Quinta-feira, 04.04.13

 

ou então pedir equivalência a consultor de vinhos e petiscos, diploma académico outorgado por uma prestigiosa Universidade galega?

 

 

Suzy



publicado por porabrantes às 17:28 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.03.13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

La une de la semaine par Charb

 

 

 

 

Onde está Sarcozy ponham o ''eng.'' Sócrates....

 

Já nos basta para nos crucificar o ''dr'' Relvas....

 

Miguel Abrantes

 



publicado por porabrantes às 17:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.10.12
A última notícia do "Público"? (o Caso Tecnoforma, ou que deve Passos a Relvas)

 

A história conta-se em duas penadas; a importância do jornalismo de investigação, essa, já não é tão fácil de proteger - uma coisa é andarmos aos "flashes" com números, deficits, estatísticas, orçamentos e sondagens, outra, bem diferente, é procurarmos o cerne das questões
A história conta-se em duas penadas; a importância do jornalismo de investigação, essa, já não é tão fácil de proteger - uma coisa é andarmos aos "flashes" com números, deficits, estatísticas, orçamentos e sondagens, outra, bem diferente, é procurarmos o cerne das questões, a génese e motivação do mal, antes que ele se generalize de tal forma que precisemos de nos encolher para, famintos, o conseguirmos albergar à nossa mesa. O "caso Tecnoforma" que o jornal "Público" descobriu e acompanhou ao longo destes últimos dias, é paradigma da lucidez informativa centrada no resgate do pensamento liberal, contraposta ao obscurantismo de massas, venal e parasitário, das ligações partidárias ao tecido económico.

A Tecnoforma é uma empresa da área da formação profissional. Está hoje liminarmente falida, tendo sido já alvo de execuções fiscais de valor superior a 500.000€. Passos Coelho foi seu consultor, gestor e, finalmente, administrador. O programa Foral - lançado com dinheiros do Estado e do Fundo Social Europeu por António Guterres em 2001 - destinava-se sobretudo aos Municípios do Continente, sendo "dirigido às necessidades de formação profissional da administração local". Às Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (vulgo CCDRs) cabia, precisamente, a coordenação deste programa. A fatia maior coube às autarquias, juntas de freguesia etc... mas havia parte a distribuir pelo sector privado.

Miguel Relvas foi secretário de Estado da Administração Local de Durão Barroso (2002-2004); Paulo Pereira Coelho era seu gestor na CCDR - Centro. Passos era consultor na dita Tecnoforma, onde João Luís Gonçalves era sócio e administrador. António Silva era seu director comercial e também vereador na Câmara Municipal de Mangualde. Todos foram destacados dirigentes da JSD e, parte deles, deputados do PSD.

E agora os números: 82% do valor das candidaturas apresentadas ao FORAL na Região Centro coube à Tecnoforma. Entre 2002 e 2004, 63% do número de projectos aprovados (para o sector privado) pelos responsáveis do programa pertenciam à mesma empresa. E, como projectava o "Público" no passado dia 7 de Outubro, se extrapolarmos ao nível nacional, concluimos que a dita Tecnoforma subscreveu 26% (um quarto, se preferirem) de todas as candidaturas privadas viabilizadas. O "Público" descobriu que Passos Coelho - que assegura nunca ter sido accionista da empresa - omite dos seus currículos o facto de ter sido administrador da Tecnoforma entre 2005 e 2007, para além de seu consultor entre 2002 e 2004. As ligações de Paulo Pereira Coelho e Miguel Relvas à liderança do actual primeiro-ministro da Juventude Social Democrata são públicas. E notórias.

Confrontado com os factos, Pedro Passos Coelho rejeitou qualquer ideia de favorecimento. "Absurdo", exclamou. E tem razão. O deboche atingiu tal ponto que nem é preciso ilícitos para que a promiscuidade e o dolo funcionem em todo o seu esplendor. Já no dia 10, as notícias sucediam-se: Relvas, mais uma vez enquanto secretário de Estado da Administração Local, conseguiu que a Tecnoforma obtivesse um contrato de 1.2 milhões de euros para a formação de técnicos para aeródromos. Esta candidatura foi a mais cara de todas as aprovadas do dito programa.

A classe política, medrosa, escondeu-se para comemorar o útlimo 5 de Outubro; o Sr. primeiro-ministro foi para o Leste, concerteza empreender algo de muito importante para a nação. Nós agradecemos penhoradamente o trabalho dos colegas do "Público" e a forma como nos mostrou com quem estamos, de facto, a lidar. E não é preciso ser iluminado para perceber que a sociedade onde Passos governa é exactamente a mesma onde um jornal como o "Público" definha.
com a devida vénia no Jornal de Negócios
posta por Suzy de Noronha
o chefe está lá fora, a tratar de ''negócios''


publicado por porabrantes às 12:39 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.07.12

 

 

Deus apela ao dr. Relvas!!!!!

 

Na wikipédia 

Precedido por
Jorge Lacão            

 

 

SN

 

 

 



publicado por porabrantes às 14:20 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.07.12

 

 

Composição da Comissão Científica para dar equivalências ao Sr.Dr. Miguel Relvas para passar a ser Prof. Doutor Miguel Relvas: sugere-se Doutor  David Delfino e Luiz Oeesterbeck e ainda como convidado exterior o

  

 

Fernandinho Baptista Pereira.

 

 

O dr. Relvas será declarado equivalente a Prof. Catedrático topo-de-gama em Arqueologia Política porque é evidente que ele é ......

 

 

um especialista na......velha política

 

 

 

 

 

 

MN

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 18:09 | link do post | comentar

Segunda-feira, 09.07.12

Na admirável saga dos políticos que não queriam ser escrutinados, estava Rui Serrano. Já  o foi graças à Tubucci.

 

Há mais a nível local em lista de espera.

 

Mesmo o caso Serrano está longe de estar encerrado. Apenas o delicado estado de saúde do Professor Duarte Castel-Branco, que o António nos acaba de comunicar, impede por agora mais um passo anunciado na tragicomédia.

 

Vamos concentrar-nos noutro político local: um tal Relvas.

 

É Ministro mas não passa dum político local, um parvenu aprovincianado das margens do Nabão.

 

Este vídeo, em grande parte produto duma montagem a partir duma entrevista do nº 2 do Passos à Ânimo do nosso caro amigo e peticionário António Colaço é mais uma machadada  na licenciatura do Relvas.

 

 

Riam-se, s.ff

 

 

 

Foi retirado do blogue Cinco Dias http://5dias.net/2012/07/09/looney-relvas-um-politico-que-nao-perceba-a-importancia-do-facebook-do-twitter-que-todas-as-redes-sociais-hoje-tem-e-um-politico-que

 

 

 

Miguel Abrantes, a recuperar de 7 dias a trabalhar pró bronze. 



publicado por porabrantes às 11:28 | link do post | comentar

A praga dos doutorados, mestres, licenciados à antiga e à italiana (isto é à moda de Bolonha) encontrou no nabantino o seu último episódio.

 

Quando é que os cursos em Portugal deixaram de ser coisas sérias?

 

Foram alguma vez?

 

Encontrei outro dia na estação um falido e engenheiro civil (IST como ele mete no cartão de visita), conhecido político local. Estava na fossa porque o filho ia estudar prá Covilhã em vez de ir pró IST.

 

O diálogo foi delirante, como costumam ser as conversas com políticos locais, nacionais e internacionais.

 

 

A mania de ser licenciado ataca em qualquer esfera. Vejam este documento em que o Graça exigiu ser tratado por sacerdote-doutor 

 

 

hpqscan0002.jpg

 

Tratava duma herança, o sacerdote-doutor-presbítero-arcipreste-e ecónomo Reverendo Graça enumerava a copiosa lista dos bens de

Amélia Baeta e da generosa doadora à Igreja que Cristo, que não era Presbítero nem Doutor, nem sequer tinha uma mula ruça, quis pobre.

 

 

Pobre, que ordinarice!!!!!

 

Para o sacerdote-doutor-presbítero-arcipreste Reverendo Graça a falecida nem sequer tinha direito a chamar-se ....

 

 

SENHORA DONA .....

 

era apenas um ''activo'' que entrava nas contas da Paróquia....

 

 

Antigamente quando eu falava com um Padre, o homem tinha o bom costume de falar de Deus, a última vez que falei com o Ecónomo Graça salientou-me que era licenciado.

 

 

E depois pôs-se a falar de obras.

 

Será doutor-empreiteiro-ecónonomo-arciprestre e o raio que o parta.....

 

Mas ele e o Relvas terão um canudo ( o primeiro para ver ao longe as idosas em lista de espera de testar ou doar , o segundo para divisar ao longe as próximas capas do Expresso) mas não têm uma mula ruça.

 

 

Coitadinhos!!!!

 

 

O licenciado Lopes tinha uma.

 

 

''«Dom Joham 3º a quantos esta minha carta virem faço saber que o doutor António Lopes, físico de Évora, me apresentou ua carta do doutor Diogo Lopes, meu físico moor, de que o theor de verbo é o seguinte: O doutor Diogo Lopes, comendador da Ordem de Christo e físico moor del Rey Nosso senhor em seus regnos e senhorios, faço saber a quantos esta minha carta de doutorado virem como por António Lopes, físico da mula ruça, morador em esta Évora, me foy apresentado hum allvará dellRey nosso senhor, por sua alteza assygnado e passado per sua chancelaria do qual o trellado he o seguinte: Eu ell Rey faço saber a vós Doutor Diogo Lopes seu fisico moor, que António Lopes, físico da mula ruça, morador en esta cidade, me dice por sua petiçam que elle estudou nove ou dez annos no estudo de Alcala de Henares.».

 

 

 

 

 

 

leia aqui a história

 

Marcello de Noronha que acaba de pôr o canudo no prego



publicado por porabrantes às 07:08 | link do post | comentar

Domingo, 01.04.12

Os Hiberiónicos são uma camada social e étnica que gosta de visitar Museus ''Hiberiónicos'' guiados por Isilda Jana para depois montarem chavascais no Vale das Rãs.

 

 

O seu político preferido é o Aníbal local, de Melo, e não de Cavaco, Rei dos Hiberiónicos que anda todo feliz porque o Miguel Relvas vai anexar ao seu Reino as freguesias de São João, Alferrarede e Rossio.

 

Nesse dia o Aníbal I será proclamado Imperador dos Hiberiónicos e fará um decreto imperial nomeando Isilda Jana próxima estrela convidada do chavascal hiberiónico de Agosto com que pensa martirizar a infeliz população do Vale das Rãs.

 

 

 

 

Mas o Aníbal tem de aparentar compaixão com as autarquias a extinguir e com os tachos a desaparecer e ir dizendo mal de Miguel Relvas, para que os colegas não tenham um achaque.

 

Como é boa pessoa, lá o fai fazendo, embora no fundo esteja grato ao Relvas

 

 

 

No facebook foi publicada por Elsa Ribeiro Gonçalves a foto do jornalista abrantino Mário Rui Fonseca em plena ''faena'' profissional com o Relvas.

 

 

Logo, o Aníbal que usa tão destramente o Facebook como o Aníbal de Belém (o Papa do Kavaquismo que se comunica com as massas via esta rede social) aproveitou para manifestar a sua condenação veemente pelo Ministro de Tomar.

 

 

  • Aníbal Melo Muito mal acompanhado!
    Hace 19 horas · 
  • Fernanda Mendes Que medo!                          
    Não consigo perceber o que é a avençada municipal para a propaganda tem contra o Relvas.....
    Será que pediu para fazer parte do staff de propaganda laranja e lhe deram uma nega????
    Quando vier o Relvas a São Vicente e o Aníbal, serviçal, soltar: -Que ordena V.Exa Sr. Ministro?  espero que o nabantino não lhe diga: 
    Ponha-se a andar. Não quero que vocÊ ande mal acompanhado.
    Desando já, Sr. Ministro. Sempre às ordens de V.Exa......
    Adérito Abrantes, especialista em hiberiónicos
    (a rural Edite Fernandes é que é especialista em galegos de Lagarelhos)
      




publicado por porabrantes às 19:27 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.01.12

 

 

 

 

Pedro Rosa Mendes denunciou nesta crónica a vergonha do regime cleptocrático de José Eduardo

 

 

 

e a rendição de Portugal à ditadura corrupta de Angola.

 

Uma rendição cobarde, abjecta e vil que não honra este país e este governo.

 

Uma rendição que desonra Portugal.

 

Uma rendição que se traduz por agora num acto digno doutro José Eduardo, o censor da Folha Gratuita, um tal Alves Jana.

 

Uma rendição que rima com censura.

 

Que esperavam????

 

Depois dos pintelhos da EDP, a obediência rafeira ao soba de Luanda.

 

A próxima?

 

A censura a qualquer coisa que fale de Sua Santidade, o Dalai-Lama.

 

O motivo?

 

A obediência cega aos mandarins de Pequim.

 

Há mais coisas a dizer?

 

Há.

 

Este é o futuro dos governantes de Portugal

 

 

O futuro de Portugal será igual  ao do coolie que serve de besta de carga, se não nos livrarmos desta gente.

 

Como????

 

Para começar assine a petição  que pede a demissão de Cavaco, já é alguma coisa. 

 

Outras coisas???

 

Que tal uma barricada????

 

Que tal ocupar a Embaixada de

 

Angola????

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 07:40 | link do post | comentar

Domingo, 11.12.11

Os órfãos de Ulianov



Vai um debate, não direi interessante, mas curioso, na blogoesfera em torno de uma contratação recente de um "escriturário" do 5 Dias, um tal de António Figueira pelo espantoso Miguel Relvas para o assessorar nas suas insanas, quanto "grandiosas" tarefas governativas.
Este Figueira era conotado, ideologicamente falando, com a esquerda mais revolucionária que existe em Portugal, marxista à outrance, leninista por convicção.
Pelo menos deixava-se envolver com essa classificação.
Nunca sobre tal se insurgiu.
A sua "amizade" ideológica e politica com o biltre e amoral Nuno Ramos de Almeida, dono do 5 Dias, não ajudavam a "afastá-lo" de tal designação.
A questão que se coloca, que alguns têm colocado: pode-se ser marxista, quiçá leninista e ir assessorar o ministro Relvas, dito Miguel?
Eu respondo, sem hesitar: pode.
Tanto assim é, o facto de o Figueira aparecer já nomeado em Diário da República, com a validade do contrato, com as condições remuneratórias, com o número de "salários" por época e etc aí estão para o atestar.
Só não se percebe bem é o que é que o homem vai fazer para o Governo.
O homem vai realizar estudos e prestar apoio técnico no âmbito da respectiva especialidade (veja-se o número 1 do Despacho).
Que estudos? Que especialidade?
É público que o homem é especialista em assuntos Europeus (creio mesmo que é premiado em trabalho doutoral) e em marxismo, e em leninismo, e em marxismo pós-moderno...Um ministro de um governo, que associa a social-democracia com os liberais de Portas, precisa, mesmo, destas especialidades?
O Figueira defendeu-se já deste tipo de ataques, dizendo-se especialista em "comunicação institucional". Veja-se a lista de assessores do ministro Relvas e descobre-se que, quase todos eles, são especialistas em "comunicação".
Resta saber é se todos são "institucionalistas", como o Figueira. Pode ser que resida aí o alto critério do recrutamento.
Mas, o meu ponto versa sobre a orfandade "leninista". É aqui, creio eu, que está o quid da contratação: convite e aceitação.
Antigamente, havia as irmandades marxistas, as leninistas, as maoistas, as guevaristas...
Hoje, o que sobra, nestas hostes de leprosos?
A "orfandade" e o ódio ao socialismo democrático.
É dar-lhes a possibilidade de destilarem o ódio, com dinheiro na algibeira, e aí vão eles a correr para onde os convidarem.
Preocupações de compatibilidade ideológica? Nem um pingo.
Melhor dito.
Os órfãos de Lenin confundem, conscientemente, o inimigo principal com o adversário principal e promovem, as mais das vezes, este à categoria daquele.
Durante a consolidação do Estalinismo na velha Rússia, sustentaram que os "sociais-democratas" de Vandervelde, de Kautsky, de César de Paepe, de Léon Blum, de Kerensky, de Martov, eram os adversários, conjunturais, mas principais. Sempre definiram a Burguesia (coisa imprecisa...na teoria marxista, mas aceite-se...) como o inimigo principal, a quem era necessário sacar a propriedade dos meios de produção e o poder das mãos dos seus representantes.
Hoje as coisas estão diferentes.
Veja-se o caso do Nuno Ramos de Almeida.
Convidado pela Manuela Moura Guedes, quando ela mourejava contra Sócrates (a favor do PSD...) na TVI...lá foi ele colaborar com ela, activamente, e a troco do vil metal. Quando esta foi "afastada" do canal de Queluz, e se ofereceu ao tio Balsemão...consta que este Ramos de Almeida estaria no pacote de colaboradores da jornalista.
As coisas, entretanto, mudaram.
Lá temos o Nuno Tito como Editor Executivo, no jornal i, então do grupo Lena, mas agora na versão Paulo Portas, CDS/PP, António Ribeiro Ferreira.
Como se encaixa isto? Como se encaixam as ideologias próprias, com os serviços ao "inimigo"?
Por que se pode aceitar um engenheiro comunista, a trabalhar para uma multinacional de petróleos, ou de computadores, ou de obras públicas? Por que, o que ele vende são as suas competências técnicas, e só. A sua alma, não!
Um jornalista, um comunicador, o que ele "vende" são ideias, é ideologia, mesmo quando dá noticias, neutras, ele (os marxistas sabem disto desde que nasceram para o combate das ideias...), na sua selecção e enfoque, está a exercitar a sua ideologia. Ou não é assim?
Então, qual é o problema?
A orfandade, meus amigos.
O comunismo, na expressão marxiana e leninista deu o peido mestre. Foi para o caixote do lixo da história.
Então onde está o futuro? Já não pode ser no passado, claro está. Já não pode ser nas formações partidárias que se reclamam do marxismo. Eles sabem-no bem.
Está, pois e então, para eles, nos liberais. Sem sombra de dúvidas.
Veja-se o empenhamento desta gentinha na luta para derrubarem os governos socialistas (na Grécia, na Inglaterra, na Irlanda, na Espanha e...em Portugal). E qual a alternativa? A direita e o centro-direita.
Mas, sejamos justos, este governo do PSD/CDS está a pagar "todas" as facturas, tanto as individuais como as dos grupos de interesses. Pobrezinhos, mas honrados!...
Veja-se, então, para ilustrar a tese da orfandade, as seguintes derivas.
Nuno Crato, marxista, maoista albanês, ministro da educação do actual governo;
José Manuel Fernandes, marxista, maoista albanês, actualmente em actividade editorial no Público;
Henrique Monteiro, marxista, maoista albanês, na estrutura dirigente do grupo Impresa;
Zita Seabra, marxista, leninista, soviética, militante do PSD e sua dirigente até faz pouco tempo.
E, todos, eles liberais de ideologia.
O que os distingue do Ramos de Almeida e do António Figueira?
Aqueles, mudaram já de campo, de barricada e, concomitantemente, de ideologia.
Estes rapazinhos, já mudaram de campo, do ponto de vista do bloco social, faz algum tempo, mas mantêm a ilusão da ideologia redentora e messiânica do marxismo e do maior embuste do século XX, o comunismo soviético.
Quando se perde o pai, autoritário, como era o Leninismo, procura-se outro de mesmo jaez.
Em Portugal, onde é que ele está? Com poder e autoritário? No PPD/PSD.
Assim se explica o falso "bandeamento" do Figueira para o inimigo.
Nada de mais errado.
Ele está na sua casa, mas ainda com uns pequenos desvarios ideológicos.
Em breve fica curado, tenho a certeza disso.
Espera-se, digo eu, é que não morra da cura...que fique só um pedaço incapacitado.

Mainstreet in Carpe Diem  25-8-2011
Nota : depois de ler isto é que percebi a causa pela qual há em Abrantes socialistas tendência Lena.
A minha única dúvida é se o sr.dr.Alves Jana também será convidado para o gabinete de agit-prop de
   gamado na net
M.Noronha


publicado por porabrantes às 19:58 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Vingança Tramagalense

O colossal currículo do e...

Proibida a circulação na ...

Maçon cavaquista perde li...

licenciatura laranja sint...

Lula contra a CMA

Armando e os robalos (cró...

Benta Porcaria, de Dirceu...

O Relvas e Abrantes

A vingança de Bernardo Ba...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13

23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds