 de Outubro de 2019

TEOR DO MAIL ENVIADO PARA A MESA DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE MOURISCAS EM 24-09-2019.

O assunto foi ontem (26-09-2019) abordado na Sessão de Assembleia de Freguesia, sem quaisquer resultados práticos, pois a JFM desconhece a existência de qualquer protocolo (apesar da afirmação da anterior Presidente da CMA, transcrita para a revista Passos do Concelho 105, secção Assembleia Municipal, Ordem do Dia da Sessão de 7 de Abril de 2017).

O Presidente da JFM, bem ao seu estilo, sugeriu que alguém vá apresentar o assunto numa Assembleia Municipal (mas claro que não será ele a fazê-lo, como lhe competia, pois também tem assento na Assembleia Municipal, recebendo as respectivas senhas de presença).

Como afirmei na Sessão de ontem levarei este assunto para a imprensa local e regional, pois Mouriscas está a sair prejudicada nesta questão, enquanto privados usam a imagem da oliveira para encher os bolsos, à custa de um bem de património, agora na posse da JFM).

"REZA" ASSIM O MAIL ENVIADO:

"Boa tarde Sr.ª Presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia de Mouriscas,

Em nome do AGIMOS agradeço o envio da caderneta predial da oliveira do Mouchão, na qual consta que a mesma é, agora, propriedade da Freguesia de Mouriscas.

Aproveito para solicitar à Assembleia de Freguesia/Junta de Freguesia de Mouriscas que denuncie o protocolo anteriormente firmado, através do qual se concedeu a exploração comercial da imagem desta oliveira à empresa Ourogal, sem qualquer contrapartida para o Freguesia de Mouriscas.

Para as pessoas mais esclarecidas e mais atentas, que conhecem o assunto e se preocupam com a Freguesia, estão a ser vendidas no mercado nacional, e mundial, garrafas de azeite que usam no seu rótulo a imagem da nossa oliveira (Mouchão-Cascalhos).

Já levantei a questão numa Assembleia de Freguesia anterior e a resposta do Presidente da JFM, transcrita em acta, foi: "desconheço o assunto".

Qualquer pessoa que goste de Mouriscas e se interessa pelo nosso património cultural, material e imaterial, com certeza já se apercebeu do mercantilismo existente sem honra nem glória para Mouriscas, e já deverá ter lido as placas colocadas junto da oliveira do Mouchão, ou avistado as garrafas de azeite em exposição num café local e em vários estabelecimentos comerciais de Abrantes e pelo país fora.

Reitero o que tenho dito e escrito em diversas instâncias relativamente à datação da nossa famosa oliveira, pois conforme posso facilmente comprovar através de correio trocado com a UTAD . Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Entidade detentora da patente de datação, fui eu que iniciei o processo que levou à datação da oliveira dos Cascalhos, ainda em 2013.

Tudo o resto foram oportunismos, que não contribuíram em nada para a nossa terra, e que deram origem à assinatura de protocolos externos assinados à revelia da própria Assembleia de Freguesia de Mouriscas.

Mais informo que, a não obtenção de uma resposta adequada ao teor desta mensagem, levará a fazer-me publicitar o assunto na imprensa local e regional.

Mouriscas merece mais.

Com os melhores cumprimentos,

António Louro"



publicado por porabrantes às 23:11 | link do post | comentar

isabel_freire - copia

C. F. Cowper. 1905.

Isabel Freire era filha de Bernardim de Almeida e Guiomar Freire, enterrada em S.Julião de Punhete.

Estes Freires são os que ainda andavam no apelido do Visconde do Tramagal

São célebres os seus amores extra-conjugais com o imortal Garcilaso de La Vega, de quem foi musa.

garcilaso

 

ver aqui o post sobre estes amores publicado por Antonio Iraizoz. As imagem é de lá. A devida vénia.  

Os curiosos podem ler a obra citada.

Não me venham explicar se os amores de Isabel Freire foram platónicos ou ardentes, lícitos ou ilícitos.

Deram-nos da  melhor poesia da Renascença e isso já é suficiente.

mn   



publicado por porabrantes às 21:15 | link do post | comentar

 

6 de Março 1909.

Foi hoje o enterro do Taborda. Aqui ha tempos cahiu de cama e disse a alguem a chorar:

--D'esta vez é certo! Sinto que vou morrer... E a vida é tão linda!

Tinha oitenta e cinco annos. Os jornaes contaram d'elle esta coisa enternecedora: D'uma vez foi recitar um monologo a um asylo de raparigas da sua terra. O monologo começava assim: «Boas noites, meus senhores...». Entrou no palco e disse a phrase:

Boas noites, meus senhores...

E as meninas do asylo, que o conheciam todas, levantaram-se e responderam á uma:

--Muito boas noites, senhor Taborda!

A morte engrandece sempre, mas acho horrivel acabar na rua dos Calafates, entre a convenção e a mentira, andar por cima, andar por baixo, corôas secas, photographias e recordações de bastidores. Um velho tem direito a morrer entre arvores, em plena natureza. Os bichos, quando sentem aproximar-se o fim, procuram um buraco para se esconder... São mais felizes.

Raul Brandão, Memórias , Free Editorial

 



publicado por porabrantes às 17:42 | link do post | comentar

Que escondia o Ataíde?

Que problemas havia com a fidalga esposa?

O que ele escondia era os amores da mulher e que era cocu.

Tinha a Viscondessa lido demais  Madame Bovary e parafraseava-a : Madame Bovary, c'est moi.

Isso não destruía em 1880 a carreira política de ninguém, só quando o cocu se queixava, é que uma enorme gargalhada geral cobria de ridículo o queixoso.

O Conselheiro Teixeira de Queiroz, pai de Eça, em vez de mandar prender Camilo por adúltero, quase esteve por mandar atar ao pelourinho do Porto, o cocu Plácido.

E D.Pedro V foi visitar Camilo à cadeia.

Mas convinha não dar publicidade a coisas destas e por isso o Visconde Ataíde não respondia às cartas que lhe mandavam os genealogistas perguntando-lhe pela situação familiar e pela jovem Viscondessa.

cartas ataíde

Maldoso, o Silveira Pinto anotou-o para gáudio de toda a nobreza lusitana.

 Resenha das Famílias Titulares e Grandes de Portugal, Albano Silveira Pinto, dedicada a Sua Majestade Fidelíssima D.Luiz I, Lisboa, Tomo I, sd, pag 401.

ma

   



publicado por porabrantes às 14:14 | link do post | comentar

themudo

Esquecemo-nos de referir que Vicente Themudo deixou a sua biblioteca à Sociedade dos Artistas.

Foi um dos grandes mecenas dessa biblioteca, juntamente com Solano de Abreu, Ramiro Guedes, Avellar Machado, António Farinha Pereira. etc.

Bons tempos em que o líder da Direita Abrantina, Avellar Machado comprava livros para uma biblioteca sindical.

Não houve nunca outro direitista a fazer isso.

Mas houve um fascista a confiscar a biblioteca, Henrique Augusto.

Depois a dita foi à praça e a CMA comprou-a.

De forma que os livros de Vicente Themudo estão ou deviam estar na B.António Botto.

ma 



publicado por porabrantes às 10:40 | link do post | comentar

O sr dr. Joaquim Ribeiro está preocupado com este blogue.

farmácia silva

Agora pode preocupar-se mais.

Extracto dum processo com acusação deduzida pelo MP em julgamento no Tribunal de Santarém, onde é arguida a Farmácia Silva e o boticário Joaquim Ribeiro.  

ma



publicado por porabrantes às 09:18 | link do post | comentar

Os patetas da direita tradicional apresentaram-se desunidos, quando quase sempre só ganharam as eleições coligados.

Apresentaram uma mensagem em que pediam desculpa de serem de Direita (em especial o PSD do Rio) e queriam ser mais sociais-democratas que o PS, que é o partido que historicamente defende esses valores.

O PSD é no essencial a Direita portuguesa e o herdeiro dos reformistas da ANP.

Balsemão, Magalhães Mota e Sá Carneiro, e Mota Amaral e outros vultos fundadores sairam desta corrente.

Num tempo em que ventos de Direita xenófoba, populista e soberanista sopram pela Península e pelo continente, a coisa tinha de chegar cá.

Sanchez ao resolver desenterrar Franco, desenterrou os saudosistas do franquismo.

Rio ao enterrar o ADN conservador do PSD, abriu caminho ao Ventura.

Que era do PSD, naturalmente.

E à Iniciativa Liberal.

A nova Direita veio para ficar, contem com ela.

Entretanto o Jerónimo transformou o velho partido bolchevique numa bengala da social-democracia.

Primeiro perdeu autarquias como Almada, depois perdeu a rua e os novos sindicatos, ou seja perdeu os trabalhadores e agora continua a perder muitos votos.

Cá no concelho, a extrema-direita quase atingiu 3%.

E terá muito mais votos a nível nacional e local, se a a direita tradicional não mudar.

ventura

mn

    



publicado por porabrantes às 07:34 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

De quem são as águas da R...

Fonte da Amieira é públic...

Vamos já comer umas morce...

Como a Abrantaqua encheu ...

Dez anos para responder a...

Há poetas que não gostam ...

Vagas no Supremo Tribunal

Comunicado dos Amigos do ...

Três anos para responder ...

CNA arrasa política agríc...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds