Segunda-feira, 09.05.16

colégio de fátima 2.png

Publicação das Doroteias

 

A Irmã Maria Eduarda está como um conhecido seminarista abrantino que escreveu um artigo uma vez na ''Nova Aliança'', dizendo que quando saiu do seminário não sabia distinguir entre os talheres de peixe e carne.

Esse tipo de instrução só devia ser dados aos seminaristas e noviças que iam para voos mais altos e que tinham capacidades intelectuais para chegar a Bispos ou a Madres Superioras.

Portanto, almoçando em casa dos Moura Neves as freirinhas ficaram muito angustiadas, com tanto garfo e passavam fome.

Resolveu-se o problema a seu gosto.

Espero que se um grupo de beneméritos ousar receber em sua casa refugiados islâmicos não se esqueça que comem com as mãos e todos do mesmo prato.

Como a amiga'' talibã'', a Professora Doutora Aljeeza al-Glaoui, que ensina Física em Rabat.

O tio dela, era este homem, o Paxá, mas quando tinha um convidado francês, fazia o favor de lhe dar garfos e facas e um pratinho individual. A Farida segue o bom exemplo. A hospitalidade berbere é legendária. 

ma

 



publicado por porabrantes às 09:11 | link do post | comentar

Domingo, 08.05.16

Onde hoje é a ‘’Casa de Santa Maria’’ havia um Colégio de Nossa Senhora de Fátima para raparigas. Era sobretudo externato mas também havia algumas meninas dos arredores que estavam lá internadas. A Congregação que geria o Colégio eram as Franciscanas assim como eram na ‘’Sopa dos Pobres’’ (mais tarde ‘’Patronato’’ e também na Casa de Saúde ,tinham abandonado a Misericórdia, quando o Dr.Manuel Fernandes foi expulso de lá,). O Alvará era do Sr.Cónego Silva Martins, Pároco de S.Vicente (a Matriz) e de Alferrarede que  ainda não tinha Paróquia, nem freguesia civil.

Pessoa muito culta, um bom orador, de trato difícil,mas interessado no bem dos paroquianos. A ele se ficou a dever a Igreja de Alferrarede, o Colégio e outras coisas.

Eu entrei para a primeira classe em 1935.

cónego  a. silva martins.png

 

O Estado começou a exigir outras valências e as Irmãs resolveram deixar o Colégo. Então o Cónego Silva Martins chamou a si pessoas interessadas e resolveram fazer o novo edifício.Para manter aberto o Colégio veio para cá a Congregação do Colégio Andaluz (Santarém), por cerca de três anos para não interromper.

A última Directora foi a Irmã Maria das Neves Figueiredo, sairam em Junho de 1940.

A Comissão Organizadora, presidida pelo Senhor Cónego e constituída por pessoas de Abrantes e Alferrarede, dinâmicas e comprometidas. Lembro-me do Dr.Manuel Fernandes, José Falcão,Manuel Lisboa, Irmã Maria das Neves, Dr.Cabral de Andrade. Família Pereira de Alferrarede, Julieta Farinha Pereira, etc. convidou o Instituto de Santa Doroteia.

A primeira Superiora foi a Madre Maria José de Oliveira Monteiro, senhora que a todos conquistou e a Mestra Geral era a Madre Bastos. Julgo que a Provincial era a Madre Corte Real.

Nestes 70 anos muitas alunas professaram, muitas depois de casadas foram para as colónias, etc.É pena realmente não seguirem a orientação da Fundadora e deixaram Abrantes sem ensino religioso.

 

Maria H.

foto do Cónego Fundador; Boletim Càmara do Sardoal

 



publicado por porabrantes às 19:35 | link do post | comentar

Sexta-feira, 06.05.16

Se a tropa não deixou alojar os jovens da festa das Tunas, as santas freirinhas do Colégio de Fátima não podiam ter cedido as camaratas do falecido internato?

colégio de fátima.png

E já agora fazerem alguma coisa para receberem os peregrinos que vão a pé para Fátima?

A hospitalidade é uma virtude cristã diz o papa.

ma



publicado por porabrantes às 10:36 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.01.16

um princ1pe.png

Com Dom António, mandaram-me a identificação: D.Teresa Santos, José Falcão, Dr.Armando Moura Neves, Manuel Lisboa, só se vê escondido o Dr.Manuel Fernandes. Data entre 1949-1952.

Obrigado à amiga que ajudou

mn

 

 



publicado por porabrantes às 22:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 26.01.16

Por puro acaso um calendário com ´primeira página do Jornal de Abrantes onde se trata da venda do Colégio de Fátima, na época para meter uma universidade manhosa. Uma capa do filho de Manuel Fernandes, o dr. Jorge Fernandes

 

jornal de abrantes calendário 2.png

Uma violenta resposta ao Jornal de Alferrarede, que pela época fazia o elogio da poluente central pegacha (temos de voltar ao assunto, já chega de nostalgia abrantina).

 

Artigo de Mário Semedo. A Batalha

 

Um jornal decente sem Fernando Velez, e sem Hália mas com uma dedicada funcionária, a D.Isabel Colaço.

 

O calendário está à venda na net.

 

mn 



publicado por porabrantes às 16:04 | link do post | comentar

um princ1pe.png

O Senhor Dom António Ferreira Gomes, Bispo de Portalegre, visitando o Colégio de Fátima, obra de Manuel Fernandes, do democrático António Farinha Pereira, do Cónego Silva Martins (a alma do projecto), das Doroteias, etc

Se houve um homem que salvou a Honra da Igreja de Portugal, foi este.

Não falava com clérigos da Diocese de Portalegre porque os achava burros e incultos, por muito que D.Domingos Frutuoso os tivesse tentado instruir.

Que mensagem daria, o implacável Dom António, a quem destrói a obra de tantos abrantinos? Tenham vergonha

mn 



publicado por porabrantes às 15:28 | link do post | comentar

Quarta-feira, 06.01.16

r.actor ataborda.jpg

Alguma casa desta rua vale 400.000 €?

 

Ou seja 1/4 do valor do Colégio de Fátima?

 

Quem foi a gaja que comprou uma casa nesta rua (com empréstimo) por cerca de 400.000 €?

 

ma



publicado por porabrantes às 15:27 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.12.15

As santas Doroteias 

santa.jpg

apontam como meta 

doroteias.png

com 1.600.000 euros no bolso e um colégio vendido a preço de ouro´, é uma boa meta.

 

A cacique vai ganhar o grau de Madre Honorária

 

ma 



publicado por porabrantes às 23:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23.11.15

O empresário abrantino Joaquim Ribeiro contesta a forma como Maria do Céu Albuquerque, a quem o povo chama a cacique, terá pressionado o Fundo de Turismo para fazer um negócio com a Luna Hotéis.

Veja o vídeo aqui, publicado pelo Mirante. 

Maria do Céu declara que não tem razões para duvidar do homem que comprou o Bairro Vermelho ao preço da uva mijona.

Se não tinha razões para duvidar, porque é que a CMA processou esta empresa?

 

 

Entretanto no dia 23

14.1TBABT
Abrantes - Inst. Local - Secção Cível - J1
Ação de Processo Comum
Autor Município de Abrantes
Réu José Procópio Lourenço dos Santos
Réu Staroteis - Sociedade Hoteleira Unipessoal, Lda.
Julgamento ou Audiência final Realizado

  

não houve nenhum acordo e os advogados de ambas as partes produziram as respectivas alegações, ficando o juiz de proferir sentença.

 

Ou seja a CMA pode ganhar ou perder.

 

Recorde-se que a CMA anunciou a construção dum centro escolar no terreno do velho campo de futebol.

 

'' Assim, colocaram-se diversas hipóteses de alteração do local do futuro Centro Escolar, procurando, numa primeira opção a instalação no centro histórico, o que não se mostrou viável. Está agora a ser ponderada, em substituição, a construção de um Centro Escolar no centro da Cidade, mais concretamente no Barro Vermelho e no local para o qual estava prevista a construção de uma unidade hoteleira, cujo terreno a autarquia pretende reverter. '' (a cacique numa acta, vénia ao Amar Abrantes)

 

O concurso chegou a ser aberto

barro vermelho.png

e pergunta-se como é que foi aberto, se o terreno não era da CMA mas da Luna Hotéis?

 

Não sabiam?

 

Só descobriram depois que talvez não haja cláusula de reversão como no Casal Curtido?

 

Ou não a accionaram atempadamente como tinha proposto Santana-Maia Leonardo e Belém Coelho???

 

(...)Os vereadores eleitos pelo PSD sempre viram com muita desconfiança, quer quanto à sua sustentabilidade, quer quanto à sua viabilidade, a construção do Hotel no Barro Vermelho pelo que sempre defenderam que a cláusula de reversão já devia ter sido accionada há muito tempo   (..)

 

in Amar Abrantes

 

E para esconder a monumental gaffe foram assinar o contrato-promessa de compra do colégio de freiras, e assassinar o ensino religioso em Abrantes, com a cumplicidade das Doroteias, que recusaram reiteradamente qualquer hipótese de sobrevivência do Colégio, que lhes foi proposta, desde que lhes acenaram com uns trocos?

 

bispo c.fátima.jpg

Enterro do Colégio de Fátima, a cacique rodeada pelo clero

 

manuel fernandes 2.png

A.República

O deputado  da Ditadura, Manuel Fernandes, um dos criadores do colégio, representado no enterro pelo filho

c. fátima luisinho.jpg

 

 Não gosto de pompas fúnebres, mas a página municipal gosta, as fotos são de lá.

 

 Só me admiro de não terem publicado fotos do enterro do Zé Bioucas.

Já  agora outra foto de enterros

coveira.png

 

 

ma

na Assembleia Municipal também foi este assunto discutido



publicado por porabrantes às 10:36 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.11.15

manuel fernandes 2.png

Manuel Luís Fernandes

'' Data de nascimento

1897-05-17.
Localidade

Lisboa.
Data da morte

1959.
Habilitações literárias

Licenciatura em Medicina pela Universidade de Lisboa (1921).

 

 

Lisboa

 

VII Legislatura (1957-1961)
1.ª Sessão Legislativa (1957-1958)

Fala da necessidade de serem concluídas as estradas nacionais n.ºs 2 e 241.

Requer informações sobre a reorganização dos serviços médico-forenses e faz considerações sobre a execução dos serviços médico-forenses nas comarcas do País.

Requer informações sobre a construção e reparação de estradas no distrito de Santarém.

Presta homenagem à memória do professor e sábio anatomista Doutor Henrique de Vilhena, recentemente falecido.

Discute as Contas Gerais do Estado da metrópole e do ultramar e as da Junta do Crédito Público relativas a 1956.

Chama a atenção do Sr. Ministro das Comunicações para a necessidade de ser substituída a ponte ferroviária sobre o rio Torto, junto de Abrantes.
2.ª Sessão Legislativa (1958-1959)

Discute na generalidade a proposta de lei de autorização de receitas e despesas para 1959.''

 

seleccionado de 

deputados.png

a biografia do Dr.Tavares Castilho é fraquinha

 

O Dr. Passarinho fala dele como médico:

 

''

JORNAL DE ABRANTES
9 de Maio de 1937
A Inauguração da Casa de Saúde em Abrantes
Como representante do Sardoal e amigo íntimo do construtor e director daquela Casa de Saúde, Sr. Dr. Manuel Fernandes, esteve o Sr. Rafael Alves Passarinho.
Eis algumas afirmações do seu discurso:
Diz o “Jornal de Abrantes”: O Sr. Rafael Alves Passarinho enalteceu a obra construtiva
do Sr. Dr. Manuel Fernandes no meio abrantino, principalmente pelo que respeita á
assistência e beneficência.
“Século” diz: O Sr. Rafael Alves Passarinho afirmou que a Casa de Saúde era um
templo com um apóstolo, o Sr. Dr. Manuel Fernandes.
“A Voz” diz: O Sr. Rafael Alves Passarinho, exaltou o alcance da obra realizada pelo
Sr. Dr. Manuel Fernandes, o significado da manifestação e simpatia que o rodeava.
“Primeiro de Janeiro”, “Diário de Noticias”, “Diário de Lisboa”, “Novidades” e “Diário da Manhã”, apenas aludem que o Sr. Rafael Alves Passarinho, botou um esclarecido e valoroso discurso em referência ao acto, entre outros oradores.
''
 
in Sardoal com Memória, do Sr. Luís Gonçalves'
 
Já se deu aqui a notícia do seu casamento, visto pela imprensa diocesana
 
Ver como o carpinteiro Apolinário Marçal se solidarizou com Manuel Fernandes
 
A Rev. Madre Maria Fernandes conta a fundação do Colégio de Fátima
 
Como a cacique ajudou a fechar o Hotel
 
Guilherme Henrique Moura Neves
 
etc....e o que há-de vir
 
mn
 
 
 


publicado por porabrantes às 16:49 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Tecnourém denuncia contra...

Para a história do Colégi...

A Madre Leão, maior poeti...

Escola Manuel Fernandes c...

Caciques servem de banco ...

Um ignominioso catálogo...

Obras do Colégio de Fátim...

O Povo opina: as obras no...

História do Colégio de Fá...

A Expulsão da Anabela

arquivos

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

jornal de abrantes

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds