Quinta-feira, 27.09.12

A moral ainda é sólida e tradicional neste concelho. Para impedir a dissolução de costumes e que as ciganas casadouras ''percam os três'', a Céu gasta dinheiro municipal.

 

 

Em terras ignotas, lá para a Galiza, também continuam vigentes os costumes de defesa dos ''três'', ignorando nós se a Câmara de Vinhais (que administra o bocado de terra galega chamado Lagarelhos) tem uma mediadora galega para convencer gajas rosqueiras como a Edite a que não abram as pernas em cima dum monte de palha ao primeiro almocreve maragato que por lá passe.

 

 

O cronista abrantino, sr Filipe Nortadas Pereira, grande amigo do sr.dr. Armando Fernandes, que manteve com ele uma polémica sobre as ''favas aporcalhadas'' disserta aqui na ''Nova Aliança'' sobre o comércio sexual em Bragança ( com a benção do Sr. Cónego e da D.Ana Graciosa) e da importância da virgindade.

 

 

 

 

 

http://ni-entreamigos.blogspot.com.es/2012/03/perder-os-tres.html

 

 

 

Não vamos dar mais pataco aos hábitos indígenas galegos e ao facto de obrigarem as gajas bonitas a andarem com um colar ao pescoço com atestado de virgindade.

Já o Abade de Baçal dizia (e não vou dizer agora o que disse sobre o Buiça) que eram uns primitivos.

Quanto ao Abade de Lagarelhos era uma besta.

 

A  CMA diz que ganhou um prémio da Igualdade, sobretudo graças a ter uma mediadora cigana. a D.Tânia,

 

 

 

que inseriu a sua intervenção cívica na defesa da virgindade, supomos que em colaboração directa com o Arcipreste e a Dona Ana Soares Mendes, e com o  trabalho desenvolvido com a comunidade cigana e pela ''virgindade'' apostólica, na pia gazeta dos tótos do Opus Dei.

 


Os fundamentalistas católicos como a fidalga Soares Mendes, os do Opus, o Graça das heranças e o Anacleto estão obcessionados com o sexo!!!!!  



Onde defenderam a etiquetagem galega das virgens, certamente como a das vacas que levam nas orelhas uma etiqueta para atestar as suas qualidades.

 


 

 

 

 

As premissas teóricas da luta camarária pela virgindade cigana está aqui reproduzida e o prémio está aqui noticiado http://www.entroncamentoonline.pt/portal/artigo/abrantes-distinguida-com-o-pr%C3%A9mio-%E2%80%9Cviver-em

 

 

Parece que o prémio se refere à igualdade e a CM diz que o ganhou entre outras parvoíces inúteis graças à ''  Mediadora municipal e o trabalho desenvolvido com a comunidade cigana,''  ou seja ao....




combate anti-coito pré-nupcial



nas jovens ciganas.



Combate contra isso,mas apoio aos casamentos forçados de menores, coisa proibida por lei e que dá cana.



Miguel Abrantes * e **


*partidário do envio de metade dos ciganos abrantinos para o seu local de origem, Bragança


** Jacobino: quem obriga adolescentes a casar, só tem um destino, a  cadeia

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 08:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.06.12

 

 

colocado por Edite Fernandes, consultora diplomada de Ciências Sociais e Galegas, autora da tese '' Devíamos trocar Olivença por Lagarelhos, Mais Alentejo e menos Galiza'', dedicada ao Sr.Dr. Santana-Maia Leonardo.

 

A autora é natural de Vinhais (Portugal) e prepara outras obras de referência sobre a minoria étnica galega em Portugal.

 

 

 



publicado por porabrantes às 19:27 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.02.12

 

 

 

 

 

 

 

Como nunca conseguiu ser  Barão laranja coloca-se na lista de espera das mercês reais, esperando a que do alto da sua generosidade régia el-Rei Dom Duarte III lhe distribua uma mercê!!!!

Grande cunha a do Sr. Barão da Argamassa!!!!

 

Suzy de Noronha

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 14:26 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.01.12

Um habitante de Lagarelhos emigrou para as bordas do Tejo e enquanto motorista conheceu as margens do Sorraia. Já estava quase no Alentejo.Percorreu as planícies locais, apanhando calor na tola, tentando civilizar o gentio, mas acabando por ganhar hábitos alentejanos.

Quando voltou prás festas da lugarejo raiano, resolveu elucidar uma galega da civilização alentejana.

 

 

 

terminou.....

 

Kaputt.......

 

Paz à sua alma galega, disse no enterro, a Rosalina sem derramar uma lágrima e com ar de preocupação. O gajo só falava de chaparros e se na campa nasce um chaparro????

 

Recolhida por Edite Fernandes,especialista em galegos



publicado por porabrantes às 23:55 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.12.11

Um galego de Lagarelhos  telefona para o Pai Natal:

- Eu queria falar com o Pai Natal.
- É o próprio.
- Senhor Próprio, podia chamar o Pai Natal?

 

 

 

Contada a Edite Fernandes por um Sr.Padre confessor de vários habitantes daquele progressivo lugarejo do meu concelho natal. Devo esclarecer que Lagarelhos  é o Alentejo de Vinhais, embora não fique em Portugal mas na Galiza.

 

Eu que sou portuguesa porque nasci na Vila de Vinhais venho propor a troca de Lagarelhos por Olivença. Mandamos os galegos prá Galiza e Olivença regressa ao Alentejo.

 

Hoje publicaremos uma divertida crónica do dr.Consciência sobre os hábitos culinários daquela minoria galega, em especial sobre o Sr. Armando de Lagarelhos.

 

O Sr.Armando é um homem sério pode ser amigo do Sr.Godinho da sucata, mas não é amigo do Dias Loureiro.

 

 

Edite Fernandes, natural de Vinhais, mas não da Póvoa dos Armandos 



publicado por porabrantes às 10:21 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.12.11

Se isto se passasse na Escola Primária de Lagarelhos, a professora perguntava ao Pepinho

 

Na aula de portugués, a profesora pergunta para o Pepinho:

Cual/cal o tempo verbal da frase: "Iso non podia ter acontecido"?

- Preservativo imperfeito!

Na aula de português em Vinhais, a professora pergunta ao Pepinho:

Qual o tempo verbal da frase: "Isso não podia ter acontecido"?

- Preservativo imperfeito!

 

Galego tentando suicidar-se depois de ler este blogue ontem

 

Tudo gamado na net e tratado por Suzy de Noronha com assessoria da rural Edite Fernandes, natural de Vinhais mas não da parvónia rural de Lagarelhos (além-raia na  Galiza) 

 



publicado por porabrantes às 10:37 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.12.11

Estavam dois Alentejanos e um galego. Um dos alentejanos diz assim:
- O pensamento é a coisa mais rápida do mundo, basta uma pessoa pensar e já está.
Vai outro e diz assim:
- Não, a coisa mais rápida do mundo é a electricidade. Basta uma pessoa ligar o interruptor e acende-se logo a luz.
Vai o galego e diz:
- Não senhora, estão todos enganados. A coisa mais rápida do mundo é a caganeira. Veja lá que eu esta noite não tive tempo para pensar nem tão pouco para acender a luz e caguei-me todo.

 

 

 

Contada a Edite Fernandes por um galego.

 

 

 

 

Edite Fernandes é natural de Vinhais mas não da localidade rural de Lagarelhos



publicado por porabrantes às 11:54 | link do post | comentar

Segunda-feira, 05.12.11

 

 

Como se reconhece um galego de Lagarelhos na Escola Secundária de Vinhais?

É o único aluno que quando o professor apaga o que escreveu no quadro, que também apaga o que escreveu no caderno.

 

 

 

 

 

Edite Fernandes, natural de Vinhais, mas não da Póvoa dos Armandos



publicado por porabrantes às 11:36 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.11.11

robalheira.jpg

 

 

 

Porra, o Armando terá certificado com algum consultor gastronómico local que foi o sucateiro que comeu as alheiras ou foi o

 

dorita.JPG ?????

 

Miguel Abrantes, hoje muito adepto do desvelo de São Francisco pelos animais

 

 

 



publicado por porabrantes às 13:02 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 31.08.11

Circula pela internet enviado e reenviado por e-mail a milhares de abrantinos, ribatejanos, transmontanos, naturais da progressiva localidade de Lagarelhos como o Armando Vara, angolanos, timorenses e muitos outros habitantes de países de língua portuguesa 

este recorte por nós divulgado onde figura todo pimpão o Sr.Dr.Armando Fernandes, consultor gastronómico, cultural e investigador em diversos ramos.

 

 

Inclusivamente da Galiza, recordemos que o Sr.Dr. Armando Fernandes é natural da raia, nos chegam -emails com felicitações e algum pedindo esclarecimentos.

 

a) Quem escreveu o artigo?

Um grande jornalista abrantino que assinou a petição. Obrigado pá!

b) Onde foi publicado?

Numa folha que já foi um jornal, propriedade da Jortejo Lda, sociedade onde segundo Marcelo Rebelo de Sousa, Jorge Lacão detinha parte do capital.

Entre os correspondentes desse jornal em Abrantes estiveram Alves Jana, Nelson Carvalho,etc .

 

O Ribatejo era o título do jornal e agora é o título da folha imobiliária, detida por capitais ligados ao Grupo Lena,  que detém uma parcela significativa do capital da Abrantáqua, de cujo CA faz parte o novo-rico Júlio Bento.

 

c) É amigo Armando Fernandes do Bento?

Segundo João Pico, ex-Vereador PSD e membro da CPC abrantina laranja, o Fernandes queria convidar o Bento para Vereador das Obras se o PSD ganhasse. É prova de que é  admirador do Bento e quem sabe da sua nova-fortuna. O Fernandes quando vê um rico começa a salivar.

 

d) Há outros casos destes?

Só conhecemos o do cão do psiquiatra Pavlov. É um reflexo condicionado.

 

e) Quem negou a entrada ao Fernandes no PSD local?

A Drª Anabela Matias dando provas de grande lucidez política.

 

 f) Porquê?

Por alegadamente o Fernandes fazer má figura nas Assembleias municipais. E ainda naturalmente pela tendência do Fernandes a mudar de partido como quem muda de camisa. E ainda pelas suas evidentes ligações ao que Sá Carneiro chamava o militarismo presidencial e ao gonçalvismo.

 

g) Quem se solidarizou com o Fernandes e o propôs para sócio do PSD?

O eng.Marçal.

 

h) É o Fernandes um grande gastrónomo?

Segundo a nossa opinião a sua esposa D.Helena Salvador é melhor cozinheira que ele. Também escreve melhor que ele.

 

i) Qual a grande contribuição do Fernandes para a cultura?

Cozinhar com um avental vota PS.

 

h) Porque é que o Fernandes não gosta de guardanapos de papel?

Porque ao almoço costuma pendurar no gargalo do pescoço enormes guardanapos de pano para não se sujar enquanto enche o bandulho. Os guardanapos de papel são demasiado pequenos para lhe defenderem a pança.

 

Quem tiver mais dúvidas faça favor de perguntar.

 

Damos os nossos cumprimentos a este grande vulto da cultura de Lagarelhos.

 

Miguel Abrantes 



publicado por porabrantes às 12:26 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Sr. Eng Valente ao tele...

Armando e os robalos (cró...

A casa do Armando de Laga...

O maior escritor de Lagar...

a doce bunda de mademoise...

Impávido e sereno, Armand...

O Vidente de Lagarelhos

Banca estrangeira consult...

Solidariedade com Lagarel...

Vinho & Petiscos em Lagar...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds