Domingo, 11.11.12

Reproduzimos com a devida vénia

 

o post anónimo publicado

 

no abrantesenossa.wordpress.com

Os comentários são óbvios. Como disse Karl Marx a 'história repete-se a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa”, sabia menina Hália????.

 

''Entrevista de Fábio Jorge

 

no EstaJornal

 

Pouco Clara

A entrevista publicada na integra no Abrantes é nossa foi fortemente cortada e desvalorizada pela ESTA (Escola Superior de Tecnologia de Abrantes) quando saiu no EstaJornal. Aliás, se analisarmos bem essa entrevista notamos dois fatos:

O primeiro é que a entrevista não foi publicada na integra no site do EstaJornal online, por motivos que desconhecemos. Aliás nem na integra nem de maneira nenhuma. O que não faz sentido porque trata-se da história de vida de um aluno da ESTA, não seria motivo de orgulho pela instituição ter este exemplo de vida patente?

O segundo motivo, como podem ler no site do Abrantes é nossa, o aluno fala como vê a escola, as praxes, o ensino em Portugal, uma visão de alguém que veio de fora e portanto faz criticas duras ao conformismo de muitas pessoas e alguns responsáveis.

Toda essa critica que deu corpo à entrevista não foi publicada no EstaJornal, só aproveitaram a parte em que ele diz que teve o apoio do IPT (Instituto Politécnico de Tomar).

 

Podíamos por em dúvida as boas intenções de quem dirige o EstaJornal: não publicam os conteúdos que são publicados no EstaJornal Online o que é publicado no EstaJornal impresso porque é prática da casa. Então o que está a fazer a entrevista da Fátima Felgueiras e do Miguel Paulo Silva no site do EstaJornal? Entrevistas que saíram na mesma edição impressa [da entrevista de Fábio Jorge].

Porquê, a entrevista do aluno Fábio Jorge não foi lançada na plataforma online? Nós sabemos que ele não foi acusado de nenhum saco azul nem tem uma vida repleta de vitórias numéricas como o Senhor Miguel Silva, mas tem uma vida contínua de luta, sacrifício e uma opinião muito critica do ensino em que foi inserido, deve ser isso que incomoda.

A vida que nos contam ser de bem e só bem fazer sentido publicar, não é nem informação nem tão pouco sério. Trata-se de manipulação. Usar o certo para fazer o errado. Manipular a realidade é feio e desonesto. O que nos vale dizer que tudo está bem quando de fato não está? Podemos chamar, sobre essas bases, jornal ou preferem propaganda politica?

Fábio Jorge passou por uma guerra, foi colocado num seminário ainda miúdo e lá ficou até ter maioridade. Passou fome, viu a miséria de frente. Teve a sorte do destino: encontrou documentos do pai que provavam a nacionalidade portuguesa, um pass para uma nova viragem na sua vida. Uma vida mais digna. Batalhou para chegar à ESTA. A Instituição Abrantina que para ele é uma vitória. Teve coragem e disse, mesmo assim, o que via de mal no ensino. E antes de termos a humildade de aceitar criticas, que no fundo nos dão oportunidade de melhorarmos. O que fazemos? Não mostramos o que não queremos mostrar no jornal e nem pensar publicar na Internet. Custa-nos relembrarmos quem somos de fato e que papel temos na sociedade.

Interessa mais aos abrantinos saber da vida intima de Felgueiras, do que o tesouro que Abrantes abraçou.

Podem censurar as palavras. Criar leis para impedir a manifestação critica que desenvolve e faz pensar uma sociedade. Mas jamais censuram a alma guerreira e vitoriosa de quem quer trazer algo de bom à comunidade onde estão inseridos.

Quantos mais vão ter de ser ignorados para uma imagem falsa e desonesta prevalecer?

Sensacionalismo não é sinónimo de informar, não ignorar a realidade. Sensacionalismo indirecto é o que se está a passar. Quando não temos integridade para fazer o que está certo, usamos a palavra certo para fazer o desonesto.
Ao Fábio Jorge só nos resta dizer: Admiramos-te por teres seguido pelo caminho certo, teres a coragem de dizer o que sentes mesmo seres financeiramente pobre, e portanto facilmente prejudicado.

O mundo precisa de pessoas corajosas. Que olhem para os outros sem pensar em negociatas.

Por abrantesenossa • Posted in AbrantesESTAOpinião''



Beijinhos da Suzy



publicado por porabrantes às 13:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 02.11.12

 

Abrantesenossa (IP: 217.129.245.199) disse sobre Alunos da Esta denunciam manipulação jornalistica pró-CMA na Quarta-feira, 31 de Outubro de 2012 às 18:17:

 

     

Relativamente a esta noticia. Pedimos que corrijam o titulo por não corresponder ao titulo original da noticia.

Os comentários junto da noticia que poderão dar a entender ter sido publicados no site Abrantes é Nossa, não correspondem à verdade.

Pedíamos também que separassem o conteúdo de noticia dos comentários que possam fazer à mesma.

Agradecemos desde já a vossa compreensão

 

 

Caros leitores:

 

Tarde e a más horas acorrem V.Senhorias a comentar.

 

Não temos compreensão nenhuma.

 

Somos assim.

 

O título permanecerá como está.

 

O post ficará na mesma.

 

Quanto aos ''inventos'' da Hália, a malta conhece as couves de Valhascos (de que se orgulha, ufana, esse bastião da ética)

e a folha gratuita de que a senhora é Directora.

 

Podemos garantir que a Hália não inventou as couves locais

 

 

 

Altura Média:

Largura Média ou Compasso: 50 x 50 cm

Época de Sementeira ao Ar Livre:

Época de Sementeira em Viveiro: Pleno Inverno, Final de Inverno, Início de Primavera, Plena Primavera, Final de Primavera, Início de Verão, Pleno Verão, Final de Verão, Início de Outono, Pleno Outono, Final de Outono;

Época de Transplantação: Início de Inverno, Final de Inverno, Início de Primavera, Plena Primavera, Final de Primavera, Início de Verão, Pleno Verão, Final de Verão, Início de Outono, Pleno Outono, Final de Outono;

Época de Colheita: Início de Inverno, Pleno Inverno, Final de Inverno, Início de Primavera, Plena Primavera, Final de Primavera, Início de Verão, Pleno Verão, Final de Verão, Início de Outono, Pleno Outono, Final de Outono;

• SACO DUPLO HERMÉTICO
• MAIOR GERMINAÇÃO E VIGOR
• CONSERVAR EM LUGAR FRESCO E SECO
• AS INFORMAÇÕES DADAS PODEM ALTERAR EM FUNÇÃO DO CLIMA, ZONA OU FORMA DE SEMEAR

Outras Sementes de Hortícolas

 

http://www.loja.jardicentro.pt/product_info.php?products_id=3023

 

 

quanto ao resto só podemos garantir que é uma couve brasonada.....

 

 

 

 

 

 

Há certamente quem chame a algumas publicações ''folhas de couve''....

 

 

A mim parece-me que está na altura de chamar a alguma :

 

 

folha de couve



de Valhascos.....

 

 

Cumprimentos

M.Abrantes



publicado por porabrantes às 12:55 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.06.12

Minha querida Hália:

 

Pilota a  querida, uma folha. Mas antes disso, querida Hália, sentava-se a menina na bancada PS da AM do Sardoal eleita pela candidatura  deste senhor

 

 

e enfrentava o Anacleto .Esperava eu muito de si e até apostei que viria você, minha querida, a ser uma nova Francelina Chambel.

Uma Pasionaria do Pinhal suficientemente ardente como a Francelina para conseguir que um filho chegasse a chefe dos bombeiros.

 

O Sr. Carrinho, Presidente da Chamusca, bom homem e ......(folha de Santarém)

 

Mas a sua prestação contra a anaclética maioria desiludiu-me e a você também, querida. Face à oratória anaclética debandou, renunciou ao cargo para que o povo a mandatou e foi para delfina do Dr.Jana numa folha que vive de subsídios.

 

 

Para merecer o subsídio, a folha que não está à venda, porque é gratuita, como por exemplo este folheto,

 

 

 

 

resolveu publicar uma foto manhosa deste grito da revolta abrantina e  tecer considerações pirosas. 

Foto: O Povo foi para a rua: abrantinos não querem a destruição de S.Domingos. tubucc

 

A responsabilidade dessa publicação é sua, porque é  a querida, a Directora, nomeada por uma Administração de um grupo onde em algum CA se senta ético e incorruptível.

 

 

 A responsabilidade do publicado também é sua, querida candidata frustrada a Francelina, porque é você que manda nessa coisa distribuída aos molhos como o alecrim.

 

Portanto, tem a Hália direito a resposta.

 

Direito a que não teve António Castel-Branco,

 

 quando numa prosa digna duma peixeira da lota de Setúbal,   o Fernandinho Baptista Pereira,

 

 

 

avençado municipal  em acumulação com outros empregos públicos, situação escandalosa para quem como membro ao tempo da corja gonçalvista, berrava pela colectivazação proletária o insultou a ele e a todos abrantinos.

 

 

Foi o evangélico, piedoso e já agora para rimar com Fernandinho/ bentinho Alves Jana,  que beócio das regras de liberdade de imprensa e da boa-educação, poupou o émulo da peixeira, à sova-mestra.

 

Nós não somos assim, ò benta Hália e por isso aqui vai, frontal, a nossa pergunta: 

 

Diga-me lá porque é estes grafittis,

 

Imagem

http://www.servirportugal.com/viewtopic.php?f=33&t=2480&start=30                                                                                                                                          

 

 os do pobre Dom Nuno não são censuráveis, e estes, os da fonte são????

 

 

Não diga cara Hália que é você salerosa, ou seja.....

 

 

 

CASTELHANA????

 

Miguel Abrantes 

 

 

 



publicado por porabrantes às 11:46 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.04.12

A bidirectora (Folha Gratuita e Jornal da Esta) mostra serviço.

 

Hália Santos facebook

 

 

http://www.estajornal.com/2012/04/pascoa-saudavel-e-divertida/

 

 

Ficha Técnica

Directora – Hália Costa Santos

Directora-adjunta – Raquel Botelho

 

 

 

Vimos dar sugestões para um jornalismo oficioso mais eficaz:

 

 

Contratar Armando Fernandes para fazer de Dutra Faria (já o fez na Folha Gratuita e fá-lo na Voz do Betão)

 

 a voz 

 

 

 

(o chato é que o Dutra Faria era português e escrevia melhor)

 

 

 

Contratar o primo do Zé Manuel Pintassilgo para escrever crónicas como o mano da Lurdes  fazia na Época

 

(já o fez na na Folha Gratuita e fê-lo na Voz do Betão) 

 

 

 

Organizar uma secção de História comandada por Andreia de Almeida (Prémio E.Campos) 

 edu.pt

 

 

 

para apoiar candidatura de Candeias Silva ao Nobel

 

 

 

Lançar títulos bombásticos:

 

 

Cónego é Casto!!!!!

 

Arês é Independente!!!!!

 

Abrantes é segura!!!!!

 

para desmentir a reacção: Abrantes: Idosa ferida em roubo

Uma mulher de 82 anos foi ontem assistida no Hospital de Abrantes por se ter ferido numa perna em consequência de uma queda provocada por um roubo por esticão. A vítima caminhava na rua Direita, em Rio de Moinhos, quando um homem, que ia de carro, lhe arrancou o fio de ouro do pescoço.

 

 

 

Ter ousadia e imaginação e introduzir publicidade à maneira:

 

MA


publicado por porabrantes às 08:23 | link do post | comentar

Domingo, 01.04.12

Alunos da ESTA confessam como está organizada a imprensa de Abrantes


O Jornal de Abrantes assumiu uma nova directora. Hália Santos, professora e Directora do departamento de Comunicação Social da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) dirige o Jornal de Abrantes e também o EstaJornal.

Este vinculo à escola "monopoliza em grande parte" a imprensa de Abrantes. Revela fonte próxima à ESTA 

"Os impressos são na sua maioria comunicados do Gabinete de Comunicação da Câmara de Abrantes" confessa fonte do Abrantes é nossa. Alguns alunos da ESTA mostraram-se insatisfeitos com o tipo de jornalismo que lhes é proposto. "O gabinete de comunicação da Câmara de Abrantes envia os inventos, o que a Presidente de Abrantes quer noticiado, depois mandam-nos para o local. O problema é que se algum aluno sai do que era suposto noticiar, a nossa noticia não é publicada". Uma "grande parte dos alunos não se importa, estão mais preocupados com a realização das noticias, não têm consciência que estamos a ser usados para criar noticias a favor da Presidente."

A ESTA está "de braço dado com a Câmara de Abrantes. A Câmara como é sabido está a tratar das novas instalações da nossa escola. Acredito que seja esse acordo que influencia a ESTA a realizar noticias a favor da Câmara de Abrantes."

Em conversa com alguns alunos que não quiseram ser identificados, dizem que "a desculpa de o jornal ter na sua maioria textos noticiosos em favor da Câmara, justificam alguns professores que se trata do modelo editorial que adoptaram" o que para esses alunos "é uma desculpa grosseira para exercerem o mau jornalismo, um jornalismo de propaganda".

A ESTA sofre de problemas no actual edifício, tanto a nível de segurança como de conforto. Esse edifício que foi cedido provisoriamente pela Câmara de Abrantes vai deixar de o ser, segundo a Câmara de Abrantes que pretende investir 9,5 milhões de euros no novo edifício para a ESTA. O Politécnico tem actualmente cerca de 600 alunos, segundo o Jornal Mirante, mas apesar disso "cada vez existe menos condições" por isso alguns alunos entrevistados peloAbrantes é Nossa dizem que entendem em parte essa tentativa de manter boas relações com a Câmara. O que não entendem é que "deixem de ser imparciais e de informar o povo cumprindo com o seu dever jornalístico".
    
Adicionamos o novo Blogue aos nossos links
Comentários: os alunos justamente indignados executam Hália Santos e com um requinte de refinadíssimo humor dizem que a Hália dirige a folha gratuita, quando a directora informal é ''outra'', a chefa......
Outra piada deliciosa: os alunos chamam aos eventos da Maria do Céu: Inventos
Hália Santos que trabalha na Esta  é estreita colaboradora do primeiro-esposo do concelho em várias coisas. Já lá iremos.
Miguel Abrantes
Sublinhados nossos


publicado por porabrantes às 23:12 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.06.11
Galena promove tertúlia sobre dez anos de Abrantes
O período entre 2001 e 2010 da região de Abrantes foi o tema escolhido pela Galena para a sua primeira tertúlia, a ter lugar hoje, 10 de Fevereiro, na Biblioteca Municipal António Botto, a partir das 21H30.
Hália Santos, professora de jornalismo na ESTA (Escola Superior de Tecnologia de Abrantes), Hélder Rodrigues, presidente da direcção do clube desportivo Os Patos, e Maria do Rosário Chambel, presidente da UTIA (Universidade da Terceira Idade), são os convidados de uma sessão que se pretende aberta a todos os que queiram participar na iniciativa.
A GALENA é uma recente Associação Cultural criada em Abrantes e que resulta da vontade de pessoas que fazem a rádio Antena Livre (Abrantes) e “parte da consciência de que há áreas de trabalho cultural que podem ser levadas a efeito para lá da lógica empresarial. A associação tem como público preferencial da sua acção os jovens, mas não exclui as faixas etárias mais adultas” e tem na sua direcção José Eduardo Alves Jana (Presidente), Joana Margarida Gaspar Carvalho (Vice-Presidente), André Filipe Ribeiro Lopes (Secretário), Andreia Maria Alves de Almeida (Tesoureira) e Liliana Fone Wah como Vogal.
in página municipal
Temos sérias coisas a dizer acerca da deontologia profissional enquanto responsáveis de órgãos de comunicação social de Alves Jana e Hália Santos e diremos!!!!
Quanto à Galena, de quem falaremos com mais atenção um dia destes,  a nossa interpretação, que é política, é que não passa de um mero apêndice do PS local.
Seguiremos com atenção os subsídios recebidos ou a receber pela Galena da CMA !!!!
O nome é muito imaginativo, decerto não tem nada a ver com a Construtora do Lena.
Quanto à Rádio Municipal já sabemos que enquanto organização lucrativa é pródiga em acumular aos seus lucros os donativos municipais.
Estamos certos que a Galena contará com a melhor atenção da Chefa Isilda!!!!
Miguel Abrantes 
PS- Faltam nos corpos sociais  dois bons amigos da Construtora do Lena, o eng. técnico Júlio Bento e o arquitecto Albano Santos


publicado por porabrantes às 18:18 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

IPT às moscas

O processo do arquitecto ...

António Castel-Branco den...

Vigiar ou recapitalizar a...

Será isto forma de gerir?...

Imprensa Abrantina na SAP...

um caso em o jornalismo n...

IPT cheio de vagas

O direito de resposta

É quaresma: Hália crucifi...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds