Terça-feira, 11.12.18

A CMA alugou ao Dr.Luís Moura Neves e aos herdeiros do Dr.Jorge Moura Neves parte da Casa de Saúde.

A CMA como inquilina fez as obras.

A cacique andou a sustentar que não podia alugar o Teatro S.Pedro e fazer as obras porque era ilegal.

Então como pode fazer as obras na Casa de Saúde, que segundo a cacique seriam ilegais, porque teriam de ser feitas pelo senhorio?

Ou há 2 legalidades nesta terra, a que resulta da Lei e outra que resulta dos caprichos da cacique?

teatro s.pedro 1974 liceu fernando

Récita de Finalistas no S.Pedro.

mn

   



publicado por porabrantes às 08:43 | link do post | comentar

Sexta-feira, 16.11.18

O Alves Jana sustentou, no Radar, que a sociedade Iniciativas de Abrantes, Lda, construiu o Colégio La Salle.

Para reforçar a tese citou o Rev.Irmão João.

Tudo isto para defender a posição camarária no caso do S.Pedro.

O homem não sabe do que fala, como é habitual.

O La Salle foi construído pela sociedade, Estabelecimento de Ensino S.João Baptista de La Salle S.A, com sede na P.Raimundo Soares, nº 16.

ditadura em acção

Manuel Fernandes, Gonçalves Cereijeira, Baltasar Rebelo de Sousa na apresentaçao da maquete.

O cu não tem nada a ver com as calças.

mn 

  

 



publicado por porabrantes às 15:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.11.18

A cacique pronunciou uma série de alucinantes declarações sobre o Teatro S:Pedro, que desmontaremos com o maior prazer...... 

Está a tipa preocupada com a Lei e o interesse público, diz cândida e descarada. 

Pois bem, violando a Lei e o interesse público, em 8 de Setembro de 2015, decidiu com a conivência dos Vereadores presentes à sessão arrendar o telhado do edifício até 2025, quando a CMA só tinha poderes de gestão até finais de Janeiro de 2018.  

renda

A proposta ilegal é dela, de Maria do Céu Antunes Oliveira Albuquerque, e prova que desconhecia pelo menos a data da finalização do protocolo.

 

Votaram o contrato ilegal a Celeste Simão, a cacique, o obediente Luís Dias, o sr. dr. Manana e o Luís Ablú Dias (que estava a substituir a Elza Vitório).

Portanto quando a cacique quiser falar de Lei, é só fazer um levantamento das decisões que aprovou e já agora dos pagamentos ilegais feitos aos bombeiros, referidos pelo MP numa acusação feita no Tribunal de Contas

 

mn

s.pedro castro

Foto do Eduardo Castro

 

  



publicado por porabrantes às 21:11 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.11.18

s.pedro 4

No JA de Novembro o Vereador Luís Dias faz estas declarações sobre o S.Pedro.

Diz o autarca que só uma das partes (a Iniciativas) gozou de alguma ''contrapartida'' devido ao protocolo de 2001.

Acontece que a CMA gozou do uso do Teatro por um espaço de 19 anos gratuitamente.

Parece que isso não é uma contrapartida, no peculiar entendimento do intelectual.

Acontece que a CMA recebeu mais de 100.000 € de rendas duma antena de telemóvel, metida no telhado do imóvel, metida aliás em condições de legalidade duvidosa.

Isso também não é uma contrapartida   no peculiar entendimento  do Vereador.

Acontece que  num contrato de comodato cumpre ao comodatário (que era a CMA) ''Guardar e conservar a coisa emprestada'' (art 1135 alínea d) Código Civil)).

Acontece que conservar implicava manter a pintura da fachada do edifício, coisa que a autarquia, coerente na sua política de destruição de património, não fez.

Diz ainda o Luís Dias que os contratos de comodato são gratuitos por natureza.

São mas a a autarquia tem um com uma instituição a que lhe atribui até 50.000 € de subsídio/anual para esta atribuir a fins sociais no concelho. (1)

Se não houve contrato de comodato no S.Pedro em 2018, deve-se ao Dias e à cacique.

Agora começa a ser tarde para qualquer solução destas.

mn    

 

(1) Que serão gastos a reequipar o Lar de Idosos de S.Miguel do Rio Torto



publicado por porabrantes às 12:34 | link do post | comentar

Domingo, 21.10.18
 
 

alfredo manuel pimenta com o pai arquivo guimarães

O Dr.Alfredo Manuel Pimenta com o pai, o historiador monárquico e homem de profunda erudição, Alfredo Pimenta (a imagem é do Arquivo A.Pimenta de Guimarães)

 Alfredo Manuel Pimenta, casado com uma senhora  de família abrantina, D. Maria Clarisse Tavares Heitor Viegas Pimenta, foi o Advogado da Inicciativas de Abrantes contra a Santa Casa de Abrantes e o Município nos múltiplos litígios que opuseram a Misericórdia e a CMA (ambas controladas pela tropa de Henrique Augusto da Silva Martins) que queriam impedir a construção do Teatro S.Pedro, do Hotel e do Colégio de Fátima.

Teve banca de Advogado em Lisboa e na cidade nos anos 40 e 50.

Se houve Teatro, foi porque venceu nos Tribunais a escória que queria impedir, como hoje, a decência e o progresso da Cidade.

Merece uma homenagem. Aqui Fica.

ma 

 

ver aqui



publicado por porabrantes às 17:40 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.10.18

No dia 6 de Março, o dr. Luís Dias recebeu uma proposta de comodato do S.Pedro.

No dia 3 de Abril, a cacique disse às 10.02, segundo a Paula Mourato : '' não havia  “uma proposta do lado da sociedade Iniciativas de Abrantes“. .

s.pedro artur

 

A dita proposta terá de ter um nº de entrada na Câmara e estar arquivada.

No dia 24 de Março a AG da Iniciativas não se pôde pronunciar sobre isso, devido à autarquia não ter respondido.

Nesta reunião, 13 de Abril, o Armindo Silveira, que é o único autarca competente desta terra, dava conta disso

prot 6

O Dias confirma isso

dias prot 2

 Portanto eventualmente vamos pedir certidão desse documento e esperamos que não seja como os documentos de Tancos.

 

Agora o Dias e a Cacique começam a dizer que só agora foi entregue uma proposta.

 

Já agora sócios da Iniciativas começam a recusar qualquer acordo com a CMA,  excepto uma venda por mais de 1 milhão de euros.

 

Porque esta gente deixa a desejar......

 

Ma 



publicado por porabrantes às 17:11 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.10.18

Foi desautorizado pela cacique em plena sessão camarária de negociar um protocolo com as Iniciativas.

luis_dias_2

Agora volta a falar, depois de nova falta às sessões da cacique.

E volta a ofender as Iniciativas.

 

Não era melhor ficar calado?

 

Assunto a tratar

 

mn

 

 



publicado por porabrantes às 21:23 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.09.18

Segundo as declarações de Maria do Céu Albuquerque, na sessão da CMA, de 3/4/2018, reportadas pela jornalista Paula Mourato, a cacique disse isto:

iniciativas terrreno

Estas declarações foram objecto de comentário aqui.

Estas declarações não constam da acta.

Já se informou então quem foram os privados que venderam os terrenos à Iniciativas, faltava apurar em que condições parte dum terreno que o Estado cedeu à autarquia, chegou às mãos da Iniciativas.

A área total  do terreno onde está  implantado o Teatro tem 775,36 m2 e foi  adquirida pela Iniciativas à CMA a parca área de 119 m2 pela quantia de 14.365 escudos, o resto do terreno (antiga Igreja de S.Pedro, em má hora abatida pelo camartelo público) dado à Câmara pelo Estado,ficou nas mãos da autarquia.

A escritura foi celebrada em 30 de Janeiro de 1947.

A avaliação do terreno foi feita por uma comissão mista, com um perito nomeado pelo Tribunal , outro pela autarquia e outro pelas Iniciativas (ou seja uma comissão com maioria de representantes do sector público).

Nada a ver com negociatas feitas recentemente em que se venderam umas piscinas avaliadas em 800.000 euros....por 6.000€ e se entregou metade dum jardim público a privados a preço da chuva.

Portanto se circulavam rumores sobre este negócio, grande parte deste ruído saiu das declarações sem fundamento feitas pela cacique a 3 de Abril.

Estes rumores são tão velhos como a história do Teatro, por volta de 1947, numa carta dirigida aos bosses da União Nacional, Henrique da Silva Martins acusava a CMA de ter entregue os terrenos do S.Pedro à borla... à Iniciativas.

O homem tinha sido deposto do cargo de Presidente da CMA por corrupção, prisões ilegais etc.

E passara toda a sua vida pública a tentar impedir a construção do Teatro, do Hotel Turismo, etc....

teatro s.pedro

mn

   

 

 



publicado por porabrantes às 16:34 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.09.18

Em comunicado , em Fevereiro de 2018, a autarquia disse isto:

 

'' Apesar de todas as diligências efetuadas pelo Município, iniciadas no final de 2016, para a consolidação de um novo acordo entre as partes, as Iniciativas de Abrantes, Lda, reunidas em Assembleia Geral de 28 de janeiro de 2018 recusaram as propostas apresentadas pela autarquia”.'' (in Médio Tejo)

 

s.pedro artur

Resolvemos ir aos arquivos verificar se há rastro documental das negociações entre as Iniciativas e a autarquia, anteriores a Outubro de 2017, quando a nova gerência tomou posse e comunicou à autarquia, a sua disposição para negociar o futuro do Teatro.

 

No Arquivo das Iniciativas, não há nada.

 

Foi-nos informado por escrito que não há nos arquivos da autarquia nenhuma troca de correspondência entre o Dr.Luís Moura Neves Fernandes, que agia como Gerente das Iniciativas e a Câmara, em 2017, sobre esse assunto

 

Se não há, como é que a autarquia andou a afirmar que estava a negociar desde inícios de 2016?????

 

A Administração autárquica rege-se por documentos e não por conversas de café.

 

Aguardamos os esclarecimentos da cacique.

 

 

mn

 

 

 



publicado por porabrantes às 23:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 07.08.18

Interrogada pelo Armindo Silveira a cacique, disse isto,  sobre o S.Pedro:

 

 

''Armindo Silveira (BE) questiona sobre o ponto de situação quanto ao Cine-teatro São Pedro.

Maria do Céu Albuquerque refere que houve alterações na sociedade responsável pela concessão.

Dá conta que a autarquia continuará a realizar a agenda cultural correspondente ao município, em outros equipamentos concelhios.''

 

Paula Mourato no Médio Tejo

 

O que diz a mulher é indecifrável.

 

Não há nenhuma ''sociedade responsável pelo equipamento''

 

Há a Iniciativas de Abrantes, LDA, que é dona do Teatro S.Pedro, queira a mulher ou não.....

 

Há um contencioso com a CMA que pode acabar nos tribunais......

 

Houve agora um humilde pedido para a Iniciativas alugar ou fazer um comodato do S.Pedro

 

A Iniciativas já apresentara essas propostas, que foram em Janeiro e Fevereiro, recusadas pela autarquia  

 

Em vez de chutar bolas para  fora, devia elucidar os Vereadores da Oposição

 

s.pedro artur

 Finalmente há um pedido entregue na CMA para a autarquia entregar os documentos que comprovem que poderes tinha a cacique para arrendar o telhado do S:Pedro até 2025, quando o comodato terminava em Janeiro de 2018 

 

mn

 



publicado por porabrantes às 14:08 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Os neo-liberais devem est...

Pela porta do cavalo

Fotonovela do S.Pedro: O ...

A telenovela do S.Pedro (...

Há um ano

O preço das obras do S.Pe...

A venda do Teatro S.Pedro

Caciques seguem conselhos...

Teatro S.Pedro, 20-6-1991

Façam favor de informar o...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds