Domingo, 18 de Julho de 2021

e a neo-liberais?



publicado por porabrantes às 20:06 | link do post | comentar

Em 1589, El-Rei Dom António I ao comando duma esquadra luso-britânica, pilotada por um nome lendário, Sir Francis Drake, o almirante que aniquilara a Invencível Armada, derrotando para sempre o poder naval espanhol e assegurando a Albion a hegemonia marítima durante 500 anos, tentou um desembarque em Portugal, para libertar o país das garras do ocupante.

Sir Francis Drake & Uncharted. O mapeamento do navegador inglês na… | by  Pedro Sciarotta | Medium

E naturalmente para justiçar os traidores, que tinham em Tomar, votado pelo Usurpador, como era o caso de D.Pedro de Almeida, que fora Procurador da Câmara de Lisboa, nessas Cortes  e que como prémio fora nomeado Presidente da elidade de Lisboa, por Filipe II em 1585.

Era ele, alcaide de Torres Novas, Comendador de Loures na Ordem de Cristo e filho de D.Lopo de Almeida, irmão do Arcebispo lisboeta, D.Jorge, um dos Governadores do Reino que se bandeara pelo Habsburgo.

Filipe, no álvara de nomeação diz que que o prezava muito e que ele obedecerá em tudo ao Rei estrangeiro.

Em 1589, quando as hostes de D.António causam destroços junto às muralhas da Cidade, mas não a tomam, ele escreve para Espanha, a fazer queixinhas ao Ogre do Escorial. E a dizer que ia continuar a ser muito obediente.

Dados respigados de Ferreira de Almeida, O Senado da Câmara e os seus Presidentes, Revista Municipal de Lisboa, nº 75, 1957



publicado por porabrantes às 18:20 | link do post | comentar

Os raperos que metem em cheque os burocratas de La Havana

Ya se acabó!!!!!

Patria Y Vida!!!!

 

 ''No más mentiras, mi

pueblo pide libertad,

No más doctrinas

Ya no gritamos patria

o muerte, sino patria y vida!!!!!


tags:

publicado por porabrantes às 12:23 | link do post | comentar

passagem ponte alvega.jpg

Vem isto acompanhado com uma série de fotos da construção desta ponte,,,,,

 



publicado por porabrantes às 10:45 | link do post | comentar

Com uma destacada ênfase na recuperação do Património, abandonado pelo PS, Armindo Silveira apresenta o seu programa político.:

armindo ap.png

 

 

 

Apresentação da recandidatura 2021 à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes

 

Mudança já!

Passaram cerca de três décadas de governação autárquica socialista e mais 4 anos se perderam consequência de uma gestão que não resolveu mas,  pelo contrário, agravou a vida de todos nós.

O concelho continua a perder população, a deficiente assistência de cuidados primários de saúde aumentou assimetrias; não há política de habitação que fixe pessoas; os apoios às empresas são ineficientes e os incêndios são apenas uma catástrofe anunciada em consequência de uma gestão deficiente do espaço rural. 

A degradação do património edificado municipal é visível tornando-se um perigo para a segurança e saúde pública e um desincentivo a quem nos visita e se quer fixar.

Exemplos não faltam: Cine-Teatro de São Pedro, o antigo Mercado Diário, a antiga Galeria Municipal, a casa onde nasceu a única primeira ministro de Portugal, Engenheira Maria de Lourdes Pintasilgo,  a Ermida de Santo Amaro...

 

O executivo PS  não tem política de reabilitação para os diversos núcleos urbanos,  nem de preservação do património arquitetónico e  identitário do centro histórico de Abrantes.

 

Contra tudo e todos, esta governação, pretende gastar milhões na reconversão do edifício do antigo Mercado Diário em pavilhão multiusos destruindo o património coletivo material e imaterial, a identidade, o esforço e memória de gerações passadas.

 

Ao nível da ocupação do solo, especialmente por espécies arbóreas, não se conhece o posicionamento do executivo PS para o nosso território numa altura crucial em que o PDM de Abrantes está na fase final de revisão.

Não é publico o Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas do Concelho de Abrantes;

 

Está na hora da mudança pois esta terra que tem tudo para dar certo mas está num declínio que urge estancar.

 

Ao longo dos anos, a governação PS revelou total inabilidade para junto do poder central  evitar a saída de serviços públicos essenciais de diversas freguesias.

 

As pessoas perderam a esperança no poder local e deixam-se ficar passivamente pois já não acreditam em quem tem o dever de nos guiar.

 

Está na hora da mudança!

 

Trilhar novas soluções é urgente pois está mais que provado que esta governação é ineficaz e inoperante. Sem estratégia e visão para uma terra que tem tudo para dar certo.

 

Estamos no centro de Portugal, estamos no coração do país, temos uma autoestrada à porta, 2 ramais ferroviários, o Tejo e o Zêzere, dois dos mais importantes rios de Portugal e um território imenso que chama por nós.

 

É urgente criar razões para atrair pessoas e investidores gerando emprego e trazendo vida a uma cidade fantasma.

 

Mas para isso é preciso mudar.

 

Connosco todas as pessoas contam. Iremos trabalhar tal como fizemos ao longo destes quatro anos defendendo o desenvolvimento sustentável do nosso concelho.

 

01-Memória colectiva e o património de todos

Connosco a memória colectiva e o património de todos nós será valorizado e preservado para as gerações vindouras.

 

Este é um dos pontos da nossa estratégia de desenvolvimento pois ela irá potenciar o turismo cultural que aliado ao turismo activo e de natureza colocarão Abrantes novamente no mapa.

 

02-Importância da florestas, dos ecossistemas e da sustentabilidade da vida

 

 Ao nível da floresta reconhecemos a importância da produção lenhosa e não lenhosa.

Reconhecemos a necessidade da remuneração dos serviços de ecossistemas e a urgência da regeneração,  da protecção da natureza e da sustentabilidade da vida.

 

Queremos valorizar os espaços públicos com um programa de plantação de arvores com um duplo objetivo: a fruição dos espaços e a mitigação das alterações climáticas.

Queremos conceber um plano ambicioso de aquisição de terrenos para preservar, regenerar e florestar para potencia a biodiversidade e tornar a floresta mais resiliente.

 

Queremos ser um Concelho referência ao nível da sustentabilidade ambiental e da vida, da produção e divulgação do conhecimento que permita alcançar esse objetivo a médio prazo.

 

03-Prestação de cuidados de saúde de proximidade

 

Na Saúde tudo faremos por criar soluções de proximidade. Com uma população envelhecida e baixas reformas, poucos transportes públicos, trajetos incompatíveis os horários desfasados, afastam as pessoas do regresso às aldeias não fixando população. Terão que ser os serviços a ir ao encontro das pessoas.

 

04-Educação-Requalificação do Parque Escolar

Ao nível do parque escolar, construiremos um Centro Escolar Moderno na UF de Alvega e Concavada sendo uma das medidas para fixar alunos e jovens como forma de evitar o êxodo populacional. É uma batalha que temos que vencer!

Acompanharemos a requalificação da Escola Otávio Duarte Ferreira em Tramagal e as obras necessárias na Escola Profissional e Desenvolvimento Rural e Agricola em Mourisca;

Empenhare-mo-nos na execução das conclusões do relatório final do Projeto Educativo Municipal de Abrantes.

 

05-Reabilitação/habitação

Na habitação, avaliaremos a recente Estratégia Local de Habitação de Abrantes, criaremos as ARU´s necessárias para uma cobertura mais efetiva do território e asseguraremos que nenhum proprietário do concelho de Abrantes será excluido dos incentivos fiscais.

 

06-Economia

O retorno do mercado diário ao seu edifício de origem é uma prioridade do BE Abrantes.

O comercio tradicional terá sempre uma descriminação positiva pois reconhecemos a sua importância económica e social especialmente nas freguesias e aldeias mais afastadas do centro.

 

07-Cultura

Tendo em conta a entrada em breve de alguns equipamentos culturais juntando aos que existem e tendo como referência o Museu Ibérico de Arqueologia e Arte, a escolha de uma pessoa de reconhecido valor para chefiar o novo desafio que temos pela frente, é fundamental para afirmar Abrantes com uma referência no panorama cultural nacional e ibérico.

08.Freguesias

Daremos a voz às populações para se pronunciarem ao abrigo da nova Lei das Freguesias;

Lutaremos para que as freguesias tenham mais autonomia financeira e meneso dependencia do exectivo autárquico.

Para terminar, realço que agora entramos numa período crucial do nosso projeto autárquico e para isso contamos com todos e todas.

Obrigado

Abrantes, 16 de julho de 2021

Armindo Silveira, Candidato à Presidência da Câmara Municipal de Abrantes

 

 

 



publicado por porabrantes às 07:40 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um milhão de euros de vai...

Salazar de Tom Gallagher

Jorge Sampaio. Paz à sua ...

O salazarismo persegue El...

Comunicado da CDU/Mourisc...

O negacionista, amigo de ...

De mal a pior

Quando a distrital do PS ...

O patrão abrantino de Jor...

Jorge Sampaio

arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

valamatos

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17
18

19
20
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds