Sábado, 07.04.18

explulsão consciência.jpg

 Um excelente artigo do Doutor Estevão de Moura, na Barca, para ensinar betinhos e filisteus.

 

ma 



publicado por porabrantes às 20:59 | link do post | comentar

reuniao cn ps 21-12-74.png

Lista de presenças na reunião da Comissão Nacional do PS em 21-12-1974

 

Representante do PS de Abrantes dr. Eurico Consciència

Eurico%20Consciência%20(15) - copia.jpg

 

O ex-Partido dele gostaria de o apagar da história, como fizeram os estalinistas a Trotsky.....

 

Mas há arquivos para os lixar !!!!!

 

ma 

 

a foto é do Rotary do Entroncamento



publicado por porabrantes às 18:29 | link do post | comentar

renegado vilar.png

 

RTP

Eduíno Gomes, o ''renegado Vilar'', líder do PCP-ML/AOC, hoje influente laranja

 

 

 

unidade popular.jpg

:Em 30-11-1976 este pasquim, órgão do PCP-ML (1) elogiava Eanes

 

'' O primeiro aniversário do 25 de Novembro, da vitória do povo português sobre a tentativa de golpe de Estado do social-imperialismo russo e do social-fascismo cunhalista, foi comemorado em todo o País.

Em Lisboa, destacaram-se a cerimónia realizada na Amadora com a presença do Presidente da República e dos representantes dos órgãos de poder e um colóquio organizado por intelectuais anti-sociais-imperialistas.

No Porto, em Coimbra e em Évora, os respectivos comandantes das regiões militares presidiram a sessões comemorativas.

O discurso que Ramalho Eanes pronunciou na Amadora ataca veladamente as forças do social-fascismo. Os principais aspectos focados por Ramalho Eanes foram: o significado do 25 de Novembro e a sua repercussão nas Forças Armadas; a difícil situação económica e as tarefas das Forças Armadas; e, finalmente, o papel que o próprio Presidente da República deverá assumir.'' (...)

 

 

(.....) e depois falava de Abrantes:

 

 (......:)A «FIRMEZA» POLÍTICA DE ALGUNS SOCIAIS-FASCISTAS DE ABRANTES

As voltas que o mundo dá...

Em Abrantes, soubemos de alguns casos de indivíduos que, sem a mínima vergonha, se venderam aos cunhalistas contra quem gritavam ontem, participando agora nas listas eleitorais do social-fascismo.

Um indivíduo chamado Oliveira, que ainda há tempo atacava a URSS e Cunhal, é hoje candidato da «Frente Eleitoral Social-Fascismo Unido»...

Um tal Dr. Consciência, carreirista provinciano, depois de abandonar o PS por não ter sido proposto a candidato nas eleições para a Assembleia da República como desejara, é hoje dos GDUPs, de quem é candidato.

Outro indivíduo, chamado Rodrigues, que atacava Otelo dizendo que era legionário, que não era português, que dizia que o Copcon, era a nova PIDE faz hoje parte das listas eleitorais otelistas dos GDUPs!(....)''

 

O correspondente local do pasquim do renegado Vilar era um conhecido eanista ml

 

Tudo o que diz do Advogado abrantino é pura calúnia

 

consciência zeca.jpg

Eurico Consciência já tinha sido expulso do PS por apoiar Otelo, e não foi deputado à Constituinte (1975) porque não quis. Recusou sê-lo depois de ver um punhado de carreiristas na C.Nacional do Partido de que era membro......e à ultima hora tiveram de improvisar metendo o Manuel Dias como candidato.. 

 

 

mm

 

devida vénia ao Revolução Ressaca

(1) Havia 2 PCP mls com o mesmo nome e dois jornais com o mesmo título, um era coio do Mendes, outro do Vilar.



publicado por porabrantes às 16:23 | link do post | comentar

Sexta-feira, 06.04.18

Crónica de maldizer – Barbaridades

em Opinião

 

Não se acredita, mas é verdade. Toda a gente sabe que as árvores são factores fundamentais de saúde: clorofila, oxigénio, sombras, etc. Os botânicos dizem-no e os médicos repetem-no há mais de cem anos, mas alguns autarcas portugueses ou são surdos ou analfabetos ou uns brutamontes (ou as três coisas ao mesmo tempo), porque atacam e destroem as árvores – por nunca terem ouvido nem lido nada sobre o dever de preservarem as árvores.

Não se acredita, mas é verdade.

O Pego é das mais populosas e interessantes freguesias do município de Abrantes. E junto da E.N. 118, que atravessa o Pego de ponta a ponta ou de cabo a rabo ou de fio a pavio, existe o Largo do Cruzeiro – que tinha três renques de sadios e vigorosos plátanos com condições para serem grandes árvores, condições sistematicamente contrariadas pela Câmara Municipal ou pela Junta de Freguesia, que periodicamente podavam barbaramente esses plátanos, torturando os desgraçados para lhes darem a forma de vassouras, para desespero dos que amam as árvores e sabem que as podas são para as árvores de fruto, que não para as árvores ornamentais – que devem deixar-se crescer, viver e morrer livremente, como seres vivos que são, só se podando ou cortando por imperativos sanitários.

Há anos escrevi sobre isso neste jornal. Os plátanos do Pego não ganharam nada com isso: os podadores continuaram a atacar os pobres dos plátanos – que são seres vivos mas não podem fugir dos autarcas que os maltratam nem dos podadores que cumprem as ordens daqueles matracas, perdão, autarcas.

Pois à fé de quem sou lhes digo, assevero e garanto (e juro até e sem fazer figas)  que as torturas  dos  plátanos do Pego  acabaram, porque os autarcas do Pego autorizados pelos da Câmara de Abrantes ou os da Câmara de Abrantes com o consentimento dos do Pego cortaram cerce, rentes, rasos os plátanos do Largo do Cruzeiro, para lá fazerem um jardim. Que certamente terá bancos onde ninguém se sentará no Verão por carência de sombras e um lago catita, cuja água, como se costume, ficará porca ao fim de 15 dias, com um repuxo que deixará de repuxar meses depois da inauguração oficial, solene, do jardim. Que com certeza terá árvores. Provavelmente tão raquíticas ou tão esbeltas como as que puseram nos estacionamentos do Hospital e do Tribunal – que nunca deram nem darão sombras capazes.

Alguns autarcas divertem-se a cometer barbaridades com o produto dos impostos que pagamos. E será de questionar se, na crise que atravessamos, o jardim do Cruzeiro era uma prioridade.

Bárbaros!

Eurico Heitor Consciência

 

PS-Que saudades desta vigorosa prosa.....

 



publicado por porabrantes às 18:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.11.17

As notícias fazem adensar uma condenação anunciada para o patrão da Lena, pró Sócrates e agora pró Ricardo Salgado, se se confirmam os indícios que possui o MP.

O delegado da Lena no burgo era o ex-Vereador PS Júlio Bento.

Deixemos o Sr.Dr.Eurico Consciência tratar do Júlio, que do Sócrates e do Salgado e do argentário de Santa Catarina da Serra, trata o Meretíssimo Carlos Alexandre.:

 

 

''Aqui, d’el rey - por Eurico Heitor Consciência -

Aqui, d’el rey

Acudam. Acabo de ler nos jornais que o programa económico do Partido Socialista foi feito por 12 economistas. Doze economistas! Doze!! Doze – leram bem.

Todos sabemos que os economistas erram mais do que os meteorologistas e não me esqueço de que, anos atrás, os meteorologistas eram conhecidos não por meteorologistas mas por mentirologistas, porque, com frequência despontava sol abrasador num dia em que os meteorologistas tinham previsto chuvas torrenciais, e chuva a cântaros ou potes num dia em que eles tinham anunciado um sol de ananases.

Mas, dos economistas, todos fomos aprendendo sofridamente que haverá raios, coriscos, granizo, trovoadas, tufões, ciclones e tempestades no dia em que eles previrem a bonança do crescimento económico e do pleno emprego dos portugueses.

Hão-de – ou há-dem, na gramática do Sr. Dr. Jorge Coelho das Obras Públicas e da Mota-Engil -, hão-de lembrar-se daquele ministro que, anos atrás, asseverou que a crise já acabara e que já tinha começado o crescimento económico de Portugal. E que no Parlamento até fez aquele gesto que o celebrizou como ministro dos corninhos.

Viu-se.

Era economista no defunto Banco Espírito Santo. Parece que por onde ele passou não houve crises…

Confesso que sou dos que entendem e proclamam que onde está um economista já estão economistas a mais. Então doze! Doze! Logo doze! Não pode ter saído dali grande coisa…

Como que antecipando-se às minhas suspeições, um daqueles doze já se foi justificando com dizer que “a economia não é uma ciência exacta”.

Disse que a economia não era coisa exacta, mas chamou-lhe ciência! Nem mais nem menos : ciência!

Ciência, a economia!… Só nos faltava ouvir essa!

Que topete!

Doze! Logo doze! Doze economistas juntos davam para arrasar qualquer continente, quanto mais Portugal, o Portugal dos pequeninos.

Acudam. Aqui d’el rey.

Eurico Heitor Consciência

P.S. – Abrantes teve grande relevo na comunicação social, na passada semana.

A revista Sábado fez uma extensa reportagem sobre o espantoso campo de basebol que nos custou 500.000,00 € e que agora está às moscas, sendo que a Presidente da Federação mora no Canadá, mas a sede da Federação é em Abrantes. Valha-nos isso.

Outras referências extensas foram no Público, a propósito da prisão do administrador do Grupo Lena e da sua ligação ao Sócrates, porque Abrantes foi dos municípios do PS em que, nas obras públicas, a Lena tomou conta de tudo ou quase tudo quando o Presidente da Câmara era o devotado Nélson de Carvalho. Não contente com isso, a Lena roubou à Câmara de Abrantes o devotadíssimo vereador Júlio Bento, que era justamente o vereador das obras, e que se reformou da Câmara e foi dali para director ou administrador duma das empresas do Grupo Lena.

___________

Obs: Depois disto, que não é novidade na III República, apetece dizer uma coisa: é um fartar de vilanagem...''

 

devida vénia ao Macroscópio, onde há uma boa lista de colaborações do falecido Advogado abrantino.

 

ma 

   

 



publicado por porabrantes às 16:48 | link do post | comentar

Sábado, 09.09.17

Publica-se crónica do Dr.Eurico Consciência onde arrasa os caciques pegachos, como o  Gomes Mor (que tinha sido mais o Manuel Dias, um dos obedientes ''ajudantes'' do Advogado na fundação do PS/Abrantes) a propósito do celerado caso dos plátanos do Largo do Cruzeiro, cortados porque faziam espirrar um cacique.

 

 

Crónica de maldizer – Barbaridades

em Opinião

Não se acredita, mas é verdade. Toda a gente sabe que as árvores são factores fundamentais de saúde: clorofila, oxigénio, sombras, etc. Os botânicos dizem-no e os médicos repetem-no há mais de cem anos, mas alguns autarcas portugueses ou são surdos ou analfabetos ou uns brutamontes (ou as três coisas ao mesmo tempo), porque atacam e destroem as árvores – por nunca terem ouvido nem lido nada sobre o dever de preservarem as árvores.

Não se acredita, mas é verdade.

O Pego é das mais populosas e interessantes freguesias do município de Abrantes. E junto da E.N. 118, que atravessa o Pego de ponta a ponta ou de cabo a rabo ou de fio a pavio, existe o Largo do Cruzeiro – que tinha três renques de sadios e vigorosos plátanos com condições para serem grandes árvores, condições sistematicamente contrariadas pela Câmara Municipal ou pela Junta de Freguesia, que periodicamente podavam barbaramente esses plátanos, torturando os desgraçados para lhes darem a forma de vassouras, para desespero dos que amam as árvores e sabem que as podas são para as árvores de fruto, que não para as árvores ornamentais – que devem deixar-se crescer, viver e morrer livremente, como seres vivos que são, só se podando ou cortando por imperativos sanitários.

Há anos escrevi sobre isso neste jornal. Os plátanos do Pego não ganharam nada com isso: os podadores continuaram a atacar os pobres dos plátanos – que são seres vivos mas não podem fugir dos autarcas que os maltratam nem dos podadores que cumprem as ordens daqueles matracas, perdão, autarcas.

Pois à fé de quem sou lhes digo, assevero e garanto (e juro até e sem fazer figas)  que as torturas  dos  plátanos do Pego  acabaram, porque os autarcas do Pego autorizados pelos da Câmara de Abrantes ou os da Câmara de Abrantes com o consentimento dos do Pego cortaram cerce, rentes, rasos os plátanos do Largo do Cruzeiro, para lá fazerem um jardim. Que certamente terá bancos onde ninguém se sentará no Verão por carência de sombras e um lago catita, cuja água, como se costume, ficará porca ao fim de 15 dias, com um repuxo que deixará de repuxar meses depois da inauguração oficial, solene, do jardim. Que com certeza terá árvores. Provavelmente tão raquíticas ou tão esbeltas como as que puseram nos estacionamentos do Hospital e do Tribunal – que nunca deram nem darão sombras capazes.

Alguns autarcas divertem-se a cometer barbaridades com o produto dos impostos que pagamos. E será de questionar se, na crise que atravessamos, o jardim do Cruzeiro era uma prioridade.

Bárbaros!

Eurico Heitor Consciência

 

PS-Que saudades desta vigorosa prosa.....

 



publicado por porabrantes às 09:11 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.08.17

espanto.png

mário semedo.jpg

Por causa deste artigo, uns ''arrivistas, populistas e medíocres gestores de orçamentos exíguos'' (Mário dixit) quiseram processar Mário Semedo e por extensão o director do Jornal

jorge m.neves.jpg

dr.Jorge Fernandes ...

 

 Aos ''''arrivistas, populistas e medíocres '' respondeu Eurico Consciência, defendo-te à borla.

 

Ao artigo, respondeu a folha clerical, dirigada pelo Graça, mentindo na primeira página, dizendo que a obra já estava aprovada em Bruxelas.

 

Que fique para a História, um artigo dum valente.

ma



publicado por porabrantes às 19:10 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.07.17

isilda.jpg

A Isilda Manuela e o Pina da Costa estão em destaque no nosso colega Coluna Vertical, que recorda uma demolidora crónica do Dr.Eurico Consciência sobre estes elementos e o clientelismo à abrantina.

''Sacar uber alles'' é como termina o artigo do saudosos cronista abrantino.

ma



publicado por porabrantes às 10:46 | link do post | comentar

Sexta-feira, 19.05.17

Vai ser  homenageado o grande historiador de Literatura, Óscar Lopes (que anda sempre associado ao nome lendário do seu parceiro António José Saraiva).

mensageiro.png

Se lerem bem no corpo redactorial deste jornal, dirigido por Óscar Lopes, estão nada mais nada menos que José Augusto Seabra, Arnaldo Pinheiro Torres e Eurico Heitor Consciência (1).

 

Que equipa de luxo!

 

Segue a prosa ácida e destrutiva (de pequenino se torce o pepino!) do Dr.Consciência

 

Para perceber o contexto, primeiro o artigo que provoca a resposta bem-disposta do jovem Eurico 

meda.png

 

contra comunicado.png

genealogia erik.png

 mn

(1) Nalguma crónica o Advogado recorda o seu Professor de Literatura no Liceu, Ôscar Lopes

devida vénia à Hemeroteca de Lisboa



publicado por porabrantes às 18:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.05.17

A expulsão do Dr.Eurico Consciência do PS era assim classificada na Imprensa Internacional:

 

consciencia expulsao.png

exp.pngIntercontinental Press Combined with Inprecor, Volume

 

  14,Números 7-12

 

Traduzindo:

 

as expulsões estavam justificadas numa linguagem recheada de formalismos legais...e vazia de conteúdo

 

ma



publicado por porabrantes às 22:16 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Dr.Eurico recebe socialis...

No mijar-se não houve mud...

Dr.Consciência acusa Pin...

Os anónimos socialistas

Carta aberta ao Turista A...

Espólio dos Jogos Juvenis...

Eurico Consciência analis...

Bibliografia Abrantina : ...

Quando o dr. Eurico acusa...

Documentos para a históri...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds