Terça-feira, 20 de Outubro de 2020



publicado por porabrantes às 21:03 | link do post | comentar

Estava Herculano em sua casa, debatendo com Bulhão Pato, quando entrou Gastão Coutinho, sólido liberal, maçon confesso e com ele ia, seu irmão, D.João da Câmara.

Indignado, o Conde da Taipa comunica ao Historiador que as hienas clericais o tinham começado a desancar. Mais furibundo estava o irmão do Morgado de Punhete.

Herculano tomou uma pena de pato, sentou-se à secretária e escreveu estas vinte páginas.

Era uma declaração de guerra à Igreja:

111.png

eu eo clero.png

Foi lendo o primeiro volume das Memórias do Bulhão, que se viu que foi D.Gastão, o dono da velha torre de Constância, que avisou indignado o Mestre.

Ia começar uma das grandes polémicas lusas, Herculano contra os fanáticos e ignorantes  ''como o são centenares de sacerdotes do meio do nosso clero, que não recebe há muitos anos nem educação moral, nem educação literária''.

ma

 

 



publicado por porabrantes às 18:59 | link do post | comentar

Pourquoi nous publions les caricatures montrées par Samuel Paty à ses élèves



publicado por porabrantes às 10:34 | link do post | comentar

Diz o Mirante que há muitos coitadinhos em Coruche vivendo em barracas.

Seriam 105 famílias.

Parte delas acumulam-se nas barracas do Bairro da Desgraça.

Como este gajo, industrial da coca, antes de se mudar.

''. O arguido TP Parreira vendia heroína ao preço de €10 por cada dose e cocaína ao preço de €20,00 cada dose.

17. Há cerca de 10 anos, o arguido TP residia no Bairro da Desgraça, na barraca onde viviam os arguidos JJ e LL até à data da sua detenção, e aí esteve até finais de 2015.

18. Nesse hiato, o arguido TP dedicava-se igualmente à venda de cocaína e heroína aos consumidores que aí o procuravam para o efeito, o que fazia diariamente e de forma ininterrupta.

19. Em finais de 2015, o arguido TP mudou-se para a casa sita na Rua …, em Valemansos, Coruche, passando a residir na sua barraca, sita no Bairro da Desgraça os arguidos JJ e LL, local onde deram continuidade à actividade de venda de estupefacientes, nos moldes descritos nos factos do despacho de fls.

20. Todavia, em período não concretamente apurado no início do ano de 2017, o arguido JJ ausentou-se para o estrangeiro, sendo que, nesse hiato, o arguido TP residiu na barraca acima referida, no Bairro da Desgraça, levando a cabo as vendas de estupefacientes naquele local.''

 

No julgamento houve problemas de identificação com o Parreira, porque alguns clientes só o identificavam como cigano......

'' As testemunhas que referiram inequivocamente ao OPC ter comprado estupefaciente a um “cigano” de nome “TP” nunca foram confrontadas com a pessoa a quem a investigação aponta como a agente do crime através de reconhecimento;

18. Resulta das regras da experiência que em bairros degradados ligados ao tráfico de droga a mobilidade de pessoas entre as várias habitações é grande e a mecanismos de dissimulação da atividade são inúmeros;

19. Tal realidade pode fazer suscitar a dúvida acerca da verdadeira identidade do agente do crime;''.

Que carro tinha o Parreira das Barracas?

O tribunal não apurou.

Temos de arranjar uma casa à família Parreira????

Parece-me que não.

A Celeste arranjou uma casa no Cabrito a uma família destas e deu o que deu.

celeste simão.jpg

in 

3/19.1T9CCH-A.E1
Relator: LAURA MAURÍCIO
Descritores: PRISÃO PREVENTIVA
PERIGO DE PERTURBAÇÃO DO INQUÉRITO
PERIGO DE PERTURBAÇÃO DA ORDEM E TRANQUILIDADE PÚBLICAS


publicado por porabrantes às 09:41 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Moradoras gentis e delica...

Árvore abrantina do ano 2...

Plátano derrota Oliveira ...

Xico Mandelino, da RPP ao...

À BEIRA DO PRECIPÍCIO, PA...

Pacheco do Amorim e o ban...

Quem mandou a Igreja entr...

Um reunião importante

Às ordens do estrangeiro

25 de Novembro

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds