Segunda-feira, 28.12.15

Segundo o Avante (1957) a terra com mais anti-fascistas do concelho é o Souto. 

Estaria entre os presos algum nativo de Água das Casas, terra natal do Dr.Martinho Gaspar? Parece que não, este não menciona esta tradição de luta proletária nesta freguesia, na monografia que dedicou ao seu rincão natal.

souto 57.png

images.jpg

Centro de Trabalho do PCP no Souto. Seria o seminarista Rosa que distribuía o Avante?

ma  



publicado por porabrantes às 23:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.11.15

Relendo Eduardo Campos ou Diogo Oleiro é que se pode traçar a biografia da imprensa abrantina, coisa que o fecundo Mestre Martinho Gaspar tentou fazer aqui.

Agradece-se o esforço, mas esqueceu-se o Gaspar que nos tempos anteriores a 5 de Outubro também houve imprensa ligada ao rotativismo monárquico, caso do Echo do Tejo, que deu brado.

Além disso houve muito mais jornais, incluindo os do Padre Raposo (tão odiado pelo Formiga Branca) e um relativamente recente que foi importante.. Refiro-me ao Notícias de Abrantes, que saiu em duas séries.

 

eanes bioucas.jpg

(Notícias de Abrantes)

A primeira era pró PS  e nela se destacou (tinha de ser) o notável talento jornalístico do António Colaço, a segunda série foi laranja e na cooperativa que era dona do título estava o Humberto Lopes. Como seria de esperar a segunda série foi um fracasso. Mas o Gaspar é do Souto e é injusto não recordar o Reverendo Padre Baptista e o seu afamado periódico Souto do Zêzere, é dele o artigo que se transcreve

artigo padre baptista.png

 

   

Quanto ao Echo, andou a ele associado o nome de Solano, mas não é dele a crónica sobre ciganos do Sardoal que se reproduz. Só para terminar o Gaspar sabe pouco sobre o que escreve e não devia escrever sobre Imprensa abrantina sem ler o Eduardo Campos.

echo  do tejo.jpg

reproduzido de Eduardo Campos, A Imprensa Periódica de Abrantes, 

 

Transcrevo a crónica do cigano, com a devida vénia ao Sardoal Com Memória, do Sr.Luís Gonçalves,  

mn

  

Jornal “ECHO DO TEJO” - 3 de Julho de 1904:

Com este título vinha no “ECHO DO TEJO” de 12 do mês de Junho, uma local que apesar de vir com uma nota de redacção percebe-se bem que não era, mas sim escrita por algum cigano desta Vila.
Aqueles ciganos têm a garganta muito apertada; ainda não puderam engolir a derrota apanhada na célebre sessão da Irmandade dos Passos. De tempos a tempos vêm atirar com um pouco de bílis para a rua que apenas causa nojo(sic). Talvez o escrevinhador não saiba o significado desta palavra e se o sabe não soube empregá-lo. A tal caranguejola não deve ser puxada à sirga. Vai naturalmente seguindo o seu destino e vai muito bem, nem que pese aos vermelhos. Os 44 Irmãos de uma assentada são realmente o pesadelo dos rebeldes. Estes não dormem por verem os 44 Irmãos no seu posto. E note o escrevedor que os 44 Irmãos estão muito bem e têm todo o direito ao lugar, como o farmacêutico, o médico e o padre. Não tenha susto o mestre escrevedor porque a barcagem meta água. O barco está bem construído e vai bem guiado e também está perto da praia. Também não é impelido pelos ventos que sopram do mar do capricho; só a justiça e a verdade dirigem a tripulação que governa a Irmandade dos Passos. A seu tempo se verá tudo bem. O escrevinhador parece versejar, bem o sabemos. Olhe, guarde lá os exorcismos do padre para os endiabrados que querem passar. O padre que lhes deite água benta em barda e leve-os aos banhos do mar que são bons para acalmar temperamentos irrequietos e cabeças esturradas. O médico e o farmacêutico estão no seu lugar e o Felicíssimo se lá estivesse então é que seria esfregar as mãos de contente. O médico e o farmacêutico estão bem porque a Corporação, casa ou sequela de honesta, não se envergonham dela, nem a envergonham. Por fim concordamos com o primeiro do local, os ventos não correm propícios para esta zona e o senado abre-valas, faz muros de vedação. Pudera! Tudo isto lhe é preciso... Mas de quem é a culpa? Os filhos saem aos pais. O senado é filho de felicíssimos e salgados e de todos os que pensavam como ciganos exaltados e por isso havia de ter por presidente um menino tresloucado. Diga, diga. Diga muito do senado, diga do mal estar desta terra, porque tem muito que dizer, mas fale no nome dos culpados, dos verdadeiros autores deste estado de coisas.
Assim é que deve ser e cá esperamos outra epístola a tratar da nossa terra.

SOL-BEMOL
 
 
 
 


publicado por porabrantes às 18:45 | link do post | comentar

Domingo, 13.09.15

Continua a polémica acerca dos exames de 4ª classe no Souto, entre o Sr.Traquina e o Sr.Pico. A D. Delmira não foi levada a exame pela Professora Alice de Brito

 

 

mn



publicado por porabrantes às 21:17 | link do post | comentar

Quarta-feira, 19.08.15

candeias silva.jpg

O reputado historiador do Souto, João Pico, a maior autoridade local em História da Família Baptista, critica o académico Candeias Silva por ousar colocar em questão a herança templária da Senhora do Tojo.

''Mais tarde, já em 2002 e anos seguintes, como leitor da Biblioteca e consultor autorizado dos Arquivos da Torre do Tombo, a propósito das origens Templárias da Capela da Nª Srª do Tôjo, - pormenor que o autor no livro anterior sobre a "História do Souto" refere, omitindo o meu nome, apenas referenciando o nome do meu contestatário ( Prof. Candeias da Silva) e omitindo neste dizer comprometedor e mesquinho do autor, mais ou menos assim, de que" há quem defenda a origem Templária daquela capela, mas o Prof Candeias da Silva tem opinião diferente". 

 

 

A opinião diferente levantou muita celeuma na altura ( 2002) no Jornal de Abrantes em artigos sucessivos, onde contrapunha factos e argumentos bastante plausíveis, sobre a matéria e a contestação do Prof. Candeias da Silva se revelou bastante fraca e demasiado arrogante e sobranceira.'' João Pico dixit
 
Depois de ler uma tese de doutoramento recente, que afirma que parte do termo de Abrantes esteve sob autoridade templária, antes da doação desse território à Ordem de Santiago (1172) e ao sobrinho do Rei, Rodrigo Alvarez de Sarriá, neto da Rainha Dona Teresa (a mãe de Afonso Henriques,  foi uma conhecida viúva alegre, após a morte do Conde D.Henrique, fornicando prazenteiramente com boa parte dos ricos-homens das suas terras), não se pode descartar essa hipótese.
 
O Pico pode ter razão...
 
mn
foto Jornal de Alferrarede
 
  


publicado por porabrantes às 16:05 | link do post | comentar

O intelectual João Pico, ex-colega do político e gerente comercial Armando Fernandes, faz um post de genealogia onde critica o historiador Traquina.

As nossas fontes garantem que o próximo alvo será outro primo dele, Martinho Gaspar

gaspar.png

A questão em causa é a luta anti-clerical no Souto:

'' Assinale-se a omissão de um "episódio " bastante divertido praticado pelo Martinho Galérias à saída da missa, cuja Igreja, como bom militante maçónico queria ver "destruída" e despojada dos apetrechos religiosos, incitando a populaça a entrar e destruir tudo.  Este gesto era feito levando as suas três filhas bem seguras pelas mãos, ao que a  cada sinal de avanço do pai incitando a populaça a avançar, imediatamente se seguia a repreensão deste às filhas, para que elas ficassem quietas e se chegassem para trás. E lá voltava ele a incitar a populaça, amos, vamos avancem e novamente puxava as três filhas entusiasmadas e delirantes para que ficassem quietas.'' (J.Pico)

 

E ainda a história genealógica do histórico Padre Baptista, caudilho da resistência do Pinhal à invasão francesa.

 

Agora dedicado à história, esperamos novas interpretações do Mestre e um convite da CMA para que integre a Comissão do Centenário da Cidade. 

 

mn

 


publicado por porabrantes às 11:02 | link do post | comentar

Sábado, 15.08.15

boxe.jpg

 

 Torneio Boxe

Sábado, 15 de agosto a las 20:30 en UTC+01

R. Joao Pimenta, 173, 2230-807 Souto, Abrantes

 

a redacção


tags: ,

publicado por porabrantes às 13:29 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.04.15

Para quem estiver interessado vai alguma bibliografia sobre o membro do Conselho de Administração da Jota Pimenta e militante  do PCP, que era em simultâneo informador da Pide-DGS.

 

lázaro.png

d. agostinho.jpg

D.Agostinho entra em Abrantes, na sua excursão triunfal para tomar posse da Sé de  Portalegre (documentário da SIC) 

 

Os dois primeiros livros encontram-se com facilidade em qualquer biblioteca. No primeiro há informação também sobre a ligação de administradores da MDF com a polícia política e o comentário desta, que dado o paternalismo vigente na MDF não havia grandes problemas com subversivos, prova de que estava mal informada.

Interessante a notícia dada na revista para intelectuais ''Vértice'', publicada em Coimbra, mais ou menos conotada com o PCP, como a ''Seara Nova'', do casamento dum membro da família Pimenta.

Será que o Lázaro meteu uma cunha ou a Jota Pimenta era grande anunciante na ''Vértice''?

vértice.jpg

 

Também o era na revista ''Continuidade'', órgão oficial da DGS.

 

conty.jpg

(retirado do Porta da oja)

 

Sobre o Lázaro: entrevista da Irene Flunser Pimentel ao Público: '' As pessoas ofereciam-se?
O Ministério do Interior recebia esse tipo de cartas, depois a PIDE é que dizia: esse homem não interessa nada, nem sequer tem relações com a oposição, ou é um analfabeto ou é um padre. Havia muitos padres, por exemplo, a oferecerem-se. É dessa cultura que eu acho que não se fez ainda o luto em Portugal.

Descobri determinados elementos depois da tese, que coloquei no livro, e confrontei-me com a dúvida de os colocar no livro, mas do ponto de vista da história eu tinha de divulgar. O Verdial toda a gente sabe, o Nuno Álvares Pereira toda a gente sabe, mas por exemplo, nas prisões de 61, do Octávio Pato, Pires Jorge, praticamente fica decepada a direcção do PCP em Portugal e foi através de um informador que se chamava Lázaro Carmo Viegas, que era do aparelho logístico do PCP. Era ele que transportava no seu automóvel os funcionários para as reuniões.''

 

Do Blogue Mancha Negra com a devida vénia

 

mn

 



publicado por porabrantes às 10:19 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.04.15

Para celebrar o 1 º de Maio, há um festival de lixo na Concavada

 

Acumulação de lixo

 
Morada:   Rua da Concavada
Submetido
Anónimo
-
28/04/2015
Na rua da Concavada ao fim de semana, não se pode passar naquela rua, devido ao mau cheiro. Mas o problema não é o mau cheiro, mas sim o lixo que se encontra no chão, por haver falta de contentores. Só há dois contentores, mas não chega, porque ao sábado a tarde há lixo no chão e muito. Não há a hipótese de porem mais um ou dois contentores de lixo na minha rua? Aguardo resposta breve

 

a minha rua

 

A resposta vai ser requisita-se o Zé Bioucas e três octogenários e ele conduz o camião, como daquela vez que houve uma greve dos limpa-lixo, e ele vai lá buscar o lixo.

As autoridades estão ocupadas a deitar  foguetes abrilistas, a levar maços de tabaco aos ciganos presos e a procurar nos armazéns da CMA o perdido sistema de monitorização piscícola e ainda a fazer um inquérito para saber porque não avisaram a cacique da morte do João Pimenta, para ela poder ter ido ao enterro.

 

A morte do Pimenta significa o regresso do Jota Pico à política

xerife pico.jpeg

 

No enterro do Pimenta não foi visto o ex-administrador da Jota Pimenta, Lázaro Viegas que era da PIDE/DGS e do PCP em simultâneo. (Filipe S. Fernandes e Luís Villalobos in ''Negócios Vigiados'', Oficina do Livro, Lisboa 2008 , p.45)

 

lázaro.jpg

Resta explicar que quem roubou o Pimenta foi a escória gonçalvista, cujo chefe era um imbecil com uma casa de câmbios na baixa, chamado coronel Vasco Gonçalves e que a revolução fez General.

 

mn

 

   



publicado por porabrantes às 10:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.04.15

Segundo o blogue do ex-vereador do PSD João Pico faleceu o ex-empresário do Souto, João Pimenta, que nos anos 60 e início dos 70 construiu um império imobiliário com sede na Reboleira. Tudo isso foi pelos ares com o PREC. O falecido era nonagenário.

pimenta.png

 imagem extraída do livro Lisboa, Anos 60, de Joana Vilela

 

O finado foi um benfeitor importante da freguesia donde era natural e há na net muita informação sobre ele. RIP

 

Apresentam-se as condolências ao João Pico (que era amigo dele) e à família. 

 

a redacção

    



publicado por porabrantes às 19:28 | link do post | comentar

Domingo, 12.04.15

Já assisti à CMA a sacudir a água do capote no açude, agora sacode a água do capote prá Junta do Souto queixa-se um cidadão:

 

 

Pedras, Terras e detriitos

 
Morada:   Rua Caminho da maxieira
Em Análise
Nélio Machado Soares
soares.nelio@gmail.com
08/04/2015
Bom dia "A situação com nº de pedido 23544, reportada no dia 08/03/2015 encontra-se resolvida. Observações: A obra em causa foi promovida pela Junta de Freguesia do Souto, pelo que será aquela entidade a analisar e resolver a situação. Já foi dado conhecimento desse facto ao munícipe, pelo que se dá como concluído o assunto por parte da Câmara Municipal. " Esta foi a vossa resposta, mas gostaria de salientar alguns pontos pontos, 1- A situação NÂO se encontra resolvida, nem sequer foi reencaminhada. 2 - Este trabalho foi efectuado na sua grande maioria por máquinas e equipamentos ao serviço da CMA (!!!), 3 - Nunca os anteriores executivos da extinta Freguesia do Souto tomaram qualquer providencia para limpar nem sequer parar com esta descarga de materiais ( devido ás maquinas e serviço ser responsabilidade da CMA). 4 - Apesar de se encontrar a menos de 50 metros de uma Habitação, com a quantidade de pedras lá colocadas não pode ser limpo em segurança.

a redacção



publicado por porabrantes às 21:33 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Quando os USA ajudaram Ab...

Bocas de incêndio do Sout...

Martinho Gaspar esqueceu ...

O Montepio e o amigalhaço...

Agarrem os milionários do...

O sistema abrantino de pr...

Os aborígenes da Matagosa

As medalhas do empreiteir...

Presidente vai ao Pinhal

o juiz Mattos e Silva, o ...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds