Domingo, 30.03.14

A Senhora Dona Maria Águeda Andrade que foi toda a sua vida professora de alemão ( e inglês) no Colégio de Nossa Senhora de Fátima (onde tinha sido aluna, espero que uma ''antiga'' me diga se foi fundadora....) e uma talentosa pintora (a melhor de todas as pintoras que saíram do Colégio onde certa Madre ensinou gerações de jovens abrantinas a pintar) morreu há tempos na Santa Casa de Misericórdia de Abrantes, onde se acolhera nos últimos anos.

 

Quem sabe alemão em Abrantes aprendeu com ela, e foi ela que me obrigou a decorar isto:

 

 

    

Martin Niemöller > Quotes > Quotable Quote

Martin Niemöller

“Als die Nazis die Kommunisten holten, habe ich geschwiegen; ich war ja kein Kommunist.
Als sie die Sozialdemokraten einsperrten, habe ich geschwiegen; ich war ja kein Sozialdemokrat.
Als sie die Gewerkschafter holten, habe ich nicht protestiert; ich war ja kein Gewerkschafter.
Als sie die Juden holten, habe ich geschwiegen; ich war ja kein Jude.
Als sie mich holten, gab es keinen mehr, der protestierte.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Isto foi dito por um Pastor protestante alemão num sermão, entre outras coisas para chatear o irmão que era um oficial nazi e sobretudo para se opor à barbárie  que recheava os ''laggers'' com os alemães decentes.

 

Chamava-se o Pastor

 

Martin Niemöller

  

 

 

 

Que a Senhora Dona Águeda gostasse de repetir a tirada dum Justo, não significava que fosse protestante, significava que não gostava de bestas pardas (ou da sua variedade local dirigentes da ANP) e que apreciava muito a cultura duma nação que era e é das mais cultas da Europa.

 

Apresento-vos um pouco da vida do Rev.Martin numa língua mais decifrável para quase todo o pessoal:

 

  

Agora é lamentável que sendo Martin um inimigo do totalitarismo, certos tipos lhe tenham roubado as palavras e atribuído isto a Bertold Brecht, grande escritor, mas colaboracionista com o regime da RDA e com o ocupante russo, um execrável fanático que justificou a repressão russa contra o levantamento operário na RDA.

 

E ainda pior, o que fez o Joaquim Duarte, Director da Gazeta o Ribatejo, que começou no Editorial a perorar sobre uma Ofélia, e terminou com castiça sensibilidade da bord' água a atribuir o sermão ao Brecht e ainda a deformar as palavras do pregador :

 

(....)

 Por cá, nem transporte arranjamos para os moradores que ainda resistem. Há um poema de Bertold Brecht que, embora escrito num outro contexto – a propósito da ascensão do nazismo na Alemanha –, vem-me à memória perante esta indiferença com que vemos o pior acontecer, seja a perda da liberdade ou a agonia do mundo rural, e que fica aqui como apelo à cidadania activa:

Primeiro levaram os negros /Mas não me importei com isso /Eu não era negro. / Em seguida levaram alguns operários /Mas não me importei com isso /Eu também não era operário. (…) Depois agarraram uns desempregados /Mas como tenho meu emprego /Também não me importei. / Agora estão me levando /Mas já é tarde. / Como eu não me importei com ninguém/ Ninguém se importa comigo.Primeiro levaram os negros /Mas não me importei com isso /Eu não era negro. / Em seguida levaram alguns operários /Mas não me importei com isso /Eu também não era operário. (…) Depois agarraram uns desempregados /Mas como tenho meu emprego /Também não me importei. / Agora estão me levando /Mas já é tarde. / Como eu não me importei com ninguém/ Ninguém se importa comigo. (....)

 

O Duarte substituiu os judeus,  pelos ''negros''.....

 

Ò Duarte, onde é que havia 6 milhões de pretos na Alemanha??????   

 

 

MN



publicado por porabrantes às 22:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 01.02.13

armando fernandes

 

 

 

O estimadíssimo snr. dr. Armando Fernandes tinha de voltar a  esta página. Estava escrito. Afinal passam poucos dias da efeméride daquela jornada aziaga onde o Buiça disparou à traição sobre el-Rei Dom Carlos e onde um tiro  certeiro, saído do revólver justiceiro do Príncipe Real D.Luís Felipe, já ferido de morte, mas ainda capaz de crivar de chumbo um miserável regicida,  a soldo do Visconde da Ribeira Brava e  dos interesses estrangeiros, e  a prestimosa ajuda da polícia executaram dois traidores no Terreiro do Paço.

Mas é certo que as balas dos lacaios do Ribeira Brava, um tal Herédia, ditaram a morte do Reino de Portugal.

A vingança era um dever patriótico  e os monárquicos, em nome de Portugal,  juraram que o Ribeira Brava teria a sorte que merece quem ordena a morte dum Chefe de Estado português. A polícia tratou dele graças aos cuidados de Sidónio Pais. Não foi um safanão fora de tempo, foi um tiro dado  ainda a tempo pela polícia do Sidónio Pais. Ribeira Brava (1) fora Governador Civil de Santarém.

Terá sido o único Governador Civil scalabitano com problemas com a polícia? Permito-me duvidar.

Tendo o Reino de Portugal já falecido em 1910, o dr.Fernandes faz uma incursão pelo Reino da Galiza. Uma incursão republicana. É uma inversão da história. Normalmente as incursões vinham da Galiza para invadir Portugal. Assim as do Paladino, o valente Paiva Couceiro, que invadia ritualmente Portugal, com a ajuda duma infra-estrutura que se compunha de fidalgotes da raia galega, padrecas ou abades transmontanos agalegados a quem a República confiscara os passais e que tinham ficado sem  cobres para alimentar as amásias e os bastardos, coisa desagradável, e plebe ignara que ''chapurreava' os dialectos raianos, que um ilustre escritor de Ourense, leitor da Senhora de Murguia, a nostálgica Rosália, definia como ''rosnadelas de rafeiro''.

Fala o dr. Fernandes do cacique Baltar, o rei de Ourense, o fulano que na Deputación punha e dispunha da vida, honra e emprego da gente galega de toda a comarca. O homem era tão poderoso que o galego de Madrid, o conservador de Registo Predial, Rajoy, apesar de ser Caudilho do Partido Popular (o sócio do PSD nas Espanhas) não tinha nem tem mão nele. O Baltar nomeou uns 30 porteiros para um Teatro que só possui duas portas e escolheu o cachopo lá de casa para boss local ou seja para continuar a cacicar e a beber copos de vinho ácido e ordinário, o Ribeiro, que aquela terra desgraçada nem tinto dá, pelas feiras e romarias, acompanhado de polvo à galega, enquanto com o abade, o empreiteiro,o deputado local e mais três ''personalidades'' da mesma galega laia fazem ''política''.     

 

 

Devo dizer que o Baltar não é má pessoa e não fazia as nomeações numa casa de putas. Em Lugo, a cúpula galega do PSOE reunia-se num  bordel, debruado a cubanas gordas, para fazer as negociatas. Não é mau sítio. As vistas são melhores que numa sacristia.

O Baltar pelo menos não é como este:

 

 

 

Se um eleitor tinha problemas às 3 da manhã, telefonava-lhe e o Baltar acordava qualquer médico a esta inóspita hora e mandava o facultativo a casa do ''labrego'' ver se a doença galega era real ou se o indígena era hipocondríaco. Por isto ( e por outras coisas menos confessáveis) tinha votos...

O sr. dr. Fernandes é de Lagarelhos, progressiva aldeia da raia, e por isso sabe muito de política galega, como se nota.  Lagarelhos curiosamente era a terra  da célebre família Buiça, da qual alguns membros partiram para Castela para servirem Reis estrangeiros com  copioso proveito.  

Mas o dr. Fernandes é uma patriota regenerador republicano e quer impedir que perniciosas tendências monárquicas floresçam no seu PSD. Só conheço  dois patriotas da mesma estirpe, um deles o seu compadre Anacleto.

Protesta severo o sr. dr. Fernandes, armando a prosa de palavras recheadas de indignação cívica contra quem no ''caso do PSD'' permite que:  os filhos, enteados, sobrinhos, primos e demais parentela não podem ser prejudicados por causa do patriarca ou matriarca ocuparem cargos políticos durante décadas. ''

Ora acontece estimadíssimo pensador renovador que houve um senhor doutor que estava numa comissão política onde nomearam o cunhado de Sua Excelência para candidato  Vereador.

Por acaso foi em Abrantes.

Por acaso outro pensador, severo e íntegro, da mesma estatura intelectual que V.Exa, o dr. João Pico, também viria a estar nessa Comissão Política.

A vasta obra do dr. João Pico que já alcança 6.000 posts e pelo menos cinco ''maisons'' com janelas tipo ''fenetre'', a sua inquebrantável fidelidade    à coerência política que bebeu nas lições de catequese do Abade Rosa, é pelo menos tão gloriosa e profunda como a de V.Exa.

 

 

Armando-me  ..... 


pois de extrema curiosidade pergunto a V.Exas, nomear um cunhado para um cargo político, para Salvador da Social-democracia.....


é contribuir para criar as estruturas monárquicas que o dr... Armando denuncia?


Finalmente, caro pensador, como é que se traduz em galego, essa nomeação?


Quando o galego Francisco Franco nomeou Ministro o cunhado, o povo traduziu assim:


CUNHADÍSSIMO 


estará correcta a tradução????


Edite Fernandes,especialista em questões indígenas galegas



publicado por porabrantes às 15:40 | link do post | comentar

Domingo, 13.01.13

Foi publicado no estimado semanário do sr. Duarte, ''O Ribatejo '' , publicação do Grupo Lena, que se produz na capital da província do.....

 

 

 

 

 

o 3º episódio deste estimulante e apaixonante folhetim.....

 

 

 

 

nós diríamos mais, o folhetim pode ser ainda uma cuidada peça literária como este

 

 

 

 

que se desenrolou na Estrada de Sintra escrito a duas mãos pelo bacharel Queiroz e pela ramalhal figura,

 

 

e o folhetim do Ribatejo é de facto notavelmente escrito.....

 

 

Faça favor de ler.....

 

 

Finalmente uma paternal advertência ao tal Duarte, Director da gazeta....

 

 

A coluna do Sr.Dr.Eurico Heitor Consciência chama-se ''Crónica de Mal Dizer'' e não ''Espuma de qualquer coisa'', um título desses só pode corresponder a uma obra do Boris Vian ou a um anúncio de espuma de barbear......

 

 

 

 

 

devendo ser precedida antes do texto publicitário da advertência '' Publicidade'', mesmo que se trate de publicidade a alheiras, políticos, empreiteiros, auto-publicidade e coisas semelhantes....

 

Rogamos ao tal Duarte que apresente  as suas desculpas ao ilustre cronista abrantino por mais esta calinada da redacção da gazeta....

 

Miguel Abrantes, perfeccionista 



publicado por porabrantes às 13:25 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.08.12

o primeiro título desta folha também poderia dizer

 

 

 

Irmã Lúcia prometer ressuscitar em Janeiro de 2013!!!!!



E aposto que seria mais exacto.....



 


Com tal título, o tal Duarte, ameaça ganhar o Prémio

 

 

SILLY SEASON


o próximo título que abrirá a folha será  



ZITA SEABRA SEMPRE FOI AGENTE DA CIA!!!!!


MA



publicado por porabrantes às 16:49 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.05.12

Numa resposta dura a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia responde a crónica do Sr. Abrunheiro publicada no Ribatejo. 

 

 

 

A crónica do Sr. Abrunheiro era esta.

 

 

Foi publicada naturalmente com o aval do Director da Folha.

 

 

Entre outras expressões ''civilizadas'' dignas desse jornal diziam-se coisas destas:

 

 

''

O polícia-choque é por natureza estúpido porque às vezes a Natureza é estúpida.

O polícia-choque não tem cabeça, tem dois cus. O cu de cima usa ray-bans porque o polícia-choque gosta de pensar que é o Tom Cruise.''

 

 

Não reproduzo o resto da prosa por haver nela matéria que deverecia ser esclarecida em Tribunal.

 

 

O jornal quando publicou a resposta aparentemente não o fez na íntegra como o insinua este parágrafo : '' Se a ideia era ser engraçado, não o foi. A escrita em forma primária é tão ou mais insultuosa que o conteúdo. (…)''

 

 

Que cortou o Jornal????

 

 

Seria nova insinuação de que o Sr. Abrunheiro ficou sem abrunhos???

 

Não podia ser porque o dr. Consciência já lhe retirou os abrunhos outro dia.

 

 

Sendo a polícia uma instituição necessária ao funcionamento social, algumas vezes aqui criticada ( especialmente a abrantina, porque a nossa modéstia não nos leva a criticar o regedor de Lagarelhos, por ficar no cu de judas, além-raia), há vezes em que a crítica se torna injúria.

 

Este foi um caso desses.

 

Finalmente convidamos o director da folha a mandar o Abrunheiro escrever uma crónica no mesmo tom a insultar o Ministro Relvas e a família Relvas até à 13ª geração.

 

Apostamos que não é capaz. Não porque o Abrunheiro não o fosse, mas porque o Ribatejo não quer que nenhum cronista da terceira idade tenha uma sincope.

Marcello de Noronha

  

 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 10:44 | link do post | comentar

Sexta-feira, 06.01.12

  

 

Há muito tempo que procuro explicação racional para certas atitudes políticas do Sr.Dr.Armando Fernandes como político, comentarista e edil abrantino.

 

As coisas têm sempre uma explicação.

 

Não acredito em teorias conspiratórias, embora acredite no acaso, que é, segundo o de novo actual Karl Marx, uma das variáveis da história.

 

Porque não pediu na Assembleia Municipal donde liderava a Oposição uma comissão de inquérito àquilo que chamamos o ''caso Júlio Bento''?

 

Pura asneira política ? 

 

Razões de estado?

 

Não acredito, na segunda razão embora acredite na primeira, porque já o vi fazer tremendas asneiras políticas.

 

Por exemplo, fazer de João Pico Vereador é uma calinada de antologia que ficará nos anais da história local.

 

Pode haver outras razões?

 

Pode, porque naturalmente não sou infalível.

 

Vou deixar à inteligência do leitor a análise de simples factos:

 

a) O Jornal o Ribatejo é detido a 83,22% por uma SGPS do Grupo Lena.

 

b) O Jornal o Ribatejo assume a forma jurídica de sociedade por quotas e o Sr.Dr. Armando Fernades tinha ao tempo de rebentar o  ''caso Júlio Bento'' lá uma quota, ao lado doutra do director Sr.Joaquim Duarte, que detinha 1,3% do capital, e era, como é o cronista, residente naquela folha.

 

c) A influência do Sr.Dr. Fernandes naquela folha foi suficientemente grande ao longo dos anos para assinar colunas não só como a actual ''A Espuma dos Dias'' (cujo nome corresponde à tradução portuguesa dum livro deste senhor

 

o enorme e polifacético escritor francês Boris Vian) mas sobre vinhos & petiscos, e coscuvilhices com pseudónimos como ''Observador'' e ''Edite'' 

(uma Guidinha à moda de Lagarelhos)

 

 

d) Tenho informação de que essa quota ainda era titulada pelo Sr.Dr. Armando Fernandes há pouco tempo.

 

e) Quando saiu de Vereador da CMA Júlio Bento saltou directamente para Administrador da Lena Ambiente como consta no documento judicial que reproduzimos ontem e quem domina o Ribatejo é o Grupo Lena

 

 

 

f) A Lena Ambiente faz parte do conglomerado empresarial que domina o Ribatejo.

 

Um/a  leitor/a é capaz de interpertar estes factos. Os descritos nas alíneas a) a f).

 

Só vou comentar duas coisas, porque hoje estou para o literário, não estou a ver o Sr.Dr.Eurico Consciência, cronista do Ribatejo, ir buscar o nome da obra dum escritor para título das suas colunas. Como toda a gente sabe o Sr.Dr. Eurico tem suficiente talento para criar títulos para a sua actividade jornalística, sem ter de recorrer a pedidos de empréstimo. Finalmente é óbvio que o cronista de Lagarelhos não está à altura de Boris Vian. E  que o Mestre francês devia ser poupado a enxolhavos. 

 

A segunda é que estes factos (descritos nas alíneas de a) a f) são para mim irrelevantes. Aquilo que fez mover o Sr.Dr.Fernandes foi a sua tendência congénita para a asneira política. O Sr.Dr.Fernandes daria um óptimo candidato a Presidente da Assembleia Municipal, numa candidatura municipal encabeçada por João Pico. Estaríamos então no melhor dos cenários para a comédia rústica.

Lagarelhos+Souto=

 

 

 

Marcello de Noronha 

 

 

 



publicado por porabrantes às 10:53 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.12.11

O talentoso director da folha onde escreve o Armandinho Fernandes resolveu entrar na onda natalícia.

 

A onda natalícia é uma coisa muito porreira que contagia os corações sensíveis que começam a embalar-se em melodias beatas e desembocam sempre em ''acções caritativas'' dignas das senhoras do Movimento Nacional Feminino e do Graça das heranças. 

 

O parágrafo merece ser incluído nas antologias do melhor espírito natalício e diz isto :'' Apenas acrescentar que é o produto da venda do jornal que reverte a favor do Lar dos Rapazes de Santarém. Ou seja, é a receita deste negócio, que é nosso, que doamos. O que faz toda a diferença.'' 

 

 

O que faz toda a diferença é que a folha do Duarte não é dele.   


De forma que o generoso benemérito, o esforçado Pai-Natal, a alma generosa que publica a prosa galega (como a couve) do Armandinho, o Snr. Duarte é apenas.....

 

Informação Pessoal
Nome
Joaquim Duarte


Sociedades Participadas
Não existem sociedades participadas para visualizar.


Cargos/Funções em Entidades
Não existem cargos/funções para visualizar.


Outros Cargos/Funções em Entidades
Não existem outros cargos/funções em entidades para visualizar.


Cargos/Funções em OCS
Orgão de Comunicação Social (OCS) Cargo/Função
O Ribatejo

ERC -Entidade Reguladora da Comunicação Social

 

 

 

 

Tudo estaria bem se o generoso Duarte fosse o dono do Ribatejo mas acontece que o titular da propriedade daquele jornal é a Jortejo-Jornais, Rádio e Televisão, LDA (fonte ERC) que é detida segundo diz o Ribatejo  em 83% pela Sojormédia que pertence ao Grupo Lena.

 

 

 

 

 

 

O peso do Grupo Lena é tão esmagador que mesmo que o Duarte lá tenha uma pequena quota na prática é um empregado da Sojormédia.

Coisa semelhante aconteceu ao arq. Albano Santos que detinha uma quota maior em certa rádio cá das redondezas, quando uma cooperativa de que o António Colaço era fundador , como o era Eurico Consciência, se desfez dum alvará radiofónico.

Só para ressalvar de más interpretações  esclareço que não foi o dr. Eurico, nem o  nosso amigo Colaço que transmitiram o Alvará, só digo que foram fundadores, que é para evitar que certo borra-botas diga que foi ele que fez a Rádio, a Torre Eifell, a Torre de Menagem do Castelo e a Chaminé da Central do Pego....

 

Volto ao Duarte,

 

ò homem ficava-lhe melhor e era mais serviçal dizer que foram os Rodrigues de Leiria que resolveram armar beneméritos natalícios....

 

Miguel abrantes 

 

 

   


 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 17:14 | link do post | comentar

Sábado, 16.07.11
O delírio!!!! O Pepino do Ribatejo informa sobre a revolta popular no Cartaxo contra os aumentos estratosféricos da água feitos pela Concessionária, a empresa onde manda Júlio Bento. O Ribatejo é da Lena, a Concessionária do Cartaxo tem uma avultada participação deste empresa. O Pepino saberá o que está a fazer????
www.oribatejo.pt
Cerca de 80 cartaxeiros concentraram-se junto à Cartágua para pedir esclarecimentos sobre os súbitos aumentos da água cobrados nas facturas de Junho.
Publicado por suzy de noronha. O título é da menina de Vinhais, que é muito espirituosa, quase tanto como o Pepino do Ribatejo.....


publicado por porabrantes às 00:24 | link do post | comentar

Sábado, 02.07.11

O Ribatejo, dirigido por  Jaquim Duarte, não é um jornal.

A culpa é do director porque ultimamente está contagiado pelo diminutivo carinhoso da sua principal fonte abrantina,

    

a quem que todos   damos,  com o carinho acrisolado que nos desperta a 3ª idade, a elevada consideração de lhe chamar  ''Armandinho''.

 

 

Era o que me dizia a Manela outro dia:o Armandinho agora anda a estudar o pepino, que diz que tem efeitos afrodisíacos e por isso não tem ideias políticas frescas. De forma que o partido está em branco....

 

O Jaquim já goza do mesmo estudo venerável do Armandinho, agora é o Jaquinzinho.

E o Ribatejo de jornal  passou a ser um jornalinho.

É ofensivo chamar jornalinho à coisa dirigida pelo Jaquinzinho?

Não é carinhoso, tão carinhoso como o General Eanes chamar à Manela, Manelinha......

 

 

A última proeza do jornalinho do Jaquinzinho foi descobrir uma fonte que não existe em Abrantes!!!!!

 

'' (...) No distrito de Santarém, duas fontes (São Vicente, no concelho de Abrantes, e Santa Iria da Ribeira de Santarém) não têm água com qualidade. Na primeira, a presença de metais pesados inviabiliza o consumo. Na segunda, detectou-se contaminação bacteriológica por E. Coli e coliformes fecais. (...)

 

A assinatura do artigo ( ou melhor do artiguinho) é do Sr. João Baptista que é muito bem educado e não é como o bruto do meu primo Zé que chama aos coliformes fecais:

 

cagalhões  

 

o problemazinho é que a fonte dos alegados coliformes fecais não é essa. Enganou-se o Joãzinho aparentemente com a mesma alegre e pachorrenta leviandade que a Dona Céu, que disse a 30 de Maio que a água da fonte (a verdadeira)  era porreira.

 

Quem teria sido a fonte  do Joãzinho? A lei garante-lhe o direito a não a revelar. Por isso não insistimos e achamos que não foi o Armandinho. Este é uma fonte previligiada do Jaquizinho. (1)

 

Espero que estas fontes (as 2) estejam potáveis.....

 


Miguel Abrantes

(1) Há uma anedota nova em Santarém: como é que se distingue o Ribatejo do Mirante?

O primeiro é a folhinha do Jaquizinho, o segundo é o Jornal do Joaquim (Emídio).

 

A anedota mostra o enorme carinho do povo de Santarém pelo Ribatejo.

 


 

 



publicado por porabrantes às 19:30 | link do post | comentar

Sexta-feira, 15.04.11

O peticionário, ex-empresário, e grande abrantino nosso amigo José Eduardo retomou a vida jornalística no semanário scalabitano ''O Ribatejo'', aquela ilustre folha que esperamos que qualquer dia se torne gratuita para condizer com as afirmações semanais do Fernandes dos Petiscos.

 

O semanário foi remodelado e para tentar bater o Mirante, do nosso amigo Joaquim Emídio, um rapaz da lezíria, que como nós gosta de fados e de touradas, resolveu apelar à alma castiça da Lezíria e começar a falar de touros.

 

Para isso, fizeram uma notabilíssima produção (não sei se saída da cabeça do Fernandes dos Petiscos, porque agora Vinhais aderiu à festa brava

 

e deixaram um pouco abandonado o desporto típico de Trás-os-Montes, onde um par de cornos se enfrenta a outro e os nativos fazem apostas e deliram )

 

 

O Apelo do Ribatejo às essências e a sua casta rendição ao sensacionalismo barato

 

consistiu nisto

 

 

 

Ora bolas, se acham que com tretas destas, mais ''caretas'' que a Voz de Fátima, vão ganhar mais leitores, do que aqueles que perderam por terem ido a tascas recomendadas na secção de cozinha do semanário, estão enganados

 

Digo de cozinha, porque aquilo não tem nada a ver com a gastronomia.

 

Nem sequer com uma crónica de petiscos.

 

Tenho impressão que é uma secção subsidiada por algum inimigo da Renova, de que é administrador e grande accionista o peticionário  Pedro Tavares Simão (um grande abrantino, bastante mais que o eng.Marçal, entre outras coisas porque é mais alto), porque a única informação útil que lá vem é que o restaurante tem guardanapos de pano e que é condenável usar guardanapos de papel.

 

Ora, eu prefiro comer bem com Guardanapos Renova, a comer mal com guardanapos de pano.....

 

 

Desejamos ao peticionário Zé Eduardo grande sucesso na sua carreira jornalística, que seguiremos com atenção.

 

Edite Fernandes*, natural de Vinhais,

 

* O meu ramo Fernandes não é aparentado com a família  Buíça.

 



publicado por porabrantes às 15:13 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

As dívidas do Ribatejo

INPI recusa marca ''Jorna...

Ribatejo insulta Vereador...

Judeus respondem ao Padre...

A guerra das tatuagens de...

Processo do Presidente de...

Votos de Ano Novo

29 velas no Ribatejo

Vigiar ou recapitalizar a...

Estudos de referência

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12

18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds