Quarta-feira, 05.08.15

O Dr.Armando Fernandes fez mais uma crónica glosando o tema da ''irrelevância dos políticos de Abrantes''. É uma auto-crítica certeira porque o Fernandes é um político abrantino com todos os vícios típicos da direita abrantina e dessa casta política.

Como é que o Fernandes queria que a Abrantes tivesse relevância se introduziu cá políticos como o João Pico?

elogio pico fernandes.jpg

Apesar de tudo o Pico tinha mais qualidades que o Fernandes. Era mais culto, sabia línguas estrangeiras ( menos o dialecto galego), era bairrista do Souto (teria dado um excelente Xerife local), fora empresário antes de chegar à idade da reforma, foi sempre da Direita (ou seja não era um trânsfuga vindo do oportunismo barato do MES abrilesco) e assim por diante.

Mas tinha os defeitos que sabemos.

O problema de Abrantes é estar cheia de politicos à Fernandes.

ma

 

 

 



publicado por porabrantes às 13:03 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 29.07.15

A direita pia e reaccionária, com forte implantação nos meios clericais do PSD, entre os quais encontramos a nível local, o solicitador Anacleto Baptista, sub-director duma gazeta liderada por uma senhora do OPUS DEI e ainda o dr.Armando Fernandes, cronista na gazeta católica e apostólica, ''Mensageiro de Bragança'' (onde escreve o João César das Neves), está muito nervosa com a escolha da drª Teresa Leal Coelho para cabeça de lista do PSD por Santarém, porque a Teresa gosta de defender os direitos da mulher e acha que as posições reaccionárias e anti-diluvianas ofendem os direitos da mulher.   

teresa.png

Vai a direita católica laranja fazer um manifesto contra a Teresa por ser laica?

O Diário de Notícias diz que José Eduardo Martins contesta essa linha e a tentativa de ser imposta nas listas a presença, daquela que já é chamada ''um João César das Neves de saias'', ou seja a Isilda Pegado, militante fundamentalista anti-aborto.

Finalmente o Abominável das Neves acusa no mesmo matutino o Varoufakis de ser quase um subversivo e um idoso cronista radiofónico, que leu o diário ao pequeno-almoço, repetiu as aleivosias do mestre da contra-revolução eclesiástica.

Achamos que a Teresa deve limpar o PSD distrital de clericais, tratando mais tarde daqueles que confundem as lojas, com centros de tráficos de influências.

ma    



publicado por porabrantes às 13:40 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.07.15

Segundo acaba de revelar a imprensa (DN por exemplo) o Banco central apresentou uma participação ao MP, referente às elevadíssimas transferências feitas para Angola a partir do Montepio.

montepio avelar.jpg

Foto Igogo

Agência abrantina da casa bancária do Montepio

 

Tais operações podem indiciar branqueamento de capitais diz a RTP..

As transferências foram feitas a partir do Finibanco angolano e em parte beneficiaram o benemérito pato-bravo e grande amigalhaço do cónego das seringas, Zé Guilherme.

zé Guilherme.jpg

 Expresso

 

Nicolau Santos salienta à Antena 1 as parecenças entre o Montepio e o BES, situação que faz disparar todas as campainhas de alarme.

O caso já foi aqui largamente abordado, bem como as ligações clericais abrantinas do mais rico emigrante luso em Angola.

Alguns donativos que terão sidos feitos para campanhas locais abrantinas......vieram de patos-bravos duvidosos, contou-me um aristocrático arquitecto local.  

E segundo o ex-dirigente laranja Pedro Marques, por sugestão dum homem poderoso do Pinhal, o PSD alterou as listas (em 2001) para meter um pato-bravo que todos conhecemos: Jota Pico, o amigalhaço preferido do Armando Fernandes. Quem seria o ricalhaço?

mamarques pico.png

 

 



publicado por porabrantes às 11:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.06.15

 

Um dos pólos do MIAA, em São Domingos, era a colecção de quadros de Lucília Moita.

 

lucilia.png

 

Para os meter lá, mais à colecção Charters de Almeida e à da Fundação Estrada, pressupunha-se que a pintora doara os quadros à CMA, bem como a existência de documentos em relação às outras duas colecções, que concretizassem uma disponibilização dos espólios à CMA.

 

Porque se não existissem (ou se não forem juridicamente válidos) seria absurdo o investimento que foi feito, contratando um ajuste directo a Carrilho da Graça (aliás ilegal) no valor de mais de 800.000 €......

Carrilho espantado.jpg

 

 

Vou-me só concentrar na famosa doação da pintora de Alcanena.

 

Em 2004 a Rádio Hertz deu notícia da ''generosa'' doação:

 

mary lucy hertz.jpg

 Teriam sido 60 obras as doadas e o espaço a inaugurar abriria em cinco anos.

 

Passaram 11 anos, o espaço não foi aberto e o MIAA também não.

 

Devido a questões jurídicas, a malta, que organizou a petição, foi verificar se existiu alguma vez a generosa doação....

 

Mas antes disso salientarei que legiões de autarcas e vultos da sociedade civil ( expressão do baril) andaram a elogiar a generosidade da Pintora.

 

E a votar despesas sobre despesas, à conta da ''doação'' (também houve os que votaram contra, caso de Santana Maia e Belém Coelho)! 

 

Terão lido os dossiers os autarcas?

 

Ou votam sem ler os documentos, agindo por mera disciplina partidária? Se fizeram assim, agiram como inconscientes....

 

Como não confio só em notícias de jornais, consultámos documentos oficiais

 

Nesta Conferência no CIAR da Barquinha estes responsáveis voltaram a falar na doação:

isilda jana.png

isilda jana 2.png

E aí consta o  nome dos responsáveis, que jura e perjura que Lucília Moita fez ''uma 'doação''. A  principal responsável política disto era Isilda Jana!!!!!

Isilda jana.JPG

mirante

 

miaa isilda 2012.jpg

 

 Pois bem, podemos garantir, com base em informação oficial, dada pela Drª Maria do Céu Albuquerque, que a pintora de Alcanena nunca fez uma doação à CMA e que portanto Isilda Jana faltava à verdade (por algum remoto motivo, não descarto qualquer possibilidade...).

 

Passemos aos documentos:

moita 5.png

Neste parecer dum órgão oficial a cacique informava que o processo que Isilda Jana dizia que estava pronto em 2012....ainda não se encontrava concluído em 2013.

 

Ou seja não havia doação (nem poderia haver, porque a pintora de Alcanena já falecera) e dizia que não podia facultar documentos........porque a família ou herdeiros de Lucília Moita não deixavam!

 

Isto é ......quem mandava em Maria do Céu Albuquerque seria a família Simão e eventualmente Moita e os herdeiros da Pintora, que podiam ser estranhos à família....

 

isto é o que se interpreta das palavras da srª drª Albuquerque .....

 

Desconhecemos se Maria Lucília Moita fez testamento, porque se o fez, pode ter nomeado legatários, fazendo uso liberalmente da quota disponível, a favor de terceiros estranhos aos herdeiros legitimários.....

 

Inclusivamente podia ter legado os quadros à CMA e não o fez .....aparentemente..

 

E se não o fez, é porque não tinha vontade de os doar à CMA, porque esta não lhe montara o Museu prometido, incumprindo compromissos ...  

 

Por agora chega, mas ...voltaremos a este assunto....

 

Só uma nota mais, para referir que o documento citado considera que a CMA exige taxas ilegais pelo preço das fotocópias, violando a Lei

 

E estão mais que avisados .... 

 

mn

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 12:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 08.06.15

 

af.jpg

 

 

 

 

buiça 1.png

buiça 4.png

Prometi a  Duarte de Bragança fazer isto. Está feito.

 

Quando um Rei me sugere um post, sai o post.

 

Dedico o post ao meu amigo Santana-Maia Leonardo, que fez uma vez um post no ''Amar-Abrantes'' sobre um suíno.

 

ma

 

e ainda à memória de João da Costa Andrade, monárquico  integral 

costa andrade.png

 e ainda..... quem sai aos seus não degenera

 



publicado por porabrantes às 21:43 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.05.15

O Presidente da Câmara  de Vinhais, Abade Firmino Martins, fascista dos quatro costados, dirigiu ao Governador Civil de Bragança a carta que se transcreve:

 

firmino.png

firmino 2.png

 

A carta vem transcrita neste excelente livro

 

galiza.png

onde o Autor retrata a brutal repressão clerical-fascista, desencadeada pela Guardia Civil e pela Falange do lado de lá e pela PIDE/GNR do lado luso da raia, com o santo apoio e colaboração do clero e a benção dos Senhores Bispos, nos anos 36-40.

 

O Abade Martins, que parece que se dedicava à etnografia, nas horas vagas da epistolografia amorosa ao brutal Governador Civil, foi o homem que dizia as missas frequentadas pelo Armando Fernandes, quando era menino e moço. Depois instruiu-o em leituras miguelistas. Também lhe leria as cartas que mandara antanho ao Governador Civil ????

 

MA



publicado por porabrantes às 21:43 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.04.15

o ribatejo açude.png

 A capa do Ribatejo é elucidativa e tributária da manchete do Diário de Notícias

 

dn.png

Vê-se que o director da folha lê o DN e nos lê a nós, faz bem.

 

Entretanto o  Armando Fernandes (que era sócio da empresa dona do Ribatejo, não fui ver se ainda o é agora e compartilhou o capital social com o grupo Lena) bradou pela rádio oficiosa, subsidiada pela CMA, que é da Lena, que não se pronunciava acerca da culpa da mortandade piscícola, porque não sabia de quem era a culpa.

 

Ao ler a capa do Ribatejo já saberá e se que quiser negar, poderá fazer uma coluna a dizer: ''O Ribatejo Mente!.''

 

O sr. dr. Fernandes tinha o dever de estar inteirado do assunto, porque foi líder da bancada laranja na Assembleia Municipal durante a época de construção do açude e tinha o dever, especificado na Lei, de fiscalizar o Executivo.

 

E tinha o poder de requisitar toda a documentação referente ao assunto para o estudar. Se não o fez foi certamente porque andava a estudar o livro de receitas da D.Maria de Lourdes Modesto, para saber se o Bacalhau à Gomes de Sá era um prato tradicional do Mação ou a ler um manual de uso do micro-ondas, para não dar mais barracas em crónicas de faca e alguidar.

 

Acontece que uma das empresas envolvidas no Consórcio que fez o imprestável açude era a Lena.

 

E graças aos gajos do consórcio e à falta de fiscalização da autarquia (coisa que inclui a Oposição) temos o que temos: ou seja o novo matadouro municipal de Abrantes, (roubo a expressão a um amigo meu).

 

E também tivemos o Armando a votar na Assembleia Municipal a favor da negociata do Alves da RPP.

E que mais?

Consultem as actas da Assembleia Municipal.

 

m.a. 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 17:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 08.04.15

carlos marques.png

O rosto do tipo que perseguiu trabalhadores e terminou por levar à falência o outrora Hotel Turismo de Abrantes, cuja miserável degradação foi sarcasticamente caricaturizada pela opinião pública com o apodo de Pensão Maria do Céu, a quem acabo de ouvir meter os pés pelas mãos, sobre este caso e sobre outros (abrilhantou a festa o Vereador Valamatos tentando afastar a água do capote sobre a criminosa chacina de peixes no Tejo, cuja culpa reside apenas na Câmara Municipal de Abrantes),.

céu.jpg

A responsável por achar que o Carlos Marques, que era apenas um administrador duma sociedade que era mera locatária do Hotel ( só agora a criatura percebeu que o dono do imóvel era o Fundo de Turismo)  era um parceiro sério. A digna herdeira política do tipo que fez a mesma coisa com o Alves da RPP. A mulher  que tentou, coagindo os Vereadores da Oposição com pressas mil, forçar  a cedência de terreno público (no valor de uns 800.000€ por 6.000) não ao dono do imóvel mas aos inquilinos, apesar de participar publicamente em várias actividades com o ex-administrador do Hotel, dr. Luís Filipe Moura Neves Fernandes, representante da minoria de capitais abrantinos (30%) que ainda havia na Sociedade e  que a podia ter informado.

A responsável por negociar com uns algarvios duvidosos, acossados pelo fisco e envolvidos em off-shores várias e com um largo historial de irregularidades,aqui denunciadas.

armando fernandes.jpg

Um tipo que ousou escrever que na abominável tasca em que o Carlos Suji Marques, transformara o Restaurante do Hotel, havia uma cozinha aceitável e se estava no bom caminho....

Em qualquer cantina galega ou no mais  seboso Mac Donald's

 

mac.jpg

 

se comia melhor...

É a chamada crítica científica

manuel fernandes.jpg

o nome ultrajado do Dr.Manuel Fernandes que toda a vida se bateu por isto e por Abrantes

Hotel-Abrantes, Portugal.jpg

 e que mais????'

uma sociedade civil domada e de cócoras na caça ao subsídio

uma imprensa obediente (excepua-se o Jornal de Alferrarede)

uma assembleia municipal ordeiramente pronta a votar qualquer coisa

 

porca miséria!!!

    

mn



publicado por porabrantes às 12:43 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.03.15

ral.jpg

 cortesia do António Colaço, fundador da RAL

 

albano.jpg

 o gajo que comprou uma Rádio Livre a meias com a distinta família Barrocas Rodrigues,

 

1-alves.jpg

 o comissário político da Rádio Antena Livre, já propriedade da Lena

 

e a notícia que não ouvi na Antena Livre:

''Da lista de buscas a fazer constou ainda a casa do administrador do Grupo Lena, António Barroca Rodrigues. Elementos da PSP revistaram a casa no centro de Leiria também na quinta-feira, mas tinham apenas um mandado de busca. Não havia qualquer mandado de detenção em nome do administrador. Foi apreendida diversa documentação. Entre os papéis apreendidos há movimentos bancários e de compras de ações, segundo a fonte contactada pelo Observador.

António Barroca Rodrigues é sócio do amigo de José Sócrates, Carlos Santos Silva, também arguido no processo, na empresa XMI – Management & Investments S.A. – uma empresa que presta serviços ao Grupo Lena.

A documentação apreendida serve de prova e poderá determinar o futuro do inquérito: termina com arguidos formalmente acusados ou com um despacho de arquivamento?

O processo em fase de inquérito investiga crimes de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal.'' (observador)

 

 

ler aqui

 

É colaborador da Antena Livre  algum raiano da Galiza a quem informamos que se quiser tratar de assuntos consulares espanhóis, o consulado de Espanha mais próximo de Abrantes é o de Leiria, cujo cônsul é o

 

Mr António Barroca Rodrigues

 

para falar pró consulado pode usar estes e-mails

antonio.barroca@grupolena.pt

carmen.i.alves@grupolena.pt

 

leiria.png

 MA

que tenha cuidado o dr.Juiz Carlos Alexandre com ordens de busca pode haver imunidade diplomática...

 



publicado por porabrantes às 08:09 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.02.15

O dr. Armando Fernandes faz no jornal do Sr.Pepino uma comovente homenagem a um tipo das bibliotecas-panzer do Azeredo Perdigão, o extravagante cidadão e anómalo político Orlando Vitorino.

O grande contributo do Orlandinho à Portugalidade foi a sua candidatura presidencial em cujo programa havia uma monumental série de disparates, dos quais o mais moderado era ''extinguir a Universidade'', certamente porque a Universidade era reduto de radicais que preferiam ler Sartre às palermices neo-fascistas do António Quadros, Agostinho da Silva e do Vitorino.

orlando.jpg

 A malta não encontrou o Fernandes a recolher assinaturas para formalizar a candidatura do ''filósofo'' nem no Café Central de Santarém, nem em qualquer tasca de Rio de Moinhos, e nem sequer viu um gajo que andava nas bibliotecas- panzer   distribuir este lixo.

 

A malta pergunta se o Vitorino era um génio, porque é que o Fernandes não se inscreveu na Comissão Política do candidato?????

 

MA

panfleto: colecção da Ephemera do Pacheco Pereira

 

  



publicado por porabrantes às 13:15 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O avental do PS

Para a história dos laran...

Abrantes fica no Distrito...

Arrasadora

Sem fé, nem Lei

Vingança Tramagalense

Armando Fernandes no Má D...

Armando Fernandes e PSD c...

Humberto Lopes na bibliog...

Armando Fernandes e a sen...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds