Segunda-feira, 11.02.13

''Pela primeira vez na vida comento num blogue. Sou um comerciante aqui do centro histórico de Abrantes e o que me leva a faze-lo foi ser avisado por dois vizinhos que também t~em comercio no centro histórico. De vez em quando vejo os seus trabalhos, não sei quem você é mas uma coisa é certa, você com a sua critica e a sua ironia consegue fazer mais por esta terra desgraçada do que certos senhores doutores professores ligados à politica concelhia que só trabalham pelos seus interesses. Os meus vizinhos chamaram-me a tenção para o que se passou num programa da rádio antena livre que dá salvo erro às quartas feiras à moite, e se não me engano o caso passou-se na noite de 6 de fevereiro onde o senhor professor Jana, num programa feito por ele.

 

 

 

Aos microfones da rádio teve a infeliz ideia de classificar de espantalhos as arvores de natal construidas por todos nós, comerciantes do centro historico e de algumas associaçoes. Numa tirada infeliz quis o professor Jana dizer que as arvores construidas por nós serviram para afugentar clientes. DEsta maneira o senhor professor Alves Jana foi contra a proposta apresentada pela camara e pela associação dos comerciantes, para que na falta das decoraçoes do natal fizessemos a decoração das ruas junto às nossas lojas. Foi triste saber como uma pessoa formada denegriu o trabalho dos que deram o seu melhor na promoção do comercio que só de si vai pelas ruas da amargura. Não é assim que o senhor professor Jana regenera o centro historico nem é assim que incentiva os comerciantes a regenera-lo. Estes politiqueiros na reforma garantida só regeneram quando é para se regenerarem. A si, senhor cidadão, aproveito para lhe agradecer a publicação das fotografias nos seus blogues das viagens, uma das muitas suas atitudes que mostram quem torce por esta terra e quem no fim de contas nos denigre a imagem.''

10 de Fevereiro de 2013 à0 00:02

http://www.blogger.com/comment.g?blogID=4996693652586313450&postID=97552164088640120

 

Comentário no blogue Cidadão Abt

 

 

 cidadão abt

 

 

 

 Gamado ao Cidadão Abt quase tudo por mim, Suzy, que agora vou para uma festa carnavalesca vestida de Papisa...

 

 

Vou a uma festa ''in'' porque nas festas da Abrançalha o que está de moda é as gajas rurais irem vestidas de....

 

 

Cónega.....


Suzy

beijinhos ao Cidadão Abt




publicado por porabrantes às 20:47 | link do post | comentar

Terça-feira, 27.11.12

A trinta de Novembro o CEHLA organiza as 

 

 

X Jornadas de História Local - Abrantes

 

Biblioteca Municipal António Botto – Abrantes - 30 de novembro de 2012

Organização: Centro de Estudos de História Local (CEHLA) – Palha de Abrantes

PROGRAMA

09h30 Abertura dos trabalhos

09h45 A pesquisa oral na investigação etnográfica, por Aurélio Lopes, Antropólogo

10h45 Intervalo

11h00 Espaços de memória: uma resposta social para um mundo de transformação e   incerteza, por Luiz Oosterbeek, Anabela Pereira e Margarida Morais, Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo (Mação)

11h45 O vaivém do tear, por Giulia Panfili e tecedeiras do concelho de Abrantes

12h15 Apresentação do n.º 20 da Revista de História Local Zahara

12h45  Intervalo para almoço

14h30  Tradições Quaresmais e Pascais nas terras das Idanhas e a promoção da sua divulgação pela Autarquia Idanhense, por António Catana, Investigador

15h30  Intervalo

15h45 Folclore/etnografia na sociedade actual, por Raul Grilo, Grupo Etnográfico “Os Esparteiros”

16h15 Grupo de Cantares Terras de Guidintesta (Belver): uma aventura etnográfica, por Paulo  Pires, Maestro

16h45 Quadras populares e alguns dos seus marcadores sociais, por Teresa Aparício, Professora

17h05 Carreira do Mato – Artesanato com História, por Teresa Guilherme a Aldina Maria, Associação Amimato

17h25 Debate

17h45 Encerramento

 
Participação gratuita.     Não necessita de inscrição.    Certificado aos participantes.             
 
 (transcrito do blogue da Senhora Drª Paredes Cardoso)
http://paredescardoso.blogspot.com.es/2012/11/x-jornadas-de-historia-local-abrantes.html
Anima o debate a drª Teresa Aparício colaboradora habitual da folha do Jana sobre coisas de Património onde espalha, sábia, a sua sabedoria.
A drª Aparício é a colaboradora habitual do Mestre Martinho Gaspar e do Doutor Candeias Silva.
Na última edição do boletim de propaganda camarária a Teresa Aparício disserta erudita sobre a Capela da Senhora da Luz.
O artigo está disponível aqui.
Entre a bibliografia que cita está lá um artigo de Candeias Silva publicado na '' Zahara'' de Julho de 2012, sobre Santuários Marianos no Concelho de Abrantes.
Não vou dissecar todo o arrazoado, coisa que daria pano para mangas, e nos daria para, como gosta de dizer o meu amigo Miguel Abrantes, ''flipar''....
Vou só fixar-me no pormenor relevante onde a Teresa Aparício diz que  em 1578 as terras onde se situava o Ermida da Senhora da Luz foram vendidas aos ''padres da Ordem de Cristo''.
Como a senhora foi beber no livro do capitão Mourato, que foi editado e anotado por Eduardo Campos, cujo nome não se cita certamente para não ofender a autoridade, convinha respeitar o original e o que está lá é:  que foi vendida aos ''freires da Ordem de Cristo''
Não li, tenho mais que fazer, o artigo do Candeias, mas não acredito que o homem cometesse um erro destes.
Os Cavaleiros de Tomar, membros da Ordem de Cristo, sucessores dos Templários, não eram padres, não podiam dizer missa, nem praticar qualquer acto reservado a quem tivesse sido ordenado cura.
Isto é casar, confessar, dar a comunhão etc....
Eram guerreiros e o sacramento que praticavam com mais assiduidade era degolar sarracenos.
Não houve nenhuma ordem militar em que os seus membros fossem ''padres'', estavam decerto obrigados a seguir uma Regra, faziam votos (Obediência, Castidade em certos casos, etc) mas tinham capelães para os assistirem nos actos litúrgicos.
A D.Teresa Aparício, grande católica, tinha obrigação de saber isto, não só pela sua formação religiosa mas também pela sua formação académica.

E convinha-lhe ler São Bernardo onde estão as bases da milícia cristã e  estas palavras terríveis: ''Um cristão  glorifica-se na morte de um pagão, porque Jesus Cristo é glorificado nela.'' Essas bases são o b-a-bá da gesta templária, de que os Cavaleiros da Ordem de Cristo  são os herdeiros.

Corrigida pois paternalmente a monumental ''gaffe'' da cronista da folha gratuita, lamenta-se que um Jornal onde Diogo Oleiro escreveu seriamente sobre História, esteja agora transformado num pasquim de erros garrafais, que ao assumirem proporções bíblicas o tornam numa gazeta humorística.

 

www.eb1-abrantes-n2.rcts.pt- eia

E o mesmo humorismo involuntário contagia a Zahara do Gaspar e tudo o que tem a marca do CEHLA.....

Finalmente se isto fosse levado para a paródia, o título devia ser ''Teresa Aparício ordena padre o Infante D.Henrique'', porque o Infante foi Grão-Mestre da Ordem de Cristo e usou os homens e os recursos da Ordem para a grande aventura da expansão marítima.

Não, querida Senhora, o Infante não foi Padre, nem sequer seminarista. Quem foi seminarista foi o dr. Alves Jana.

 

Marcello de Noronha, da Tubucci

 



publicado por porabrantes às 11:24 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.11.12

 

 

 

Damos a palavra a Fernando Velez, com o maior prazer:

 

 hpqscan0002.jpg

 

 

a crónica do Velez sobre a merda da gata, miau, está inserida a páginas 127 do estimável  Livro ''Poeiras do Passado'',  edição do autor, Abrantes 1997.....

 

 

O dr. José Eduardo Alves Jana publicou uma vez, acho que foi na Barca ou noutro sítio, o homem sofre de incontinência verbal e ''jornalística'',um artigo sobre  São Domingos....

 

que se chamava

 

 

MIAA!!!!!!!

 

 

 

mas não tratava da ilustre pegacha que tratava uma bichana por Dona Gata e a vassoura por Dona Vassoura......

 

 

o Velez quando escreveu a crónica contava a toda a gente a quem queria atingir e depois dizia ''é segredo......''

 

 

Mas você disse de quem era mãe a pegacha da merda de gata....

 

 

''mas é segredo......''

 

 

 

De maneira,que eu que sou incapaz de contar um segredo, não revelarei a identidade da pegacha que achava que havia uma

 

 

 

 

GATA FIDALGA....

 

Deixo ao feliz casal de políticos, aqui disfarçados de nobres, que adivinhem.....   

 

 

E anoto só que a Câmara de Abrantes precisa que a Dona Vassoura lhe dê uma boa vassourada

 

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 15:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.11.12


Para o António Castel-Branco, querido amigo,


"Entre os animais ferozes, o de mais perigosa mordedura é o delator; entre os animais domésticos, o adulador."

 

Diogénes

 

Na folha gratuita o ''filósofo''  Alves Jana resolveu reescrever a história e dedicar-se ao elogio fúnebre de Fernando Velez. Reproduz-se o arrazoado:

 

 

 

 

 

 

 

 

Diz o Jana ''Não admira que lhe se  tenha colado a ideia  de que era informador da PIDE. Negava com energia. Mas, se o tivesse sido era ainda e sempre porque levava a sério aquilo que era para levar.''

 

 

Nas ’’Poeiras do Passado’’, livro em que aquela instituição inútil e caça-subsídios chamada ''Palha de Abrantes'', embora fosse mais exacto chamá-la '' Palha do Jana'', teve responsabilidades, porque apoiou a sua edição, o Velez nega ter sido informador da polícia que matou Delgado.

 

Não há quase suportes documentais  para classificar alguém de informador da PIDE porque a 25 de Abril foram queimados os registos na António Maria Cardoso.

 

Se escapou algum estarão nos Arquivos de Moscovo porque toneladas de documentos foram levados para a Rússia pelo PCP com motivos óbvios. Para trair Portugal e para fazer chantagem.

 

Pode haver prova testemunhal.

 

 

E sabemos assim o nome  de algum ‘’bufo’’ como o  nome de certo Administrador da Jota Pimenta, agente duplo trabalhando para o PCP e para a PIDE, coisa já aqui dita.

 

Ser bufo é o grau zero da infâmia.

 

Delatores qui non castigat, irritat.

Quem não pune os delatores, estimula-os. [Polydorus, Adagia]

 

Mas o Jana admite que o Velez o tenha sido, sem uma prova, e ainda diz que'' se o tivesse sido, era ainda e sempre porque levava a sério aquilo que era para levar''.

 

De forma que para um tipo (o Jana) que já vi defender a censura, bufar  é uma coisa ''séria''. Em vez de ser uma canalhada.

 

O Fernando Velez teve muitas qualidades e abundantes defeitos. Menos defeitos que o Jana e mais qualidades, certamente. Mas se não há provas que o Velez era informador, admitir que ele tenha sido e afirmá-lo é entrar no campo da difamação. E escrevê-lo num jornal difamação agravada. 

 

E difamar um morto que não se pode defender.

 

E insultar a família dele, que por circunstâncias económicas, não pode gastar umas massas a sentar o ex-seminarista no banco dos réus.

 

Resta outra hipótese, o Jana não sabe escrever...

 

 

Como o Oeesterbeck.....

 

Nesse caso sempre resta a educação de adultos, se admitirem lá cachopos.....

 

Marcello de Noronha 

 



publicado por porabrantes às 12:15 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26.10.12

 

 hpqscan0001.jpg

 

 

O sr. dr. José Eduardo Alves Jana tem uma unipessoal de coaching que pelos vistos agora desempenha parte das suas actividades num edifício camarário.

 

Os comentários podiam ser vários.

 

Vou à concorrência :

 

 

a menina da esquerda que dá a mão ao Sr.Carvalho não se chama Benta, chama-se Lena......

 

é mais bonito.....

 

e agora o meu, se o empresário de coaching pode ensinar uma coisa ''literária'' apesar de nunca ter produzido uma obra literária,

 

a empresa cuja matriz é uma off-shore no Panamá e que dá pelo nome de RPP Solar também deveria ter direito a montar os seus escritórios na Biblioteca António Botto pelo mesmo motivo

 

é uma empresa que diz que fabrica painéis solares mas nunca fabricou nenhum....

 

desculpem a brevidade mas tenho de responder à neta do Marquês de Graciosa....

 

que obviamente é mais importante que Alves & Alves Lda

 

Marcello de Noronha



publicado por porabrantes às 18:18 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24.10.12

A CMA recebe hoje um prémio por ser um Município com Responsabilidade Familiar.

 

Envergando uma nova toilette pós-moderna a Srª Oliveira Antunes pelo casamento Albuquerque, Céu de nome próprio, irá certamente receber o prémio, que talvez seja metido na sala de troféus da autarquia, e quem sabe qualquer dia para terem alguma coisa para inaugurar, cortam a fita azul duma Sala de Troféus à Benfica, convidando o Presidente do Glorioso para estar presente. 

 

 

Visita Oficial de Sua Excelência o Dr.Vilarinho, ao tempo Presidente do SLB, a Abrantes. O anfitrião Nelson Carvalho parece ter perdido alguma coisa e mira angustiado o chão da Raimundo Soares  talvez em busca do emblema ....O homem leva gravata vermelha mas não há perigo, como me dizia um da Lena nunca houve um Presidente tão amigo do Kapital, embora o Vereador Bento fosse mais amigo e o Albano o protector dos fiscais....de obras que não de linha...

 

 

A responsabilidade familiar da autarquia nota-se muito, protegendo a família, como daquela vez que a Vereadora Isilda Jana despachou um subsídio pedido pelo marido para a empresa onde trabalhava....

 

Nelson Carvalho disse que tinha sido um engano e inserido nesta linha dialéctica o feliz subsidiado

 

 

 

 

vai proferir ou proferiu em Santarém uma charla socrática sobre '''Teoria do Caos '' quem sabe para justificar o subsidiozinho.....dado caoticamente...

 

 

 A responsabilidade familiar autárquica também se nota em levar as ciganas em transporte municipal, deliberação votada unanimemente, a acções de formação em educação sexual

 

 

Como a política responsavelmente familiar que a CMA mantém com a Dona Tânia é a da defesa da ilegalidade do coito pré-nupcial entre as  mulheres ciganas e também a da virgindade, estou a imaginar  o que dizem nas excursões sexuais ciganas  pagas pelo dinheiro do contribuinte....

 

 

As donzelas fazem favor de se conterem até ao exame a realizar pela sábia da tribo, porque se não o fizerem pode haver tiroteio na cidade e não está cá o Celso Marques para aconselhar os afilhados.....

 

O Celso Marques botou discurso em Coimbra, onde o seu bravo antecessor teve o relevante mérito de nunca fazer conferências sobre a necessidade de haver polícias virgens, antes pelo contrário....

 

A distribuição do prémio será hoje na Lusa Atenas e o Celso Marques poderá felicitar a Presidenta e esta garantir-lhe que a virgindade cigana abrantina  continua......

 

 

dentro dos.......

 

parâmetros normais  !!!!!


Finalmente para garantir a responsabilidade familiar autárquica foram atribuídos 55.000 parcos euros ao grupo de medias do Lena para que o Jana continue a explicar a teoria do caos pela rádio.....


Com efeito a teoria do caos é a única explicação racional e epistemológica para justificar a governação autárquica de Maria do Céu Oliveira Antunes Albuquerque....



Infelizmente nos círculos PS de Abrantes há quem seja familiarmente irresponsável e a empresa do antigo Presidente da Comissão de Honra de Maria do Céu Oliveira Antunes processou 




830/10.5TBABT
1º Juízo
Inventário / Partilha de Bens em Casos Especiais
Cabeça de Casal Maria da Conceição Pádua 
Requerido João de Oliveira Antunes 
Credor Marmolar - Oficina de Mármore, Lda 
Credor Mendes - Transportes e Construções, S.A.
Conferência de interessados



Eu acho que as empresas deviam ser familiarmente responsáveis e não andar a processar famílias em época de crise....



Suzy de Noronha, gaja irresponsável


(espero dar a pasta da agenda judicial porque hoje às 2 horas há um julgamento importante...)



publicado por porabrantes às 10:40 | link do post | comentar

Sábado, 29.09.12

Diz-nos o nosso amigo O Cidadão abt disse sobre O Miaa e os tachos na Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012 às 21:13:

 

     


Num circuito fechado, tudo em família! 

A questão é que dos 36.872 habitantes do concelho de Abrantes a maioria desconhece estas cenas e outros se calam por uma questão de clientelismo e da oportunidade em aproveitar uns dinheiritos vindos das instituições públicas sob influência autárquica, gastando trinta dias a contestarem as irregularidades e quarenta e sete meses a pactuarem com o sistema !

 

 

Dizemos nós:

 

Assim é, caro amigo. A despolitização é um cancro que envenena os espíritos e o comodismo ( que às vezes tem a ver com a cobardia) é aquilo que mais ordena, neste povo, cante o que cantar o Zeca.

 

 

Quando os partidos (e falo do PS abrantino, para ser claro) se transformam numa agência de tachos e de negociatas há algo de podre no reino da Dinamarca.

 

Quando os partidos (e falo de todos os outros  do caso abrantino, excepto o PSD) se calam, começo a perguntar se os 36.872 eleitores concelhios não mereciam ter uma ANP para mandar neles.

 

Quando o PSD oficial se dedica a maltratar  quem nos defende, caso de Santana-Maia e Belém Coelho, parece-me que estão loucos como os romanos dos livros de Astérix.

 

A drª Manuela parece querer mudar de estratégia e era bom que assim o fizesse, prova de que além de bonita também seria inteligente....

 

 

Dizem ainda sobre este post os nossos amigos do   

Rexistir disse sobre O Miaa e os tachos no Sábado, 29 de Setembro de 2012 às 02:50:

     

http://amar-abrantes.blogs.sapo.pt/175691.html

menos

 

 

Fomos lá ver....

 

 

É isto:

 

 

 

06 de Junho de 2010

Resposta dos vereadores do PSD Santana-Maia Leonardo e António Belém Coelho ao artigo de opinião de Alves Jana «Reciclar a Asneira» publicado no jornal A Barca de 27/5/2010

 

O dr. Alves Jana, verdade se diga, tem tido a esperteza de utilizar os jornais dos outros para criticar os vereadores do PSD, evitando, desta forma, o risco de ser obrigado a publicar, através do direito de resposta, alguma coisa da oposição no jornal de que é director. E desta vez, resolveu usar A Barca para atacar os vereadores do PSD, invocando um putativo direito de resposta que baptizou com o nome «A RECICLAGEM DA ASNEIRA».

 

Francamente, desconhecemos se as asneiras do dr. Alves Jana são ou não recicladas, mas, de uma coisa não temos dúvidas, é reconhecidamente um verdadeiro artista da asneira. E se o leitor tiver dúvidas disso, basta ouvir a gravação do programa "Radiografia" da RAL sobre o «Museu Ibérico» que passamos a transcrever.

 

Comecemos, então, pelas asneiras propriamente ditas utilizadas, no referido programa, pelo dr. Alves Jana:

 

«(…) O PSD de Abrantes cuspiu na cara deste homem (...) As oposições tratam todos os políticos como filhos da puta. (..) Nós, no poder, todos, somos bons e somos sérios, vocês no poder são todos uns filhos da puta (…)».

 

Por sua vez, no seu artigo n’ A Barca, o dr. Alves Jana volta a insistir na expressão «cuspir na cara de pessoas de bem» para nos atacar e ofender, revelando, assim, uma propensão muito especial (ou devemos chamar-lhe, antes, patológica) para cuspidela, que não abona nada a seu respeito.

 

Mas, já que ele gosta tanto de usar esta expressão, vejamos, então, quem “cuspiu” na cara de quem. Regressemos, pois, à referida gravação e ouçamos o dr. Alves Jana a fazer, desta vez, asneira e da grossa. Asneira que agora, com o seu artigo, quer limpar, atirando o odioso para cima de nós, como se o que ele dissesse não se escrevesse. O problema é que ele diz e, depois, escreve.

 

Mas não percamos mais tempo e ouçamos esta autêntica obra-prima da asneira (asneira em estado puro, ou seja, sem ser reciclada), produzida aos microfones da rádio Antena Livre pelo dr. Alves Jana:

 

«(...) Há um outro problema, este muito mais complicado, mais polémico e que vai dar que falar. É assim... Grande parte das peças que, segundo sei, porque eu nunca vi a colecção, mas segundo sei fazem parte desta colecção não podiam fazer parte. Portanto há aqui um mistério, há aqui um mistério que vai dar muito que falar. Se é verdade que as peças de que tenho ouvido falar fazem parte daquela colecção, aquelas peças não podiam estar nas mãos do senhor Estrada, mas estão. Estão, porquê? Porque alguém lhas vendeu, o que significa que (agora sou eu a tirar conclusões), significa que alguns arqueólogos que fizeram escavações e descobriram peças preciosíssimas, em vez de as declararem ao legítimo proprietário que é o Estado português, as venderam por fora. Certo? E portanto nós vamos assistir e esse será uma das revoluções... (...) Eu não me admiro nada... Eu tenho a certeza que isto vai dar uma guerra civil mas que não vai envolver necessariamente o senhor Estrada, vai envolver a Arqueologia portuguesa. Certo? Ou seja, neste momento, também não tenho dúvidas nenhumas que deve haver gente a tremer de alto a baixo e deve haver forças a movimentarem-se para: ponto um, que este museu nunca seja feito, para que esta colecção nunca seja vista por ninguém; ponto três, quatro ou dez, que nunca ninguém saiba de onde é que aquelas peças vieram, porque se se vier a descobrir... eh pá, descobre-se não apenas de onde é que vieram as peças, mas muito mais acerca de muita gente que andou a fazer escavações nestes séculos... nestes séculos, não... nestas décadas passadas. Tenho a certeza de que este vai ser um problema levantado.»

 

Como resulta claramente destas declarações, o dr. Alves Jana não se limitou a “cuspir na cara” (para usar a sua expressão predilecta) do benemérito. “Cuspiu” também na sopa. Na “sopa” dele e da esposa, bem entendido.

 

Há pessoas que, como diz o povo (e o artigo do dr. Alves Jana é disso um bom exemplo), «quando abrem a boca ou entra mosca ou sai asneira». Ora, se o dr. Alves Jana fosse uma pessoa prudente, devia manter mais vezes a boca fechada... Mais que não fosse para não entrar mosca...

 

Terminamos com um conselho de amigo: já que o dr. Alves Jana gosta tanto de usar o verbo “cuspir”, aconselhamo-lo a não “cuspir para o ar”, como fez no seu artigo. Sempre evitava que a cuspidela lhe caísse em cima, como agora aconteceu.''



Juntamos uma foto do visado para melhor identificação do leitor




a redacção (hoje para o preguiçoso),embora a Suzy diga o galego, isto é o Armando Fernandes, afirmava na ''Barca'' que o Amâncio Ortega era um milionário galego que não gostava da ostentação, e a Imprensa de hoje, deve ser a Hola, a ùnica que lê a Suzy e  Edite,  noticia que o discreto galego comprou um puro-sangue para o genro que custou



12,5 milhões de euros !!!!!



não foi por ostentação, foi  só para dar um coice ao Fernandes!!!!!!




ajustes de contas entre galegos.....



publicado por porabrantes às 17:27 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28.09.12

 

 

 

 

 

Este texto, de português apegachado e retórica comicieira, no pior sentido da palavra, saiu haverá dois anos na Barca, a coberto dum alegado direito de resposta dum tal José Eduardo Alves Jana para achincalhar os vereadores Santana-Maia Leonardo e Belém Coelho e simultaneamente defender o tacho da ''esposa'' do plumitivo.

 

A foto indicia que talvez devesse ser outro a defender a ''especialista'' em ''ídolos corniformes'' 

 

 

 

Refiro-me a Nelson Carvalho porque foi ele o irresponsável, mais o resto da seita que teve o seu mais alto expoente em Júlio Bento, a abrir o caso MiAA.

 

Sabemos como terminou o Carvalho, com uma busca da polícia, como o Lino das PPP.

 

Qui. 27 de setembro 2012

 

Mas, o plumitivo que abre o artigo citando um poeta analfabeto tinha outro interesse na coisa ou seja no MIAA:  ou seja isto:

 

 

MUSEU DE ARQUEOLOGIA [ TEXTO POLICOPIADO] : IDENTIDADE VISUAL / CLARA ISABEL DOS SANTOS ALVES JANA ; ORIENT. MARIA DE LOURDES RIOBOM, FERNANDO OLIVEIRA
 
AUTOR(ES): 
Jana, Clara Isabel dos Santos Alves, 1984-Oliveira, Fernando, orient. teseRiobom, Maria de Lurdes, orient. tese
PUBLICAÇÃO: 
Lisboa : [s.n.], 2008
DESCR. FÍSICA: 
[7], 51, [50] p. : il. ; 30 cm + curriculum vitae (3 f.)
1 disco óptico (CD-ROM) em caixa : il. ; 13 x 14 x 1 cm
TESE: 
Tese mestr. , Design e Cultura Visual (Design de Produção Visual) , Escola Superior Marketing e Publicidade, Inst. de Artes Visuais, Design e Marketing , 2008
NOTAS: 
Ed. impressa e em CD-ROM
BIBLIOGRAFIA: 
Contém bibliografia
CDU: 
659.11/.12(469)(043)
069(469.421)(043)
7.05(469)(043)

 

 

ver aqui: Tudo em Família

 

 

Clara Jana

 

 

Explicados os interesses em causa e o impudor do homenzinho, que teve o descaramento de ir pedir um subsídio à esposa, para montar as Festas da Antena Livre,quando a estética  o desaconselhava e a Lei o proibia, falemos doutra coisa.

 

 

Até hoje estou à espera que o plumitivo recicle a asneira e devolva os 2.500 € à edilidade e que Nelson Carvalho participe ao IGAT a façanha da Isilda para que seja punida.

 

É o participas!!!!!

 

 

É essa gentinha que se acha no soberano direito de dar lições de moral em português rústico ao povo e de falar do poeta analfabeto, o Aleixo, que disse assim de doutores como o Jana e o Carvalho: ''

 

Uma mosca sem valor pousa

 

com a mesma

 

alegria na careca de um doutor

 

como em qualquer porcaria''

 

A nossa amiga Margarida Trincão topou logo o golpe e disse ao plumitivo que o texto não se inseria em nenhum direito de resposta. E não se inseria. Mas publicou-o certamente para gáudio das massas ou porque o Pina da Costa apareceu lá pela redacção e pôs-se a miar como um gato vadio: MIAAU, MIAAU

 

 e a Margarida que ama os animais, publicou a prosa.

 

 

Diz o plumitivo que os Vereadores laranjas teriam acusado a Colecção Estrada de ter ''peças falsas'' e isso é sacrilégio!!!!. É como dizer que não aterrou a Virgem de Fátima em cima duma azinheira, ou que o Manuel Dias está para o anti-fascismo como a mula da cooperativa está para um puro sangue.

 

 

Hoje em dia há declarações do Oeesterbeck, da CMA (depois da bronca do relatório Luís Raposo, essa transparente da Céu quando é que o publica?) e da Isilda a dizer que sim, que há peças falsas....

 

Mas o plumitivo usa a expressão do anti-semitismo barato que bebeu nas alfurjas do seminário e que cultivou nas conversas ''intelectuais'' com o iletrado do Barata Gil para acusar o dr. Santana-Maia e o Dr.Belém de ''cuspirem na cara de pessoas de bem''.

 

 

E depois apela ao PSD para se ver livre deles.....

 

Santa Paranóia!!!!

 

O tipo que se recusou a deixar exercer o direito de resposta ao arq. António Castel-Branco, no Jornal de Abrantes,para mostrar  que era um gajo de autoridade, nunca lhe passou pela cabeça pedir a expulsão do Júlio Bento da agremiação dos tachos.

 

Mas passou-lhe pela pinha exigir à Margarida Trincão o que negara ao António Castel-Branco!!!!

 

É de homem!

 

 

Ou melhor é de seminarista! 

 

O agente técnico Júlio Bento é para o sr. dr. Alves uma pessoa de bem.

 

O sr. dr. Alves Jana está ao nível moral do Armando Fernandes que acha que o Duarte  Lima é uma pessoa de bem.

 

 Só para terminar, também fala dum estudo económico sobre a ''viabilidade do MIAA.'' Quase três anos depois o estudo não aparece.

E alguém foi pressionar o responsável do IPT que trabalha sobre a coisa para ......

 

E foi uma gaja gorda que não percebe nada de arqueologia, mas sabe de tachos.....

 

Se isto não fosse cómico, era de chorar.....

 

Mas somos o país da revista à portuguesa....  

 

 

 

 

E um artigo do Jana só vale uma sonora gargalhada.....

 

 

Marcello de Noronha



publicado por porabrantes às 17:25 | link do post | comentar

Segunda-feira, 18.06.12

Ontem foi um dia de escolhas. Em França e na Grécia. Os analistas têm pano para mangas.

 

 

Vou só retirar uma ilação:

 

 

as chefas também se abatem !!!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

o povo de Charente-Maritime não gostou que lhe impusessem uma pára-quedista que aterrara na circunscrição directamente enviada de Paris, porque era necessário arranjar um lugar no Parlamento para a mamã dos filhos de Monsieur Hollande....

 

o povo votou num PS local que não se vergou às intrigas do Dallas em que o Eliseu se

tornou graças às peripécias sentimentais do HOLLANDE

 

 vraie-segolene TROPICAL-BAY  

 

                                                      

 

 

 

 

A líder fascista  Marine Le Pen, a Gauleitier da caça aos emigrantes, da xenofofia populista à Oeesterbeck, dos pactos com o diabo, do partido dos saudosistas do Marechal Petáin, também foi batida nas urnas. Outra Chefa derrotada...

    

 

 

Finalmente para compor a paisagem gaulesa uma foto do ex-primeiro esposo do concelho em terras de França em viagem paga com dinheiro municipal

 

 cma

porra, será que a reforma e as massas adjacentes não lhe chegam para pagar do seu bolso as viagens????

 

Miguel Abrantes  

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 09:00 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26.04.12

A folha gratuita no seu apostolado de bem-fazer, apostolado esse financiado regiamente pela CMA, entrevistou o líder local da geminação, Sr. José Fernandes  que anuncia que vai dar lugar a outro.

 

 

Adivinhem a quem.....

 

Ao 1º esposo do concelho Sr. Dr.Alves Jana......

 

Assim sendo é natural que esta útil associação, instalada em edifício municipal, passe a ser classificada no ranking  como 1 ª Associação do Concelho....

 

Na entrevista aparece uma senhora, APF iniciais que se traduzem por Ana Paula Fernandes que diz que têm programa caridoso muito bom para os pretinhos, não da Casa Africana  

 

 

Image Hosted by ImageShack.us

 

 

 

mas de Cabo Verde que é uma antiga colónia lusitana muito próspera na exportação de catchupa, trolhas, presidentes da Guiné-Bissau,mornas e cantoras tipo Cesária Évora

 

para que os pretinhos venham certificados é preciso instruí-los e baptizá-los, para o que a caridosa instituição abrantina organizou um programa caridoso chamado Padrinhos, em um grupo de abrantinos dá umas coroas para apadrinhar pretinhos, a autarquia da África Tropical compra-lhes um enxoval, e os caridosos benfeitores da nossa generosa terra pagam 50 euros para que os afilhados crioulos possam estudar e deixar de falar crioulo e passem a escrever lusitano (que é mais europeu e católico, a Nossa Senhora de Fátima apareceu cá, não foi na África pagã).....

 

 

no entanto a autarquia tropical já pagou os enxovais e há muitos padrinhos abrantinos que se esqueceram de entregar o donativo

 

 

não é certamente o caso do Senhor Dr.Nelson Carvalho, sempre cumpridor das suas obrigações, que na sua página do facebook exibe a sua afilhada e o resto da turma.

 

O Dr.Nelson Carvalho é um verdadeiro exemplo do português fiel à vocação civilizadora da epopeia lusa e por isso o felicitamos. 

 

 

 

Vimos por este meio apelar a todos os padrinhos esquecidos que cumpram as nossas obrigações de Raça civilizadora é muito importante.......

 

 

   

 

Esta lista de padrinhos com as quotas em dia reúne a nossa melhor intelectualidade, herdeiros de escol em que se integram Mouzinho de Albuquerque (padrinho de Gungunhana), Adriano Moreira (primeiro branco doutor honoris causa pela Universidade de Cabo Verde), D.Francisco de Almeida e o Infante D.Henrique.

 

 

Vimos ainda alertar os padrinhos para o seguinte, não seria bom dar um nome cristão e civilizado aos afilhados????

 

 

Podiam seguir o exemplo do dr.Nelson Carvalho cuja afilhada se chama civilizadamente Márcia.

 

Agora deve-se permitir que uma criança lusófona se chame Jurando de nome próprio???

 

 

Suzy de Noronha, benfeitora metropolitana



publicado por porabrantes às 18:01 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Socialistas salvam jornal...

A literatura abrantina só...

O patrão Carlos Santos Si...

A importância da família ...

Alves Jana e CMA caçados ...

Já foi reescrita a Histór...

O homem que vá à esquadra

Alves & Alves Lda, Public...

A historiografia à Zahara...

Arqueologia pegacha

arquivos

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



25
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds